Páginas

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

1ª Intervenção Cultura de Grafite de Jales




No domingo, 30 agosto, aconteceu em Jales, a 1ª Intervenção Cultural de Grafite de Jales - Projeto Grafita Cultura/Grafita Jales, evento idealizado e coordenado pelo professor de Educação Física, Rangel Dutra ,de Jales, juntamente com o grafiteiro responsável Edilson Elias de Oliveira, o Neinha, também jalesense, com apoio de mais dois grafiteiros: Willians Moreira (Zóio) e Bruno Jacomassi (Jacó).

A Prefeitura Municpal de Jales através da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo (SMECT), segundo Rangel, teve papel importantíssimo e fundamental no evento "apoiando e disponibilizando o espaço sob o viaduto Edson Bitencourt na avenida João Amadeu para que acontecesse o evento de forma organizada, com segurança devida aos artistas e público presente".

O evento teve seu brilho e descontração com a presença da banda jalesense Trilhos 337 com o vocalista Eduardo Bayaka e o baterista Saulo Buosi.

A empolgação e alegria do evento ficou por conta do Grupo Street Boys de Fernandópolis/SP e do dançarino Alan Ricardo, com seu estilo (dança PopDance - Black Dance), e do dançarino Alee da Silva (danças urbanas), representando o grupo jalesense B.Boys New Style.

A 1ª Intervenção Cultural de Grafite de Jales - Projeto Grafita Cultura/Grafita Jales, contou com a presença de 25 artistas/grafiteiros e 10 cidades envolvidas: Lorim, Will, Cido, Buiu, Celo (S. J. Do Rio Preto/SP), Junio, Jack, Duzão, Lê – (Fernandópolis/SP), Cris, KiKo, Guinnomo – (Mirassol), Deil, Paulinho – (Votuporanga/SP), Dnick, Tass – (Birigui/SP), Cubone – (Tanabi/SP), Jow – (Catanduva/SP), Leo – (Penápolis/SP), Image – (São Paulo) e os prata da casa Zóio, Jacó e Alan Crippa , e o grafiteiro Neinha, responsável e um dos organizadores do evento.

Professor Rangel Dutra destaca que o evento só teve sucesso pelo trabalho em conjunto, e seus fatores de integração da Prefeitura Municipal de Jales, através da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo e várias empresas jalesenses.

O Projeto Grafita Cultura/Grafita Jales tem como objetivo a valorização dos artistas/grafiteiros de Jales e região, mudando a visão da comunidade que grafite é vandalismo e pichação; Grafite é Arte e Cultura, além de estimular as crianças e adolescentes a desenvolver a arte e a cultura, deixando de lado a vandalizar e pichar os prédios publico e privados.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Setor Recepção foi avaliado no Projeto Funcionário do Mês


O Centro Integrado de Humanização analisou durante o mês de agosto o setor recepção, incluindo serviço de telefonia e ultrassom. Diante de tantos funcionários prestativos e competentes, a que mereceu destaque pela educação, simpatia e bom desempenho foi a recepcionista, Alessandra de Carvalho Cunha (foto abaixo).
 A colaboradora que estava trabalhando no plantão foi chamada pela coordenadora de recepção, Glauce C. Godoy Bochi, para comparecer no hospital fora do horário habitual. Alessandra, apreensiva, conta que não esperava tal surpresa. “Tento fazer o melhor no meu trabalho, e fiquei muito assustada quando a gestora me chamou, achei que algo de errado poderia estar acontecendo, não desconfiei em nenhum momento que receberia uma notícia tão boa. Nunca achei que poderia ser escolhida, posso dizer com toda certeza que a Santa Casa é meu ponto de apoio, é tudo em minha vida, pois deste trabalho é que sustento os meus filhos”.
 De acordo com a coordenadora de recepção, Glauce, e também integrante do CIH, o projeto é importante, pois muitos colaboradores acham que não são notados, e esta é uma maneira de mostrar que todos são peças determinantes para o funcionamento do hospital.
 “Como gestora da recepção, confesso que foi difícil de escolher, pois tenho muitos colaboradores merecedores do título. A Alessandra é extremamente correta, trabalha com boa vontade, é séria, comprometida. Trata todos com muito carinho, tanto os pacientes quanto os colegas de trabalho. Fico muito feliz por ela ter tido esse reconhecimento”, destacou Glauce.
 Neste mês de setembro já começaram ser avaliados outros setores, exceto gestores e integrantes do CIH que não participarão.

ACV homenageia deputado Carlão Pignatari pela elevação




Projeto aprovado na Assembleia Legislativa teve ação decisiva do parlamentar votuporanguense

A Associação Comercial de Votuporanga (ACV) homenageou o deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) pela sua atuação na Assembleia Legislativa para a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 49, na quarta-feira da semana passada (dia 26/08). O presidente interino da ACV, o advogado Celso Penha Vasconcelos, enviou ofício ao deputado, parabenizando-o pelo trabalho.
O PLC 49 eleva a 17ª Circunscrição Judiciária de Votuporanga de Entrância Intermediária à categoria de Entrância Final. A Comarca de Votuporanga abrange ainda os municípios de Valentim Gentil, Parisi e Álvares Florence. 
O deputado Carlão Pignatari, que é o líder da Bancada do PSDB na Alesp, explicou que elevação da Entrância, “além de valorizar magistrados e servidores em suas carreiras, permitirá a solução de inúmeras dificuldades enfrentadas pelo Poder Judiciário, possibilitando a distribuição de uma Justiça mais eficaz”. 
No ofício enviado pela ACV ao deputado Carlão, o presidente diz que “a elevação representa uma importante conquista para a cidade e região”. Acrescenta que “é um avanço significativo pelo tudo que representa ao propiciar outra dinâmica para as atividades forenses, benefício que apanha toda a família do Judiciário que atua na Comarca e que se estende à população de uma maneira mais ampla”.
Reconhecendo o trabalho do deputado, o documento cita que a atuação dele na Assembleia Legislativa, “acompanhando passo a passo a tramitação do Projeto de Lei Complementar, estimulando seus pares a aprova-lo, foi fator importante para que se chegasse ao êxito alcançado”.
Concluindo, Vasconcelos diz: “Considerando o valor do seu papel na defesa desta causa, esta Associação, representando o pensamento de seus diretores e associados, cumprimenta-o e reconhece seu esforço. Continue sempre assim, honrando o compromisso assumido com o povo de Votuporanga e da região que Vossa Excelência tão dignamente representa”.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

