Páginas

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Santa Casa recebe doações de leite de grupos católicos

Imagem inline 1
Nesta semana, a Santa Casa de Fernandópolis recebeu duas importantes doações feitas por grupos católicos da região, fruto de ações desenvolvidas durante o feriado de Corpus Christi. Ao todo, foram entregues quase 950 litros de leite.

Liderados pelo Pe. Pedro, os fiéis da Paróquia São João Batista, de Ouroeste, colheram as doações nas comemorações do feriado. Ao invés de utilizar o tradicional pó de serra, com o apoio da população, escolas e pastorais da Igreja, o caminho da procissão foi demarcado com os alimentos doados. Por meio dessa ação, a Santa Casa recebeu 440 litros de leite, 66 kg de achocolatado, 24 kg de café e 125 pacotes de bolachas.

Em Fernandópolis, o grupo do Ejocri da Paróquia Santa Rita de Cássia mobilizou voluntários para angariar os donativos, que também decoraram o trajeto do cortejo. A arrecadação foi realizada pela equipe junto aos mercados da cidade para beneficiar a Santa Casa com 503 litros de leite.
 
Recepcionando as doações, o administrador hospitalar Duílio Igor de Oliveira agradeceu a mobilização e destacou o impacto que elas têm para a Santa Casa. "As doações são muito importantes, pois nos apoiam nesse novo momento que o Hospital vive. Esses alimentos nos farão poupar recursos que, agora, poderemos reverter para outras finalidades. Pode parecer pouco, mas não é. Essas duas doações nos ajudaram a economizar quase R$ 4 mil, que agora podemos utilizar para compra de medicamentos ou outros materiais médicos."

Domingo, 2 de julho, o 1º Desafio de Basquete acontece em Jales

 
No domingo, 2 de julho, a partir das 9h30, acontecerá no Ginásio Municipal de Esportes “Waldemar Lopes Ferraz”, em Jales, o “1º Desafio de Basquete – Jales: Livre x Master”.
O evento, organizado pelos integrantes das duas categorias (Jales – Livre e Jales – Master) que disputam as suas respectivas Ligas Regionais, em jogos que ocorrem no Clube Monte Líbano de São José do Rio Preto, quinzenalmente aos sábado e domingos, respectivamente, é uma forma de reestimular a prática do basquete em Jales, que já viveu áureos tempos no esporte.
Quem for ao Ginásio de Esportes no domingo a partir das 9h30, poderá acompanhar uma festa do basquete, regada a uma competição de habilidades (enterradas, arremessos da linha dos três pontos), além de um jogo amistoso entre ambas as equipes de Jales: Categoria Livre e Master. Haverá, ainda, sorteio de brindes ao público presente.
O evento terá entrada franca e, para quem puder contribuir, facultativamente, poderá doar 1kg. de alimento não perecível. A arrecadação será revertida ao Fundo Social de Solidariedade de Jales.

Alckmin autoriza R$ 300 mil para região de Jales

Os recursos são exclusivos para a área da Saúde. E serão utilizados para  aquisição de equipamentos, ambulância, reformas ou custeio.

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta quarta-feira, dia 21 de junho, o quarto lote do ano de convênios com municípios paulistas e entidades, num total de 66 acordos celebrados. O investimento total é de R$ 7.178.000,00 milhões. Neste lote, estão sendo atendidas 41 prefeituras e 25 entidades para a aquisição de ambulâncias, vans para transportes de pacientes, equipamentos, reformas e custeio.

Para a região de Jales serão destinados R$ 300 mil, divididos da seguinte forma: R$ 50 mil para Aparecida D’Oeste, R$ 100 mil para Jales, R$ 50 mil para Palmeira D’Oeste e R$ 100 mil para Urânia.

"Hipócrates dizia: ‘’Onde quer que a arte da medicina seja amada, há também um amor da humanidade’. Não há nada mais importante do que a vida das pessoas e a qualidade de vida das pessoas. Então a gente fica muito feliz hoje porque todas as emendas são para a Saúde, R$ 7,1 milhões é só para a Saúde, seja para equipar o prédio, para comprar equipamento, custeio, ambulância, veículo de transporte, mas é só para a Saúde. É o melhor dinheiro investido", disse Alckmin

"Com a assinatura dos convênios de hoje, em apenas seis meses chegamos ao total de R$ 19,3 milhões de repasse para os municípios e entidades, exclusivos para investimentos na área da Saúde. Recursos importantes que melhoram a qualidade de vida da população, prioridade do Governo do Estado de São Paulo", explica o secretário-chefe da Casa Civil, Samuel Moreira.

Desde o início do ano, o Governo do Estado já firmou 242 convênios com 222 municípios, num total de R$ 41.544.182,90 milhões.

Campanha do Interact acumula 10 toneladas arrecadadas em três anos



 
No último sábado, dia 17, o Interact Club de Fernandópolis realizou a edição mensal da campanha “Doe Alimentos”, em prol da Santa Casa de Fernandópolis. Com pontos de coleta nos supermercados da cidade, os interactianos arrecadaram 400 kg de doações em alimentos.

Iniciada em outubro de 2014, o projeto é realizado regularmente no terceiro sábado de cada mês e conta com o apoio de sete supermercados: Pessotto Flex, Souza, Pessotto Cohab, Cidade Canção, Pessotto Max, Pessotto Extra e Pejô.


Os estabelecimentos permitem que os jovens façam a abordagem dos clientes e disponibilizam o espaço para a arrecadação. Com a edição deste mês, a campanha atingiu a marca de 10 toneladas de alimentos arrecadados, ao longo dos quase três anos do projeto.

“Com o empenho do Interact e o apoio da população, essa iniciativa tem obtido bons resultados. Chegar à marca de 10 toneladas é realmente um grande feito e só reforça o comprometimento desses jovens e de nossa comunidade para com a Santa Casa”, destaca o administrador Duílio Igor de Oliveira.


Além dessas ações, o clube também angariou fundos que foram revertidos na compra de materiais para o potencializar o projeto, tais como as caixas para a doação e transporte dos donativos e estantes para o acondicionamento do estoque.

Alunos do Ensino Médio com projetos sociais de destaque podem ser Jovens Embaixadores nos EUA

Programa dá chance a estudantes de baixa renda e bom desempenho escolar a representar o Brasil em intercâmbio de três semanas
A boa ação e engajamento social podem garantir muita experiência e história para contar. Estão abertas as inscrições para a 16ª edição do programa Jovem Embaixadores, uma iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e que leva estudantes entre 15 e 18 anos da rede estadual a um intercâmbio de 3 semanas no país. Ao todo, 50 jovens brasileiros são selecionados.
Para participar, os interessados devem cumprir alguns requisitos como realizar trabalhos voluntários há mais de um ano, ter conhecimento e fluência em Língua Inglesa, bom desempenho escolar, espírito de liderança e possuir baixa renda. As inscrições são online no site do programa (www.jovensembaixadores.org/2018/). É necessário preencher o pré-cadastro e aguardar o e-mail de confirmação. O cadastro vai até 9 de agosto.
O intercâmbio de três semanas inclui visitas a Washington e aos prédios da capital administrativa. Os vencedores também terão a oportunidade de participar de reuniões em órgãos públicos e privados sobre responsabilidade social e liderança jovem. A viagem está prevista para janeiro de 2018.
Embaixadores da rede estadual
        Na última edição, três alunos da rede paulista foram selecionados e integraram a delegação brasileira de Jovens Embaixadores. Todos se destacaram pelo trabalho social desenvolvido.  Bruno Reis, da E.E Manuel Gouveia de Lima, de São Joaquim da Barra, foi voluntário da APAE de sua cidade; Gabriel Camarero, da E.E Carolina Lopes de Almeida, de Bauru, organizava oficinas de construção de instrumentos para jovens carentes e Gabriel Jesus, aluno da E.E Guiomar Camolesi, de Sorocaba, desenvolveu um projeto de teatro, integrando toda a comunidade escolar.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Justiça Federal bloqueia venda de R$ 1 bilhão em ativos da JBS

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil

O juiz Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, proibiu a empresa JBS de vender subsidiárias na Argentina, no Paraguai e no Uruguai para unidades naqueles países controladas pela Minerva, segunda maior companhia de carne bovina do Brasil.
O valor do negócio, que havia sido anunciado no início deste mês, é de US$ 300 milhões, o que no câmbio de hoje (21) equivaleria a cerca de R$ 1 bilhão.
A permissão para a venda havia sido solicitada pelas defesas dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS. Soares Leite é o juiz responsável pela Operação Bullish, na qual são investigados desvios no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em favor da empresa. O bloqueio de ativos da JBS foi imposto como medida cautelar pelo magistrado.
Na decisão divulgada nesta quarta-feira, o juiz escreveu considerar a venda “prematura”, pois ainda não foram apresentadas provas que respaldem o suposto favorecimento da JBS pelo BNDES, conforme relatado por executivos da empresa em acordo de delação premiada com a Justiça.
Soares Leite lembrou também que o referido acordo ainda terá sua validade analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele acrescentou que a venda pretendida também não foi autorizada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) até o momento.
Em meio às dificuldades de mercado que enfrenta após seus controladores firmarem um acordo de delação premiada com a Justiça, a JBS, que é a maior processadora de carnes do mundo, anunciou ontem (20) um programa de desinvestimento na ordem de R$ 6 bilhões.
Segundo o plano, o grupo pretende se desfazer de ativos no Brasil, na Irlanda do Norte e nos Estados Unidos. A venda das subsidiárias na Argentina, no Paraguai e no Uruguai não estavam incluídas no plano divulgado ontem pela JBS.
Edição: Amanda Cieglinski

Santa Casa de Marília abre série de encontros com organização e voluntários do McDia Feliz

Parceiros e famílias embaixadoras estiveram na primeira reunião 
A Santa Casa de Misericórdia de Marília abriu série de encontros com a organização e integração de voluntários do McDia Feliz 2017. Informações importantes sobre a campanha foram passadas na reunião do dia 14 de junho e novas datas vão ser agendadas.
A coordenadora do McDia Feliz em Marília, Érica Legutcke de Azevedo, lembrou a importância dos voluntários neste processo de captação de recursos para a campanha, seja através da venda dos tíquetes do sanduíche Big Mac ou de camisetas temáticas. "Temos promovido inúmeras melhorias com o resultado do esforço do voluntariado nos últimos anos. Conseguimos uma casa de apoio,  onde abriga o Gacch (Grupo de Apoio às Crianças com Câncer e Hemopatias) de Marília e, mais recentemente, a reforma e modernização do Ambulatório de Quimioterapia Infantil da Santa Casa. Este ano, o hospital contratou a psicóloga Danielle Gerlack Domiciano Pereira, específica para o setor de Oncologia Infantil, também com recursos do McDia Feliz".
Legutcke destacou o grande trabalho desenvolvido pelo setor de Oncologia Infantil da Santa Casa, coordenado pela médica oncologista Doralice Marvule Tan. "Por isso, é importante continuar investindo nesta causa. Este ano não teremos uma ou duas famílias embaixadoras, mas sim várias para nos ajudar na divulgação do McDia Feliz".
Parceiros da Etec (Escola Técnica Estadual) Antônio Devisate, do Banco Santander, da Dori Alimentos e do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) marcaram presença no primeiro encontro.
De acordo com a coordenadora do McDia Feliz em Marília, "o Instituto Ronald McDonald tem focado bastante a importância do diagnóstico precoce, pois quanto mais rápida for descoberta a doença maior a chance de cura".
Funcionários de diversos setores da Santa Casa de Marília que atuam como voluntários também participaram da reunião e garantiram apoio à campanha deste ano. Outras reuniões de planejamento como esta serão agendadas no decorrer dos próximos meses, até o McDia Feliz.
Shows artísticos e diversas outras atrações acontecem nos restaurantes McDonald's de Marília no dia 26 de agosto (sábado), data escolhida para a realização do McDia Feliz.
O apresentador e comediante Fábio Porchat é o embaixador da campanha e inclusive já divulgou vídeo para motivar as pessoas a ajudarem nesta causa nobre.
No último dia 5 de junho, aconteceu o lançamento da campanha McDia Feliz, no Palácio dos Bandeirantes. A cerimônia contou com a presença do governador Geraldo Alckmin e da presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, Lu Alckmin, além de outras autoridades, celebridades, representantes e voluntários de instituições parceiras do Instituto Ronald McDonald. A Santa Casa de Marília esteve representada pelo superintendente Sérgio Stopato Arruda e pela secretária geral da direção do hospital e coordenadora do McDia Feliz em Marília, Érica Legutcke.
Em 2016, em Marília, foram arrecadados duzentos e dezessete mil cento e sessenta e seis reais com a venda dos sanduíches, comercialização de camisetas e doações espontâneas, sendo que estes recursos foram utilizados na implantação do serviço de atendimento psicológico a criança e adolescente com câncer infantil na Santa Casa de Marília.

Sobre o McDia Feliz
O McDia Feliz é uma campanha coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald. Atualmente, é a maior mobilização no Brasil em prol da cura do câncer infantojuvenil. Há 17 anos o hospital participa do McDia Feliz. 
A campanha é um sucesso graças à participação fundamental de instituições, funcionários, franqueados e fornecedores, além da mobilização de milhares de voluntários que incentivam a sociedade a abraçar a causa em prol de adolescentes e crianças com câncer. O McDia Feliz tem o intuito de despertar a atenção de toda a sociedade e sensibilizá-la para a maior causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de zero a 19 anos. Este ano, o McDia Feliz vai acontecer no dia 26 de agosto. Todos os recursos arrecadados com a venda do Big Mac serão revertidos para as instituições participantes em todo o Brasil.
Desde 1988, cerca de R$ 230 milhões foram arrecadados por meio do McDia Feliz, e destinados para instituições de apoio que lutam pela cura do câncer infantojuvenil. A campanha, coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, visa captar recursos e apoiar projetos que contribuam para o aumento dos índices de cura do câncer infantil e juvenil. Mais informações em www.mcdiafeliz.org.br . 
Sobre o Instituto Ronald McDonald
O Instituto Ronald McDonald é uma organização sem fins lucrativos em atuação há 18 anos, cuja missão é promover a saúde e a qualidade de vida de adolescentes e crianças com câncer. Para aproximar as famílias da cura do câncer infantojuvenil, o Instituto desenvolve e coordena programas - Diagnóstico Precoce, Atenção Integral, Espaço da Família Ronald McDonald e Casa Ronald McDonald - que possibilitam o diagnóstico precoce, encaminhamento adequado e atendimento integral e de qualidade para os jovens pacientes e seus familiares. Durante esse tempo de atuação, os dados do câncer mostram um cenário mais animador. Há 30 anos as chances de cura eram de 15%. Hoje, podem chegar a 80%, se a doença for diagnosticada precocemente e tratada de maneira adequada em centros de referência. Desde 1999, mais de R$ 330 milhões foram arrecadados por meio de campanhas e eventos como o McDia Feliz, os Cofrinhos, o Invitational Golf Cup e o Jantar de Gala, destinados para 116 instituições em todo o Brasil, entre hospitais e instituições de apoio que lutam pela cura do câncer infantojuvenil. Cerca de 3 milhões de crianças, adolescentes e seus familiares já foram beneficiados nestes 18 anos de trabalho do Instituto Ronald McDonald. Saiba mais sobre as fontes de arrecadação, os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br.em .

Fundecitrus divulga levantamento da incidência do greening no parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais em 29 de junho

 

O Fundecitrus – Fundo de Defesa da Citricultura irá divulgar o levantamento da incidência do greening (huanglongbing/HLB), pior doença da citricultura mundial, na região do parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais na quinta-feira (29), às 9h30, na sede da instituição, em Araraquara (SP).

 Para realizar o trabalho os funcionários da instituição visitaram mais de dois mil talhões sorteados de acordo com a região, tamanho de propriedade e idade dos pomares, de forma que representem todo o parque citrícola. O objetivo é apurar a incidência e a severidade dessa doença na principal região produtora de citros do Brasil.

 O greening é a doença mais destrutiva que ataca os pomares de citros do Brasil e a maior ameaça à citricultura mundial. Não existem variedades comerciais resistentes à doença e nem cura para as plantas contaminadas. Os frutos de ramos afetados não se desenvolvem, ficam pequenos, deformados e assimétricos. O suco de frutos doentes tem sabor mais ácido, menos açúcares e fica amargo.

 O levantamento feito pelo Fundecitrus em 2016 apontou que o greening estava presente em 16,92% das laranjeiras (o estudo não abrange limões, tangerinas e pomares abandonados) do parque citrícola.

 Para participar do evento de divulgação do levantamento é necessário fazer a inscrição pelo site: http://www.fundecitrus.com.br/cursos/inscricao

 

 

Presidente do STJ diz que denúncias contra governadores não ficarão paradas

Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil


Ministra Laurita Vaz
A presidente do STJ, ministra Laurita Vaz Superior Tribunal de Justiça/Divulgação
A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, disse à Agência Brasil que as novas denúncias contra governadores que chegarem ao tribunal não ficarão paradas na Corte Especial  – instância responsável por apreciar as acusações de crimes comuns atribuídos a chefes dos executivos estaduais.
“[As denúncias] estão chegando ao STJ e sendo distribuídas [para os ministros relatores]. Com certeza, da forma como o tribunal trabalha, elas serão julgadas com oportunidade de ampla defesa [aos réus], mas não ficarão paradas, não serão acomodadas no STJ”, declarou a ministra, ao participar nessa terça-feira (20) de evento realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para discutir ações de sustentabilidade no âmbito do Poder Judiciário.
Desde o início de maio, quando o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o STJ não precisa da aprovação das assembleias legislativas estaduais para instaurar processos contra governadores suspeitos da prática de crimes comuns, a decisão sobre receber ou não essas denúncias depende exclusivamente da Corte Especial do STJ. Atualmente, pelo menos 13 pedidos de investigação contra nove governadores já foram convertidos em ação penal e aguardam decisão da Corte Especial.
Ao responder à pergunta se há um prazo para a Corte Especial decidir se as denúncias têm elementos suficientes para justificar a abertura de ação penal contra os governadores denunciados, Laurita Vaz voltou a defender a aprovação, pelo Senado, da proposta de emenda à Constituição (PEC) 209. Aprovada na Câmara dos Deputados, a PEC propõe a criação de requisitos para a admissibilidade de recurso especial pelo STJ. Na prática, seriam estabelecidos novos "filtros" para limitar os recursos contra decisões dos tribunais regionais federais ou estaduais, como a exigência de o reclamante comprovar a “relevância” do tema em questão.
“Só no ano passado, julgamos 476 mil processos. Neste momento de muita violência geral, esse número só vai aumentar. Por isso, estamos lutando pela aprovação da PEC. Para que só os casos relevantes cheguem ao STJ. Com isso, teremos mais tempo para julgar os casos mais importantes, que às vezes ficam parados por nossa falta de tempo, a despeito do número de processos que julgamos diariamente naquela corte”, acrescentou a ministra.
Governadores sob suspeita
Outras denúncias deverão chegar ao STJ em breve, em função de delações feitas por executivos da Odebrecht e da JBS no âmbito da Operação Lava Jato. No dia 11 de abril, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que as denúncias contra nove governadores citados nas delações de ex-executivos da Odebrecht fossem remetidas ao STJ e que fossem abertos inquéritos contra mais três governadores: Renan Filho (Alagoas); Robinson Faria (Rio Grande do Norte) e Tião Viana (Acre).
No último dia 16, o ministro do STJ Luis Felipe Salomão determinou que o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), fosse notificado para apresentar respostas às denúncias feitas contra ele pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na Ação Penal 866. Ajuizada em julho de 2013, a denúncia originou a Ação Penal (AP) 866.
Em 14 de junho, a PGR pediu ao STJ a abertura de inquérito para investigar o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), citado pelos executivos da construtora Odebrecht que assinaram acordo de delação premiada. Segundo os delatores, Perillo é um dos políticos que teriam atuado para beneficiar a empreiteira em troca de vantagens econômicas. O caso corre na forma da Ação Penal 855.
No dia 7 de junho, a Corte Especial do STJ decidiu dar prosseguimento à análise da denúncia do MPF contra o governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), suspeito de receber dinheiro em troca do perdão de dívidas e de concessão de incentivos à cervejaria Cerpa. A denúncia deu origem à Ação Penal 827.
Em 25 de maio, o vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Borges de Andrada, denunciou o governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), por sonegação fiscal entre janeiro de 2009 e dezembro de 2010, período em que Moura era prefeito de Ariquemes (RO). O MPF acusa o agora governador de compensar indevidamente valores das contribuições sociais previdenciárias nas guias de recolhimento do Fundo de Garantia doTempo de Serviço e Informações à Previdência Social (GFIP). É a Ação Penal 845.
Em 30 de março, o STJ aceitou pedido do MPF para investigar o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). Como o processo corre em segredo de Justiça, não há informações oficiais sobre as características da denúncia oferecida pela PGR.
O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), é alvo de duas ações penais (836 e 843) instauradas para analisar as denúncias do MPF – uma terceira foi arquivada pelo STJ, por unanimidade, no último dia 7. Na denúncia arquivada, Pimentel era acusado de supostamente ter superfaturado em R$ 5 milhões uma licitação para a instalação de câmeras no município de Belo Horizonte, quando era prefeito da cidade, em 2004. Outra denúncia, no âmbito da Operação Acrônimo, acusa Pimentel de ter solicitado e recebido vantagens indevidas para conceder benefício tributário indevido à montadora de veículos Caoa, quando era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Foi ao apreciar essa denúncia do MPF que o STJ decidiu não ser preciso o aval das assembleias legislativas para abrir ação penal contra governadores.
O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), é alvo de quatro ações penais: 808, 810, 814 e 823. Nessa última, que trata de denúncias de associação criminosa, peculato, dispensa indevida de licitação, entre outras supostas práticas delituosas atribuídas a Góes e mais 11 réus, a ministra-relatora, Nancy Andrighi, apontou em sua decisão do dia 27 de março (antes, portanto, da decisão do STF de facultar a decisão exclusivamente ao STJ) a demora da Assembleia Legislativa do Amapá para autorizar a continuidade do andamento processual. "A Assembleia Legislativa do estado foi oficiada em 06/07/2016, recebendo a cópia integral dos autos para manifestação em 19/09/2016. Transcorridos mais de sete meses do primeiro ofício, ainda não se manifestou acerca da autorização para processar o governador, estando [por isso] o prazo prescricional e o próprio processo suspensos desde então em relação ao denunciado [Góes]".
Outro que pode ser afetado pela dispensa da prévia autorização das assembleias legislativas para o STJ julgar governadores é o peemedebista Paulo Hartung, do Espírito Santo. Ele é citado na AP 313, uma queixa-crime que tramita há quase 13 anos no tribunal e que trata de denúncia de calúnia contra um juiz federal por meio da imprensa. Outros alvos de ações penais em análise pela Corte Especial são os governadores do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB - AP 803), e do Piauí, Wellington Dias (PT - AP 805).
Edição: Graça Adjuto e Talita Cavalcante

Juiz rejeita ação de Temer contra Joesley Batista por calúnia e difamação

 

André Richter - Repórter da Agência Brasil

O juiz federal Marcos Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, rejeitou ação protocolada ontem (19) pela defesa do presidente Michel Temer contra o empresário Joesley Batista, dono da JBS. Na ação, Temer pedia que o empresário fosse condenado pelos crimes de calúnia, difamação e injúria. A ação foi movida após entrevista do empresário à revista Época, publicada no último fim de semana, em que o Joesley diz que Temer é “o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”.
Ao analisar o processo, o juiz entendeu que o empresário não cometeu os crimes ao citar o presidente na entrevista. No entendimento do magistrado, Joesley relatou os fatos no contexto de seus depoimentos de delação premiada.
“Não diviso o cometimento do crime de injúria, tendo o querelante feito asserções que, em seu sentir, justificam o comportamento que adotou [refiro-me aos fatos que indicou no acordo de colaboração premiada]. Na malsinada entrevista, narrou fatos e forneceu o entendimento que tem sobre eles, ação que se mantém nos limites de seu direito constitucional de liberdade de expressão”, disse o juiz.
Segundo a defesa de Temer, a entrevista foi “desrespeitosa e leviana”, além de ofensiva. Para os advogados, as declarações de Joesley levam a sociedade a questionar a honradez de Temer.
“Na verdade, todos sabem o real objetivo do querelado [Joesley] em mentir e acusar o querelante [Temer], atual presidente da República: obter perdão dos inúmeros crimes que cometeu, por meio de um generoso acordo de delação premiada que o mantenha livre de qualquer acusação, vivendo fora do país com um substancial (e suspeito) patrimônio”, diz trecho da petição inicial do processo.
Edição: Luana Lourenço

Unidades do MPSP em Jales e região equipamentos que facilitarão digitalização de inquéritos

 
Diversas unidades do Ministério Público de São Paulo na capital e no interior vão receber novos computadores, dentro dos esforços para promover a atualização tecnológica de Promotorias e Procuradorias de Justiça, além de setores administrativos. As unidades do Ministério Público do Estado em Jales e Palmeira d`Oeste receberão uma mini central facilitadora  cada, enquanto que o órgão em Santa Fé do Sul receberá uma mini central facilitadora e Procuradoria de Justiça de Santa Fé do Sul um computador.
Ao todo, o lote garantirá a entrega de 646 desktops, todos equipados com Windows 10 e Office 2016. Os novos equipamentos atenderão à demanda das Promotorias para o trabalho de digitalização de inquéritos e servirão também para todas as demais atividades desenvolvidas pelas unidades. Com a chegada das novas máquinas, os computadores com Windows XP (obsoletos) sairão de funcionamento e deverão ser devolvidos ao Patrimônio do Ministério Público..
A previsão é que as unidades recebam os novos computadores até 30 de junho.

Paranaense de 18 anos fotografa nua para site

 

Dezoito aninhos, 1,70 m de altura e seios que parecem um sonho – essas são apenas algumas das características mais marcantes de Brenda Gondacki, a nova modelo do Bella da Semana (www.belladasemana.com.br).Natural do Paraná, a loira com jeitinho encantador não resiste a beijos no pescoço e adora levar a vida com otimismo. Coincidentemente, ela é a terceira Brenda somente este ano no site, que anteriormente publicou fotos das modelos Brenda Rodrigues e Brenda Facchini.

A estreia da paranaense está agendada para esta quarta-feira, dia 21 de junho. As fotos são de Walmor de Oliveira.

Água empoçada no valetão exala mau cheiro e Prefeitura não toma providências

 
Estamos em pleno inverno, quando tudo indica que será uma estação mais seca do que chuvosa e, então, pode-se fazer muitas coisas.
Por exemplo limpar o valetão nas confluências das ruas Centurião Verde e São Paulo no bairro Centenário com vila São José.
Uns 50 metros rua acima do valetão dá para sentir o mau cheiro exalado pela água empoçada. Imaginem os moradores das residências ao lado da poça. Vergonhoso.
 
O secretário municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Mobilidade Urbana, Nilton Suetugo, disse que não adiantava limpar a sujeira pois era necessário construir um novo valetão.
O problema é periférico e não central. Por isso dane-se
Gente, isso é falta de vontade de executar um serviço simples que dois homens e um pequeno veículo podem fazer a limpeza.
Os vereadores Bismark e Kazuto disseram que iam dar um olhada no local e, provavelmente solicitar providências. Não se sabe se foram ao local, depois conversaram com o responsável ou se esperam uma sessão da Câmara para apresentar um pedido de indicação.
Até uma decisão o mau cheiro fica no ar.
É vergonhoso o descaso para com o contribuinte periférico.
As fotos foram tiradas agora às 7h30m

Espaço Cultura da CAA-PR recebe a exposição "Advogadas, Mães & Filhos"

 
Mostra apresenta mais de 60 retratos do ensaio fotográfico promovido pela CAA-PR em homenagem às advogadas pelo Dia das Mães
Nesta segunda-feira, 19 de junho, a Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná, sob a coordenação da diretora Iolanda Gomes, inaugurou a edição 2017 da exposição “Advogadas, Mães & Filhos” no Espaço Cultura do Edifício Maringá. A mostra exibe 61 retratos do ensaio fotográfico promovido pela CAA-PR, no mês de maio, em homenagem às advogadas pelo Dia das Mães.
“A campanha do Dia das Mães da CAA-PR buscou valorizar as mulheres advogadas que são mães, presenteando-as com o registro de um momento ímpar com seus filhos ou mães, para que guardem de recordação essas imagens de amor, carinho e afeto que os unem. A exposição está linda, vale a pena conferir”, convida a vice-presidente da CAA-PR, Daniela Ballão Ernlund.
A exposição fica aberta para visitação até o dia 14 de julho, de segunda a quinta-feira, das 9h às 20h30, e sexta-feira das 9h às 18h30, no Espaço Cultura da CAA-PR, localizado no Café do Edifício Maringá (Rua Cândido Lopes, 146 – Centro - 4º andar do prédio).
 
Ensaio fotográfico
As mais de 60 advogadas participaram do ensaio fotográfico acompanhadas de seus filhos ou mães no mês de maio, no Edifício Maringá. A produção fotográfica ficou a cargo de Enio Salgado. A maquiadora profissional Larissa Ferreira e representantes da Glam Cabelo e Beleza e da Cosmobeauty Cosméticos cuidaram da produção visual das participantes, que pagaram apenas uma taxa simbólica para terem direito a cópia de 15 fotos digitais do ensaio.
fotos
1 - Exposição pode ser vista até o dia 14 de julho (Divulgação)
2 - Exposição mostra advogadas com mães ou flhos (Divulgação)
3 - A advogada Cleis Maria Heim Weber participou do ensaio fotográfico com as filhas (Divulgação)

Cresce intenção do brasileiro viajar de carro nos próximos meses

De acordo com pesquisa do Ministério do Turismo, intenção de viagem dos brasileiros cresceu 15% em relação ao ano passado. Levantamento aponta ainda aumento na intenção de viajar de carro
Pesquisa mensal do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getulio Vargas revelou crescente intenção pelo uso de automóveis durante as próximas viagens dos brasileiros. De acordo com o levantamento, 28,6% dos entrevistados devem usar o carro em suas próximas viagens, crescimento de 47% em relação a 2016.  No entanto, a maioria dos turistas ainda irá usar o avião para o deslocamento - 58,9% - um índice 6% maior que o ano anterior, 55,6%. O ônibus foi único meio de transporte que registrou uma queda na preferência dos turistas, passando de 17,2% em maio de 2016 para 11,8% este ano. A pesquisa, realizada em maio, ouviu mais de 2 mil famílias em sete capitais brasileiras: Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Ainda segundo a pesquisa, 21,5% dos entrevistados afirmaram ter interesse em viajar nos próximos meses, aumento de 15% em relação ao mesmo período de 2016, 18,7%. Destes, 76,6% deverão optar por destinos turísticos nacionais. As regiões mais procuradas pelos viajantes deverão ser: Nordeste (50,8%); Sudeste (21,8%); Sul (17,9%); Centro-Oeste (7,4%) e Norte (2,1%).

Em relação à preferência pela hospedagem, hotéis e pousadas seguem na liderança com 52,7% da intenção dos entrevistados contra 36,3% que deverão optar pela casa de parentes ou amigos. Para 11% das pessoas que pretendem viajar, a estadia será em residência própria, alugada ou outros.

DADOS REGIONAIS - De acordo com o estudo, em Salvado (BA), 21,2% dos entrevistados informaram ter a intenção de viajar nos próximos seis meses. Trata-se do maior crescimento - 49% em relação ao mesmo período de 2016 - entre as sete capitais acompanhadas pelo levantamento.

Em Belo Horizonte (MG), 27,9% dos entrevistados informaram o desejo de viajar, contra 21,7% no ano anterior. O levantamento registrou ainda crescimento no Rio de Janeiro (RJ) - de 13,7% para 18,8% - e em São Paulo (SP) - de 19,7% para 22,1%. Já nas capitais Porto Alegre (RS) e Recife (PE) observou-se uma redução de 19,5% para 18,2% e 24,1% para 16,7% respectivamente. A capita federal Brasília se manteve estável em 24,9%.

Espetáculo 'Rózà' traz a vida da filosofa Rosa Luxemburgo para o Sesc

 

As cartas de Rosa Luxemburgo serão interpretadas no Sesc Rio Preto, no próximo sábado, dia 24, às 20h. As atrizes Lowri Evans, Martha Kiss Perrone e Lucia Bronstein, por meio da palavra, do vídeo e da música apresentam a paixão de Rosa Luxemburgo, no espetáculo multimídia, 'Rózà'.
A peça, por meio das cartas escritas pela filosofa na prisão e em liberdade nos seus últimos meses de vida, traz o comparativo da mulher de antigamente com a de hoje. A figura de Rosa na peça congrega várias Rosas: a Rosa que viveu no fim do século 19 e no começo do século 20 e as Rosas que vivem hoje. 'Rózà' trás a figura revolucionária de Rosa para o presente, em diálogo com as lutas atuais.
Em 2016, o espetáculo foi contemplado pelo Prêmio Zé Renato para circular nas escolas públicas de São Paulo. Está entre os cinco destaques do ano eleitos pelo Jornal Estadão e entre os melhores do ano pela Folha de São Paulo, além de segundo melhor espetáculo de 2014, eleito pela crítica Maria Eugênia Menezes.
Os ingressos para o espetáculo custam
R$ 6 para trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes - Credencial Plena, R$ 10 para aposentados, pessoas com mais de 60 anos, pessoas com deficiências, estudantes e servidores das escolas públicas com comprovante e R$ 20 para o público em geral.


Secretário de Estado da Cultura presta contas


 
 


Imagem inline 1
O secretário de Cultura do Estado, José Luiz Penna, prestou contas do primeiro semestre deste ano à Comissão de Educação e Cultura nesta terça-feira, 20/06.  Na reunião foram apresentadas ações e metas de gestão para o setor cultural. O segmento conta com um orçamento de cerca de R$ 522 milhões.

Na apresentação foram citados vários museus, dentre eles, o Museu da Diversidade Sexual, criado em 2012 e vinculado à Secretaria da Cultura. O museu contou com a visita de mais de 10 mil pessoas nesse primeiro semestre e é o primeiro da América Latina e um dos três do mundo relacionados ao tema.

O secretário também falou sobre a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, atingido por um incêndio em 2015. "As obras foram retomadas. Foi realizado um convênio para a recuperação, montagem e estruturação do acervo. A previsão é que no início do ano que vem tenhamos a primeira etapa do Museu pronta", disse.

Os deputados presentes na comissão pediram a ampliação dos programas culturais no Estado. Para a presidente da Comissão de Educação e Cultura, deputada Beth Sahão (PT), o secretário é aberto ao diálogo, mas faltam investimentos no setor. "A cultura tem um orçamento muito pequeno. Há museus fechados ou em reforma e são  espaços importantes para preservação de memória, conhecimento e visitação pública".

A reunião foi presidida pela deputada Beth Sahão e contou com a presença dos deputados Marco Vinholi (PSDB), Welson Gasparini (PSDB), Luiz Turco (PT), Rita Passos (PSD), Leci Brandão (PC do B), Chico Sardelli (PV) e Edson Geriboni (PV).

Imagem inline 2

Agência Alesp de Notícias

Após escândalo de corrupção da JBS, Tony Ramos rompe parceria com Friboi

Antes dele, a apresentadora Fátima Bernardes já havia cancelado contrato com a Seara, também da JBS

O ator Tony Ramos rompeu sua parceria com a Friboi, uma das marcas da JBS. O ator recebia um cachê de cerca de R$ 5 milhões. De acordo com a colunista da Folha de S. Paulo, Monica Bergamo, ele já vinha demonstrando a ideia de se desvencilhar do contrato, consultando advogados sobre a possibilidade.
Antes do ator, a apresentadora Fátima Bernardes havia cancelado seu contrato de garota-propaganda da Seara, também pertencente ao grupo JBS.
Tony Ramos já havia se declarado “surpreso”, “triste” e “melancólico”, com as revelações sobre a JBS. Segundo ele, não havia mais clima para participar dos filmes comerciais da marca.
Tony Ramos não é mais garoto-propaganda da Friboi
Tony Ramos não é mais garoto-propaganda da Friboi

Investigações de Lula e Cunha sem relação com Lava-Jato são remetidas ao DF e SP


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o envio de quatro Petições relativas a investigações decorrentes da colaboração premiada de executivos da Odebrecht para a Justiça Federal do Distrito Federal e de São Paulo. Três casos envolvem o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e uma o ex-deputado federal Eduardo Cunha.
As decisões foram tomadas na análise de agravos regimentais interpostos no STF nas Petições (PETs) 6634, 6738, 6779, 6841. O ministro Edson Fachin afirmou que as investigações não têm conexão com os supostos desvios na Petrobras, apurados na operação Lava-Jato. Por isso, as investigações devem ser remetidas ao local onde os crimes teriam sido cometidos, e não à Seção Judiciária do Paraná, para onde foram remetidas anteriormente.
“A par disso, do cotejo das razões recursais com os depoimentos prestados pelos colaboradores, não constato, realmente, relação dos fatos com a operação de repercussão nacional que tramita perante a Seção Judiciária do Paraná, devendo ser prestigiada, neste momento, a regra do artigo 70 do Código de Processo Penal”, afirmou o relator. O dispositivo prevê que a competência para investigar será, de regra, determinada pelo lugar em que se consumar a infração.
Angola
A PET 6738 se refere à suposta solicitação, por parte da Odebrecht, para que o ex-presidente Lula utilizasse de sua influência perante o governo para favorecer a companhia em temas relacionados a Angola.
“Tratando-se, portanto, de fatos que supostamente se passaram na capital da República, já que nesta eram travadas as discussões que eventualmente beneficiariam a atuação do Grupo Odebrecht em Angola, em detrimento, em tese, do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), devem as cópias dos termos de depoimento ser remetidas à Seção Judiciária do Distrito Federal para as providências cabíveis”, destacou o ministro Edson Fachin.
Usinas de Santo Antônio e Jirau
Na PET 6779, os fatos relatados pelos colaboradores se referem a supostos pagamentos de propina a diversas pessoas capazes de exercer influências na licitação ou construção do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira. Entre elas, o ex-presidente Lula, a quem teria sido solicitado, por representantes da Odebrecht, que não houvesse atraso na contratação e no desembolso do financiamento da Usina de Santo Antônio junto ao BNDES, bem como celeridade na concessão das licenças ambientais necessárias.
Também há um relato de episódio em que os executivos do grupo teriam pedido a Lula, na qualidade de presidente da República, que interferisse no resultado da licitação envolvendo a obra da Usina Hidrelétrica de Jirau, para a qual teria sido beneficiada a Tractebel-Suez, por influência da então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.
“Tratando-se, portanto, de fatos que se passaram na capital da República e cometidos, em tese, no exercício de funções públicas federais, devem as cópias dos termos de depoimento ser remetidas à Seção Judiciária do Distrito Federal para as providências cabíveis”, apontou o relator.
Irmão de Lula
A investigação constante na PET 6841 se refere ao suposto pagamento, por parte da Odebrecht, de uma quantia mensal em favor de José Ferreira da Silva (conhecido como Frei Chico), irmão do ex-presidente Lula, com a anuência deste. Os colaboradores informaram que a mensalidade teria se iniciado antes de Lula ocupar a Presidência da República, tratando-se de contraprestação em razão de suposta consultoria em assuntos sindicais relacionados ao grupo empresarial.
“Tratando-se, portanto, de supostos fatos que se passaram na cidade de São Paulo, na qual eram realizados os pagamentos, motivados, a partir de determinado momento, pelo prestígio do ora agravante na condição de presidente da República - circunstância que atrai a competência da Justiça Federal (artigo 109, inciso IV, da Constituição Federal) -, devem as cópias dos termos de depoimento ser remetidas à Seção Judiciária de São Paulo para as providências cabíveis”, anotou o ministro Edson Fachin.
Eduardo Cunha Os fatos narrados na PET 6634 envolvem a apuração da suposta obstrução à justiça perpetrada por Eduardo Cunha, em 2015, oportunidade na qual teria sugerido aos colaboradores Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis e Marcelo Odebrecht a contratação da empresa Kroll, com a finalidade de investigar inconsistências nos acordos de colaboração premiada celebrados por Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef.
“Logo, como os fatos narrados se passaram na capital da República e supostamente se voltam contra investigação que tramita no âmbito da Justiça Federal (artigo 109, inciso IV, da CF/88), mais adequada se revela a remessa de cópia dos respectivos termos de depoimento à Seção Judiciária do Distrito Federal”, apontou o ministro Edson Fachin.
RP,AR/EH

terça-feira, 20 de junho de 2017

JORNAL FOLHA NOROESTE NÃO CIRCULARÁ

INFORMAMOS NOSSOS LEITORES E ANUNCIANTES QUE NESTE SÁBADO 24 DE JUNHO, O JORNAL FOLHA NOROESTE NÃO CIRCULARÁ SUA EDIÇÃO IMPRESSA MAS SIM A EDIÇÃO ELETRÔNICA.
DESDE JÁ DEIXAMOS NOSSOS AGRADECIMENTOS.
OBRIGADO
A DIREÇÃO

Judoca do Clube Monte Líbano conquista título Paulista em São Bernardo do Campo



O judoca Enzo Arroyo Sousa Salvador, de apenas 11 anos, do Clube Monte Líbano de São José do Rio Preto, conquistou o título Paulista na categoria sub-11 peso super pesado (55 a 60 quilos), neste final de semana, em São Bernardo do Campo. Enzo, que treina com o professor Guilherme Suman nas noites de terça e quinta-feira, venceu as quatro lutas por ippon (golpe perfeito). Para chegar ao Paulista, o atleta cedrense foi campeão no Regional de Barretos e no Inter Regional de Fernandópolis.

Em ação da Kboing FM, frase de apaixonado vira canção de amor

 

A promoção “Todo Amor Merece um Refrão” transformou em canção de amor a frase enviada por Jorge Vitor, que foi inspirado pela esposa Amanda Fioravanti
A promoção mais romântica do rádio, a "Todo Amor Merece um Refrão", que transforma as inspirações românticas dos apaixonados em música, surpreendeu mais um casal neste último Dia dos Namorados, 12 de junho.
Realizada pela Kboing FM em parceria com o restaurante Los Cabrones, Óticas Diniz, I Barbearias Club Rio Preto, Clube do Rango, Prime Midia e Imperial Shine Semijoias Finas, a "Todo Amor Merece um Refrão" de 2017 escolheu a frase de Jorge Vitor, que, inspirado em seu amor por Amanda Fioravanti, escreveu o trecho:
"Lembra? Eu prometi cuidar de você. Lembra? Que ao seu lado eu quero envelhecer. Me encanta, me inspira, me faz viver, cada dia que passa eu amo mais você."
Após selecionada, a frase foi trabalhada musicalmente e produzida pela equipe da Prime Mídia, que deu vida a canção. Na sequência, bastou agendar um jantar romântico no restaurante Los Cabrones para apresentar o resultado ao casal. Confira o vídeo no link abaixo:
https://www.facebook.com/kboingfm/videos/1542282812482529/
Para Roberto De Marchi, Diretor de Marketing da Kboing FM, a "'Todo Amor Merece um Refrão' proporciona algo que geralmente é o sonho de todo apaixonado: fazer uma canção para a pessoa amada. Nossa equipe, com a ajuda das empresas parceiras, apenas tira isso da imaginação do apaixonado e torna realidade".
Vale lembrar que essa já é a terceira edição da promoção "Todo Amor Merece um Refrão". Em 2014 foi Adriana Perez quem teve a sua frase escolhida e em 2016 foi a participante Emília Miranda. Confira os resultados abaixo:
Adriana Perez e Paulo Perez:
http://www.kboing.com.br/noticias/Kboing-FM-faz-promocao-e-surpreende-ouvinte-no-Dia-dos-Namorados+16061409443383.html
Emília Miranda e Jefferson Shaman:
 
 
Sobre a Rádio Kboing FM:
Pertencente ao Grupo Kboing Networks do Brasil, vale lembrar que, em São José do Rio Preto, região do noroeste paulista, a emissora está no ar desde 2014, e é sintonizada por meio da frequência 100,3 e também pela operadora de televisão NET Rio Preto, e, em todo mundo, pelo site kboingfm.com.br e pelos aplicativos Android e iOS.
Sem enrolação e com uma programação recheada de hits musicais que marcaram e ainda marcam época, segundo pesquisa 611.662 realizada entre fevereiro e março de 2016, a Kboing FM lidera a audiência dos ouvintes rio-pretenses.

Boi voador em cidade francesa

 Luis Dufaur (*)
 
 
 
 

O boi chamado Caïet salvou a concórdia geral
 
Aproxima-se a data de 13 e 14 de julho em que os habitantes de Saint-Ambroix (Santo Ambrósio), na França, tentam fazer um boi voar na festa do “Volo Biòu” O problema começou há séculos e foi que pelo excesso da colheita da uva, não havia mais um recipiente livre na cidade para guardar o vinho. O que fazer?
A desavença tomou conta dos habitantes cuja única renda era o fruto da terra. “Se nós não fazemos algo, vamos perder tudo”, disse um deles.  “É culpa de nosso governante”, disse um outro, apontando para a casa do prefeito, chamado Roustan. Formaram-se grupos de descontentes liderados por um morador de rua cujo apelido era “Trinco-Puncho”. E a revolta começou a crescer em toda a cidade.

O prefeito vestiu-se de gala e anunciou uma festa
 
 “Eu tenho que achar algo”, pensava o prefeito em face do motim. Sua mulher teve uma ideia. Então o prefeito pegou suas mais belas vestes, foi até a praça principal cheia de descontentes, e disse: “Meus amigos, nós vamos organizar uma imensa festa”.
 “Esse é bem você! Quem virá à tua festa?”, berrou um peão corpulento. “Sim, Roberto falou certo, já tem festa em todas as cidades”, vociferou Joana. “Por que haveriam de vir as pessoas?”, gritou Mimila.
Nessa hora, vendo um rebanho de gado atravessar a praça, uma ideia louca assomou no espírito do prefeito. Ele tirou do gado um boi chamado Caïet e disse com toda segurança: “No próximo domingo haverá festa na nossa cidade, e o boi Caïet voará. E eu vos dou minha palavra de prefeito: todo o nosso vinho vender-se-á!”
Saint-Ambroix: a produção demasiada de vinho inspirou a curiosa decisão

A surpresa foi geral. Todo mundo ficou mudo diante de semelhante afirmação. Mas o prefeito era sério demais para mentir. No dia anunciado, milhares de curiosos acorreram dos quatro cantos. Fazia tanto calor que o vinho saía em cascata das mãos dos habitantes de Santo Ambrósio, todos eles transformados em taverneiros.
 
 
Por fim, após uma demorada preparação, o boi Caïet foi levado em cortejo, ornado com magníficas asas e acompanhado por toda a população. Tendo chegado ao topo do morro, nosso bom boi foi jogado no ar sob aplausos e aclamações. Mas, ele se precipitou no vazio e se espatifou, deixando seus restos um pouco por toda parte!
Mas do vinho não ficou sequer uma gota!
O prefeito tinha razão! E a festa do vinho se repete até hoje.
 
          ( * ) Luis Dufaur é escritor, jornalista, conferencista de política internacional e colaborador da ABIM