Páginas

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

PF de Jales deflagra Operação “Bolsa Fantasma” que investiga fraudes nos programas “Escola da Família” e FIES

Operação investiga fraudes e desvios em Instituição de Ensino Superior de Fernandópolis/SP







A Polícia Federal de Jales/SP deflagrou na manhã desta terça-feira (16) a Operação “Bolsa Fantasma” que tem como objetivo investigar fraudes nos programas “Escola da Família”, do Governo de São Paulo, e do FIES, do Governo Federal. As fraudes estariam sendo praticadas em instituição de ensino superior de Fernandópolis/SP. Trinta policiais federais participam da ação. Uma pessoa foi presa e cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na cidade.
Um mandado de prisão temporária foi expedido em desfavor do presidente da instituição, P.S.N. Dois funcionários da instituição de ensino também foram conduzidos coercitivamente até a sede da PF. Os mandados foram expedidos pelo juiz Evando Pelarin, titular da Primeira Vara Criminal de Fernandópolis.
De acordo com as investigações, a instituição de ensino estaria sendo utilizada por grupo criminoso que estaria fraudando programas estudantis de concessão de bolsas de estudo universitárias, utilizando alunos “fantasmas” para receber recursos indevidos dos programas. Os recursos recebidos estariam sendo desviados em favor do grupo que controla a instituição. Em um dos casos apurados, o presidente da instituição fez um acordo extrajudicial consigo mesmo para receber indenização de mais de meio milhão de reais da própria instituição. Os recursos do Programa “Escola da família” também foram utilizados como parte do pagamento desta indenização.
Outra fraude investigada é a possível utilização de nomes de alunos que sequer estudam na instituição ou que até já se formaram para receber recursos dos programas do Governo de São Paulo e do Governo Federal. No caso do FIES, alunos que realmente estudam na instituição, têm que pagar duas ou três mensalidades antes de serem efetivamente incluídos como beneficiários do programa. Quando os pagamentos iniciam, todo o semestre é pago, inclusive os retroativos. Estes valores, quando recebidos, não são ressarcidos aos alunos. Pelos menos cento e vinte mil reais já foram identificados neste tipo de fraude desde o ano de 2.011.
Um dos funcionários da instituição superior é o coordenador do Programa “Escola da Família” da Delegacia Regional de Ensino de Fernandópolis, onde também trabalha, e sua sala também foi alvo de buscas pelos federais.
As informações obtidas também indicam que os maiores salários da instituição, inclusive o de presidente e diretores, são pagos em dia ao contrário dos menores salários e bolsas que sofrem constantes atrasos de pagamentos. Diversas outras despesas aprovadas pela presidência da instituição com aval da diretoria e conselheiros estão sendo investigadas. Farta documentação foi apreendida e será analisada com o objetivo de confirmar as informações já conhecidas e identificar outras fraudes e envolvidos no esquema.
Os responsáveis poderão responder pelos crimes de associação criminosa, estelionato, apropriação indébita e peculato. O preso será ouvido pelo Delegado Federal Cristiano Pádua, responsável pela investigação, e posteriormente será encaminhado ao presídio onde permanecerá à disposição da Justiça Estadual de Fernandópolis.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Alunos da E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva são vencedores do concurso de cientistas mirins da rede estadual





Estudantes criaram projetos de casas sustentáveis, introdução de insetos na alimentação humana e repelente contra a dengue; campeão é de Jales e vai representar SP nos EUA

Alunos da E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva foram vencedores do primeiro concurso virtual de Ciências da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Os projetos incluem soluções inovadoras como de plantas no combate a dengue e até a introdução da proteína de insetos na alimentação humana. A equipe da E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva, em Jales, foi a grande campeã e garantiu participação na Genius Olympiad, em Nova York.
Criado pelos alunos Jhonatan Ferreira, Raphael Casagrande, Wigor Ribeiro, o trabalho propõe transformar as nossas casas em espaços mais sustentáveis com a ajuda de um desodorante natural. Elaborada a base de carvão, o composto limpa os ambientes sem agredir o ar. Agora o projeto será levado aos Estados Unidos e poderá ser replicado por estudantes de outros países.
No total, 20 projetos participaram da última etapa do concurso. Ao longo do ano, os alunos desenvolveram 138 projetos. Os escolhidos passaram por uma banca avaliadora composta por membros de universidades, diretores e presidentes de empresas. Os finalistas também garantiram vagas em importantes encontros científicos nacionais, como a MOP (Mostra Paulista de Ciências e Engenharia), Mostratec (Feira de Ciências e Tecnologia de Novo Hamburgo) e Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia).
"A feira é o primeiro passo para a entrada desses jovens no mundo científico. Além disso, desperta nos nossos alunos o espírito do empreendedorismo, ao propor ações ou produtos que podem ser comercializados. A expectativa é que no próximo ano mais projetos tenham esse destino", afirma Dayse Pereira da Silva, organizadora da feira.
Fotos: A2 Fotografia / Du Amorim)

Pontalindense perde em casa para o Ferroviários A.C



Jogando em casa e precisando ganhar pelo placar mínimo, já que em Bragança Paulista na última quarta feira, 10 de dezembro, havia empatado por 1 a 1, a A.A. Pontalindense, de Pontalinda, região de Jales, neste domingo, 14 de dezembro, não superou o Ferroviários A.C de Brangança Paulista, na foto festejando o título,  que venceu no tempo normal por 1 a 0 na decisão do Campeonato Amador do Estado e conquistou o bi-campeonato.
Além dos títulos locais, como o campeonato de veteranos, o FAC em 2014 conquistou ainda o Campeonato Sul- Brasileiro e o Campeonato de Ligas representando a Liga Bragantina de Futebol

sábado, 13 de dezembro de 2014

FolhaGeral, da redação do jornal

Cadê a prefeita?