TEMPOS DE ANTIPOLÍTICA, por GAUDÊNCIO TORQUATO

 
A classe política está apavorada com seu futuro. Não resta outra coisa aos representantes do povo, neste ciclo de confluência de crises – política, econômica, hídrica, energética, moral - que uma imersão no terreno da ética e uma passagem por lições sobre o estado social do país. A análise sobre os motivos que os jogam no fundo do poço da descrença poderá se transformar na chave para que reencontrem sua identidade. 
Quais são essas razões? Primeiro, a imensa maré de lama que envolve o triângulo do poder: governo, política e círculos de negócios. As teias intestinas formam um poder invisível que ameaça a saúde das instituições. Nunca se viram tantas  confabulações oriundas do submundo da política e da administração pública, deixando ver usurpadores, criminosos, pilantras, oportunistas, cínicos, vivaldinos e “laranjas”, máfias que se apropriam do dinheiro público. Por isso, é sofisma dizer: as instituições estão funcionando. Isso não é suficiente para dizer que o Brasil vai bem. É preciso que as instituições funcionem bem. O que não ocorre. 
Estourar o poder invisível é a meta maior dos órgãos de controle. Se não for de todo possível, pelo menos diminuir seu tamanho torna-se dever inarredável dos homens públicos e da sociedade organizada, sob pena de vermos fraquejar o ideal da democracia como governo do poder visível.
A tarefa em desvendar o poder oculto que se instalou nos porões da vida pública tem sido fundamental para a conscientização social. A estratégia de combate ao ilícito passa a requerer a força coletiva. Toda mudança em profundidade se ancora na vontade geral. Para limpar a cara do Brasil que dá vergonha, os sentimentos do povo precisam seguir os comandos normativos.
Esse é o pano de fundo que acolhe a antipolítica em curso, um movimento que se expande pelas entidades organizadas, animando grupos, incentivando categorias profissionais, abrindo intenso debate sobre os rumos do país. O foco dessa movimentação é o amortecimento da velha política, significando inovação de prática e costumes, busca de novos quadros, a meritocracia no lugar de indicações políticas para cargos, priorização de programas e ações públicas, entre outros aspectos. Chegou a hora de extirpar os galhos podres da árvore patrimonialista: o caciquismo, o mandonismo, o grupismo, o familismo, o nepotismo, o fisiologismo.  
A corrupção e a arbitrariedade imantam até perfis de parcelas ponderáveis do sistema judiciário, na forma de decisões injustas, parcialidade em julgamentos, enfraquecimento de posições, atenuação de culpas, vistas grossas a processos, prejulgamentos e desvio de padrões condizentes com a missão da justiça. Os comportamentos tortuosos de agentes de todos os setores da vida produtiva e do sistema institucional do país estabelecem densa camada de insensibilidade social. 
A escalada do caos resulta na sensação geral de descrença, frieza, mesmice, eixos da cultura de acomodação que, por pouco, não amortece o tecido social. Nos últimos tempos, a sensibilização social se expandiu, na esteira das ondas de violência  do aparelho policial e das denúncias de grandes escândalos. A sociedade se anima a reagir com um sentimento de indignação sob o guarda-chuva da antipolítica.
Afinal, o que move a antipolítica? Vejamos alguns eixos:
Promessas - Não se deve prometer o que não se poderá cumprir. O país exige sinceridade. Os espaços das alegorias, promessas mirabolantes, planos fantásticos vão ficando no baú. Qualquer tentativa de recuperar esse terreno trará dissabores.
Identidade - Um político deve ter identidade, personalidade. Uma coluna vertebral torta gera desconfiança. A imagem que um político projeta não poderá ser diferente de seu conceito. Coluna vertebral reta incorpora as costelas da lealdade, da coerência, da sinceridade, da honestidade pessoal e do senso do dever.
Representação social - Representar o povo significa escolher as melhores alternativas para seu bem-estar. Uma decisão orientada exclusivamente pela intenção de adoçar as dores das periferias angustiadas não vai longe. Político sério se preocupa com rumos permanentes e medidas condizentes com as possibilidades das administrações.
Sapiência - Sapiência não significa vivacidade. Sabedoria é mistura de aprendizagem, compromisso, equilíbrio, administração de conflitos, busca de conhecimentos, capacidade de convivência e decisão racional. A vivacidade é a cara feia do fisiologismo, tumor que até o povo simples começa a lancetar.
O cheiro do povo - O cheiro do povo invade as ruas, os ônibus, os escritórios, as fábricas, o campo. Até elitistas ampliam espaços ante a ameaça de isolamento.  O povo sabe quem está ao seu lado.
Esconderijos - Não dá mais para alguém se esconder. A corrupção, é claro, não acabará. Mas é preciso atentar para o fato de que as denúncias sobre negociatas e trocas de favores ilícitos constituem o prato da mídia. A palavra de ordem é: transparência.
Mais ação - O discurso que vinga abriga propostas concretas, viáveis, simples e com metas temporais. Sua adaptação ao momento é fundamental. A população dispõe de entidades que a representam em diversos foros, algumas delas com atuação política tão densa quanto o Congresso. Resta ao político se apoiar nesse universo.
Simplicidade e modéstia - Um homem público não precisa se vestir com o manto divino. A honraria que os cargos conferem é passageira. Mandato pertence ao eleitor. Ser simples não é arranjar cenas de crianças no colo, comer cachorro quente na esquina ou gesticular para famílias nas calçadas. A simplicidade é o ato de pensar, dizer e agir com naturalidade.
Estado e Nação - O político pode até lutar por um Estado diferente da Nação que o povo quer. A Nação é a Pátria que acolhe, é o território onde os cidadãos se sentem bem e gostam de viver e constituir um lar. O Estado é a entidade técnico-jurídico-institucional, comprimida por interesses e dividida por conflitos. Aproximar o Estado da Nação constitui a missão basilar da política.   
 
