Páginas

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Deputado Carlão Pignatari abona ficha de filiação ao PSDB da vice-prefeita de Pereira Barreto

Ela teve seu nome lançado como pré-candidata a prefeita da cidade

A vice-prefeita da Estância Turística de Pereira Barreto, Marialba da Glória Garcia Carneiro, assinou ficha de filiação ao PSDB e teve seu nome lançado como pré-candidata a prefeita da cidade nas eleições de 2016. A ficha de filiação de Marialba foi abonada pelo deputado estadual Carlão Pignatari, líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, e também pelo prefeito da cidade, Arnaldo Enomoto, presidente do partido tucano em Pereira Barreto.
Marialba estava no PSB e levou com ela vários companheiros que também integravam aquela agremiação, alguns com intenção de se candidatarem a vereador. O evento aconteceu na sede da Associação Nipo Cultural e Esportiva, com a presença de diversas lideranças da cidade e da região.
O prefeito Arnaldo Enomoto destacou que "em todas as áreas do município temos pessoas competentes e a professora Marialba tem esse perfil para fazer nosso município continuar se desenvolvendo". Arnaldo ressaltou ainda a presença do deputado Carlão Pignatari, que "sempre tem nos apoiando, ajudando-nos a conquistar obras e recursos junto ao governo do Estado. Carlão é um grande líder regional", frisou.
Marialba disse que "é preciso erradicar do nosso país esse câncer que é a corrupção. Estou colocando meu nome à disposição de todos num ato de valentia e proponho a unidade para administrar Pereira Barreto com galhardia. Temos que acreditar em um projeto maior", conclamou os presentes.
Por sua vez, Carlão teceu críticas aos que deixaram o país em grandes dificuldades, econômicas e políticas, "por causa da corrupção desenfreada, com desvio de recursos públicos e muita mentira para a sociedade".
Acrescentou que "o PSDB quer ter bons candidatos em todas as cidades, como aqui em Pereira Barreto. A professora Marialba é uma pessoa honrada, que trabalha pela educação desta cidade. Precisamos de pessoas assim, que defendem a bandeira da ética. Pereira Barreto está no caminho certo e não podemos perder esse rumo", finalizou o deputado Carlão.

Colaboradora da Santa Casa de Votuporanga participa de Maratona no Rio de Janeiro

Andreia Cristina Godoy Marconato competiu
pela primeira vez na corrida Caixa da Cidade
 
A colaboradora da Santa Casa de Votuporanga, Andreia Cristina Godoy Marconato (auxiliar de Faturamento), também esteve presente na Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro, no dia 26 de julho. Na categoria 35-39 anos, entre 265 atletas, Andréia conquistou a 63ª posição, já na colocação geral, entre 1.161 atletas, ficou na 226º posição. A distância foi de 42 km e o tempo de quatro horas e seis minutos.

"Nunca imaginei correr essa distância, mas aos poucos o sonho foi nascendo e se tornou uma experiência única, ultrapassando os limites do corpo e, principalmente, vencendo a mente, que é o maior desafio para quem treina e corre uma maratona. Além disso, cruzar a linha de chegada me motivou a querer correr novamente no próximo ano", conta Andreia, que corre pela equipe da AVOA - Atletismo da Cidade. Ela cita também o apoio da Instituição. "Felizmente conto com o incentivo do Hospital e por trabalhar na área de saúde, preciso manter a minha em dia e praticar atividades físicas". Vale ressaltar que a participação de Andreia foi por meio de recursos próprios.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana – Torrinha, parabeniza a colaboradora. "É por meio do esforço que alcançamos aquilo que almejamos e nesse caso a nossa colaboradora também está valorizando a própria saúde. Fica registrada a nossa satisfação diante do resultado e que essa prática continue e venham mais premiações".

O evento contou com três provas, Maratona (42 km), Meia Maratona (21 km) e Olympikus Family Run (6 km). Andreia começou a praticar a corrida como esporte principal em maio de 2014 e em outubro do mesmo ano, participou da Maratona de São Paulo, na modalidade de 25 km e na São Silvestre no final do ano. Em 2015, surgiu o interesse de se tornar maratonista e para participar da competição no Rio de Janeiro se preparou durante cinco meses pelas rodovias da região, enfrentando o sol, frio e chuva.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Polícia Militar Ambiental realiza Operação “Tríade II”




O Comandante Interino do 4º Batalhão de Polícia Ambiental Roger Marcos Pimentel, divulgou que entre os dias 03 e 08 de AGOSTO de 2015, foi desencadeada a Operação Tríade II, na semana em que se comemora a assunção do novo Comandante do Policiamento Ambiental do Estado de São Paulo, com o enfoque no incremento da fiscalização de transporte de madeiras e de focos de queimadas e incêndios florestais, de atos de caça e de pós caça além das atividades habituais do policiamento ambiental.

O Policiamento Ambiental intensificará a fiscalização de pátios e transporte rodoviário de madeiras, para dissuasão e inibição do desmatamento na região norte do país, bem como o incremento na verificação de eventos de queimadas e/ou incêndios florestais, com o apoio do Grupamento Aéreo especialmente durante o período de estiagem, primordial para a prevenção dessas infrações em razão dos danos causados ao meio ambiente.

No período de estiagem os atos de caça são potencializados, pois os caçadores são favorecidos pelo encaixotamento dos mananciais em suas calhas, e ainda que, usualmente, o caçador tem por hábito guardar em sua residência os produtos e subprodutos auferidos das atividades de caça, bem como seu armamento, portanto, a fiscalização dos atos pós caça igualmente devem ser objeto de atenção por parte do policiamento ambiental.

Até o presente momento, foram apreendidas 23 armas de fogo, destas 15 no município de Palmeira D’Oeste, 03 em Catanduva e 05 em Ibirá, entre espingardas cartucheiras, carabinas, garruchas e revólveres de diversos calibres, e 196 cartuchos de diversos calibres (12, 22, 28, 36, 38, 44, 45, 380 e 765).

Os Policiais Ambientais conduziram 10 pessoas à Delegacia de Polícia, sendo que destas, 04 pessoas foram presas em flagrante delito por posse/porte ilegal de arma de fogo, 01 permaneceu sob custódia da Justiça por posse de munição de uso restrito (calibre 45).

Foram apreendidos 10 Kg de carne de animal silvestre (capivara e jacaré), farto material para recarga de munição (espoletas, chumbo, pólvora etc..), carregador e socador de madeira, 04 fisgas de metal, 03 redes de nylon de emalhar, pios de caça, 02 papagaios e 01 gaiola.


sábado, 1 de agosto de 2015

FOLHAGERAL, da redação

Na última

segunda-feira, 27 de julho, a 7ª Câmara de Direito Público do TJSP negou provimento ao Agravo Regimental, interposto pela prefeita cassada Nice Mistilides, contra ato do presidente da Câmara Municipal de Jales, Nivaldo Batista de Oliveira.