É pergunta mais ouvida na cidade ultimamente.
Para quem
esteve com problemas de saúde, a prefeita deve ter se recuperado muito bem já que esteve em São Paulo e Brasília reivindicando. Mas o que? Se se ouve falar que não estão liberando nada, a não ser o estritamente essencial.
Enquanto

a população de Jales, do jeito que coisas estão, não sabe que rumo caminhar. A de Urânia se regozija com a indicação de um filho ilustre para Secretário de Estado em São Paulo. Coisas da vida para nos causar inveja
Com a eleição

de Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho, na segunda-feira, 8 de dezembro, para a presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal por unanimidade, as probabilidades da prefeita Nice Mistilides em escapar da cassação do mandato, caso o relatório da Comissão Processante seja por essa opção, são zero.
O vereador
Gilberto Alexandre de Moraes, enfatizou em uma de suas manifestações na tribuna da Câmara, que a prefeita Nice Mistilides está faltando com o respeito ao seus eleitores ao agir como está agindo.
Desde

o primeiro minuto da confirmação de sua vitória em 7 de outubro de 2012, a então candidata Nice esqueceu de tudo e de todos e se colocou como a "enviada" de Deus e por Ele ter sido "capacitada" para administrar o município, esquecendo-se daqueles que realmente lhe deram a vitória. Com essa sua atitude, Nice se enfraqueceu politicamente e vai ladeira abaixo. 
Na tribuna

os vereadores disseram e o povo confirma, que faz vários dias que a prefeita não despacha no Paço Municipal. Se não quer encarar os problemas da cidade de frente, a alcaide deveria tirar férias para um merecido descanso já que trabalha 24 horas por dia e não perde (perdia) um evento.
Para as raposas

lá do botequim da vila, a prefeita Nice não tira férias regulamentares como determina a Constituição Municipal para o vice-prefeito Pedro Callado não assumir o cargo. Por certo Nice só deixará a prefeitura se for cassada ou ao final de seu mandato.
Para o contribuinte

jalesense não havia necessidade dos poderes municipais adquirirem novo veículo O KM. Esse é sentimento de quem paga seus impostos para ter bons serviços prestados pela municipalidade.
O relator da

Comissão Processante, Jesus Martins Batista (DEM), segundo as raposas lá do botequim da vila, têm pela frente uma missão dolorosa e espinhosa. Segundo eles, Jesus terá com base nos novos depoimentos e documentos para analisar e mostrar em seu relatório que houve fraude e desvios de recursos além do que foi mostrado pela CEI do Lixo, para consolidar o pedido de cassação da prefeita Nice. Irregularidades são sanáveis. 
Os vereadores

aprovaram projeto de lei fixando os subsídios mensais dos Agentes Políticos do Município de Jales para o mandato correspondente ao período de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020.
O prefeito

municipal passará a receber R$ 14.600,00, 0 vice-prefeito R$ 5.000,00, Chefe de Gabinete do Executivo R$ 5.000,00, Secretário Municipal R$ 5.000,00, presidente da Mesa Diretora Câmara Municipal R$ 6.600,00 e o vereador R$ 5.000,00. Os subsídios estão fixados dentro do limite estabelecido na Constituição Federal, ou seja até 30% do subsídio (parte fixa) do Deputado Estadual.
Diante

a aprovação desse projeto de lei, uma pergunta básica: quem irá aceitar ser secretário municipal com esse salário? Pega-se o valor a ser pago e desconta-se alguns ítens obrigatórios como o Imposto de Renda, o líquido sairá pouco mais de R$ 3 mil. Vão trabalhar de graça e aguentar bucha?
O subsídio

do cargo de Chefe de Gabinete das Secretarias Municipais fica limitado a 70% do que é percebido pelo Secretário Municipal. Nessa caso, até haver a revisão do subsídio conforme  Art. 3º da lei, um chefe de gabinete receberá em torno de R$ 3.500,00 bruto, com os descontos vai lá em baixo.
Só vai

compensar quando subsídio (parte fixa) do deputado estadual chegar a R$ 30 mil.
O Secretário

Municipal de Planejamento e Trânsito, Aldo Nunes de Sá, precia acionar a autoridade de trânsito para fiscalizar mais intensamente as ruas com sinalização diferenciada na periferia, para evitar os desmandos de motoristas que não sabem ler sinais trânsito. Estacionam irregularmente e ainda se acham "ungidos".
Por que Jales

não tem uma unidade fixa Poupatempo?

Fuga Couros promove VIII SIPAT

 
Na primeira semana de dezembro, entre os dias 1º e 5, a Fuga Couros realizou a VIII SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho, que teve como tema "Do início da Revolução Industrial às novas técnicas e métodos de trabalho, contribuindo para a evolução do ambiente laboral". As atividades iniciavam sempre às 7h, lotando o refeitório da empresa, com cerca de 300 funcionários participantes.



No sentido horário: Ivone Pereira Andreu de Aro e Jefferson Luiz Correia, ambos do departamento de RH da Fuga Couros, Rodrigo Melo, técnico em segurança da Fuga Couros, a médica endocrinologista Larissa Cardoso Venturini e Sandra Santos Pereira, técnica em segurança do trabalho da Fuga Couros.

Cena da peça teatral "O Auto da Camisinha", sobre DST e Aids,
com os atores Cleyton Campos e Larissa Sanches.



A psicóloga Natália Luis Silveira Gonçalves, após realizar
palestra, entrega um brinde ao funcionário Gilson Luiz da Silva.


O farmacêutico Celso Brito Junior durante a palestra
sobre abuso de medicamentos e dependência química.

No sentido horário:: Sandra Santos Pereira, Rodrigo Melo, ambos técnicos
 em segurança da Fuga Couros, o médico Dr.Ivo Batista Ramos, os
 integrantes do grupo Escola Livre de teatro, Deiner Urvezdo, Larissa Sanches,
 Cleyton Campos e Salvador Oliveira, do departamento de finanças da Fuga Couros.