Gaudêncio Torquato, jornalista, professor titular da USP é consultor político e de comunicação. Twitter: @gaudtorquato

Deputado Carlão Pignatari e vereador de Votuporanga convidam presidente da Alesp para Aula Magna

deputado Carlão Pignatari, vereador Douglas Lisboa
e o presidente a Alesp Fernando Capez

O deputado estadual Carlão Pignatari, líder da Bancada do PSDB no Parlamento Paulista, e o vereador Douglas Lisboa (PSDB), de Votuporanga, convidaram o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Fernando Capez (PSDB), para proferir a Aula Inaugural (Aula Magna) da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Votuporanga. O evento está marcado para o dia 16 de setembro, a partir das 8 horas. 
O presidente da Alesp, Fernando Capez, confirmou sua presença para o deputado Carlão Pignatari. “Iremos a Votuporanga, para, ao lado do meu companheiro deputado Carlão, fazer a abertura da Escola do Legislativo. Aliás, tenho pregado que os poderes, principalmente o Legislativo, têm que ser fortalecidos pelas instituições e respeitados pelas suas atribuições de representação da sociedade”, disse Capez.
As Escolas do Legislativo são um sistema de ensino do Legislativo, compreendendo órgãos do Senado, da Câmara dos Deputados, das Assembleias Legislativas, do Tribunal de Contas, Câmara Distrital e de um número crescente de Câmaras Municipais e de Tribunais de Contas Estaduais.
 Esse sistema é articulado nacionalmente pela Associação Brasileira de Escolas do Legislativo e sua principal função é aproximar o Legislativo da sociedade e trabalhar para o fortalecimento da democracia por meio da educação política. 
De acordo com o vereador Douglas Lisboa, “o evento será um marco histórico para o Poder Legislativo votuporanguense, pois esse instrumento de ensino será de grande valia não só para nossos servidores como para toda a comunidade”, disse o vereador.
“Será um momento importante para que vereadores e servidores de câmaras municipais de toda a região Noroeste Paulista possam participar de um evento legislativo que visa fortalecer cada vez mais a nossa democracia, para que utilizem a política para o bem e trabalhem para ajudar a melhorar a qualidade de vida da população”, disse o deputado Carlão Pignatari.

domingo, 30 de agosto de 2015

IBGE divulgou nesta sexta-feira, 28 de agosto, as estimativas populacionais dos municípios em 2015

O IBGE divulgou na sexta-feira, 28 de agosto, as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2015. Estima-se que o Brasil tenha 204,5 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento de 0,83% de 2014 para 2015. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso, com 12,0 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,5 milhões), Salvador (2,9 milhões) e Brasília (2,9 milhões). Dezessete municípios brasileiros possuem mais de um milhão de habitantes, somando 44,9 milhões de habitantes ou 22,0% da população total do Brasil.
No ranking dos estados, os três mais populosos localizam-se na região Sudeste, enquanto os três menos populosos localizam-se na região Norte. O estado de São Paulo, com 44,4 milhões de habitantes, concentra 21,7% da população total do país. O estado de Roraima é o menos populoso, com 505,7 mil habitantes (0,2% da população total), seguido do Amapá, com 766,7 mil habitantes (0,4% da população total) e do Acre, com 803,5 mil habitantes (0,4% da população total).
As estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários e são, também, um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.
A tabela com a população estimada para cada município foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) de hoje, 28 de agosto de 2015. A nota metodológica e a tabela com as estimativas das populações para os 5570 municípios brasileiros e para as 27 Unidades da Federação pode ser consultada neste link.
Mais da metade (56,1%) da população vive em 304 municípios
A distribuição da população brasileira em seus 5.570 municípios mostra uma alta concentração em grandes centros urbanos. Os 41 municípios com mais de 500 mil habitantes concentram 29,9% da população do Brasil (61,2 milhões de habitantes) e mais da metade da população brasileira (56,0% ou 114,6 milhões de habitantes) vive em apenas 5,5% dos municípios (304 municípios), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes. Por outro lado, apenas 6,3% da população (1,4 milhão) residem em 2.451 municípios brasileiros (44,0% dos municípios) com até 10.000 habitantes.