O relator
do processo, desembargador Eduardo Gouvêa, em seu voto decidiu que "o recurso de agravo de instrumento não comporta provimento, assim como o agravo regimental". Ele diz que se trata originariamente de mandado de segurança impetrado pela prefeita Nice em face do presidente da Câmara Municipal "visando a revogação da decisão proferida pela Câmara de Vereadores de Jales, que cassou o mandato de Prefeita da agravante". A ação mandamental foi julgada extinta com base no art. 267, V do Código de Processo Civil, em razão da litispendência. Ante ao exposto, pelo meu voto, nega-se provimento aos recursos". O voto do relator foi acompanhado pelos desembargadores Moacir Peres e Coimbra Schimidt.

A ex-prefeita
petebista luta para voltar ao cargo, acionando o Judiciário, sem conseguir êxito. O atual mandato vai acabar e ela poderá ainda estar com processo correndo na Justiça. Agora é uma boa hora de Nice se sentar para refletir, do dia da sua posse ao dia da cassação. O que deu errado? Que novos caminhos pode trilhar? Para quem passou pela política e não se desintegrou moralmente, há importantes trabalhos comunitários aguardando líderes.

Corre
a boca pequena, no meio político jalesense, que uma expressiva liderança tucana teria sido convidada para se filiar ao PSD do ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Sabe-se
que a mais expressiva liderança tucana na cidade hoje é o prefeito Pedro Callado. E não resta a menor dúvida de que ele, no momento, é pré-candidato à reeleição pelo PSDB no pleito de 2016.


Para
quem deseja disputar o Executivo ou o Legislativo nas eleições municipais de 2016, por um novo partido, há exigências a serem cumpridas até o dia 02 de outubro deste ano. A filiação ao novo partido deverá estar deferida no prazo mínimo de um ano para validar a candidatura. Até lá, é preciso haver mais que especulações.

Os "especialistas"
em política local – que marcam firme presença no botequim da vila – presumem que, se os Democratas (que sonham em administrar o município) não fecharem coligação com partidos de expressão, ou seja, "puxadores de votos", podem ficar mais uma vez sentados à beira do caminho. Eles lembram que o DEM já esteve coligado com partidos fortes, não logrando êxito justamente por não ser um excelente agregador de votos.

O partido
mais cobiçado na praça é o PMDB, que ainda detém uma boa parcela do eleitorado. Se a Executiva Nacional do PMDB optar pela candidatura própria à Presidência da República em 2018 – e agora defender em sua convenção nacional a tese de candidaturas em todos os municípios brasileiros em 2016 para chegar forte ao pleito nacional –, o PMDB jalesense vai de candidato próprio a prefeito no ano que vem. Neste caso, enfraquecerá as pretensões de uns e outros pré-candidatos, como – por exemplo – do DEM.

Está
em execução, em Jales, a implantação de rede de fibra ótica para receber o projeto Cidade Digital, através do Ministério das Comunicações, com investimentos da ordem de R$ 1.705.825,26. O projeto Cidade Digital foi uma reconquista consolidada na administração de Nice Mistilides, após ter sido esquecido na administração anterior. Quem torceu contra a implantação do projeto em Jales caiu do cavalo.

Segundo
o site Portal da Transparência, do Governo Federal, no período de 01/01/1996 a 26/07/2015, (235 meses) foram repassados ao município de Jales através de convênios com vários Ministérios, para pavimentação e recape asfáltico, recursos na ordem de R$ 13.256.943,40. Façam suas contas por mês. Muito ou pouco?

Parece
que a administração tucana está mesmo fazendo vista grossa ao que acontece no seu coreto. Veículos de propaganda ambulante estão abusando do som alto, inclusive na periferia e vendendo o seu peixe em locais que não seriam permitidos. Área central da cidade, que não é apenas a Avenida Francisco Jalles (da Rua 6 à Avenida João Amadeu) e adjacências.

Politicamente
as coisas não andam tão bem para o prefeito Callado. Há críticas em relação à sua administração – diga-se, assessoria –, que cresce a cada dia. Como pré-candidato à reeleição, Callado vai precisar dar uma guinada de 180 graus em sua assessoria, se quiser sobreviver inteiro politicamente até 20l6. Callado cometeu as mesmas falhas que Nice ao formatar sua assessoria. Ambos seguiram as regras de praxe.

Conforme 
disse o delegado assistente da Delegacia Seccional de Polícia, Dr. Altair Ramos Leon, nesta quinta-feira, 30 de julho, ao repórter Toni Ramos da Rádio Assunção AM, o laudo das gravações telefônicas feitas pelo ex-secretário municipal Aldo José Nunes de Sá, durante uma conversa com o então vereador André Ricardo Vioto, apontam como autênticas e originais, e não foram editadas. A perícia foi feita pelo setor competente do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. A coisa vai esquentar

Deputado
Malheiros anuncia em Jales, uma emenda para reforma e iluminação o campo da Fepasa. Enquanto isso, o Governo Federal repassa recursos para a Prefeitura reformar os sanitários e fazer rampa de acesso no "Roberto Rollemberg" – que está na hora de vir abaixo – para receber jogos das equipes amadoras, cuja manutenção do Municipal, quem banca é o contribuinte. Um dinheiro na verdade mau gasto.

Pensando
bem, a política tem muitas semelhanças com o futebol. Aqui, uma delas. No futebol, os times vitoriosos com o tempo perdem a força e caem para uma divisão inferior. Ali se refazem e voltam depois com ânimo renovado à divisão superior. Pois isto acontece agora com o PT. Está mal se aguentando no poder. Não dá vontade de falar nele, nem no botequim da vila.


Biblioteca Municipal vai homenagear pais pelo seu dia

A Biblioteca Pública Municipal de Jales vai realizar um café da tarde especial, na sexta feira, 7 de agosto, com o objetivo de comemorar o dia dos pais. Durante a homenagem aos pais presentes, poesias serão recitadas por André Gandolfo e Marilene Pacheco, membros da Casa do Poeta de Jales. A confraternização acontecerá nas dependências da biblioteca e terá inicio às 16 horas.

Ato na Assembleia Legislativa

Em reunião realizada, nesta quarta-feira, 29 de julho, na sede da Associação Paulista de Municípios – APM, as associações regionais, que representam quase a totalidade de cidades do Estado de São Paulo, decidiram fazer, no próximo dia 19/8, um grande ato na Assembleia Legislativa , em defesa dos municípios. "Será uma grande mobilização de prefeitos e vereadores para o enfrentamento dessa grave crise econômica que estamos vivendo. Esperamos um grande comparecimento para o fortalecimento do movimento Municípios Contra a Crise", declarou o presidente da Associação dos Municípios da Araraquarense – AMA, Jurandir Barbosa de Morais (Jura), prefeito de Nova Aliança.