Fernanda Pozzer Fuga, após a palestra, recebe placa
de agradecimento das mãos da funcionária Fabiana Leite Viegas,
 auxiliar do Controle de Qualidade da Fuga Couros
Funcionários da Fuga Couros lotaram o refeitório,
 onde assistiram às palestras da VIII SIPAT
As palestras e uma peça teatral foram o ponto alto desta oitava edição do evento, que teve a seguinte programação:
Dia 1º – Larissa Cardoso Venturini, médica endocrinologista, que falou sobre obesidade e sedentarismo.
Dia 02 – Peça teatral "O Auto da Camisinha", com a Escola Livre de Teatro de Jales, que apresentou o tema DST (doenças sexualmente transmissíveis) e Aids. Participaram os atores Cleyton Campos, Deiner Urvezdo, Larissa Sanches e Katia Constantino.
Dia 03 – Natália Luis Silveira Gonçalves, psicóloga, abordou o assunto estresse no trabalho.
Dia 04 – Celso Britto Junior, farmacêutico, falou sobre dependência química e abuso de medicamentos.
Dia 05 – Fernanda Pozzer Fuga, relações públicas, apresentou o tema superação de limites.

A SIPAT acontece todos os anos e se destina principalmente à prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais e faz parte das atividades obrigatórias para todas as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA).
O principal objetivo da SIPAT é orientar e conscientizar os funcionários da empresa sobre a importância da prevenção de acidentes e de doenças no ambiente do trabalho, possibilitando o resgate de valores esquecidos pelo corre-corre do dia a dia, ou seja, os colaboradores precisam não só ter ideia de segurança, mas praticar efetivamente a segurança nas ações cotidianas dentro do exercício de suas funções na empresa.
Na SIPAT, os assuntos relacionados com saúde, segurança do trabalho e qualidade de vida são evidenciados, buscando a efetiva participação dos colaboradores e envolvendo também diretores e gerentes. Com isso, cada funcionário participante passa a ser um multiplicador em potencial, levando as informações que obteve na empresa à família e à sociedade em geral.
Rodrigo Melo, organizador do evento, explica que, no meio empresarial, é comum alguns considerarem a SIPAT como uma mera exigência legal, mas na Fuga Couros, depois de várias edições, a SIPAT tem conseguido agradar tanto os funcionários que todos esperam pela realização da semana: "A SIPAT é uma oportunidade de crescimento em todos os sentidos, não só quanto à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, como também contribui com a promoção da saúde, com o aumento da produtividade e valoriza a vida", afirma Melo.

Rotaract Club de Jales Grandes Lagos em ação

Na sexta-feira, 5 de dezembro, o Rotaract Club de Jales Grandes Lagos em parceria com o Interact Club de Jales, realizou o projeto Show de Natal: Uma Luz Coração, onde contou com a participação do artista André Gandolfo e do Taikô. As apresentações foram de grande sucesso, proporcionando um momento cultural. O projeto teve o objetivo de angariar alimentos não perecíveis para a montagem das cestas básicas, serão entregues no Natal para as famílias carentes de Jales.

Cras de Urânia realiza palestra às beneficiárias dos programas sociais sobre a evolução da mulher



 
O Centro de Referência da Assistência Social – Cras de Urânia, em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Equipe de Fortalecimento de Vínculo ( SCFV ), composta pela Orientadora Social Crislaine Calanca e a Facilitadora Social Caroline C. Andrade, realizou nesta terça-feira, 9 de dezembro, às 19h30m, na Secretaria do Bem Estar Social, a palestra onde o tema abordado foi " A Evolução da Mulher ", desenvolvendo um texto na história sobre as represálias, pressões, dificuldades sofridas no começo da independência.
O conhecimento da origem da evolução da mulher, destaca-se desde o motivo fundamental quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, quando no dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Yorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. A manifestação foi reprimida com total violência.
As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
O tema focou na concentração maior nos Programas Sociais, onde a figura representada pela mulher tem uma imensa importância de valores sustentáveis na família. A mulher vem se destacando a cada dia em sua evolução, sabe-se que é um conjunto de ideias, força, disposição, para a união da família presente.
A equipe constatou que o tema para a última palestra realizada neste ano, era homenagear esses seres incríveis que mesmo na dificuldade, consegue visualizar um sorriso estampado na expressão de mãe, mulher, educadora, cuidadora e a base concreta da estrutura entre pessoas, grupos, em que se enquadrada na geração Projetada pela determinação de acreditar que o melhor sempre é possível para aqueles que persevera e acreditam na determinação da sua fé!
Assim deixamos o ano de 2014, com satisfação de sucesso e valorização do ser humano e que venha 2015 cheio da Graça de Deus!
"A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derruba com suas próprias mãos. " Provérbios 14:1
(Pela equipe do SCFV )
 
 



AVCC faz entrega de aparelho ao Hospital do Câncer -unidade lll Jales

Com recursos de R$ 92.886,78, da IX Festa das Nações foi adquirido para o Hospital do Câncer – Unidade de Jales: um vídeoendoscópio flexível série 400/500 no valor de R$ 68.000,00; um aparelho de Ergometria Erg PC13 USB + Esteira C300, adquirido pelo diretor do Hospital, no valor de R$ 32.000,00 , sendo R$ 20.000,00 garantido com recurso da Festa das Nações e o R$ 12.000,00 doado pelo Rotary Clube Grandes Lagos.
Com a aquisição desses aparelhos inúmeros pacientes deixarão de ser encaminhados a Barretos, uma vez que, novos procedimentos poderão ser realizados em Jales . Conforme afirmação do administrador do Hospital do Câncer Unidade III Jales, Roger Dib, só o videoendoscópio permitirá que, cerca de 600 pacientes por ano, poderão realizar esses exames aqui em Jales.
O médico Sávio Costa de Paula agradeceu, entusiasmado, a colaboração da AVCC, na entrega do aparelho e se disse feliz em poder contar com a sensibilidade e solidariedade da população.
O aparelho de ergometria já foi comprado, porém ainda não foi entregue .Ele também será de grande importância para o Hospital do Câncer - Unidade III Jales, aumentando consideravelmente o número de pessoas atendidas.
Isso só foi possível, porque você, amigo da AVCC, doou:

Seu apoio financeiro;
Sua colaboração material;
Seu tempo;
Seu trabalho;
Sua atenção;
Sua alegria;
Sua boa vontade;
Seu amor ao próximo.
Doar é um ato de amor.
Obrigada.
A diretoria.