Veja a população estimada pelo IBGE nos municípios da região de Jales


Municipios                             Estimativa da população
Aparecida D’Oeste                       4.397

Aspásia                                         1.848

Dirce Reis                                     1.772

Dolcinópolis                                  2.142


Jales                                          48.922
Marinópolis                                   2.150

Mesópolis                                    1.931

Nova Canaã Paulista                 2.052

Palmeira D’Oeste                      9.596

Paranapuã                                4.018

Pontalinda                                 4.433

Populina                                   4.269

Rubinéia                                   3.060

Santa Albertina                        5.971

Santa Clara D’Oeste                2.157

Santa Fé do Sul                   31.348
Santa Rita D’Oeste                 2.564

Santa Salete                           1.523

Santana da Ponte Pensa       1.591

São Francisco                       2.857

Três Fronteiras                    5.719

Turmalina                             1.883

Urânia                                   9.135

Vitória Brasil                         1.821

Catanduva                         119.480

Fernandópolis                      68.120

Votuporanga                        91.278

Tanabi                                 25.967




sábado, 29 de agosto de 2015

Municípios do estado de SP são agrupados conforme tamanho da economia turística

O Ministério do Turismo (MTur) adotou uma nova metodologia para categorizar os municípios brasileiros. A partir de quatro variáveis de desempenho econômico: número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais, os 3.345 municípios do Mapa do Turismo Brasileiro foram agrupados em cinco categorias, de A até E.

São Paulo teve 645 cidades agrupadas em categorias de A até E. A cidade de São Paulo, assim como todas as capitais brasileiras, e outros nove municípios do estado (Aparecida, Campinas, Campos do Jordão, Guarujá, Praia Grande, Ribeirão Preto, Santos, São Sebastião e Ubatuba) ficaram na categoria A, que representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem. Outros 34 municípios paulistas, como Sorocaba e São José dos Campos, foram inseridos na categoria B; e 112 na categoria C, incluindo Santa Bárbara d’Oeste, Mauá e Catanduva. As 489 cidades restantes foram categorizadas como D e E.

A categorização, como é chamada, atende à necessidade do MTur de aprimorar os critérios para definir políticas públicas para o setor e criar um instrumento capaz de subsidiar, de forma objetiva, a tomada de decisões de acordo com o tamanho da economia do turismo de cada localidade.

A ferramenta oferece elementos para aprimorar a gestão do turismo; ajuda a otimizar a distribuição de recursos e promover o desenvolvimento do setor. A intenção não é hierarquizar os municípios, mas sim agrupá-los de forma que possamos traçar parâmetros para atendimento a diferentes necessidades", disse o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. A categorização contempla as 303 regiões turísticas inseridas no Mapa do Turismo Brasileiro.

Alves lembra ainda que o fato de um município ser categorizado em D ou E não significa que ele receberá menos apoio que um município categorizado como A ou B.

A categoria A, que representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem, tem 51 municípios, incluindo as 27 capitais brasileiras. Este agrupamento concentra destinos turísticos tradicionais de nove estados brasileiros como Porto Seguro (BA), Ipojuca (Porto de Galinhas/PE), Armação de Búzios (RJ), Campos do Jordão (SP), Guarapari (ES), Balneário Camboriú (SC), Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS) e Caldas Novas (GO). O grupo responde por 47% da estimativa de fluxo turístico doméstico do Brasil e 82% do internacional.

O grupo B tem 167 municípios, o equivalente a 5% das cidades categorizadas pelo Ministério do Turismo. São destinos turísticos de 20 estados, com participação expressiva de localidades das regiões Sudeste, Nordeste e Sul. Juntos os grupos A e B, representados por 218 municípios, respondem por 68% do fluxo doméstico brasileiro e 97% do internacional. Já o grupo C, com 504 municípios, representa 15% do total avaliado. O maior número de cidades do Mapa do Turismo, 2.623, ou 78% do conjunto avaliado concentram-se nos grupos D e E. A ideia é que, conhecidas as características de cada grupo de municípios, torna-se mais fácil proporcionar apoios adequados a cada um deles.

O processo de categorização, uma estratégia do Programa de Regionalização do Turismo do MTur, teve sua metodologia avaliada pelas secretarias estaduais e municipais de Turismo e foi reconhecida em diversas instâncias do poder público. A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado a classificou como "essencial" para o aperfeiçoamento da política de Estruturação dos Destinos Turísticos. A Secretaria de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU) expressou sua aprovação à ferramenta, desenvolvida por técnicos do Ministério do Turismo.


O Mapa do Turismo Brasileiro - É o instrumento que orienta a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento das políticas públicas do turismo e define a área - o recorte territorial - que deve ser trabalhada prioritariamente. O mapa é atualizado periodicamente e sua última versão, de 2013, conta com 3.345 municípios, divididos em 303 regiões turística
Regiões Turísticas
do estado de SP


ABCTUR
Águas do Oeste
Águas Sertanejas
Águas Vivas
Águas, Cultura e Negócios
Alta Mogiana
Alto Cafezal
Alto Tietê Cantareira
Alto Vale do Ribeira
Caminhos da Mata
Atlântica
Bem Viver
Café com Leite
Café e Flores
Caminhos da Mata Atlântica
Caminhos dos Imigrantes
CAPITAL
Centro Paulista
Coração Paulista
Costa da Mata Atlântica

Entre Rios
Grande Oeste de São Paulo
Grandes Lagos
Itupararanga Sorocabana
Lagos e Rio Grande
Litoral Norte de São Paulo
Natureza e Tradições
Polo Cuesta
Pontal Paulista
Serra do Itaqueri
Sol do Oeste
Tietê Vivo
Vale do Paraíba e Serras
Vale do Paranapanema
Verde Sudoeste Paulista