Jales vai receber 2.500 mil pessoas nos Jogos Regionais do Idoso -Jori

Nos dias 12 a 16 de agosto, Jales sediará a 19° Edição dos Jogos Regionais do Idoso (Jori). O evento, conhecido como grande festa do esporte, contará com a participação de aproximadamente 2.500 pessoas, entre atletas, comissão técnica e dirigentes, de 42 cidades da região.

O JORI é promovido pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, em parceria com as Secretarias da Juventude, Esporte e Lazer de São Paulo. No município a responsabilidade é do Fundo Social de Solidariedade, com suporte da secretaria de Esporte e demais setores da Prefeitura.

O principal objetivo da competição é envolver a população idosa, acima de 60 anos, em atividades esportivas e de integração. Participam das competições, os membros da melhor idade atuantes em projetos sociais desenvolvidos ou apoiados pelo Fundo Social de Solidariedade dos municípios.

As disputas serão realizadas nas categorias masculina, feminina e mista, em 14 modalidades diferentes e adaptadas, como bocha, atletismo (corrida), buraco (baralho), coreografia (dança), damas, dominó, dança de salão, malha, truco, natação, voleibol, tênis, xadrez e tênis de mesa. O município disponibilizará 20 alojamentos e 16 praças esportivas para receber os competidores.

A cidade que está na fase final de preparação para as disputas, recebeu na terça-feira, dia 28, dirigentes da Diretoria Regional de Esporte e Lazer de São José do Rio Preto, que fazem parte da organização, e comitê dirigente municipal, para uma visita de apresentação ao prefeito Pedro Manoel Callado Moraes e últimos ajustes do evento.

Empolgada com o desafio, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Jales, Lúcia Helena Gomes Callado Moraes, ressaltou a importância da realização do JORI. "Vai ser muito gratificante recepcionar os atletas para essa grande festa do esporte e da superação, valorização e de exemplos de jovialidade. Vamos recebê-los com muito carinho", afirmou.

Abertura – Para a solenidade de abertura do evento, que acontece no dia 13 de agosto, às 9 horas, no Ginásio de Esportes do Jales Clube, está confirmada a presença da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, além de autoridades do poder executivo e legislativo de toda região. Lu Alckmin atenderá todas as presidentes dos Fundos Sociais de Solidariedades e primeiras-damas da região. Além do tradicional desfile das delegações, execução do Hino Nacional e Hino do Município de Jales, juramento do atleta e o acendimento da Pira Olímpica, a cerimônia contará com apresentações de coreografias, primeira modalidade de competição dos Jogos.

Congresso técnico – O Congresso Técnico que definirá os últimos detalhes do JORI está marcado para o dia 03 de agosto, às 15 horas, na Câmara Municipal de Jales, com a presença obrigatória de todos os representantes das delegações. A formação dos grupos, chaveamento e a confirmação das modalidades inscritas serão os assuntos em pauta. (por Ana Cláudia Marilhano)

Chá beneficente do Lar dos Velhinhos

Na tarde do domingo, 12 de julho, o Lar dos Velhinhos São Vicente de Paula com apoio de dirigentes, funcionários e colaboradores, realizou na sede social Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso – CIEVI de Jales (cedido gratuitamente), um Chá Beneficente repleto de muita alegria e solidariedade, com o objetivo de arrecadar recursos para manutenção da instituição. Durante o evento foram sorteados brindes doados por colaboradores que proporcionou uma renda líquida de R$ 3.254, 75.

Também está em andamento a 7ª Campanha "Ah, se eu ganhasse esses Fuscas", que este ano está sorteando cinco prêmios: 1º prêmio: 1 Fusca cor bege usado e reformado, 2º prêmio: 1 Fusca cor branca usado e reformado, 3º prêmio: 1 Fusca cor cinza usado e reformado, 4º prêmio: 1 TV e no 5º prêmio: 1 tablet. O sorteio será no dia 26 de setembro. Cada cupom custa R$ 5,00.

Adquira um ou mais cupons lá na Banca do Edu, assim você estará colaborando não só com o Lar dos Velhinhos mas também com os 62 idosos ali residentes que dependem da entidade para a sua sobrevivência com dignidade.

Ilustre aniversariante


Nesta sexta-feira, 31 de julho o agropecuarista Durval Rossafa Rodrigues, o estimado Balim, na foto com a esposa Cidinha, recebeu os parabéns de familiares e amigos pelo aniversário.

TV Cultura exibe tributo a Inezita Barroso com mais de 50 artistas


 
No dia 8 de junho, três meses após seu falecimento, Inezita Barroso foi reverenciada por mais de 50 artistas e por centenas de fãs, amigos e familiares no tributo Inezita - Quanta Saudade Você Me Traz, realizado pela TV Cultura na Sala São Paulo. Este especial inédito, com duas horas e meia de duração, será levado ao ar pela emissora neste domingo, 2 de agosto, às 21h.

Dezenas de artistas estão no programa, entre eles, Ivan Lins, Renato Teixeira, Renato Borghetti, Rick Sollo, Mococa e Paraíso, Lourenço e Lourival, Irmãs Barbosa, Divino e Donizeti, João Mulato e Douradinho, Pereira da Viola, Roberto Corrêa, Braz da Viola, Paulo Freire, Neymar Dias, Toninho Ferragutti, Bia Goes, Arismar Espírito Santo, Léa Freire e o Coral USP.

A maioria dos artistas é acompanhada pelo Regional Viola, Minha Viola, com Joãozinho (violão), Arnaldo Freitas (viola caipira), Leandro Madeira (baixo), Escurinho (percussão) e os convidados Maestro Marinho (sanfona) e Márcio (percussão). Eles formaram o grupo que esteve ao lado de Inezita nos últimos anos no programa da TV Cultura. O CoralUSP também participa de três momentos do espetáculo com cerca de 30 integrantes.

O repertório do tributo reflete a vasta obra de Inezita. Os convidados interpretam clássicos de seu cancioneiro e também algumas canções prediletas dos colegas. Ivan Lins canta com o parceiro Rafael Altério a música Bandeira do Divino, usada como referência pela artista em suas aulas de violão e canto. O instrumentista Renato Borghetti toca Laçador. Renato Teixeira traz composições preferidas de Inezita, como Tocando em Frente. O cantor Rick Sollo prepara Poeira da Estrada. Sobem ainda ao palco outros músicos, incluindo Mococa e Paraíso, Irmãs Barbosa, Neymar Dias, Toninho Ferragutti e o CoralUSP. Ao final, todos os músicos entoam o clássico Lampião de Gás.

Nas pesquisas para a produção do especial junto ao acervo de Inezita Barroso, foram recuperados e digitalizados documentos manuscritos por ela mesma para ajuda a contar sua história. O material, animado com recursos de computação gráfica, foi projetado no telão da Sala São Paulo com a narração da voz da neta de Inezita, Paula Maia.