Saúde divulga balanço da Campanha Fique Sabendo

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do SAI/CTA , apresentou o balanço das ações desenvolvidas através da Campanha Fique Sabendo 2014.
No período foram realizados 1752 exames, sendo coletadas 549 amostras de sangue para de HIV, 541 testes rápidos de Sífilis, 188 de Hepatite B e 474 de Hepatite C. Foram diagnosticados como positivos, 3 testes de HIV, 15 de Sífilis, 1 de Hepatite B e 1 de Hepatite C. Dos exames para HIV, 166 homens e 281 mulheres fizeram o teste pela primeira vez. Os pacientes que apresentaram a sorologia positiva foram encaminhados para acompanhamento e tratamento adequado.
As coletas foram feitas gratuitamente de 01 a 05 de dezembro em todas as unidades de saúde e também em um evento realizado na Praça João Mariano de Freitas no dia 29 de novembro. Neste dia, houve distribuição de preservativos, panfletos informativos, café da manhã e distribuição de brindes.
A enfermeira e coordenadora da campanha "Fique Sabendo", Vanessa Ferreira Martins Aparício, avaliou positivamente a ação. "Conseguimos atingir um número muito considerável de pessoas, reduzindo o diagnóstico tardio, cumprindo com o sucesso e o objetivo da campanha. Fazer o teste é uma grande atitude, que demonstra como você se preocupa com a saúde".
De acordo com a secretária de Saúde, Nilva Gomes, "através desta mobilização, com orientação e prevenção, certamente vamos conseguir reduzir o número destas doenças sexualmente transmissíveis no município. Nosso objetivo também é mostrar que, com o tratamento adequado, as condições de sobrevida do paciente hoje em dia são grandes, o que devemos é deixar o preconceito de lado, buscar ajuda, e realizar precocemente exames. As unidades de saúde estão sempre de portas abertas para atender a população durante todo o ano".


Dos 24 municípios da região, apenas oito estão certificados pelo PMVA

 
Programa Município Verde Azul revela avanços no na política ambiental do estado de São Paulo por uma causa global. A população do estado de São Paulo conheceu as 118 cidades que mais desenvolvem atividades e projetos na área ambiental. Nesta quinta-feira, 11 de dezembro, o governador Geraldo Alckmin e o secretário Rubens Rizek divulgaram o Ranking Ambiental Paulista 2014. O anúncio aconteceu em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes. Também na ocasião, foi entregue o Prêmio Franco Montoro para 21 municípios que se destacaram em sua bacia hidrográfica. Nesta sétima edição do Programa Município VerdeAzul, 118 municípios foram certificados, contra 67 do ano anterior. A nota média também teve um acréscimo de mais de um ponto, de 85,5 para 86,9. Outro número que aumentou foi o de municípios que elaboraram seus Planos de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, de 219, em 2013, para 334 este ano. Houve também aumento na quantidade de municípios com Programas de Educação Ambiental, de 203 para 258 em 2014. Vale destacar, ainda, que em 2014 o programa fechou parceria com a Defesa Civil do Estado de São Paulo e os primeiros resultados já aparecem: 483 municípios atualizaram a indicação de coordenadores municipais de Defesa Civil. Outra novidade foi a adesão dos municípios ao Programa Cidades Resilientes, com 210 cidades cadastradas.
Resultados – Os Município VerdeAzul apresenta expressivos resultados na evolução da gestão ambiental do estado de São Paulo. Veja alguns números que comprovam as ações nos municípios:
- 334 municípios apresentaram Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos
- 258 municípios apresentaram Programas Municipais de Educação Ambiental
- 258 municípios com Programas de Educação Ambiental
- 344 municípios com viveiros de mudas
- 290 municípios apresentaram articulações intermunicipais voltadas às questões ambientais
- 361 municípios participaram do treinamento do Corpo de Bombeiros para prevenção e controle de incêndios e de desastres naturais
Prêmio Franco Montoro – A SMA também entregou o Prêmio Franco Montoro, para os 21 municípios melhores colocados em suas bacias hidrográficas. Os interlocutores dos municípios que obtiveram nota acima de 80 também foram homenageados.
Investimentos – Lançado em junho de 2007, o Município VerdeAzul tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, ganhando eficiência na gestão ambiental e valorizando a base da sociedade.
Os municípios receberam uma nota ambiental, que varia de zero a 100, e avalia o seu desempenho em dez diretivas. Foram avaliadas ações nas áreas: esgoto tratado, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental.
As prefeituras com nota acima de 80 serão reconhecidos pelo exemplo ambiental e receberão o prêmio Município VerdeAzul.

O certificado, que reconhece a boa gestão ambiental, garante à administração municipal a prioridade na captação de recursos com o Governo do Estado, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição – FECOP.

Ranking ambiental dos municípios da região

Posição Município Índice PMVA

2014/2013 Cidade 2014 2013
 
 
31 52 **Santa Fé do Sul 90.33 83,0

66 153 **Turmalina 85.32 69,0

69 60 **Populina 85.19 82,0

79 30 **São Francisco 84.23 86,0

95 126 **Aspásia 81.52 72,0

109 19 **Dirce Reis 80.75 89,0

112 107 **Vitória Brasil 80.52 75,0

118 104 **Rubineia 80.06 75,0

121 67 *Santa Clara d´Oeste 83.20 81,0

133 125 Santa Slete 77.22 72,0

150 175 Jales 74.19 67,0

154 138 Santana da Pon Pensa 73.97 71,0

155 155 Aparecida d‘Oeste 73.85 69,0

165 110 Pontalinda 71.30 74,0

230 102 Palmeria d‘Oeste 62.97 76,0

232 248 Nova Canaã Paulsita 62.44 55,0

239 204 Santa Rita d‘Oeste 60.97 62,0

242 211 Urânia 60.26 60,0

294 287 Marinópolis 52.03 48,0

321 267 Três Fronteiras 47.74 52,0

334 178 Paranapuã 44.32 66,0

339 233 Santa Albertina 43.62 57,0

470 468 Mesópolis 13.67 16,0

495 71 Dolcinópolis 12.38 80,0


**Municípios certificados

*Município pré-certificado - prazo de 60 dias para correções de pendências no aterro sanitário ou no sistema de esgoto do município.