Vertente das Águas Limpas


Municipios Região Turística Categoria
 
Aparecida D’Oeste Entre Rios D

Aspásia Entre Rios D

Dirce Reis Entre Rios E

Dolcinópolis Entre Rios E

Jales Entre Rios C

Marinópolis Entre Rios E

Mesópolis Entre Rios E

Nova Canaã Paulista Entre Rios E

Palmeira D’Oeste Entre Rios D

Paranapuã Entre Rios D

Pontalinda Entre Rios E

Populina Entre Rios E

Rubinéia Entre Rios D

Santa Albertina Entre Rios D

Santa Clara D’Oeste Entre Rios D

Santa Fé do Sul Entre Rios C

Santa Rita D’Oeste Entre Rios E

Santa Salete Entre Rios E

Santana da Ponte Pensa Entre Rios D

São Francisco Entre Rios D

Três Fronteiras Entre Rios D

Turmalina Entre Rios E

Urânia Entre Rios E

Vitória Brasil Entre Rios E
 




Cirurgião plástico ministra palestra para alunos da Unijales, por Daniel Zílio



Os alunos dos cursos de Estética e Cosmética e Fisioterapia da Unijales, coordenados pelos professores Adriana Lourenção Valério e Bruno Rubinho, participaram na noite do dia 26 de agosto, quarta-feira, de uma palestra com o médico Cirurgião Plástico, Dr Leonardo Fiorilli Assunção.
Durante o bate papo com os alunos do 6º semestre de Fisioterapia e do 4º e 6º semestre de Estética e Cosmética, organizado pelo professor do curso de Estética, Wederson do Livramento, o palestrante falou sobre procedimentos cirúrgicos de Mamoplastia de Aumento de Mama e Glúteo, Lipoaspiração, Abdominoplastia e Rinoplastia (Nariz).
Além dos alunos dos cursos de Estética e Cosmética e Fisioterapia, os professores Cyntia Gutierres Freitas Umiji, Roselene Watanabe, Tatiane Berbet e Dejanira Facioni estavam presentes na palestra.
Dr. Leonardo Assunção estudou na Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA), é especializado nas áreas de cirurgia plástica, membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e Membro Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Atualmente o médico possui duas clínicas: em Jales e em São José do Rio Preto.

ACIJ entrega o prêmio ao ganhador da promoção do Dia dos Pais

O presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari, Anderson Paulo de Barros, Valdinei Rabeti, e Franciele Lázaro
A  Associação Comercial e Industrial de Jales realizou, no dia 24 de agosto, às 15 horas, na Loja Nei Presentes, a entrega da moto Suzuki para o ganhador do prêmio da promoção do Dia dos Pais "De moto com meu pai".  O contemplado foi Anderson Paulo de Barros, residente no jardim Paulista, em Jales.  O sorteio aconteceu no dia 14 de agosto, sexta-feira, às 10 horas, na praça João Mariano de Freitas.

Feira do Agronegócio da Uva e do Mel nos dias 4 e 5 de setembro

O evento, aberto para toda a região, nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro Pastoral, a partir das 19 horas, vai reunir cerca de 150 viticultores e terá apresentações culturais, sorteio de brindes e praça de alimentação.

O objetivo da Feira do Agronegócio da Uva e do Mel, promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente com apoio de entidades locais, é dar oportunidade aos produtores de expor seus produtos e as novidades no setor do plantio de uva e na produção de mel. Para participar os produtores precisam comprovar atividade na área através da Inscrição Estadual de Produtor (DECA).

Todos os expositores concorrem a brindes que serão sorteados durante os dois dias de evento. Entre as atrações, haverá a apresentação de grupos culturais da região, como a Violada 5 Estrelas, Catira, João Antonio Teixeira e seu acordeão, João da Viola.

Callado e Cardoso conversam com Pesaro sobre Centro Dia do Idoso

 
Acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento e Promoção Social, Carlos Roberto Cardozo da Silva, o prefeito Pedro Callado esteve presente na visita do governador Geraldo Alckmin com lideranças regionais no sábado, 22 de agosto, em Pontalinda. Alckmin esteve vistoriando o andamento das obras de modernização e melhorias da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463).
O secretário municipal Carlos Roberto Cardozo da Silva, aproveitou o momento e conversou com o Secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, sobre a Creche Centro Dia do Idoso, assunto que possivelmente será retomado nos próximos dias em audiência em São Paulo. 
Numa quinta-feira, 17 de outubro de 2013, foi assinado o convênio no valor de R$ 500 mil para a construção do Centro Dia do Idoso. A obra faz parte do Programa São Paulo Amigo do Idoso, lançado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social.

Exército Brasileiro homenageia Antonio Rodrigues da Grela Filho


 
Na manhã desta terça-feira, 25 de agosto, no pátio do 37º Batalhão de Infantaria Leve, foi realizada solenidade em comemoração ao Dia do Soldado. O subcomandante do quartel, major Marcelo Marins, recepcionou autoridades e demais convidados. Destaque para as presenças do Juiz Diretor do Fórum Fernando Bittencourt Leão, vereadores Aparecido Correia, representando a Câmara Municipal, e Solange do Bom Viver, secretário municipal de Relações Institucionais Israel Antônio Alfonso, representando o Poder Executivo.
Durante a solenidade, foi homenageado com o Diploma de Colaborador Emérito do Exército, o superintendente da Unidade de Negócio Baixo Tietê e Grande - RT, Antônio Rodrigues da Grela Filho, honraria concedida pelo Comandante Militar Região Sudeste. General João Camilo Pires Campos.

Cras de Urânia realiza palestra aos beneficiários dos programas sociais sobre trabalho voluntário


 
O Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou nesta terça - feira, 25 de agosto, na sede da Assistência Social, às 19:30 h, uma palestra proferida por Crislaine Calanca, cujo tema abordado foi sobre trabalho voluntário. O evento contou com a presença da Assistente Social Fabrícia Ruzzon March de Oliveira.