Marcado por muita emoção, o evento traça a história da cantora e apresentadora, com a presença da filha Marta, das netas Paula e Cristina, além de sobrinhos e bisnetos. O roteiro contempla diversas facetas do legado de Inezita, incluindo a fase como musa da música folclórica na década de 1950 e 1960, sua atuação como professora, sua paixão pelos arranjos sofisticados e sua persistência em gravar a música raiz de todas as regiões brasileiras.

Inezita Barroso é celebrada não somente por sua vasta obra como intérprete, mas por ser uma das espinhas dorsais da música brasileira, como pesquisadora e divulgadora da música folclórica, de raiz e regional. A cantora faleceu no dia 08 de março de 2015, Dia Internacional da Mulher, e apenas quatro dias depois de ter completado 90 anos de vida. Esteve à frente do Viola, Minha Viola, da TV Cultura, por 34 anos, o mais antigo programa de música da TV brasileira.

O Lúdico como Motivação Terapêutica, por Flávio Carvalho

 
Cada vez mais profissionais como fonoaudiólogos, pedagogos, fisioterapeutas, psicólogos, psicopedagogos, psicanalistas e outros estão usando o lúdico, jogos como instrumento terapêutico. Tais profissionais estão usando o lúdico não só como instrumento terapêutico, mas também como recursos artísticos e educacionais.

As atividades lúdicas no processo terapêutico têm papel significativo em todas as fases do tratamento, os resultados obtidos são os melhores possíveis

Através do lúdico, dos jogos e das brincadeiras, as crianças no processo analítico se exteriorizam, seu inconsciente se manifesta de maneira mais espontânea e mais facilmente, pois com a criança brincando ela se encontra mais relaxada, seu consciente se mantém afastado deixando aparecer o que se encontra no inconsciente.

O mecanismo de defesa da criança age de maneira diferente quando ela está brincando, ou seja, o mecanismo de defesa é menos atuante, menos ativo, facilitando assim o direcionamento e interpretação das pulsões emergentes.

O jogo têm papel muito importante no processo terapêutico, pois além de ser do agrado da criança, facilitando a aceitação do tratamento pela mesma, todo jogo possui regras, todo jogo deve Ter um começo, meio e fim, isso é de fundamental importância para se estabelecer limites. Nunca se esquecendo que para a criança brincar é coisa muito séria. Ou seja, trabalha-se a ansiedade, frustrações, ambições e perdas com o jogo. Outro aspecto muito importante que se trabalho com o brincar, com o jogo, é de como se lidar com o prazer, com a alegria.

O lúdico, os jogos e brincadeiras também podem ser usados no tratamento terapêutico de pacientes que se encontram hospitalizados, ou seja, o lúdico pode ser usado no hospital, e com muito sucesso, e vários são os grupos e profissionais que atuam nos hospitais desta maneira, ou seja, "brincando", como exemplo podemos citar os Doutores da Alegria.

O brincar com uma criança hospitalizada é uma estratégia para que a mesma se adapte com mais facilidade ao ambiente hospitalar e ao tratamento, que muitas vezes podem ser traumáticos. A recuperação da criança é muito mais rápida e eficiente com a utilização de técnicas lúdicas durante a hospitalização. A criança com a utilização de tais técnicas lúdicas têm o estresse e o medo diminuídos sensivelmente, o que facilita e apressa a recuperação.

O uso das técnicas lúdicas no tratamento terapêutico de crianças hospitalizadas deve também integrar toda a família no processo, ou seja, toda a família deve participar do tratamento, devem brincar juntos, se tratarem juntos. O profissional que direcionar tal tratamento deve ter em mente sempre esta meta, ou seja, a de integrar toda a família, principalmente os pais neste processo terapêutico.

Devemos brincar com as crianças como crianças, não como adultos que sabem de tudo. Devemos através do brincar aprendermos a ser mais crianças, e não tentarmos transformar nossas crianças em adultos perfeitos, missão esta impossível.

A não manifestação do lúdico é a castração da esperança. O brincar é a comunicação da criança com o mundo e o brinquedo é o instrumento "manifestador de esperanças", enquanto tiver uma criança brincando, ou um brinquedo jogado, mesmo que esteja quebrado, a espera de alguém que o manipule, haverá sempre esperança.

Muitos são os ditados que ouvimos de nossos avós, pais e muitos são verdadeiros tais como: "diga com quem andas, que direi quem tu és" . Eu poderia modificá-lo para: "diga como foi tua infância, que direi quem tu és". Nossa infância é tão importante que ela define nossa vida adulta, quanto mais saudável a infância, mais saudável a vida adulta, e infância saudável é aquela cheia de brincadeiras, cheia de lazer.

É preciso que todos entendam que a criança tem que ser criança, para que não seja no futuro um adulto doente.

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Jornada de Alergia reunirá especialistas em Rio Preto

Médicos especialistas em alergia, imunologia, pediatria, clínica geral, otorrinolaringologia e dermatologia estarão reunidos em São José do Rio Preto nos dias 14 e 15 de agosto, na VII Jornada Itinerante Paulista de Alergia e Imunologia Clínica.

Realizado pela ASBAI Regional São Paulo (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia), o evento tem como objetivo propiciar aos especialistas as últimas atualizações em temas relacionados à Alergia e Imunologia. "Trazemos a informação para eles, sem que precisem se deslocar para grandes centros", explica a Dra. Eliana Toledo, membro da ASBAI e Profª. Assistente da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Responsável pelo Serviço de Alergia e Imunologia Clínica do Deptº. de Pediatria e Cirurgia Pediátrica da FAMERP.

Entre os destaques da VII Jornada Itinerante Paulista de Alergia e Imunologia Clínica está a alergia alimentar. Durante o encontro, os coffees breaks serão servidos com alimentos sem alérgenos do leite, clara e glúten.

Alergias respiratórias e dermatológicas, bem como urgências em alergia e Imunodeficiências primárias, também estarão no foco do encontro, que espera reunir cerca de 250 pessoas.