 

Rotary Club de Jales “Grandes Lagos” faz doação de equipamentos a S.A.C.R.A


 
Na quarta-feira, 10 de dezembro, o Rotary Club de Jales "Grandes Lagos" entregou oficialmente à S.A.C.R.A. - Sociedade Assistencial e Cultural da Região de Jales, cinco computadores e quatro aparelhos de ar condicionado, através de um Projeto do Rotary International em parceria com Rotary Club.
Esta era uma antiga reivindicação da S.A.C.R.A. , que nesta quarta-feira, finalmente foi possível se concretizar. As crianças e adolescentes das COHAB’s Roque Viola e Dercílio Joaquim de Carvalho serão beneficiadas diretamente, com os equipamentos.
 

SAMA realiza campanha para coleta de esponjas domésticas

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente em parceria com a ONG Terra Cycle aderiram ao programa de reciclagem de esponjas de limpeza de uso doméstico (esponjas de pia), para que esse resíduo não seja destinado aos aterros, proporcionando um destino nobre para as esponjas descartadas: a reciclagem.
A ação consiste na troca sustentável das esponjas por mudas de árvores. A cada cinco esponjas, a população receberá uma muda de árvore, no tubete, podendo escolher entre mudas de frutífera, nativa ou medicinal. As esponjas não podem estar sujas com graxas, óleo de carro ou de consumo doméstico e outros contaminantes, para não prejudicar a sua reciclagem.
A troca é realizada das 8h às 11h e das 13h às 16h, na Secretaria de Agricultura sediada junto ao Aeroporto, localizada na Avenida Guilherme Soncini n° 1944 – no jardim Aeroporto.
De acordo com a secretária de Agricultura, Sandra Gigante, a campanha objetiva conscientizar a comunidade de que atitudes corretas contribuem para preservação do meio ambiente, uma vez que as esponjas não se degradam e permanecem por tempo indeterminado na natureza.
"O intuito é demonstrar para as pessoas as vantagens da reciclagem das esponjas, já que a vida útil delas é de somente três semanas. Com o destino correto, sem prejudicar o meio ambiente, podemos transformá-las em matéria prima para a fabricação de diversos produtos como bancos de jardim e lixeiras. Convido toda a população para abraçar esta causa nobre de cunho ambiental", comentou Sandra.

Pontalindense recebe Ferroviários A.C. em 2ª partida decisiva pelo título do Amador

Neste domingo, 14 de dezembro, a A.A Pontalindense pode levantar a taça de campeão do Campeonato Amador do Estado, promovido pela Federação Paulista de Futebol (FPF) se vencer em casa o Ferroviários A.C. de Bragança Paulista.
A equipe da Pontalindesense chega à decisão após derrotar pela semifinal, no domingo, 30 de novembro em casa , o Unidos do Bauru XVI F.C por 4 x 0 e impor outra derrota ao time bauruense no dia 7 de dezembro no Estádio Alfredo Castilho por 3 x 2.
Na primeira partida pela final do campeonato realizada nesta quarta-feira, 10 de dezembro, no Estádio Nabi Abi Chedid, às 19h30m, a equipe da Pontalindense, que representa a Liga Jalesense de Futebol (LJF) no certame, empatou em um gol com o atual campeão amador do estado.
O Ferroviários A.C também é campeão sul-brasileiro, titulo conquistado em Santa Catarina.

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

CARLOS CICERO DORISSOTE e JAQUELINE FERREIRA DA SILVA. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 27 de dezembro de 1.976, contador, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Aparecido Dorissote e de Joselita dos Santos Dorissote. ELA, natural de Americana, deste Estado, nascida aos 04 de agosto de 1.982, professora, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Israel Pequeno da Silva e de Iraci Ferreira Pequeno da Silva.

LUÍS FERNANDO DE ALMEIDA INFANTE e EDUARDA CRISTINA JESUS LEAL. ELE, natural de Bebedouro, deste Estado, nascido aos 05 de fevereiro de 1.986, advogado, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos Infante e de Silvelí de Almeida Infante. ELA, natural de Paranaíba, Estado de Mato Grosso do Sul, nascido aos 24 de junho de 1.991, enfermeira, solteira, residente e domiciliado nesta Cidade, filha de Darci Leal Macedo e de Hilda Inês de Jesus Silva.

ANTÔNIO MANUEL BARROSO RAMOS e ASSAKO INOUE. ELE, natural de Portugal, nascido aos 23 de abril de 1.943, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Ramos Silveira e de Rita da Ascenção Barroso. ELA, natural de Guararapes, deste Estado, nascida aos 16 de novembro de 1.942, aposentado, solteira, residente e domiciliado nesta Cidade, filha de Sadahei Inoue e de Kome Inoue.

LUIS FERNANDO ARVATI DORO e LUANA DE FATIMA CECILIANO. ELE, natural de Mirassol, deste Estado, nascido aos 11 de fevereiro de 1.978, engenheiro agrônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Nelson Jacinto Doro e de Anete Zanon Arvati Doro. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 28 de julho de 1.984, engenheira agrônoma, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alcides Benedito Ceciliano e de Marlene Archila Ceciliano.

ANDRÉ LUIS DOS SANTOS e MARIANE LONGO DA SILVA. ELE, natural de São João das Duas Pontes, deste Estado, nascido aos 26 de junho de 1.984, frentista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Andrelino Justino dos Santos e de Izaura de Souza Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de março de 1.983, psicologa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdeci da Silva e de Neide Maria Modesto Longo da Silva.

LEONARDO DAMIANO CENEVIVA e HELENICE MARIA DA SILVA. ELE, natural de Bebedouro, deste Estado, nascido aos 23 de outubro de 1.981, funcionário público, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Francisco de Assis Ceneviva e de Lidia Damiano Ceneviva. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 30 de outubro de 1.970, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Vladimir da Silva e de Isabel Reatti da Silva.

JOÃO FERNANDES e MARIA CASIMIRA DE AQUINO. ELE, natural de Guaraci, deste Estado, nascido aos 04 de agosto de 1.937, aposentado, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Benedito Fernandes e de Carmen Franchini Fernandes. ELA, natural de Natividade, Estado de Rio de Janeiro, nascido aos 05 de junho de 1.937, aposentada, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel Casimiro de Aquino e de Corina Presciliana de Jesus.

RAFAEL MANTELATO CAETANO e PAULA RAYLANDA DE SOUZA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 20 de janeiro de 1.995, viticultor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Silvio Cesar Caetano e de Vanessa Cristina Mantelato Caetano. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de dezembro de 1.994, escrevente, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Paulo Sergio de Souza e de Marcia Cristina de Jesus.

EDUARDO MEZANINI FRAZÃO e ANDRÉIA LUZIA NONIS CASSUCCI. ELE, natural de Guarulhos, deste Estado, nascido aos 12 de agosto de 1.984, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Geova Lopes Frazão e de Maria de Fátima Mezanini Frazão. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascida aos 25 de setembro de 1.986, atendente, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Benedito Cassucci e de Aparecida de Fatima Nonis Cassucci.

JOSÉ ANDRE SECAFIN e ANGELITA APARECIDA DOS SANTOS. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 27 de outubro de 1.955, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Arlindo Secafni e de Iraci Brighenti Secafin. ELA, natural de Pontalinda, deste Estado, nascida aos 16 de agosto de 1.974, faxineira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos dos Santos e de Maria Lucia dos Santos.

RONALDO CESAR BERTOLASSI e KAROLINA DA SILVA POMIN. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 21 de julho de 1.988, administrador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Eurides Bertolassi e de Ivanilde Sanches Fernandes Bertolassi. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 25 de outubro de 1.989, auxiliar de enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luis Donizetti Pomin e de Aparecida Oliveira da Silva Pomin.

EDUARDO FERREIRA DA SILVA e LARISSA CRISTINA FRANCISCO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 07 de novembro de 1.990, frentista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ailton Martins da Silva e de Angela Maria Alves Ferreira da Silva. ELE, natural de Igarapava, deste Estado, nascida aos 16 de janeiro de 1.991, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Francisco e de Maria Jose Gallis Francisco.

RODRIGO FURLAN e DAIANE ANDRADE CAETANO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 28 de novembro de 1.990, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ademir Furlan e de Sueli Josefa da Costa Furlan. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 03 de junho de 1.988, cabeleireira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manuel Caetano Pinto e de Aparecida de Andrade Caetano.


RÉURY AZEVEDO DE SOUZA e TALITA NOVAES DA SILVA. ELE, natural de Americana, deste Estado, nascido aos 09 de junho de 1.989, técnico em refrigeração, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Júnior César Ramos de Souza e Célia Azevedo Soares de Souza. ELA, natural de Cardoso, deste Estado, nascida aos 02 de junho de 1.995, auxiliar de comércio, solteira, residente e domiciliada em Macedônia, deste Estado, filha de Luiz Carlos da Silva e Maria Madalena de Novaes da Silva. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Macedônia/SP onde se processa a habilitação.
LEONARDO DE JESUS MARTINS FILHO e LIDIA COUTINHO LERMEN. ELE, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascido aos 10 de agosto de 1.992, técnico agropecuária, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Leonardo de Jesus Martins e Cleuza de Fátima Servino. ELA, natural de Mineiros, Estado de Goiás, nascida aos 04 de setembro de 1.993, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aldair José Lermen e de Silvia Regina Coutinho Lermen.
RICARDO ALMEIDA LIGEIRO e RENATA ALVES PEREIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 31 de maio de 1.981, gráfico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de David Ligeiro e de Vilma Santa Ligeiro. ELA, natural de Mirassol, deste Estado, nascida aos 12 de maio de 1.987, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos dos Santos Pereira e de Sueli Alves Pereira.

       
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Ademir de Mattis - Oficial


Jesus, a Luz que veio ao mundo, por Adelvair David

 
Ele, o Senhor, foi portador da maior mensagem que a humanidade já recebeu, a do amor imortal.
Sem qualquer dúvida, a Sua simplicidade dá notícias ao homem comum de que a grandeza não está em nenhum artifício exterior que o possa representar diante dos seus irmãos, mas sim, na real nobreza, que só pode vir das belas almas, daquelas que já galgaram os sublimes degraus da angelitude.
Embora sendo a expressão do bem, não aceitou o título de bom, permitindo-se somente ser chamado de mestre, quando afirmou: "eu o sou". Desta forma cantou as belezas das regiões celestes, e disse: "o reino dos céus está dentro de vós", ensinando como mestre da verdadeira sabedoria o caminho que conduz o homem a Deus. A bondade, a benevolência, a doçura e o perdão, representam a luminosa estrada da sublimação humana.
O Natal é a festa da esperança, da alegria, da gratidão do homem ao cordeiro amoroso de Deus, que dulcificou o amor dando-lhe o caráter da renúncia, do desprendimento para a Glória espiritual. Quem quer que lhe ouça o convite: "vem, e segue-me", certamente, embora as dificultosas experiências na terra caminhará feliz e fará o melhor pela felicidade dos outros, consequentemente viverá em paz, mesmo em meio as rudes provas.
A LUZ VEIO AO MUNDO PARA QUE NUNCA MAIS TIVESSEMOS TREVAS, DEVENOS NOS ILUMINAR NELE.


Luizinho da Escola Agrícola, por Prof° Riva Rodrigues

E assim, de forma repentina, deixa nosso convívio o Luiz Floriano, também chamado por alguns de Luizinho, ou Luíz da Escola Agrícola e para nós, amigos e para todos os alunos, Xoxó, Arzirão, Oxiton e outros apelidos.

Depois de trabalharmos juntos por quase 17 anos, além de termos residência próxima desde muito antes, e conhecimento há mais de 25 anos, acho que posso relatar algumas linhas sobre esse cidadão.

Temperamento forte, com ar de poucos amigos quando queria, e isso era bem comum na maioria das vezes, mal educado e grosso ao extremo, mas uma pessoa de coração grande e valente.

Sorriso em seu rosto era algo raro, mas quando iniciava seus trocadilhos em tom de brincadeira, sabia fazê-lo como poucos, deixando aqueles que o rodeavam com sorriso estampado no rosto.

A preocupação com a aparência também não era seu forte sendo frequente vermos o Luiz com um botinão nos pés e suas camisas de mangas curtas, sem muita preocupação com o que poderiam dizer, mas com conhecimento farto e palavras bem postadas em seu trabalho.

Não era lá dos mais queridos dos alunos, especialmente da FATEC no curso de Agronegócio, pois jogava duro com as turmas, não tinha aula moleza e suas provas eram de rachar, parafraseando nossos alunos, mas em aula posicionava-se com elevadíssimo nível de conhecimento e o conteúdo era passado na essência.

Organizava os grupos de pesquisa e os alunos da FATEC faziam questão de participar, envolvendo atividades de campo nas áreas da pecuária de corte e leite, horticultura, culturas anuais, fruticultura e mais o que viesse. Quantas vezes os alunos não saíram a campo até nos finais de semana para pesquisar os produtores rurais de nossa região.

Campeão na organização das visitas técnicas para diversas propriedades rurais de nossa região e para os estados do MS, GO e PR, onde apresentava para nossos futuros gestores do agronegócio, os modelos de gestão de micro, pequenas, médias e grandes propriedades rurais, cooperativas e associações de produtores. Em uma dessas viagens, um grupo de alunos ficou conhecendo o famoso churrasco goiano, cuja receita é maravilhosa.

Tinha participação frequente em congressos, ora como orientador de nossos alunos da FATEC, com mais de 30 artigos nesses 7 anos de FATEC, assim como seus e para dar um bom exemplo, nos últimos 30 dias apresentou 6 artigos em dois congressos internacionais, sendo 3 em João Pessoa-PB e outros 3 em Porto Alegre-RS.

Para ajudar, há alguns anos se meteu no ramo da construção civil e até o dia de sua partida, já havia edificado um bocado de moradias e atualmente estava com 3 casas em construção, buscando assim mais uma fonte de renda para o que seria uma aposentadoria mais tranquila.

Após deixar a direção de nossa ETEC Jales, a conhecida Escola Agrícola, local que possui suas digitais desde o início há 25 anos aproximadamente e foi diretor por 8 anos, voltou às aulas, demonstrando condição plena de trabalho e desempenhando seu papel de docente com dedicação costumeira.

Há alguns anos resolveu dedicar-se ao doutorado e Campo Grande-MS foi seu destino por mais de 4 anos. Infelizmente não conseguiu seu título no papel, já que sua qualificação estava agendada para o próximo dia 18/12 (12 dias de sua ida), mas é doutor para nós, seus amigos e conhecidos, pois vimos o empenho de seu estudo, pesquisas e viagens. Seu título de DOUTOR certamente lhe foi entregue por Deus quando de sua chegada ao lado do Pai.

No dia de seu falecimento chegou à FATEC pouco depois das 11h para a reunião da Congregação daquela Faculdade, da qual fazemos parte como representantes docentes, além de outros professores, mais nossos coordenadores, nossa Diretora, representante dos alunos e comunidade. Como de costume, sentou-se ao meu lado e disse estar chegando de uma visita técnica em empresa citrícola de Paranapuã-SP.

Como disse, não tinha parada esse cidadão, pois saímos da reunião, por volta das 12h15m e às 13h nos encontramos novamente na FATEC para nossa aula de sábado à tarde. Últimos momentos com seu convívio que tivemos, mas uma certeza que nos traz um nó na garganta.... perdemos um grande batalhador pelas causas do agronegócio local, regional e certamente brasileiro, pois tamanha foi sua contribuição como secretário de agricultura de Jales, como diretor e professor da ETEC e da FATEC e também nos diversos artigos que escreveu e também, nos outros tantos que orientou aos nossos alunos.

Nesta sexta-feira dia 12/12, Luis completaria 50 anos e por coincidência estava marcada uma confraternização na FATEC para encerramento de ano letivo, com o famoso amigo secreto ao final. Meu amigo secreto não está mais conosco e lhe deixo esse humilde e sincero texto como meu presente, mas confesso, não queria tê-lo escrito.

Que Deus, em sua infinita bondade lhe tenha num bom lugar e que sua família seja confortada nesse triste momento.

Garantia do emprego em 2015 é uma das preocupações dos motoristas das usinas

A garantia dos empregos e melhoria salarial para os motoristas, tratoristas e operadores de máquinas do setor sucro-alcooleiro são desafios que o Sindicato dos Motoristas de Jales e Região espera enfrentar em 2015 quando estão previstos embates mais intensos do que nas negociações realizadas nos últimos anos.
A crise enfrentada pelo setor já começou a se refletir nas negociações de 2014, mas para o ano que vem o sindicato deverá se apoiar na sua experiência de longos anos de negociações com as usinas, para conseguir bons resultados, como espera o seu presidente José Roberto Duarte da Silveira (foto).
Para isso o sindicato conta com toda estrutura necessária, com instrumentos de mobilização para a realização de discussões em assembleias e com as empresas, além do fornecimento de informações para os seus associados sobre os eventos realizados e para as convocações, sempre que necessário.
Os motoristas precisam ficar atentos, seguindo as orientações do sindicato, pois é essa experiência que pode resultar em negociações melhores para os profissionais, principalmente em períodos difíceis como o previsto para o ano que vem, como afirmou José Roberto.
Lei do descanso – Outra preocupação do sindicato, voltada para os motoristas em geral, é pela manutenção e se possível, pela melhoria da Lei do Motorista, garantindo o direito desses profissionais ao descanso e à própria vida. Com a proteção dessa lei ele também continuará contribuindo para a redução significativa do número de acidentes e mortes nas estradas de todo o país.
Este, sem dúvida, deverá ser mais um desafio não apenas para o sindicato de Jales, mas para a categoria em todo o país, como afirmou José Roberto que também é diretor da Nova Central Sindical dos Trabalhadores, uma das instituições importantes engajada nessa luta desde o seu início.

As andanças do Bispo (9), por d. Demétrio Valentini

11 - As encrencas da Colômbia
 
Voltando da Alemanha, pensava ter concluído naquele ano minhas as andanças pelo exterior. Pois havia as do Brasil, entre elas, o encontro das Comunidades de Base, na Bahia. Mas chegou uma carta especial da Colômbia, do presidente da Conferência Episcopal, insistindo que fosse para lá em setembro, ajudar no "Congresso de Reconciliação Nacional". Pois a Igreja da Colômbia sentia que devia ajudar na solução dos problemas com a guerrilha e com os paramilitares. O jeito foi aceitar, em vista da importância da causa. E tive que me preparar para coordenar um dia inteiro do Congresso. E assim no final de setembro lá fui eu para Bogotá, onde tinha estado todos os anos durante o meu mandato no Celam. E como sempre, espremido entre os compromissos da diocese, onde na volta logo me aguardava uma viagem ao Tocantins, para visitar nossa missão em Palmas. Pois lá a Diocese de Jales estava mantendo um padre para ajudar a estruturação da Igreja, em vista da criação da nova circunscrição eclesiástica, já em nível de arquidiocese, na capital do novo Estado de Tocantins.

12. Uma primavera na Europa
Para o ano de 2001 deu para moderar melhor a agenda de viagens. Em fevereiro fui para a Bolívia, como já contei. E em junho tinha um compromisso em Roma, para mais uma reunião do Sínodo. Foi então que, providencialmente, em torno desta reunião, deu para colocar uma porção de outros encontros. Um deles, com os colegas de curso dos tempos de Roma, que propuseram nos reunirmos no Colégio Pio Brasileiro. Foi fácil de participar. Pois a reunião coincidia exatamente com a semana em que eu devia estar em Roma.

Pensei de visitar também os padres holandeses, que tinham trabalhado na região de Jales, ainda antes de ser criada a Diocese. Visitei também as Irmãs que também passaram pela nossa Diocese.

Tive muita sorte: cheguei na Holanda justo no dia em que se celebrava o aniversário da Congregação dos Assuncionistas, que estavam todos reunidos comemorando a data. De tal modo que ficou fácil, e muito agradável, saudar a todos, um por um, e recordar com eles os primeiros tempos da Diocese de Jales em que Dom Arthur Hortuis, foi o primeiro bispo.

Finalmente parecia que as datas combinavam à perfeição, facilitando as andanças. Coincidiu também que na mesma época uma das famílias Valentini, na Província de Vicença, na região do Vêneto, na Itália, celebrava suas bodas de prata. De lá tinham partido os meus avós, vindo para a "América", no final do século 19.

Deu para encaixar com perfeição a sequência de encontros, contando com um clima esplêndido, de uma primavera linda como há muito tempo não fazia na Europa, assim me diziam.

Em todo o caso, foi muito interessante reencontrar parentes depois de mais de um século de separação.

Só tive que andar bastante de trem, ao todo foram 48 horas! Mas valeu a pena, e deu para ver por que a Europa é um continente que deu certo, com uma natureza tão variada e bonita.

Último seguimento: Nossas raízes na Áustria
 

Alunos e professores da Fatec Jales visitam fábrica da Volks em São Paulo

Com o objetivo de tornar o aprendizado mais atrativo e significativo, os coordenadores de curso da Fatec Jales buscam constantemente meios para colocar os alunos em situações de contato direto com o mercado de trabalho, seja em estágios curriculares e extracurriculares, como também em projetos de consultoria por meio da empresa Júnior, aulas práticas entre outros. Destacam-se, como um desses meios, as visitas técnicas, que possibilitam aos alunos o conhecimento sobre o funcionamento das organizações.
Diante disso, parte dos alunos da Fatec Jales, matriculados nos cursos de Gestão Empresarial, Agronegócio e Sistemas para Internet, acompanhados pelos professores Alexandre Aparecido Bernardes, João Vitor Ferrari e Vitor Paulo Boldrin, participaram da visita Técnica na planta Anchieta da Volkswagen do Brasil.
Todos puderam apreciar o ambiente instalado em uma área de aproximadamente 1.600.000 m2, dos quais 970.000 m2 são de área construída, com mais de 13.000 funcionários e muita tecnologia empregada para a Fabricação de veículos como a Saveiro, Saveiro Cross, Polo, Polo Sedan e Novo Gol.
No final da tarde, os alunos puderam ainda conhecer a estrutura e diversidade de produtos comercializados no Mercado Municipal de São Paulo, que movimenta diariamente o equivalente a quase 100 caminhões de mercadorias.
Muitos são os projetos oferecidos aos alunos da Fatec, assim como para a comunidade em geral, o que tem contribuído para a constante consolidação desta Faculdade Pública em Jales e região.


Repórter Eco mostra como funciona a agricultura orgânica na Suíça




Desde 1930, a Suíça é pioneira em agricultura orgânica. Para entender os motivos que levaram o país a se destacar no plantio de hortas livres de agrotóxicos, o jornalista Rodrigo Piscitelli viajou até a Europa. As respostas encontradas por ele estão no Repórter Eco deste domingo (14/12). Apresentado por Márcia Bongiovanni, o programa vai ao ar às 17h30, na TV Cultura
 Ano após ano, os investimentos no cultivo orgânico vêm aumentando na Suíça. A iniciativa em consumir alimentos naturais parte da própria população, como conta o jornalista Rodrigo Piscitelli, que assina a reportagem. “Na busca por qualidade de vida, muitos moradores de Berna procuram alternativas, principalmente quem vive em apartamentos”, explica.
 Para atender à demanda, terrenos públicos próximos às cidades passaram a ficar disponíveis para a população plantar hortas livres de agrotóxicos. Curiosidades como essa compõem a matéria, que traz ainda explicações sobre a evolução deste modo de cultivo na Suíça.
 O programa também destaca temas como a utilização do bambu na construção civil e a educação ambiental voltada para crianças e jovens, proporcionada pela ONG Mata Ciliar.
 O Repórter Eco integra o jornalismo da TV Cultura de São Paulo e é exibido aos domingos, às 17h30, com reexibição aos sábados, às 8h05.