Segundo Crislaine Calanca explicou ao público presente, o trabalho voluntário no Brasil foi instituído em 28 de Agosto de 1985, "onde reúne - se uma gestão organizada de pessoas que torna-se uma equipe de voluntários dedicados ao atendimento das necessidades de seres humanos carentes, seja em questão financeira ou emocional".

O voluntariado é o conjunto de ações de interesse social e comunitário em toda a atividade desempenhada em reverter a favor do serviço e trabalho prestado recebimento de qualquer remuneração ou lucro "para que possamos contribuir para um mundo mais justo e mais solidário", salientou

Crislaine citou aos beneficiários dos programas sociais implantados em Urânia, alguns exemplos de trabalho voluntário, como a Associação de Voluntários de Combate ao Câncer - AVCC Região de Jales, que realiza eventos como a Caminhada de Passos que Salvam ( 2014 ), com a venda de um kit, compondo camisetas, bonés e cardaço de tênis e com essa venda, a renda total é revertida ao Hospital de Câncer.

"As comunidades de fiéis ligadas pela mesma Fé, que realiza projetos de solidariedade às pessoas que necessitam de conforto na alma, ou seja uma ajuda que possa suprir suas devidas dificuldades vividas no instante presente", foi outro exemplo citado por Calanca em sua palestra.

Ela lembrou aos beneficiários que nos grandes centros como a capital paulista, as Associações de Bairros formam grupos para fazer visitas periódicas às famílias que possui histórias trágicas, no cotidiano de suas vidas "como a perda de seus filhos para criminalidade, sendo em um caminho sem volta, e esses grupos colaboram com doações de mantimentos, medicação, roupas, etc... ".

Calanca enfatizou a existência do trabalho voluntário no município de Urânia denominado "A Sopa Comunitária ", tendo à frente das atividades, a vereadora e primeira-dama Marinete Munhoz Borges Saracuza.

"Este projeto existente há 7 anos, acontece todas as sextas-feiras, no prédio do Produtor Rural, que contribui com a participação de uma equipe de voluntariados para somatização de amor, respeito, valores, dedicação e solidariedade para com a população do município, isto é sem classificar ou rotular pessoas, cor, raça, posição social" acrescentando ainda Crislaine Calanca que "a objetividade desse projeto, digo trabalho voluntário é simplesmente movimentar sorrisos, alegrias, compartilhadas com gestos, atitudes que possam fazer a distinção de problemas com soluções menos complicadas para propagar o Bem, sabemos que o tempo de começar é agora", finalizou

"A mente é como um paraquedas, funciona apenas quando aberta". (CRAs de Urânia)

A dor da saudade, por Flávio Carvalho

 
A palavra saudade existe somente na língua portuguesa. Não encontramos a palavra em nenhum outro idioma. Mas e quanto ao sentimento? Este é conhecido de todo ser humano, em qualquer parte do planeta, em qualquer cultura e em diferentes épocas.

Saudade de verdade dói! Nos faz sofrer, pois nos traz uma forte sensação de perda, principalmente se a saudade for de um grande amor, ou de uma pessoa amada. Saudade é diferente de nostalgia. Sinto falta da minha infância, das tardes que passava brincando com meus amiguinhos no Quarto Centenário, ou na chácara do Duquinha. Sinto falta da minha adolescência, dos treinos de basketball na quadra do DOC ou no ginásio de esportes. Pura nostalgia. Sinto falta de épocas de minha vida que me foram muito caras, importantes mesmo. Sentir saudade é mais forte, dói mesmo. Sinto saudade de meu pai, que partiu quando eu era apenas uma criança. Sinto saudade até mesmo do pai que nunca tive. Isso dói, dói até hoje. A verdadeira saudade não se acaba com o tempo. A verdadeira saudade é eterna. Quantos não choraram de saudade de um grande amor? Quantos não foram vítimas desta insuportável dor que é a saudade? E quantos não tiveram esta dor findada com o passar do tempo? E se isso ocorreu, se a dor se dissipou com o passar do tempo, não era saudade, ou não era tão grande assim o amor.

Saudade não tem idade. Frase conhecida e verdadeira. A saudade não escolhe pessoa, idade, condições. Saudade exige apenas um pré-requisito, amar. E quanto maior e mais sincero o amor, maior e mais dolorosa será a saudade.

Amar é ter saudade! Não falo apenas daquela saudade da pessoa amada que vai embora, falo da saudade de todos que amam. Basta amar para ter saudade.

Quem é casado e, vive muito bem com seu parceira(o), o relacionamento onde o amor ainda perdura. Sente muita saudade do tempo onde o amor era somente prazer, coisas boas. Quando um beijo era mais forte e gostoso de que qualquer relacionamento sexual. Sente saudade da paciência que tinha com os erros do parceiro, pois o amor era tão forte que supria estas "bobagens". Este tipo de saudade dói. Este tipo de saudade não é nostalgia, pois machuca, nos perturba muito. Quando não conseguimos exercer aquele amor que existia no começo de nosso relacionamento.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

VICTOR TREVIZAN COVE e RAFAELA DE OLIVEIRA FREITAS. ELE, natural de Ribeirão Preto, deste Estado, nascido aos 08 de abril de 1.983, juiz de direito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maxwell Cove e de Vera Cleide Trevizan Cove. ELA, natural de Franca, deste Estado, nascida aos 29 de janeiro de 1.985, advogada, solteira, residente e domiciliada em Ribeirão Preto, deste Estado, filha de José Rubens de Freitas e de Esmeralda Martins de Oliveira Freitas. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Ribeirão Preto – SP, onde se processa à habilitação.