Hanseníase pode causar perda de sensibilidade na pele

Hanseníase é uma doença infecciosa que afeta a pele e os nervos periféricos. Causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae, é uma das mais antigas patologias já conhecidas, com registro de casos em países como China e Egito, até mesmo no período antes de Cristo. Em 2011, segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil registrou mais de 33 mil casos da doença.
A transmissão acontece por meio do contato com secreções do doente não tratado. Ao entrar no organismo, a bactéria começa a atacar o sistema imunológico e pode permanecer incubada por anos. Afeta a pele e os nervos periféricos, mas pode atingir os olhos e a mucosa do nariz, além de surgir manchas de cor parda com perda de sensibilidade no local. Quando um nervo é afetado, pode ocorrer dormência. Em alguns casos, aparecem caroços ou inchaços em regiões como a orelha, mãos ou cotovelos.
São dois tipos de hanseníase: a paucibacilar e a multibalicar. Segundo a infectologista e membro da Sociedade Brasileira de Infectologia, dra. Juliane Oliveira, em sua forma paucibacilar o paciente apresenta menos lesões na pele e comprometimento dos nervos. Já a multibalicar é a manifestação mais grave da enfermidade, altamente contagiosa, com prejuízos aos rins e inchaço.
O diagnóstico é feito a partir de uma avaliação clínica com a aplicação de teste de sensibilidade, força e palpação dos nervos. Exames laboratoriais são complementares para verificar o tipo de hanseníase. Não há uma forma de prevenção; se houver histórico familiar, é importante procurar um médico para identificar e tratar o mais precocemente possível.
Tratamento – A hanseníase tem cura; o diagnóstico e o tratamento são disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS). "A terapêutica é uma combinação de medicamentos que impede a evolução da doença e cura o paciente. O esquema utilizado e a duração variam de acordo com a classificação do doente - se paucibacilar ou multibacilar", explica Dra Juliane. Na forma mais branda da doença, chega a seis meses de medicação, enquanto em seu perfil mais grave, pode levar de um até seis anos.
De acordo com a infectologista, pode restar sequelas, se não diagnosticada e tratada com antecedência. "Essas consequências estão relacionadas às lesões de nervos, que podem levar a deformidades e incapacidade físicas. O tratamento correto, com breve início, é fundamental".

Jalesenses apitam final futsal em Osvaldo Cruz

Na sexta-feira, 24 de julho, às 20 horas, no Ginásio João Torro Ovídeo, Marília e Dracena se enfrentaram pela Medalha de Ouro, na modalidade Fusal masculino dos 59º Jogos Regionais da 7ª Região Esportiva disputados em Osvaldo Cruz. No tempo normal o jogo terminou 4 x 4. Na decisão em pênaltis, Dracena fez 4 x 3, e sagrou-se bicampeã dos Jogos Regionais. O que chamou a atenção no jogo, foi o trio de arbitragem genuinamente jalesense com a participação de Nelson Guzzo Júnior, Henrique e Rômulo.
Jorginho, presidente da Liga Jalesense de Futsal, Sizico, chefe da escala de árbitros, Rômulo e Nelsinho, árbitros jalesenses, Henrique, anotador cronometrista jalesense e Osmar Malaquias, coordenador do Futsal nos Jogos Regionais

Alunos de karatê da região conquistam 6 medalhas nos 59° Jogos Regionais representando Lucélia


 
Nos dias 23 e 24 de julho, quatro karatecas Associação Zanon de Karatê participarem dos 59º Jogos Regionais da 7ª Região Esportiva do Estado de São Paulo, realizados na cidade de Owaldo Cruz. Os alunos treinados pelo Sensei Edson que participaram dos jogos foram: João Pedro Melo Hentz (Jales), Sergio Gasques e Anderson Carlos Palasio (Urânia), e Guilherme Ferreira (Santa Salete). O karateca João Pedro conquistou uma medalha de prata na modalidade katá em equipe. Sergio e Anderson conquistam cada um uma medalha de prata na modalidade kumitê em equipe e Guilherme conquistou três medalhas de prata nas modalidades kumitê individual, katá em equipe e kumitê em equipe.

Os atletas compuseram a equipe da cidade de Lucélia, tendo Sensei Edson atuado como auxiliar técnico da equipe e com as conquistas ajudaram aquela cidade a conquistar o troféu de 2ª melhor equipe dos Jogos Regionais.

"No karatê esportivo, as competições oficiais, tais como Jogos Regionais, Campeonatos Estaduais e Brasileiro, são ótimas oportunidades de se avaliar o nível dos alunos e os resultados obtidos, tanto em nível regional, estadual ou nacional, vêm comprovando que o nível dos atletas da região está cada vez mais alto", comenta o professor.

Sensei Edson fez questão de elogiar o desempenho dos atletas Sérgio Gasques e Anderson Palasio, os quais começaram a treinar há menos de um ano e já estão conseguindo destacar nas competições em que participam. "Os casos do Sérgio e do Anderson são ótimos exemplos de que no karatê quando se cria o intuito do esforço, os resultados inevitavelmente aparecem", finaliza o professor.

O professor sempre lembra que o karatê está também de portas abertas àqueles que desejam praticar a arte marcial como esporte apenas para manter ou melhorar o condicionamento físico e mental, sem a participação em competições, convidando os interessados a lhe procurarem para fazer uma aula experimental.

A retaguarda, por Adelvair David

 
É preciso coragem para mudar.

O jovem da parábola contada por Jesus, o filho pródigo, fugiu da casa do pai porque achava que tudo estava ruim e, tendo gastado o que possuía, observando que até os porcos tinham mais dignidade que ele, resolveu sair da "retaguarda" onde se encontrava e marchar na direção da casa do pai, onde teria novamente os benefícios e o amor que sempre teve.

Esta atitude, embora tenha sido forjada no sofrimento, é a mais prudente de se tomar, logo que se identifique o comportamento indevido perante a própria vida.

O homem gasta os tesouros da saúde, da inteligência e do sentimento, lamenta-se e deseja fugir aos desafios propostos pela vida para a sua iluminação. Acredita que Deus se enganou ou não se importa com ele, então se revolta e não tendo vontade de resistir às tendências inferiores da sua alma, deixa-se conduzir aos vícios e outros comportamentos nada recomendáveis moralmente falando, programando futuras consequências nos ambientes deteriorados da própria alma, experimentando desinteresse por tudo e por todos.

Há pouco tempo uma amiga lamentou-se dizendo que estava preocupada e com muito medo, pois era fumante e temia que a qualquer momento pudesse receber uma notícia não muito agradável dos médicos que já lhe haviam alertado para deixar de fumar.

É necessário deixar a retaguarda voluntária e caminhar na direção da casa do pai, que é a atitude de assumir os deveres da existência junto à família, o trabalho e o semelhante em qualquer grau. Também da religiosidade, oportunidade maior de treinar a caridade que lhe aquietará os anseios inferiores despertando os superiores, conduzindo-o a um ambiente íntimo de paz e realização, embora por fora possa estar experimentando alguma privação ou dificuldade.

Disse Jesus: "...tinha-se perdido, e achou-se...", o que significa que é melhor utilizarmos o livre arbítrio para fazermos nossas escolhas, achando por nossa decisão o caminho de volta, do que aguardar que nossa imprudência e inexperiência evolutiva nos conduza aos ambientes insalubres da dor, de onde será mais difícil retornar.

O IDEAL É SAIR DA RETAGUARDA, AGORA E SEMPRE NA DIREÇÃO DO PAI.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

JOSÉ ANTONIO QUINTELA RESENDE e TAÍS DOS SANTOS SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de março de 1.982, diarista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Gonçalves Resende e de Maria Aparecida Quintela Resende. ELA, natural de Água Branca, Estado de Alagoas, nascida aos 06 de janeiro de 1.991, manicure, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Antonio Ribeiro da Silva e de Lucia Gomes dos Santos Silva.

