Páginas

sábado, 29 de abril de 2017

Mulher morre após carro capotar na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães

Segundo polícia, ela perdeu controle da direção no trecho que passa em Vitória Brasil (SP). Passageira foi socorrida em estado grave.


 Karina Brilhadori tinha 29 anos  (Foto: Reprodução/Facebook)  Karina Brilhadori tinha 29 anos  (Foto: Reprodução/Facebook)
Karina Brilhadori tinha 29 anos (Foto: Reprodução/Facebook)
Uma moradora de Jales (SP), de 29 anos, morreu após sofrer um acidente de carro na manhã deste sábado (29), na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, em Vitória Brasil (SP).
De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, Karina Brilhadori seguia pela rodovia no sentido Jales-Vitória Brasil, por volta das 8h30, quando perdeu o controle da direção e o carro capotou. Com a força do impacto, ela morreu na hora.
Segundo a polícia, a passageira Deisiane Silva de Sousa, de 22 anos, foi socorrida em estado grave e levada para a Santa Casa de Jales, onde está internada. A Polícia Científica fez perícia no local e as causas do acidente serão investigadas.
*Com Rafael Honorato/TV TEM
Acidente foi na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales ) Acidente foi na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales )
Acidente foi na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales )
Polícia investiga causas do acidente (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales ) Polícia investiga causas do acidente (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales )
Polícia investiga causas do acidente (Foto: Divulgação/Tony Ramos/Rádio Assunção de Jales )
Duas pessoas estavam no carro no momento do acidente em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/ Rádio Assunção de Jales ) Duas pessoas estavam no carro no momento do acidente em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/ Rádio Assunção de Jales )
Duas pessoas estavam no carro no momento do acidente em Vitória Brasil (Foto: Divulgação/Tony Ramos/ Rádio Assunção de Jales )

Flá Prandi assina convênio para recuperar estradas rurais


foto - Prefeito Flá Prandi, Secretário Arnaldo Jardim e o vereador Bismark Jun Iti (foto/crédito/Marcelo S. CamargoA2img)



O prefeito Flávio Prandi (DEM), assinou nesta quinta-feira, 27 de abril, no Palácio dos Bandeirantes convênio com a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento para receber recursos de R$ 699.910,64 para recuperar 6,58 quilômetros de estradas rurais que facilitarão o escoamento da produção agropecuária e melhorarão a qualidade de vida da população. "Estamos ajudando os municípios a melhorar a as estradas vicinais, essa capilaridade que é muito importante para a agropecuária paulista", disse o governador Alckmin
 
"Além de possibilitar que o agricultor valorize sua produção, gerar empregos e renda e assegurar condições para o transporte dos produtos, as obras contribuem para a conservação do solo, proporcionando irrigação e evitando o assoreamento dos rios", disse o secretário da Agricultura Arnaldo Jardim.

Os recursos são do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II – Acesso ao Mercado, programa do governo paulista que tem o apoio do Banco Mundial.

Na cerimônia de assinatura do convênio, o prefeito Flá Prandi se fez acompanhar do vereador Bismark Jun Iti Kuwakino (PSDB).

Iamonike recebe Moção de Aplausos

Os vereadores

aprovaram por unanimidade na segunda-feira (24/04) Moção de Aplausos à jovem Iamonike Helena Silva (foto), Top 3 no concurso Miss São Paulo 2017 promovido e transmitido ao vivo pela TV Bandeirantes no dia 25 de março no Palácio das Convenções na capital paulista.
Iamonike Helena concorreu com 20 candidatas e conquistou o Top 3 (3º lugar) da beleza paulista no Miss São Paulo 2017.  Os vereadores elogiaram a participação de Iamonike no  concurso de beleza, destacaram que o desempenho da representante jalesense elevou a autoestima dos jalesenses e  tornou a cidade mais conhecida em todo país, devido à transmissão
do evento pela TV Bandeirantes.


Vendas de mesas para o show do Chrystian e Ralf começam em maio

A partir de terça-feira, 2 de maio, o mapa e os valores das mesas para o show do Chrystian e Ralf em prol da Santa Casa de Jales estarão disponíveis no setor de Captação de Recursos

O show que acontece no dia 20 de outubro, no Villa Rocca é um dos mais tradicionais eventos da instituição e toda renda será revertida para custeios hospitalares.

"Estamos confiantes com a realização de mais esse evento em benefício da nossa Santa Casa, a princípio o público reagiu muito bem a notícia da dupla e a expectativa é que na primeira semana de maio consigamos vender boa parte das mesas", ressaltou o provedor, Junior Ferreira.

Os interessados em adquirir a mesa poderão comparecer no setor de Captação de Recursos (entrada pela recepção principal) a partir das 8h do dia dois de maio. As mesas serão divididas em Diamante, Ouro, Prata e Bronze, variando de R$ 250,00 à R$ 500,00 por pessoa, lembrando que cada mesa disponibiliza dez lugares, o valor inclui comida e bebida e poderão ser pagos em dez vezes no cartão de crédito ou cheque para setembro.

Vários cursos movimentam FSSM de Jales durante a semana

O Fundo Social de Solidariedade do Município de Jales ofereceu vários cursos ao longo da semana passada.

Além do curso de Bordados e Artesanato, que são realizados toda semana, foram ofertados os cursos de Caixa de MDF, Designer de Sobrancelha e Conserto de Roupas.

O curso de Caixa de MDF foi ministrado, no dia 20 de abril, pela professora e voluntária do Fundo Social, Regina Celia da Silva Domingues. Ela ensinou as técnicas de envelhecimento de caixas de MDF para 15 alunos, na sede da entidade.

No mesmo dia, Franciele Monteiro, professora e também voluntária do Fundo Social, ministrou aulas de Designer de Sobrancelha, para 10 alunas.

 
De acordo com a presidente do Fundo Social, Glauciane Pontes Helena Franco, este curso surpreendeu pela procura e a professora já doou uma nova edição para o mês que vem.

Já o de Conserto de Roupas, ministrado pela professora e voluntária Alice Barrado Chorro, foi no mesmo dia, no período noturno.

Alice ensinará, as 10 alunas inscritas, as principais técnicas para conserto de roupas, na própria sede da entidade. Este curso tem a duração de dois meses.

A presidente do Fundo, Glauciane Franco, explicou que todos os cursos são disponibilizados gratuitamente e que a entidade se responsabiliza pela compra do material utilizado: "estamos muito felizes com qualidade dos cursos que estão sendo ministrados. Nossos professores são extramente comprometidos, atenciosos e os alunos têm demonstrado muito interesse e participação."

Glauciane Franco lembrou que para o mês de maio, a programação de oferta de cursos já está pronta e será divulgada na imprensa e nas redes sociais, para que todos possam participar.

Cavalgada em comemoração ao 76° aniversário de fundação de Jales e inauguração da Pista de Laço

Na sexta-feira, 21 de abril, foi realizada uma cavalgada em comemoração ao 76° aniversário de fundação da cidade de Jales. O evento teve início às 8h na avenida João Amadeu, próximo ao Jales Clube. 

No local, foi realizada a oração de proteção aos participantes e benção dos animais e as 10 horas a saída para o desfile. A cavalgada passou pelas principais ruas da cidade, com parada obrigatória dos cavaleiros na avenida Guilherme Soncini, defronte ao Aeródromo Municipal quando foi realizada a cerimônia de premiação das comitivas participantes e entrega dos troféus. Depois, eles seguiram para o Recinto de Exposições Juvenal Giraldelli, onde aconteceu o almoço para os participantes.

Pista de Laço - No domingo, 23 de abril, com início às 10h, foi inaugurada a Pista de Laço em Jales em área paralela ao Recinto de Exposições Juvenal Giraldelli
 
 
 
 
na avenida Guilherme Soncini, e reuniu mais de 500 pessoas. Foram mais de 450 inscrições, 100 competidores da região e R$ 9 mil em premiação. Logo após a cerimônia de premiação foi servido almoço para os participantes.

Top 3 do Miss São Paulo 2017, a modelo jalesense Iamonike conversou com estudantes em Urânia

 
A modelo jalesense Iamonike Helena (foto), de 23 anos, classificada em 3º lugar no concorrido concurso Miss São Paulo 2017, esteve em Urânia, na quarta-feira, 19 de de abril, na E. E. Prof. Akio Satoru, em um encontro promovido pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, em parceria com a Prefeitura Municipal, com jovens atendidos pelos programas sociais e estudantes do município.

A convidada especial foi recepcionada pelo prefeito municipal Marcio Arjol, pela primeira-dama Andréa Rossini, equipe do CRAS, Orgão Gestor, e pela diretora da escola, Elen Jane Gonzales Souza e professores.

A modelo falou aos adolescentes a sua difícil trajetória de vida até conquistar o posto de finalista do Miss São Paulo 2017.

A filha da cabeleireira Enúbia Alves da Silva e do professor de Educação Física, Miguel Antonio da Silva, disse que começou a trabalhar ainda na adolescência como modelo e deixou a cidade natal para arriscar a carreira profissional em São Paulo. Ela se profissionalizou, mas os anos foram se passando e as coisas não aconteciam, e então se frustrou e decidiu dar um tempo na carreira.

No ano passado entrou em uma nova agência situada nos Jardins, região nobre da capital paulistana, onde está até hoje. Com a participação no concurso Miss São Paulo, tem conquistado um prestígio social por onde passa e está sendo cotada para alguns trabalhos no ramo de moda e eventos sociais.

Na sua cidade natal, a modelo encontrou o apoio da maquiadora Keila Fernandes e da fotógrafa Dulce Mandarini que estão ajudando-a aproveitar a boa fase realizando presença vip em várias empresas ligadas ao mundo fashion.

Mesmo com todos os percalços da vida, ela se sente vitoriosa por ter conseguido chegar onde está.

"Motivos para ser uma adolescente problema eu tive, mas graças a Deus consegui trilhar caminhos bons. As pessoas se distinguem na sua capacidade, não pela cor, e o negro tem muita força por ter que provar todos os dias que ele é bom, que consegue e que se entrega no que faz", concluiu.

A natureza e a defesa da vida

 
Flávio Rodrigo Masson Carvalho Professor do UNIBAVE
– Orleans - SC equilibriumtc@hotmail.com
 

 
 

Precisamos fazer uma reflexão sobre o que estamos fazendo com a natureza, com o meio ambiente.
 
Precisamos fazer um resgate do ser humano, para que possamos salvar a natureza.

O homem está destruindo aquilo que Deus nos presenteou. Estamos destruindo a criação!

Precisamos "cultivar e guardar a criação"!

O direito à vida é o mais importante, e o mais discutido dentre todos os direitos, e está previsto no artigo 5º da nossa Constituição Federal. Dele decorrem todos os outros direitos.

Não há que se falar em defesa da vida se não cuidarmos da natureza!

Nossos biomas estão ameaçados, ou seja, a Amazônia, a mata atlântica, o pantanal, a caatinga, o pampa e o cerrado estão ameaçados.

O homem é a maior ameaça!

Muitos animais, repteis, plantas, etc, estão desaparecendo de nossos biomas, e muitos já estão extintos. Várias são as criaturas que não mais existem!

Dentre as criaturas que se encontram em extinção, podemos acrescentar o Homem de Bem. Este tem sua existência ameaçada pela corrupção, violência, pelas guerras, pelo ódio. O homem de bem está calado, é extremamente tímido, está ausente.

Estamos vivenciando uma enorme crise do pensamento ocidental contemporâneo. A falta de ética e moral, estão mudando nossos valores. Estamos extremamente fragilizados, fruto da nossa ignorância.

Qual o rumo do planeta terra?

Qual o tamanho da culpa dessa tal Globalização?

Qual a função do Homem de Bem perante a natureza?

Temos que promover encontros, cursos, reuniões para discutirmos tais questões. E fazer outros questionamentos, e por fim tentar responde-los.

O que está acontecendo com o meio ambiente, ou seja, com a natureza, é problema de todos.

Temos que fazer uma análise aprofundada sobre a destruição da natureza. E no que tange a natureza, o meio ambiente, nenhuma análise pode ser isolada, tudo se comunica!

Temos que formar mais especialistas em meio ambiente. Tem que ser ensinado nas escolas a prática da preservação ambiental.

Precisamos ouvir mais os engenheiros, os biólogos, sociólogos, para que possamos ter maior conhecimento sobre a destruição de nossos biomas, de nosso planeta.

Para o homem predador, a terra já não serve mais, e ele já está buscando outros planetas habitáveis, já pensando em povoa-lo, e certamente destruí-lo também, como estão fazendo com a terra.

Estamos sendo governados por "animais racionais", que estão a cada instante perdendo a razão, e se transformando cada vez mais em "besta ferozes".

O homem está perdendo a capacidade de amar!

E sem amor não há respeito!

A natureza está sendo destruída, e em breve ela reagirá, e o homem não será páreo para tamanha fúria. Essa é uma guerra, homem versus natureza, que jamais poderemos vencer.

O homem jamais conseguirá vencer a natureza!

Hoje a natureza pede socorro, mas se continuarmos a trilhar esse caminho de destruição, em breve, seremos nós a gritarmos por socorro.

O homem precisa se amar mais, amar o próximo, só assim poderá salvar o planeta.

Precisamos resgatar o ser humano, aquele que um dia foi a mais bela criação de Deus, mas que hoje está fazendo de tudo para que o Criador deixe de amar sua cria.

Vamos juntos, com amor, salvar o planeta, enquanto ainda é possível.

Santa Casa de Jales recebe cessão de uso de veículo da Polícia Federal


foto - O provedor da Santa Casa Junior Ferreira, o delegado da polícia federal Cristiano Pádua Silva e integrantes de sua equipe, e a gerente de Captação de Recursos da Santa Casa de Jales, Luciana Vicente

O setor de Captação de Recursos recebeu uma ótima notícia da Polícia Federal no começo do ano, após entrarem em contato pedindo a cessão de um veículo para o uso do hospital.


Após representação da Polícia Federal e manifestação favorável do Ministério Público, o juiz de Direito da 2ª Vara Judicial da Comarca de Jales, Alexandre Yuri Kiataqui, autorizou que um veículo apreendido em ação contra o tráfico de drogas fosse usado pela Santa Casa.

A lei 11.343/06 permite, mediante autorização judicial, a utilização de veículos, embarcações, aeronaves e quaisquer outros meios de transporte regularmente apreendidos em processos judiciais, quando presente o interesse público, por instituições voltadas à repressão ou ao tratamento e prevenção ao uso de drogas. Tendo em vista que a Santa Casa recebe diversos pacientes acometidos com doenças relacionadas ao uso de drogas, foi beneficiada com um GM/Corsa Super para uso em suas atividades.
De acordo com a gerente de Captação de Recursos, Luciana Vicente, um projeto foi elaborado seguindo todas as normalizações judiciais. "Utilizaremos o veículo para inúmeras finalidades na instituição como buscar doações, atender trabalhos externos, bem como oferecer um suporte ao hospital na realização dos eventos", destacou.

O provedor, Junior Ferreira, agradeceu pessoalmente a contribuição da Polícia Federal. "Estivemos na delegacia parabenizando a nobre atitude do delegado federal Cristiano Pádua Silva, que atendeu a nossa solicitação e compreendeu como é necessário um veículo para a instituição".
 
 
 



Zanetoni solicita do prefeito Flá Prandi disponibilização de mais médicos para o UPA

Na sessão ordinária de segunda-feira, 24 de abril, os parlamentares aprovaram o requerimento do vereador João Valeriano Zanetoni (PSB), foto, solicitando do prefeito Flá Prandi, qual a possibilidade de oferecer mais médicos para atendimento de emergência na Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Jales, aos finais de semana.

Segundo o vereador Zanetoni, a quantidade de médicos plantonistas disponíveis para atendimento, nos períodos da tarde e noite "são insuficientes e muitos pacientes ficam à espera de atendimento médico por várias horas. Esses longos períodos de espera geram tensões e princípios de tumultos na Unidade".

Como diariamente a UPA realiza dezenas de atendimentos, principalmente às sextas-feiras, sábados, domingos e feriados prolongados, das 10h às 22h. Zanetoni quer saber do prefeito Flá Prandi se é possível contratar mais médicos para atender os pacientes é proporcionar um acolhimento de urgência e emergência das pessoas sem uma demora elevada no atendimento".

"A gente sabe que a UPA é um local de bastante atendimento, aos finais de semana, às vezes, chega a atender 700 pacientes, entre a sexta e o domingo. Vemos a necessidade da contratação de um terceiro médico", explicou Zanetoni.

Santa Casa precisa de leite materno

Considerado um dos principais alimentos para o recém-nascido o leite materno contém tudo o que é necessário para o crescimento saudável da criança, pois é rico em vitaminas, minerais, gorduras, açúcares e proteínas.

A Santa Casa de Jales possui uma UTI Neonatal que atende recém-nascidos dos 16 municípios referenciados entre outras cidades e estados. Muitas crianças necessitam do leite materno para auxiliar no crescimento e fortalecimento durante o tratamento na UTI e nos últimos meses o estoque do Banco de Leite encontra-se insuficiente para atender a demanda de internações.

Por tal motivo, a equipe de enfermagem e médicos pediatras da Santa Casa realizam um trabalho de conscientização, informando a importância de amamentar os bebês nos primeiros meses de vida.

Para as mães que desejarem compartilhar do seu leite, é necessário vir até a Santa Casa de Jales, trazer a carteirinha de gestação, RG, CPF, cartão SUS, para a realização do cadastro e, então, será retirada uma quantidade do leite em um vidro estéril, que é congelado e encaminhado para Votuporanga, local em que é realizado a pasteurização desse leite materno. Após este procedimento, o leite volta para o hospital e são disponibilizados aos internados. 

As mamães interessadas em doar leite materno deverão entrar em contato pelo telefone (17) 3622-5000 ramal 5045, para orientações e agendamento. Salienta-se que o atendimento é realizado 24 horas por dia.

Ação entre amigos da AVCC de Jales irá sortear um MP Lafer

Assim como acontece todos os anos, a Associação de Voluntários de Combate ao Câncer – AVCC de Jales - vai sortear mais um grande prêmio para os amigos solidários da instituição. Desta vez, será sorteado um MP Lafer, mais conhecido como Calhambeque.

Para participar, os interessados devem comprar o cupom na sede da AVCC, no bazar ou diretamente no departamento de Captação de Recursos, ambos anexos à unidade do Hospital de Câncer de Barretos em Jales. Cada cupom custa R$ 10,00 e toda a renda será destinada à entidade.

A AVCC já tem um histórico de realizar grandes doações com as ações que promove em prol ao Hospital. Em 2015, por meio dessa mobilização anual foi doado um aparelho de Ultrassom. Em 2016, o Hospital recebeu da associação uma Van 0 km, um aparelho de esterilização e um manipulador uterino.

Este ano, com a arrecadação, a associação de voluntários pretende contribuir com grande parte do projeto de compra do Arco Cirúrgico, na qual Rotary Club Grandes Lagos de Jales está conduzindo. "A AVCC agradece a parceria do voluntário Valdir Semensati, da fundação Rotária e a todos os voluntários envolvidos que possibilitam a aquisição do aparelho para o hospital.", ressaltou a presidente da AVCC, Cidinha Iglesias.

"Nós do Hospital de Câncer não temos como agradecer o empenho que AVCC de Jales tem conosco. Eles são verdadeiros anjos que estão sempre ao nosso lado nos apoiando.", afirmou a gerente administrativa, Camila Venturini.

O carro que está sendo sorteado foi captação da Associação Voluntários do Bem, da cidade de Palmeira D’Oeste, em parceria com a AVCC de Jales. O sorteio acontecerá em 16 de novembro. Para mais informações, o telefone da AVCC é o (17) 3621-1507 ou diretamente na sede, anexa à unidade do Hospital de Câncer de Jales, na Av. Francisco Jalles, 3737 – Fundo Vila Maria.

ETEC Jales realiza a AGRITEC 2017

 
A Escola Técnica Estadual "Dr. José Luiz Viana Coutinho" (Escola Agrícola de Jales) realizou no dia 6 de abril a AGRITEC 2017, que teve como objetivos a transmissão e aprimoramento de conhecimentos importantes para a formação dos alunos, aproximando-os com a realidade do mercado de trabalho, divulgação de tecnologias para produtores locais promovendo o desenvolvimento do agronegócio da região, promoção de práticas conservacionistas do solo e divulgando o conceito de desenvolvimento sustentável.

O evento fez parte do projeto pedagógico coordenado pelo docente engenheiro agrônomo Dr. João Vitor Ferrari juntamente com a direção da escola e os alunos do curso de Técnico em Agropecuária, no qual os alunos acompanharam todo processo produtivo de diversas culturas a nível de campo, desde o preparo do solo até a colheita.

O Agritec 2017 contou com a participação de mais de 30 empresas e instituições a nível municipal, estadual e federal de diversos segmentos do agronegócio e os mais de 200 participantes que compareceram ao local, dentre eles, produtores rurais, estudantes de diversas instituições da região e empresários de

18 municípios, participaram de palestras, exposição de materiais e tecnologias e demonstrações de equipamentos por parte das empresas na área experimental e ao final das atividades houve um momento de confraternização sendo oferecido um churrasco aos participantes.

Para o Professor coordenador "a ETEC Jales apresentou um trabalho muito importante tanto do lado pedagógico de ensino aprendizado, como também do papel de difusora de modernas tecnologias para o setor do agronegócio buscando o fortalecimento da agricultura na região", afirmou.

Devido ao sucesso do projeto, a diretora da ETEC Jales, Luzia Corsini Dejavite, também ressaltou a importância de eventos como este para divulgação dos cursos da unidade e maior aproximação da comunidade com o ambiente escolar.

O longo ano de 2017


Clemente Ganz Lúcio é Sociólogo, diretor técnico do DIEESE, membro do CDES – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e do Grupo Reindustrialização

As questões colocadas na agenda dos debates deliberativos do Congresso Nacional e dos encaminhamentos do poder executivo são iniciativas complexas do governo federal e que terão múltiplos impactos sobre a vida das pessoas e as bases do desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil. Será um longo ano de um tempo curto para as lutas.

O desemprego crescerá porque a economia continuará patinando, o que dramaticamente compromete a vida dos trabalhadores e a perspectiva geral do desenvolvimento do país. Por isso, a centralidade da luta pelo emprego, o que requer uma visão estratégica de como retomar e sustentar o crescimento e o desenvolvimento econômico nacional e soberano.

As escolhas dos caminhos para o desenvolvimento de uma das maiores economias do planeta envolvem múltiplos e poderosos interesses, em um jogo que vale tudo. A democracia é uma construção política para colocar limites ao vale tudo e, com regras, fazer as escolhas a partir do debate público e com participação social. Defendê-la será uma grande tarefa para este ano.

O desenvolvimento nacional soberano é resultado de múltiplas relações que materializam o que somos capazes de criar e produzir neste território, com o nosso povo, e de como cooperamos com os demais países. Nossa soberania depende: da existência real de empresas nacionais capazes de produzir em condições competitivas mundialmente; de um mercado interno de consumo robusto, sustentado por empregos e salários de qualidade, e por uma forte capacidade de investimento. Todas essas frentes estão fragilizadas e precisam ser recuperadas.

Contudo, o governo encaminha a venda do Brasil e da nossa soberania. Os compradores, ávidos pelas riquezas do mundo, já afirmaram: o Brasil está barato! Querem, entretanto, garantias para suas compras. Quais? As clássicas: garantia de propriedade, de contratos com regras vantajosas, de financiamento, de lucro sem imposto, etc. Exigem também quatro grandes reformas: o fim de reservas e limites aos estrangeiros para acesso a minérios (petróleo, inclusive), terras, mercado (aéreo, bancário, etc.); limite do gasto do estado, já aprovado no Congresso e em vigor por 20 anos; reforma da previdência e a reforma trabalhista e regulamentação da terceirização (PL 4302), que promova o efetivo controle do custo do trabalho, em pauta no Congresso a partir de hoje para serem votadas neste ano.

O nosso desenvolvimento soberano exige, sem dúvida, muitas e difíceis reformas e mudanças, inclusive em muitos dos temas acima, mas também em muitos outros. Contudo, as mudanças devem ser no sentido de promover transformações na nossa estrutura produtiva para gerar crescimento dos empregos de qualidade, aumento dos salários, diminuição significativa das desigualdades etc. As regras e iniciativas devem favorecer para que este objetivo seja construído por uma efetiva e forte capacidade produtiva nacional, integrada e cooperando de forma soberana com o mundo.

Há muita confusão e muita desinformação difundidas propositalmente. Cada tema mobiliza poderosos interesses e envolve inúmeras possibilidades de mudanças que exigirão difíceis escolhas estratégicas. Para que isso seja feito de maneira consciente e compromissada com as dificuldades do presente, com os desafios do futuro e com as nossas reais e potenciais possibilidades, é preciso que o debate e as escolhas estejam lastreados nos legítimos espaços democráticos.

Nosso desafio é percorrer 2017 lutando para que nossa esperança de sermos um país desenvolvido não seja destruída ou vendida. Não será fácil, mas quando a vida foi fácil para os trabalhadores? Nós crescemos na adversidade. É hora de, como sempre, ir à luta. Avante!

Judoca é 3º colocado no Paulista sub 18


A fase final do Campeonato Paulista Sub 18 de 2017 foi realizado na sexta-feira, 21 de abril, no Ginásio Municipal Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo. Evento contou com os judocas finalistas das duas fases classificatórias realizadas através dos campeonatos regionais ocorridos nas 16 Delegacias da Federação Paulista de Judô (FPJ) e depois nas fases Inter-Regionais.
 
 

(O judoca Vinicius de Oliveira Zeule, da AJJ, no pódio)

O judoca Vinicius de Oliveira Zeule, da Associação de Judô Jalesense (AJJ), que esteve representando Jales ficou com o 3º lugar, mas segundo o sensei Luiz Antonio Nunes de Moraes (Gordo) que esteve acompanhado o judoca durante a competição "ele foi desclassificado por uma advertência, por falta de combatividade".

O judoca Vinicius participou das fases classificatórias nos dias 25 de março e 8 de abril em São José do Rio Preto e em Bauru obtendo o primeiro lugar na categoria Pesado.

"Como sempre, os atletas da cidade de Jales, que pertencem a Associação de Judô Jalesense, estão sempre levando o nome do município ao pódio", salientou o técnico Gordo.