SERGIO MARTINS CORRÊA JUNIOR e AMANDA LETÍCIA ANTONIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de maio de 1.993, monitor de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sergio Martins Corrêa e de Rosinei Colombo Corrêa. ELA, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.995, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Braz Antonio e de Ilda Fátima Bená Antonio.

CARLOS HENRIQUE SILVA ORLANDO e LETICIA FERNANDA SILVA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.991, analista de folha de pagamento, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos Orlando e de Luiza Maria da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de junho de 1.993, tosadora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Cardoso e de Didvalda Silva Cardoso.

ADALTO APARECIDO SATIM e MARIA ZORAIDE LODOVICO SANTANA. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 04 de julho de 1.968, auxiliar de serviços gerais, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Satim e de Conceição Mendes da Silva Satim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.971, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valmir Lodovico Santana e de Francisca Alves Domingues Novas.

EDUARDO BALERO BOTELHO e KAREN CRISTINA AYDAR GONÇALVES. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 31 de agosto de 1.982, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Wilson Botelho e de Fátima Aparecida Balero Botelho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de abril de 1.985, autônoma, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Campos Gonçalves e de Claudia Mara de Matos Aydar Gonçalves.

LUÍZ EDUARDO MACHADO DA SILVA e SUZETE SANTOS OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de abril de 1.989, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Machado da Silva e de Creuza Xavier da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de agosto de 1.984, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Santos Oliveira e de Antonia Tobal Oliveira.

RODRIGO MUNIZ DOS SANTOS e CLEUDETE RAIMUNDO DE ARAUJO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de outubro de 1.982, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Lúcio Nogueira dos Santos e de Cleuza Muniz dos Santos. ELA, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascida aos 05 de setembro de 1.979, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Isais de Araujo e de Moralina Raimunda de Araujo.

ISAÍAS JOSÉ DA SILVA e NATALIA DE SÁ BATISTA. ELE, natural de Turmalina, deste Estado, nascido aos 16 de abril de 1.986, balanceiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gerson Alves da Silva e de Valdelice Francisca da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.990, administradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sidímar Aparecido Batista e de Vera Lucia Josefa de Sá Batista.

EVERTON ALEXANDRE GOMES FURLAN e ELIANE BONESI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de maio de 1.984, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jesús Antonio Furlan e de Suelí Alexandre Gomes Furlan. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de maio de 1.983, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Nivaldo Bonesi e de Valdomira Camargo Bonesi.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Santa Casa de Jales realiza doação de foco cirúrgico para Consirj

Na manhã de terça-feira, 25 de agosto, a Santa Casa recebeu representantes do Consirj, para efetuar a doação de um foco cirúrgico. O equipamento seminovo irá beneficiar pacientes dos 16 municípios referenciados ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales.

Em outubro do ano passado o Centro Cirúrgico da Santa Casa recebeu seis novos Focos Cirúrgicos de Led e ainda dois auxiliares, que estão sendo utilizados para cirurgias de pequeno, médio e grande porte, permitindo mais facilidade e melhor visibilidade nos procedimentos.

O presidente do Consirj, prefeito Pedro Callado, evidenciou a importância deste foco para o Consórcio. "Trabalhávamos com um foco cirúrgico de mais de 20 anos de uso. Este equipamento que estamos recebendo é mais atualizado, além do mais, precisamos pensar na qualidade do atendimento médico. O Consirj agradece a compreensão da administração da Santa Casa pela doação".

De acordo com a Lidiane Herrera, diretora administrativa do Consirj, o aparelho irá auxiliar vários pacientes, e será instalado na sala de sutura. "O Sr. Norberto fez o primeiro contato com a Santa Casa, afim de solicitar o foco cirúrgico em desuso. A instalação será imediata, para que melhore a luminosidade do local na realização de procedimentos".

Urinar muito pode ser sinal de aumento da próstata

Urinar muitas vezes ao dia e à noite são sintomas comuns em homens com hiperplasia prostática benigna (HPB), mais conhecida como aumento benigno da próstata. A doença pode atingir 25% dos homens a partir dos 60 anos.

No Centro de Referência em Saúde do Homem do Estado de São Paulo, unidade da Secretaria de Estado da Saúde gerenciada em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), na capital paulista, a doença representa 25% do total de atendimentos urológicos.

Os pacientes com sintomas graves de HPB são tratados na unidade com tecnologia de ultima geração. O procedimento a laser é minimamente invasivo e possibilita alta em poucos dias.

A próstata aumentada ocorre principalmente em razão da idade ao longo dos anos, com o envelhecimento do homem. Quando essa glândula cresce, a uretra sofre uma pressão e o paciente passa a ter dificuldades para urinar. O HPB não é câncer e o aumento não representa risco para o surgimento do câncer de próstata.

Além de alterar a frequência para urinar, os pacientes com HPB apresentam sintomas como jato fraco e fino, esvaziamento incompleto da bexiga e incapacidade para controlar a vontade de fazer xixi. Infecções com sangue na urina também são complicações comuns para quem tem a próstata aumentada.

"São sintomas que classificamos como irritativos e obstrutivos, e que atrapalham a rotina de trabalho e sono dos homens", explica o urologista e coordenador do Centro de Referência em Saúde do Homem, Joaquim Claro.

O especialista orienta que os homens procurem um urologista assim que sentirem alterações no jato ou na frequência para urinar. "Na consulta é realizado exame físico com questionário que vai classificar a gravidade de cada caso, com solicitação de exames complementares para diagnóstico e na sequencia seguirmos com tratamento" reforça.

Comer rapidamente aumenta o risco de diabetes

Que comer rápido demais faz mal à saúde, todos sabemos. Mas um estudo realizado pela Universidade de Ciências da Lituânia Saúde revelou que fazer as refeições com pressa não só possibilita ganhar peso com facilidade como também aumentar as chances de desenvolver diabetes.