ANTONIO VALENTIM RODRIGUES FERNANDES JUNIOR e TALITA TATIANA RODRIGUES. ELE, natural de Andradina, deste Estado, nascido aos 09 de fevereiro de 1.978, arquiteto, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Valentim Rodrigues Fernandes e de Ayerte Ribeiro Fernandes. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 11 de novembro de 1.989, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ivanio Bernardo Rodrigues e de Adriana Condi Morgon Rodrigues.

LEANDRO DA SILVA TRAJANO e FERNANDA APARECIDA LOPES. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 18 de abril de 1.983, mecânico agrícola, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz de Lima Trajano e de Railda Maria da Silva Trajano. ELA, natural de Mesópolis, deste Estado, nascida aos 30 de abril de 1.986, lavradora, solteira, residente e domiciliada em Mesópolis, filha de José Lopes e de Maria Neusa Viveiro Lopes. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Mesópolis – SP, onde se processa à habilitação.

EDERSON ALBUQUERQUE SCARANTE e BRUNA FRANZINI SAVENHAGO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de julho de 1.985, entregador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ademar Scarante e de Maria Edileuza Siqueira Albuquerque. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de Janeiro de 1.993, orientadora de público, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Carlos Savenhago e de Maria Lucia Santana Franzini.

MAICON GUILHERME FELTRIN DE ASSIS e THAISA ALVES DE CARVALHO. ELE, natural de São Caetano do Sul, deste Estado, nascido aos 20 de maio de 1.993, auxiliar técnico de ar condicionado, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jurandir de Assis e de Sônia Cristina Feltrin de Assis. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de março de 1.996, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Cleber Lopes de Carvalho e de Lucélia Cristina Alves.

CAMILA IZABEL LIMA e MARISTÉLA DOS SANTOS. A PRIMEIRA, natural de Jales, deste Estado, nascida ao 1º de março de 1.988, açougueira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Pedro Ferreira Lima e de Izabel Cristina Martins. A SEGUNDA, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascida aos 10 de agosto de 1.987, agougueira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Joana D’Arc dos Santos Dias.

JOSÉ IZIDORIO e JOANA NAZARIO. ELE, natural de Potirendaba, deste Estado, nascido aos 15 de julho de 1.946, Potirendaba, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sebastião Izidorio e de Lazara Pedro Ferreira. ELA, natural de Balsamo, deste Estado, nascida aos 30 de agosto de 1.958, do lar, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel Nazario e de Julia Belarmino dos Santos Nazario.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.


Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Governabilidade e laboriosidade, por D. Demétrio Valentini

 
O contato direto com as famílias, nestes dias de "semana missionária", colocou às claras a real situação que o povo está vivendo, com o agravamento da crise econômica. O fantasma do desemprego vai tomando forma bem concreta, com a demissão de funcionários, na tentativa de diminuir custos, e assim manter viáveis as empresas.

Dada a importância estratégica da mão de obra, o bom senso sugere, sempre que possível, manter o quadro de funcionários, mesmo que isto implique diminuição de salários, com entendimento prévio, feito de acordo com a legislação em vigor. Mas, em todo o caso, manter os postos de trabalho é uma boa tentativa para segurar o alastramento da crise.

Ao mesmo tempo, há situações limites em que as demissões se tornam inevitáveis. Neste caso, é admirável conferir, como nestes dias deu para observar, a seriedade e o empenho com que pessoas desempregadas buscam outro serviço, mesmo recebendo menos, mas garantindo uma entrada mensal conseguida por seu trabalho, sem logo buscar os benefícios decorrentes do "seguro desemprego".

Dada a forte interação, no Brasil, entre economia e esfera estatal, nestes momentos aumenta a responsabilidade dos agentes públicos, cuja ação tem repercussões diretas na ordem econômica. Mas para que possam exercer suas funções, eles precisam de espaço para as providências que acharem necessárias ao momento em que o país vive.

O governo, sobretudo em nível federal, onde se tomam as decisões macroeconômicas, não pode ser sistematicamente obstruído, como vem acontecendo pela ação estabanada de alguns políticos que querem tirar proveito dos problemas enfrentados pelo governo, para faturarem em benefício pessoal as dificuldades em que se encontra o país.

Diante da crise, aumentam as responsabilidades dos políticos. Nesta hora, eles podem comprovar sua competência e honestidade, ou se encaminhar para serem rejeitados pelos eleitores.

Como sempre, os momentos de crise são propícios para tirar lições importantes, e descortinar novos horizontes.

Neste contexto, se faz necessária uma reflexão sobre a importância do trabalho, e sobre a urgência de corrigir desvios que possam estar acontecendo. É preciso ter a coragem de colocar o dedo na ferida, e constatar que vai se criando uma sub cultura de aversão ao trabalho, e de acomodação na dependência dos benefícios que os programas governamentais providenciam para os mais necessitados.

Há gente que, simplesmente, não quer trabalhar.

Isto coloca um verdadeiro desafio, não só para o governo, mas para o país. Este desafio, é preciso reconhecer, já vem sendo enfrentado pelos agentes que coordenam os programas assistenciais do governo. Mas se requer uma ação mais ampla, de reeducação para o trabalho, e de claras providências para desencorajar os que se imaginam com direito de viver na ociosidade, beneficiando-se dos frutos do trabalho alheio.

Sempre é possível tirar lições positivas dos momentos de dificuldade pelos quais se passa. O governo deve ser cobrado pelo que é de sua competência realizar. Mas ele tem o direito de contar com as prerrogativas que a constituição lhe garante. E cada cidadão é chamado a dar sua contribuição pessoal para a superação das dificuldades em que o país se encontra.

Prefeito Saracuza apoia a promoção

 José Luiz Socorro, da provedoria da Santa Casa, prefeito municipal Francisco Airton Saracuza, assessora de comunicação da Santa Casa, Caroline Guzzo, e o secretário municipal de Saúde José Rubens Gitti, quando da visita à Prefeitura Municipal e Secretaria Municipal de Saúde de Urânia dos colaboradores do hospital jalesense para divulgação da campanha que irá sortear um carro

Cauê Macris é recebido pelo prefeito Callado

O prefeito Pedro Callado recepcionou o deputado estadual Cauê Macris (PSDB) na quinta-feira, 29 de julho, na sala de reuniões do gabinete, no Paço Municipal. O parlamentar veio reafirmar seu compromisso com município e renovar seu apoio ao chefe do poder executivo.

Na oportunidade, diversas questões foram levantadas, dentre as quais, o desenvolvimento da cidade e a crise econômica que o país vem enfrentando, com previsão de queda na arrecadação estadual.

Um ofício pedindo R$ 250 mil para obras de infraestrutura urbana foi entregue ao deputado pelo prefeito Pedro Callado. Callado mencionou satisfação em receber o deputado. Em agradecimento, Cauê Macris ressaltou que Jales tem um grande aliado na Assembleia Legislativa e que seu gabinete sempre estará de portas abertas.

Participaram do encontro, o presidente da Câmara de Jales, Nivaldo Batista; os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins e Fagner Pelarini; o provedor da Santa Casa, José Pedro Venturini e representantes da Associação de Equoterapia, Associação de Voluntários de Combate ao Câncer/AVCC e do Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo, que aproveitaram a ocasião e pedirem ajuda financeira em apoio aos projetos que desenvolvem.

Deputado Sinval vem a Jales para anunciar emenda de sua autoria para iluminação campo da Fepasa

O deputado federal Sinval Malheiros (PV), esteve em Jales nesta quinta-feira, 30 de julho, para anunciar ao prefeito Pedro Callado e ao presidente da Câmara Municipal, Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho, uma emenda de sua autoria no valor de R$ 200 mil, destinada a reforma e iluminação do Capo de Futebol "Devanir Alves de Lima".

"Conquistamos mais um amigo. O deputado Sinval veio nos trazer esta boa notícia para Jales, uma luta antiga do vereador Tiquinho. O esporte aproxima as pessoas, faz amigos, ajuda a educar e a trabalhar em equipe. Um deputado que investe no esporte, também investe na educação e no futuro das próximas gerações", destacou o prefeito Pedro Callado.

Segundo Tiquinho, "os esportistas de Jales e região vão ficar muito felizes. Este campo de futebol, localizado na área central de Jales, é muito utilizado pelo futebol amador. A iluminação beneficiará centenas de atletas e famílias que usam o espaço como forma de lazer e prática esportiva".

Não caiu a ficha, por José Renato Nalini

Aparentemente, muitos não se deram conta de que a situação brasileira neste 2015 é calamitosa. Em todos os sentidos. A falta de confiança e credibilidade nas instituições é inibidora de reações positivas. No âmbito federal, as crises se sucedem e não se vislumbra a obtenção de consenso. O reflexo em toda a Nação é manifestamente desolador. Queda crescente e acelerada de arrecadação, empresas cerrando as portas, engrossa a fila dos desempregados. A inflação galopa, o dólar avança. Ninguém detém a receita para a retomada do desenvolvimento, no ritmo que o Brasil precisaria para superar o seu evidente atraso.

A hora é de apertar o cinto, mas não é apenas modo de falar. É cortar aquilo que não seja absolutamente essencial para a subsistência. Economizar, poupar, deixar de gastar. Não o supérfluo, que esse já foi eliminado. Mas também o necessário, desde que se consiga superar este estágio crítico.

Para aqueles que duvidam, todos os sintomas são de que a catástrofe não acaba em 2016. Prolongar-se-á por 2017 e por 2018. Com o agravamento do período prévio às eleições, que sempre suscitam impulsividades, audácias e arroubos impróprios para a fase dramática em que o Brasil já está imerso e da qual não se avista saída próxima.

Quem tiver juízo tem de apelar à consciência daqueles iludidos, sempre a considerar que o Brasil já passou por dificuldades antes e que estas não são diferentes. São diferentes, sim. Nunca se jogou a República num labirinto como aquele em que se encontra hoje. Quais as perspectivas? Qual o crédito que merecem os líderes? O que se fez para conter o desperdício, a conta que não fecha, as mordomias e a corrupção?

Não basta uma Lei Anticorrupção. Nem se mostra suficiente prender alguns dos protagonistas dos grandes escândalos. Impõe-se uma economia de guerra, uma conscientização de todos os brasileiros, um esforço concentrado para a retomada de uma ética irrepreensível. Redução drástica e urgente de um Estado perdulário, que suga com furor e devolve serviços medíocres.

Há inteligência suficiente no Brasil para que o curso da República seja programado por aqueles que amam esta Nação, querem permanecer nela e não se conformam com os desmandos. Menos discursos, mais ação. Menos conchavos, mais responsabilidade. Mais trabalho, mais sacrifício, mais patriotismo. Tudo o que foi esquecido e desprezado nos últimos anos.

*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Chico Xavier

Pergunta – Os espíritos obsessores agem com mais facilidade durante o período de sono de suas vítimas? Qual a arma ideal para nos defendermos contra semelhante influência?
Chico Xavier – Tanto no sono quanto na vigília, pelo que nos é facultado saber, a melhor vacina contra a incursão de processos obsessivos é a nossa permanência no trabalho do Bem ao próximo, até que venhamos a adquirir a sublimação espiritual que nos tornará invulneráveis ao assédio de nossos irmãos menos felizes.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



Sem rumo, por Reginaldo Villazón

Houve época em que a luta de classes era uma realidade essencial na política e na economia. Não faz muito tempo, foi no século recém-passado. No mundo, os países se dividiam na guerra fria entre capitalismo e socialismo, sob liderança dos Estados Unidos e da União Soviética. No Brasil, na região industrial metropolitana de São Paulo, um metalúrgico barbudo sindicalizado chamado "Lula", em cima de caminhão, fazia discursos inflamados contra a Fiesp, a poderosa Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

O confronto entre operários e empresários era forte. A greve era o instrumento dos operários para impor prejuízos aos empresários. Do lado oposto, os empresários castigavam os operários com demissões. Para piorar o ambiente, o país estava sob ditadura militar. Mas a ditadura no Brasil acabou (1985), o muro socialista de Berlim foi demolido (1989) e a União Soviética se desintegrou (1991). O mundo mudou. Hoje, é comum que trabalhadores e patrões lutem por seus direitos e conquistas de forma civilizada.

Esta semana, o profissional e empresário Sérgio Approbato Machado Júnior, presidente do SESCON-SP – o sindicato das empresas de serviços contábeis do Estado de São Paulo – divulgou um artigo simples e direto sobre a crise econômica no país. Ele ouve as preocupações dos seus clientes (empresários de todos os tamanhos) e as confirma na leitura dos números contábeis das empresas. Ele sabe que a crise é ruim para empresários, trabalhadores e consumidores. Ele sabe que a crise é danosa ao país.

No artigo – "A conta amarga de uma economia sem rumo" –, Sérgio Approbato aponta os erros cometidos na economia pelo governo, passando longe de ideologias. Exibe números sombrios da economia. E conclui: "O fato é que a indústria atravessa uma grave crise. O comércio e o serviço estão parando, o desemprego ameaça as famílias. Um milhão de desempregados só na construção civil. Além disso, as decisões erradas dos últimos doze anos esvaziaram o Tesouro Nacional". Palavras que merecem atenção.

Com exagerado otimismo, podemos dizer que esta crise é só mais uma crise. Podemos dizer que apenas duas coisas importam nesta crise: sua profundidade e sua duração. Pois é aqui que mora o perigo. A crise atual é complexa. Ela entrelaça as instituições, as empresas estatais, o sistema político vigente, os partidos políticos e os políticos. A capacidade de governar – "governabilidade e governança" – diminui e arrasta para baixo a confiança da população nos políticos e nas organizações que eles representam.

É certo que a evolução da crise pode causar o afastamento da presidente Dilma e até uma intervenção constitucional para tirar o país do caos. Ou seja, pode haver muito sofrimento, mas haverá sempre uma saída, contando que pessoas sérias e competentes sejam convocadas para realizar uma grande reforma no estado brasileiro. Há muita coisa que precisa ser mudada. A luta de classes e o confronto ideológico perdem a importância. Estes novos tempos pedem a renovação das estruturas, das práticas, dos horizontes e dos rumos.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Licitação e contrato de Fernandópolis são reprovados pelo TCE

30/07/15 – FERNANDÓPOLIS - Durante sessão ordinária da Segunda Câmara, os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) julgaram irregulares a concorrência e o contrato celebrado pela Prefeitura de Fernandópolis com a empresa Proposta Engenharia Ambiental Ltda., no valor de R$ 3.952.800,00, ajustado com fins de prestação de serviços de recebimento/disposição final dos resíduos sólidos em aterro sanitário.

O relator da matéria, Auditor Substituto de Conselheiro Alexandre Manir Figueiredo, concluiu pela irregularidade da matéria, por entender que por se tratar de tema que já sofrera certa oscilação no repertório jurisprudencial desta Corte – ora admitindo que tal lapso de tempo apenas observasse o período mínimo estipulado para a divulgação do edital, ora estipulando a necessária coincidência entre este e a data da abertura dos envelopes restaram controvérsias com gravidade suficiente a ponto de impedir o julgamento favorável.

O colegiado emitiu juízo pela irregularidade do contrato e da licitação que o precedeu, bem como pela ilegalidade das despesas decorrentes, propondo a aplicação de multa em valor equivalente a 500 (quinhentas) Ufesp´s à Prefeita à época e responsável pelos atos em apreciação.

Em Andradina, ministro das Cidades discute projetos e parcerias com municípios da região

Neste sábado, em Andradina, no noroeste de São Paulo, o ministro das Cidades,
Gilberto Kassab, estará em reunião com o prefeito, Jamil Ono, e demais
chefes de executivos da região. O encontro faz parte da série de visitas
que o ministro vem realizando desde que assumiu o ministério. Kassab
discutirá projetos, ações e investimentos realizados pelo governo  federal nas áreas de habitação, saneamento, mobilidade urbana e  infraestrutura na região. Além disso, ouvirá os prefeitos sobre as  necessidades de seus municípios para os próximos anos.

O ministro tem ressaltado que, para receber os recursos, os prefeitos precisam
investir em projetos. Kassab já se reuniu com governadores e prefeitos
de quase todos estados para repassar investimentos e discutir novas
parcerias.

Desde 2003, o governo federal mantém, por meio do  Ministério das Cidades, carteira de investimentos de R$ 154 bilhões em  obras no Estado de São Paulo. Já o valor em saneamento, habitação,  mobilidade urbana e infraestrutura é de R$ 154,5 milhões.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Santas Casas da região se reúnem em Fernandópolis para discutir sub-financiamento

Na terça-feira, 27 de julho, os representantes das principais Santas Casas da região foram recebidos pela provedora do Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis, Dra. Sandra Regina de Godoy, e pela administradora, Wládia Prandi Franco, para discutirem sobre o sub-financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

O encontro marcou o início de um movimento regional pela busca de apoio a estas instituições, que atualmente passam por dificuldades financeiras.

A reunião contou com a participação do provedor José Biscassi, do administrador Luis Antonio Paparelli, do secretário municipal de saúde Carlos Garcia e da vice-prefeita, Elena Rosa Vidotti, representando a Santa Casa de Santa Fé do Sul. Também estiveram presentes no encontro, pela Santa Casa de Jales, o provedor José Pedro Venturini e o diretor José Luis Socorro; juntamente com o coordenador de captação de recursos da Santa Casa de Votuporanga, Alexandre Giora.

Apesar das diferenças estruturais que possam existir entre estas instituições, os desafios impostos pela defasagem do Sistema Único de Saúde (SUS) são idênticos e têm gerado grande transtorno para a administração das contas. Em média, o repasse representa apenas 60% do que os hospitais realmente gastam para atender a população.

Essa diferença entre o custo gerado e a baixa remuneração do SUS é a principal causadora do endividamento das Santas Casas, que são obrigadas a buscar medidas alternativas, como doações da comunidade, ou recorrer a empréstimos bancários para continuarem de portas abertas. Juntas, as Santas Casas da região pretendem somar esforços para demonstrar a importância que têm no atendimento aos pacientes do SUS.

Aliadas à Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp) e às forças políticas regionais, os representantes dessas instituições esperam somar forças para que o "pedido de socorro" seja ouvido pelos governos estadual e federal.

Educação abre Processo Seletivo para Educador de EMEI e Auxiliar Educacional


A Prefeitura de Jales através da Secretaria Municipal de Educação abriu as inscrições do Processo Seletivo de Provas e Títulos para a contratação temporária de Educador de EMEI e Auxiliar Educacional. O edital está disponível no site da Prefeitura (www.jales.sp.gov.br), na sede da Secretaria de Educação e no jornal oficial do município.

 São ofertadas 70 vagas para Auxiliares Educacionais que irão trabalhar 40 horas semanais, sendo 30 horas com alunos, 4 horas para trabalho coletivo e 6 horas de livre escolha. É necessário que o candidato tenha ensino médio completo. Os vencimentos para o cargo é de R$ 788,00.

 O Processo Seletivo ainda vai oferecer 25 vagas para Educadores de EMEI que também vão trabalhar 30 horas com alunos, 4 horas para trabalho coletivo e 6 horas de livre escolha. Para preencher a vaga é necessário possuir diploma de conclusão do Ensino Médio, com habilitação em magistério; ou curso Normal Superior com habilitação em Magistério na Educação Infantil; ou, Licenciatura em Pedagogia com habilitação em Magistério na Educação Infantil; ou, habilitação adquirida através de Programa Especial de Formação Pedagógica Superior, qualquer que seja a nomenclatura do curso, com habilitação em Magistério na Educação Infantil. A remuneração é de R$ R$ 1.471,81.

 As inscrições são presenciais no período de 31 de julho a 05 de agosto, no horário das 9h00 às 11h00 e das 13h00 às 16h00, na Prefeitura Municipal de Jales, situada na Rua Cinco, 2266 - Centro – Jales/SP. O valor da taxa é de R$ 20,00 reais.

 As provas serão realizadas no dia 23 de Agosto, às 08h30 para Auxiliar Educacional e às 14 horas para Educador de EMEI, na E.M. Profª Eujácia Moreira, na Rua Tupinambás, número 1766, Jardim Nossa Senhora Aparecida. A contratação temporária de pessoal de excepcional interesse público é pelo prazo de 06 meses, podendo ser prorrogada uma única vez por igual