O estudo acompanhou 702 pessoas, que ao preencher um questionário detalhado sobre seus estilos de vida falavam sobre hábitos de dieta, exercícios e se fumavam. Uma das perguntas era a forma como faziam suas refeições diárias - se comiam mais rápido ou lentamente. Estes participantes foram pesados e medidos para calcular o índice de massa corporal e determinar se eram obesos.

Ao longo da pesquisa, foi descoberto que aqueles que comiam mais rapidamente do que a maioria das pessoas apresentavam duas vezes e meia mais chances de desenvolver diabetes tipo 2. Já os participantes do estudo que já apresentavam diabetes eram mais propensos a ter um maior índice de massa corporal, disseram os pesquisadores.

Para o endocrinologista do hospital Sírio Libanês, Renato Zilli, "tanto o ambiente como a forma como as pessoas se alimentam influenciam no aparecimento de doenças". O especialista explica que comer frequentemente em locais agitados, como por exemplo em fast foods, é um risco.

"As pessoas deveriam fazer suas refeições em locais calmos e mastigar lentamente, porque a agitação faz com que comam rápido e não prestem a atenção no que estão ingerindo", diz. Segundo ele, ao se alimentar em lugares tranquilos conseguimos mastigar mais vezes, o que favorece o processo de digestão e nos faz comer menos. "Isso acontece porque o sistema digestivo tem a oportunidade de enviar um sinal para o cérebro de que está cheio e não precisa ingerir mais nada".

O médico lembra que a prevalência de diabetes tipo 2 aumentou em todo o mundo, tornando a doença uma pandemia mundial. "Hoje existem 382 milhões de diabéticos em todo o mundo e a estimativa é que em 2035 esse número aumentará até 55%, passando para 592 milhões", diz o médico. "Só no Brasil, o número de portadores da doença chega a 12 mil, cerca de 6,2% da população". Para Zilli, a pesquisa mostra que a doença, então, tem não só relação com a genética, mas também com o ambiente em que a pessoa vive. Por isso é fundamental identificar fatores de risco que podem ser mudados, fazendo com que haja redução das chances de uma pessoa desenvolver a doença.

Renato Zilli é médico endocrinologista com experiência profissional de mais de 10 anos, especializado em obesidade, diabetes e tireoide. Focado em mudança de comportamento, integrando medicina, coach médico, psicologia e nutrição. Faz parte do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês. Integra a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Sociedade Brasileira de Diabetes e EndoSociety, dos Estados Unidos.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

VICTOR TREVIZAN COVE e RAFAELA DE OLIVEIRA FREITAS. ELE, natural de Ribeirão Preto, deste Estado, nascido aos 08 de abril de 1.983, juiz de direito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maxwell Cove e de Vera Cleide Trevizan Cove. ELA, natural de Franca, deste Estado, nascida aos 29 de janeiro de 1.985, advogada, solteira, residente e domiciliada em Ribeirão Preto, deste Estado, filha de José Rubens de Freitas e de Esmeralda Martins de Oliveira Freitas. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Ribeirão Preto – SP, onde se processa à habilitação.

SERGIO MARTINS CORRÊA JUNIOR e AMANDA LETÍCIA ANTONIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de maio de 1.993, monitor de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sergio Martins Corrêa e de Rosinei Colombo Corrêa. ELA, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.995, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Braz Antonio e de Ilda Fátima Bená Antonio.

CARLOS HENRIQUE SILVA ORLANDO e LETICIA FERNANDA SILVA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.991, analista de folha de pagamento, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos Orlando e de Luiza Maria da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de junho de 1.993, tosadora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Cardoso e de Didvalda Silva Cardoso.

ADALTO APARECIDO SATIM e MARIA ZORAIDE LODOVICO SANTANA. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 04 de julho de 1.968, auxiliar de serviços gerais, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Satim e de Conceição Mendes da Silva Satim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.971, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valmir Lodovico Santana e de Francisca Alves Domingues Novas.

EDUARDO BALERO BOTELHO e KAREN CRISTINA AYDAR GONÇALVES. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 31 de agosto de 1.982, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Wilson Botelho e de Fátima Aparecida Balero Botelho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de abril de 1.985, autônoma, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Campos Gonçalves e de Claudia Mara de Matos Aydar Gonçalves.

LUÍZ EDUARDO MACHADO DA SILVA e SUZETE SANTOS OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de abril de 1.989, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Machado da Silva e de Creuza Xavier da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de agosto de 1.984, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Santos Oliveira e de Antonia Tobal Oliveira.

RODRIGO MUNIZ DOS SANTOS e CLEUDETE RAIMUNDO DE ARAUJO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de outubro de 1.982, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Lúcio Nogueira dos Santos e de Cleuza Muniz dos Santos. ELA, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascida aos 05 de setembro de 1.979, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Isais de Araujo e de Moralina Raimunda de Araujo.

ISAÍAS JOSÉ DA SILVA e NATALIA DE SÁ BATISTA. ELE, natural de Turmalina, deste Estado, nascido aos 16 de abril de 1.986, balanceiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gerson Alves da Silva e de Valdelice Francisca da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.990, administradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sidímar Aparecido Batista e de Vera Lucia Josefa de Sá Batista.

EVERTON ALEXANDRE GOMES FURLAN e ELIANE BONESI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de maio de 1.984, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jesús Antonio Furlan e de Suelí Alexandre Gomes Furlan. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de maio de 1.983, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Nivaldo Bonesi e de Valdomira Camargo Bonesi.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina