Páginas

terça-feira, 26 de agosto de 2014

teffani Prudêncio tira a roupa e mostra sua beleza

 Estreia nesta quarta-feira, dia 27, o ensaio da modelo Steffani Prudêncio no site Bella da Semana (www.belladasemana.com.br).
Aos 20 anos, ela foi a Bela da Torcida pelo São Paulo em 2014, e agora chega determinada a causar um grande alvoroço com as fotos que fez para o site brasileiro.
Além de gata, a morena de olhos azuis curte futebol, é fiel e adora ser dominada. Sobre o que dá mais tesão na hora H, ela diz que é 'quando a pessoa sabe o que falar, e vai falando no ouvidinho.'
Segundo ela, o momento mais difícil da carreira foi quando decidiu seguir a profissão de modelo. 'É um caminho com muitas críticas e consequências.'
Por outro lado, o trabalho abriu portas bem interessantes... 'Já fiquei com ator, cantor sertanejo e jogador de futebol', completa Steffani, que não revelou os nomes dos sortudos.
As fotos são de Sergio Saraiva.

CMDCA realiza 1º Audiência Pública sobre o uso indevido de drogas

 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Jales (CMDCA) realiza no dia 02 de setembro a 1º Audiência Pública para discutir o Plano Municipal de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente envolvida com o uso e abuso de álcool e drogas. O encontro será no plenário da Câmara municipal de Jales a partir das 19 horas.
 O CMDCA convoca toda à população para participar da ação. Na oportunidade serão discutidos assuntos relativos ao uso indevido de drogas, uma questão que preocupa pais, educadores, profissionais e a sociedade em geral. O encontro objetiva a discussão e reflexão, para debater, informar e construir uma política pública municipal em combate a esta questão.
 Segundo a presidente do Conselho, Angélica de Oliveira Pereira, a magnitude do problema do uso indevido e abusivo de álcool e drogas ganhou proporções tão graves nos últimos anos que hoje é um desafio para a saúde pública. “Este contexto é comprovado com os agravos sociais, como violência domiciliar, crescimento da criminalidade, problema familiar ou emocional, entre outros”, afirmou.
 O conselho está buscando o apoio da comunidade para o desenvolvimento de seus trabalhos e para aprimorar seus serviços, afim de que os Jalesenses se sintam parte integrante do processo de elaboração da política pública do município. Para isto, está colocando em pauta ações que buscam a integração e o fortalecimento de vínculos entre a sociedade e seus compromitentes, através do debate das questões que impedem a Criança e o Adolescente de terem uma vida digna e uma infância plena, conscientizando as pessoas do seu papel enquanto cidadãos de poder contribuir com a cidadania.

Prefeitura registra boletins de ocorrência por atos de vandalismo



Na última semana, dois boletins de ocorrência foram registrados por funcionários da prefeitura de Jales por atos contra o patrimônio público. O primeiro deles foi por incêndio criminoso no Teatro Municipal Dr. Edílio Ridolfo e o segundo por furto de plantas na Praça João Francisco Canhada, no Jardim América, em frente ao Comboio.
 Palco de grandes atrações na região noroeste, o Teatro Municipal foi o primeiro alvo dos infratores. Durante a noite de quinta-feira (21), o guarda de uma residência próxima avistou o local em chamas e chamou o Corpo de Bombeiros. O incêndio, que foi controlado rapidamente, chegou a atingir a bilheteria, os banheiros masculinos e femininos e a Escola Livre de Teatro, que fica aos fundos do espaço.
 Na mesma noite, 13 mudas de plantas de alto valor que haviam sido plantadas na Praça João Francisco Canhada foram furtadas. O plantio havia sido feito recentemente como parte do projeto de paisagismo urbano que vem sendo realizado por toda a cidade pela secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente.
 A prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice lamentou as ações ocorridas e afirmou que os culpados precisam ser punidos. “É muito triste saber que isso tem acontecido em nossa cidade. O maior prejudicado disso tudo é a população. Nossa administração garante que este e outros delitos contra o patrimônio público não ficarão impunes. Já estamos tomando as medidas para garantir mais segurança aos prédios dos órgãos, secretarias, fundações e autarquias da prefeitura”, informou.
 Os dois casos estão sendo investigados pela Polícia Civil. Os prejuízos causados ainda estão sendo contabilizados.

Aumento da energia preocupa o comércio regional, diz Alexandre Rensi

Presidente do Sincomércio Alexandr Rensi (foto) considera um absurdo reajuste de quase 40%, enfatizando que "um dos primeiros a pagarem a conta dessa irresponsabilidade somos nós, jalesenses".
O reajuste médio de 37,78% no custo da energia elétrica nas cidades da região é muito forte e vai afetar negativamente todo o nosso comércio, elevando custos. A avaliação é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Jales, Alexandre Rensi. Ele lembra que a região é muito quente e o reajuste vem bem na hora em que os comerciantes mais utilizam energia elétrica para acionarem seus sistemas de ar condicionado. O consumo também deverá cair, pois as famílias terão que honrar primeiro suas despesas do dia a dia, como o pagamento da conta de energia, sobrando menos recursos para gastar nas compras.
O tamanho do reajuste, segundo Rensi, é uma mola propulsora da inflação, pois além dos comerciantes, todas as indústrias da região terão um forte impacto em seus custos, tendo que tentar repassá-los ao consumidor. Empresas de serviços também serão impactadas, pois o aumento dos custos para todos os setores é imediato.
Rensi afirma que o governo federal só poderia ter reduzido o custo da energia, no ano passado, com a devida responsabilidade, tendo a garantia da produção, prevendo todos os cenários possíveis, incluindo secas, maior consumo e demais fatores que impactam o setor. “É no mínimo uma grande irresponsabilidade para com o povo brasileiro e um dos primeiros a pagar o pato somos nós, aqui em Jales!”
Rensi afirma que essa situação reforça a tese que 2015 será um ano muito difícil para o comércio e para a população em geral, pois as pressões inflacionárias serão muitas. O próximo aumento deverá ser o dos combustíveis, que também estão com uma defasagem de 30 a 40%. “A simples combinação destes dois aumentos já são suficientes para disparar o gatilho da inflação exacerbada”, afirma.
Dólar - Outra situação complicada, segundo Rensi é que o governo federal vêm constantemente intervindo no mercado de câmbio, forçando uma cotação mais baixa do dólar. Esse represamento também irá ‘vazar’ em algum momento entre o final deste ano e o início de 2015. O câmbio, segundo ele, deveria ser realmente flutuante.
Rensi explica que com estas intervenções o valor do dólar ficou artificialmente mais baixo, pois o governo americano, que controla o fluxo de dólares no mundo, terminará o processo de expansão monetária do QE3 (leia-se fabricação de U$ 85 bilhões por mês) iniciado na crise de 2008, culminando com o início do aumento do juro básico de sua economia. Isto inverterá o fluxo de dólares para os EUA, já que eles terão que 'enxugar' mais de U$ 3,5 trilhões que foram fartamente distribuídos a juro zero durante este período.
Resumindo, teremos uma queda generalizada da liquidez monetária para os próximos anos. E isso se traduz num forte aumento do dólar por aqui, impossível de segurar, mesmo com nossas reservas.
E não bastassem estes fatores, o governo federal vem gastando mais do que deveria, gerando um superávit primário muito inferior ao necessário para manter nossas contas em dia. Rensi resume tudo afirmando que “infelizmente é o pior dos cenários. Alguns economistas têm chamado esta conjunção de Tempestade Perfeita”.
Ele alerta todos os comerciantes: “apertem o cinto que 2015 vem aí, seja quem for o novo governo, não há muito que fazer para reverter esta situação”.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Fernandópolis recebe espetáculo gratuito “La Bohème”


 O programa de circulação de espetáculos Ópera Curta leva para a cidade Bauru, a adaptação de “La Bohème”, uma das obras mais famosas do gênero. A apresentação será realizada em Fernandópolis, no Teatro Municipal Merciol Viscardi, na sexta-feira (29 de agosto) às 20h30. A entrada é franca.
Em 2014 o programa pretende atingir o maior número de cidades desde que foi criado. Ao todo, 37 municípios receberão adaptações de títulos mundialmente conhecidos – além de Carmen, La Traviata e La Bohème, essa temporada conta com a estreia de Madame Butterfly. Com o intuito de aproximar os espectadores do universo da ópera, todas as apresentações são gratuitas.
A Ópera Curta contempla a criação de espetáculos baseados em óperas famosas, cujo conteúdo é um texto teatral que aborda uma visão pouco convencional do libreto – texto dramatúrgico da ópera – baseada na história original. A série tem toda a história contada, mas mantém a linha mestra da ópera original com as principais árias e duetos sendo cantados na língua original, com legendas em português, cenários, figurinos e iluminação.
Nesta versão da obra do italiano Giacomo Puccini (1858-1924), alguns aspectos musicais e dramatúrgicos são acentuados, sem interferir na essência da peça original. Diretor do espetáculo e autor dos textos, Cleber Papa utilizou, também, referências à novela Scènes de la vie de bohème, de Henri Murger, na qual a ópera se baseia, para introduzir e comentar a natureza dos personagens e a profundidade de suas relações.
Na trama, os amigos Rodolfo, Marcelo, Schaunard, Colline e os amores dos dois primeiros, Mimi e Musetta, respectivamente, vivem em estado de penúria na Paris do final do século XIX. Neste contexto, as relações afetivas entre eles estão em permanente conflito, motivadas pelo ciúme e pelas inseguranças do grupo, além da pobreza a qual eles são submetidos.
Sob direção de Gustavo Petri, a música original de Puccini, criada para uma orquestra de grande porte, foi transposta para uma formação de quatro instrumentos – piano, violino, violoncelo e flauta. Além disso, o espetáculo conta com recursos de cenografia, figurino e projeção de legendas em português. A programação completa está disponível no site:
http://www.operacurta.org.br.

Espetáculo gratuito “La Bohème” será apresentado em Votuporanga no domingo
O programa de circulação de espetáculos Ópera Curta leva para a cidade Bauru, a adaptação de “La Bohème”, uma das obras mais famosas do gênero. A apresentação será realizada em Votuporanga, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”, na sexta-feira (31 de agosto) às 20h30. A entrada é franca.
Em 2014 o programa pretende atingir o maior número de cidades desde que foi criado. Ao todo, 37 municípios receberão adaptações de títulos mundialmente conhecidos – além de Carmen, La Traviata e La Bohème, essa temporada conta com a estreia de Madame Butterfly. Com o intuito de aproximar os espectadores do universo da ópera, todas as apresentações são gratuitas.
A Ópera Curta contempla a criação de espetáculos baseados em óperas famosas, cujo conteúdo é um texto teatral que aborda uma visão pouco convencional do libreto – texto dramatúrgico da ópera – baseada na história original. A série tem toda a história contada, mas mantém a linha mestra da ópera original com as principais árias e duetos sendo cantados na língua original, com legendas em português, cenários, figurinos e iluminação.
Nesta versão da obra do italiano Giacomo Puccini (1858-1924), alguns aspectos musicais e dramatúrgicos são acentuados, sem interferir na essência da peça original. Diretor do espetáculo e autor dos textos, Cleber Papa utilizou, também, referências à novela Scènes de la vie de bohème, de Henri Murger, na qual a ópera se baseia, para introduzir e comentar a natureza dos personagens e a profundidade de suas relações.
Na trama, os amigos Rodolfo, Marcelo, Schaunard, Colline e os amores dos dois primeiros, Mimi e Musetta, respectivamente, vivem em estado de penúria na Paris do final do século XIX. Neste contexto, as relações afetivas entre eles estão em permanente conflito, motivadas pelo ciúme e pelas inseguranças do grupo, além da pobreza a qual eles são submetidos. Sob direção de Gustavo Petri, a música original de Puccini, criada para uma orquestra de grande porte, foi transposta para uma formação de quatro instrumentos – piano, violino, violoncelo e flauta. Além disso, o espetáculo conta com recursos de cenografia, figurino e projeção de legendas em português. A programação completa está disponível no site:
http://www.operacurta.org.br



Miss Bumbum DF, Ana Paula Souza, faz ensaio com a mulher contra a homofobia

Eu sou completamente apaixonada pela minha mulher, moramos juntas e somos muitos felizes, eu amo e respeito como se eu estivesse casada com um homem.”

 A modelo Ana Paula Souza, 27 anos representa o Distrito Federal no Concurso Miss Bumbum Brasil 2014, esta em segundo lugar na votação e mora atualmente em Goiânia. Recentemente assumiu seu relacionamento com uma outra mulher e desde então, tem recebido diversos ataques homofóbicos:
 “Tenho recebido muitas críticas, ameaças e mensagens ofensivas inbox  no facebook, se continuar assim, vou ter que registrar um boletim de ocorrência... homossexualidade não é crime, mas homofobia sim, então vou começar a denunciar e processar!”
 Ana Paula afirma que seu relacionamento homossexual não é midiático, como tem sido acusada, e revela que respeita a mulher, e o sentimento é de amor e cumplicidade: “Eu sou completamente apaixonada pela minha mulher, moramos juntas e somos muitos felizes, eu amo e respeito como se eu estivesse casada com um homem.”
 Para protestar contra os ataques homofóbicos que vem recebendo, Ana Paula, resolveu fazer um lindo ensaio fotográfico com a mulher, Bruna Nunes, 24 anos empresária no ramo da moda, com quem é casada há dois anos.
 O ensaio foi realizado pelo fotógrafo Melks Marks em Goiânia-Go  
fotos: Melks Marks/Thomaz Assessoria

APADAF realiza gincana em comemoração ao Dia do Estudante


Alunos vencedores das competições receberam medalhas e brindes

A APADAF - Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Fernandópolis,  realizou na tarde do dia 12 de agosto, terça-feira, uma gincana para comemorar dia do estudante.
Com a coordenação do professor e monitor de LIBRAS, Tiago Marçal, durante o evento foram desenvolvidas muitas brincadeiras como damas, xadrez, dominó, jogo da memória, quebra-cabeça, entre outros jogos. Os primeiros colocados nas competições foram premiados com medalhas, cedidas pela Poly Sport, e brindes oferecidos pelos professores em parceria com a Disk Cópias.
Como parte das comemorações, foram servidos aos alunos cachorro quente e refrigerante em uma simpática confraternização. “Buscamos sempre realizar esses momentos na APADAF para explicar as datas comemorativas e estimular a união entre todos”, disse Uilian Pezati, presidente da APADAF.

Parini é multado pelo TCE-SP em 400 UFESp

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo multou o ex-prefeito Humberto Parini em 400 UFESPs equivalente a R$ 8.056,00. Cada UFESPs vale R$ 24,14. A decisão foi prublicada no Diáriio Oficial de sexta-feira, 22 de agosto de 2.014. Leia abaixo o acórdão da decisão do TCE:- 
A C Ó R D Ã O
Processo:
TC-000027/011/10
Órgão Público Parceiro:
Prefeitura do Município de Jales. Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP): ADERJ – Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales.
Autoridades que firmaram os Instrumentos:
Leomi Clóvis Nilsen Viola (Prefeito em Exercício), Donisetti Santos de Oliveira (Secretário da Saúde do Município), Anísio Martins Ferreira Filho (Presidente da OSCIP) e Tadashi Okimoto (Tesoureiro da OSCIP).
Objeto:
Prestação de serviços na promoção, administração, coordenação e operacionalização das Unidades de Saúde da Família (USF) e do atendimento no Núcleo Municipal de Saúde.
Em Julgamento:
Termo de Parceria firmado em 30-12-09. Valor – R$ 4.337.426,88. Justificativas apresentadas em decorrência das assinaturas de prazo, nos termos do artigo 2º, inciso XIII, da Lei Complementar nº 709/93, pelo Substituto de Conselheiro Marcos Renato Böttcher e Conselheiro Dimas Eduardo Ramalho, publicadas no D.O.E. de 25-02-10 e 31-01-13.
Advogados:
Marcus Vinicius Ibanez Borges, Cristiane Caldarelli, André Domingues Sanches Pereira, Karina Jorge de Oliveira Sposo, João Luiz do Socorro Lima, Marcio Arjol Domingues, Benedito Dias da Silva Filho, João Alberto Robles e outros.
Vistos, relatados e discutidos os autos.
ACORDA
a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, em sessão de 05 de agosto de 2014, pelo voto do Conselheiro Dimas Eduardo Ramalho – Relator, da Conselheira Cristiana de Castro Moraes – Presidente e do Conselheiro Renato Martins Costa, na conformidade do voto do Relator e das correspondentes notas taquigráficas, julgar irregular o Termo de Parceria nº 08/09, com acionamento dos incisos XV e XXVII do artigo 2º da Lei Complementar nº 709/93, concedendo ao Senhor Prefeito Municipal de Jales o prazo de 60(sessenta) dias para que informe esta Corte de Contas as providências adotadas em face da presente decisão, inclusive apuração de responsabilidades e imposição das sanções administrativas cabíveis.
Decidiu, ainda, nos termos do artigo 104, inciso II, da referida Lei Complementar, aplicar ao responsável, Senhor Humberto Parini, e Prefeito Municipal de Jales, multa em importância correspondente a 400 (quatrocentas) UFESPs, considerando a gravidade das falhas praticadas e a violação aos dispositivos constitucionais e legais mencionados no corpo do referido voto.
Presente o Procurador do Ministério Público de Contas – Thiago Pinheiro Lima.
Ficam, desde já, autorizadas vista e extração de cópias dos autos aos interessados, em Cartório.
Publique-se.
São Paulo,18 de agosto de 2014.
CRISTIANA DE CASTRO MORAES
PRESIDENTE
DIMAS EDUARDO RAMALHO
CONSELHEIRO
RELATOR

Ex Miss Bumbum MG Gaby Souza é estrela de curta “O corpo”


A atriz mineira Gaby Souza, foi candidata do concurso miss bumbum pelo estado de Minas Gerais em 2013 e já estrelou um lindo ensaio no recheio da  Revista Sexy com o tema “Gabriela Cravo e Canela” inspirado no célebre romance do escritor Jorge Amado e publicado na última edição de aniversário da revista em novembro do ano passado.. Longe dos holofotes Gaby fez um curso na escola de teatro Wolf Maya e agora será protagonista de um curta metragem chamado “O corpo” com direção geral de Amorim Junior. Além de linda, ela é inteligente, polêmica e sincera, por isso, faz muito sucesso nas redes sociais.
 "Me sinto muito feliz e realizada com este novo projeto, porque prova que tenho talento e conteúdo e que não sou só mais um bumbum bonito" declara a atriz Gaby Souza
 

sábado, 23 de agosto de 2014

Obra da galeria pluvial é iniciada na avenida dos Andrades, em Urânia



Os moradores da avenida dos Andrades e adjacências em Urânia, estão observando uma verdadeira transformação no local.
As obras iniciadas a poucos dias da galeria pluvial para escoamento das águas, visa eliminar um sério problema que a população enfrenta nos períodos das chuvas com inundações e erosões.
No ano passado as fortes chuvas que caíram na cidade de Urânia levou quase todo o asfalto da avenida dos Andrades. Com a construção da galeria será eliminando esse sério problema que trazia transtornos à população.
O prefeito Airton Saracuza, se mostrou muito satisfeito com mais essa conquista "pois essa obra vai melhorar e muito a vida dos moradores, que em dia de chuvas não conseguiam sair das suas casas, ou voltar para elas, e vai eliminar o acúmulo de sujeiras que as enxurradas traziam para dentro das casas".
Os recursos na ordem de R$ 147800,56 para a execução da galeria pluvial foi uma conquista do prefeito Saracuza junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos – Fehidro.
A obra foi iniciada em 2 de julho pela Construtora Trapézio Fernandópolis e o prazo para entrega é de 120 dias.

Urânia realiza palestra sobre tabagismo





Na quinta-feira, 14 de agosto, as 19 horas, a Prefeitura de Urânia, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, promoveu uma palestra sobre o Tabagismo, ministrada por Marcos Alberto Cavenagui, médico responsável pelo setor de radiologia do Hospital do Câncer de Barretos - Unidade III de Jales.
A palestra foi realizada no Plenário da Câmara Municipal de Urânia com a presença de convidados entre 20 a 59 anos e seus familiares, com o objetivo de despertar nesta população a percepção em relação aos cuidados com a saúde, nas questões relativas ao auto-cuidado, prevenção de acidentes e violência, doenças cardiovasculares, neoplasias, tabagismo, alcoolismo e entre outras.
O Coordenador de Saúde na sua apresentação enfatizou as dificuldades que os homens têm em procurar os serviços básicos de saúde para realizar os exames preventivos, "uma vez que as mulheres se preocupam mais em se prevenir contra várias destas doenças", relatando ainda que "estudos apontam que os homens são mais vulneráveis que as mulheres às doenças, sobretudo às enfermidades graves e crônicas".
Estiveram presentes no evento, o prefeito Francisco Airton Saracuza, o vice-prefeito Vicente Christiano Neto, o coordenador de Saúde José Rubens, a representando o DRS XV – São José do Rio Preto, Maria Aparecida Moreira Martins, Enfermeira Coordenadora Micaela Fernandes Rocha Christiano, Equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, dentre outros profissionais da saúde.
Concluindo, a palestra do Marcos Alberto foi de suma importância à população que participou do evento, com sorteio de vários brindes aos participantes.

Doação de livros e ecadação e Doação


O Interact Club de Jales, nesta quarta-feira, 20 de agosto, arrecadou e doou livros já utilizados à Biblioteca Municipal de Jales e para E.E D. Artur Horsthuis, que serão utilizados para o projeto chamado Ciranda do Livro, desenvolvido pela própria escola, que acontece neste sábado pela manhã.

No sábado, 16 de agosto, o Interact Club de Jales arrecadou aproximadamente 50 quilos de alimentos não perecíveis que foram doados para a Associação de Apoio a Criança e ao Adolescente - ACAJ. Na foto, jovens do Interact e membros do Rotary Club com os produtos arrecadados.

Simpósio Internacional pela equipe do HCB Unidade III Jales



As enfermeiras coordenadoras Talita Minella e Iracélia Lima, do Hospital de Câncer de Barretos – Unidade III Jales, participaram junto de parte de sua equipe de Enfermeiros e Técnicos em Enfermagem do 1º Simpósio Internacional de Enfermagem realizado pelo Hospital de Câncer de Barretos.
O evento aconteceu no sábado, 16 de agosto, no Barretos Country Eventos e Convenções e foi abordado otema: "Integrando as instituições irmãs Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital de Câncer A.C Camargo, MD Anderson Cancer Center e Hospital de Câncer de Barretos" .
O objetivo, segundo a organização, foi reunir os profissionais para trocar experiências. A unidade de Barretos contou com a visita de cinco enfermeiras do MD Anderson Cancer Center, do Texas, nos Estados Unidos que também foram palestrantes do Simpósio. Ao todo, foram 10 palestrantes das três instituições.

Inscrições abertas para o 1º Passeio Ciclístico Santa Casa de Jales à Santa Albertina

A Santa Casa de Jales abre inscrições para ciclistas de Jales e região participarem do 1º Passeio Ciclístico Santa Casa de Jales à Santa Albertina no domingo, dia 21 de setembro, com concentração às 7h ao lado do hospital com destino a Santa Albertina.
A inscrição para o Passeio terá o custo de R$ 20,00 que será destinado a manutenção dos serviços do hospital, estando inclusos o café da manhã, almoço, a volta de ônibus e ainda dois bilhetes da promoção "Na Santa Casa eu boto fé II", que vai sortear um Chevrolet Ônix 0 km no dia 15 de novembro pela Loteria Federal.
"Serão 56 km por estrada de terra com carro de apoio, por isso é importante que o participante já tenha experiência em longas distâncias com bicicleta", apontou o provedor José Pedro Venturini.
Os interessados podem se inscrever no setor de Captação de Recursos pelo telefone (17) 36225002. Já àqueles que residem em outras cidades da região, podem acertar a inscrição por meio de depósito bancário identificado na conta da entidade: Banco do Brasil, Agência 0411-1, Conta Corrente 29047-5.

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
LUIZ HENRIQUE DE SOUZA TOLEDO e LETICIA DAMARES DE OLIVEIRA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 09 de julho de 1.994, gesseiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Osvaldo Marcelino Toledo e de Ilma Ferreira de Souza. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.997, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Pedro de Oliveira e de Rozelí Maria Custódio de Oliveira.
JOSÉ DE PAULA BERNARDES e JOSELITA PARAIZO DE SOUZA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de julho de 1.947, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdomiro de Paula Bernardes e de Sinésia Pereira Bernardes. ELA, natural de São Francisco do Norte, Estado de Minas Gerais, nascida aos 04 de junho de 1.997, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Pedro de Oliveira e de Rozelí Maria Custódio de Oliveira.
EVERTON RONALDO GARCIA e VALDERES APARECIDA GOMES DA SILVA. ELE,
natural de Matão, deste Estado, nascido aos 30 de outubro de 1.989, pintor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Adisnei Garcia e de Maria Aparecida de Oliveira Farias Garcia. ELA, natural de Bálsamo, deste Estado, nascida aos 18 de fevereiro de 1.980, doméstica, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anizio Gomes da Silva.
WELLINGTON HENRIQUE BETIOL FERREIRA e FLAVIELE REINOLDES DE ANDRADE. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de outubro de 1.983, faturista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Aparecido Odair Ferreira e de Maria Aparecida Betiol Ferreira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de janeiro de 1.990, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Oscar Borges de Andrade e de Maria Reinoldes de Andrade.
MAYKO RAFHAEL DE LIMA GODOI e CARLA CRISTINA MENDES BISCARO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de outubro de 1.982, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Aparecido Onizete Alves de Godoi e de Nilza Teodoro de Lima. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 27 de maio de 1.980, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Biscaro e de Selma Cacilda Mendes Biscaro.
DORIVALDO SIMOLINI e CARLA DAIANE DA SILVA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de janeiro de 1.984, tratorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Simolini e de Julia Ferreira Simolini. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 12 de outubro de 1.987, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos da Silva e de Cleuza Aparecida Machado da Silva.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis
- Oficial

Pontalindense é campeã da 2ª Copa de Futebol Amador “Valdecir Della Rovere”




Foi realizada em Pedranópolis no período de 22 de julho a 10 de agosto, a 2ª Copa de Futebol ?Amador "Valdecir Della Rovere" numa promoção da Prefeitura Municipal. O evento contou com a presença de dezesseis equipes amadoras da região disputando uma premiação no valor de R$ 10 mil, no sistema mata-mata.
Os jogosforma disputados no Estádio Municipal Prefeito João Carlos Estuqui, aos domingos com inicio as 14h, com a presença de um grande número de torcedores que foram prestigiar, vibrar, e apoiar as suas equipes e jogadores.
A Associação Atlética Pontalidense, de Pontalinda, região de Jales, sagrou-se campeã vencendo a equipe de Ouroeste F. C pelo placar de 3 x 1. O evento esportivo teve investimento e recurso financeiro aplicado para seu desenvolvimento, através de um convênio assinado e firmado entre a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude de São Paulo com a Prefeitura Municipal de Pedranopolis.
Os árbitros que atuaram na Copa são licenciados e credenciados junto á Federação Paulista de futebol. A comissão organizadora da Copa firmou um intercambio esportivo em atividades de arbitragem com Sociedade de Árbitros de Jales SAJA, que tem como presidenta Maria Jose Aielo Lourenço.

Jalesenses buscam vagas em Presidente Prudente para a final do aulista


Os atletas da Associação de Judô Jalesense - AJJ, estiveram participando no sábado, 16 de agosto, em dois eventos, Na cidade de Votuporanga participou da 2ª Copa Cidade de Votuporanga de Judô, e na cidade de São Caetano do Sul dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo – fase final do Estado.
Em Votuporanga: a delegação foi representada por cinco judocas, onde todos eles conseguiram se classificar entre os três primeiro colocados, e em São Caetano do Sul também participou com cinco atletas, cada qual represenando s sua escola.
Apesar de ter um nível muito elevado, dois alunos de Jales conseguiram se classificar entre os cinco primeiros colocados.
Nos Jogos Escolares estiveram presentes as escolas E.E. Professora Maria Pilar Ortega Garcia, de Nova Canaã Paulista, representada pelo o aluno: Gabriel Coelho Evaristo; E.E. Dr. Euphly Jalles, de Jales, representada pelos os alunos: Kimberly Caroline de Oliveira Alves e Antonio Vasconcellos Massisterlli. A E.I Rui Barbosa, de Jales, foi representada pelo o aluno Leonardo Takashi Sakashita e o Centro Educacional Castilho Santos, de Jales esteve representada pelo o aluno Natan Gouveia Sakashita.
As atletas classificados de ambos eventos foram:
2ª Copa Cidade de Votuporanga de Judô.
1º Leonardo Cerverizo Gomes Almeida.
2º Tiago Vieira Rueda
2º Edinei Marlon Bueno
3º Lucas Neto de Souza
3º Daniel Andre da Silva Cerverizo.
No Jogo Escolares do Estado de São Paulo:
5º Antonio Vitor Vasconcelles Massitelli
5º Gabriel Coelho Evaristo.
Neste sábado, 23 de agosto, a Associação de Judô Jalesense, estará na cidade de Presidente Prudente participando do Campeonato Estadual do Interior.
Este evento é promovido pela Federação Paulista de Judô – FPJ, onde os três primeiro colocados irão disputar a fase final Campeonato Paulista de Judô. Os judocas que que irão competir em Presidente Prudente são: Marcelo Custódio Modesto, Edinei Marlon Bueno da Cruz, Gabriel Coelho Evaristo Kimberly Caroline de Oliveira Alves, e Lilian Kellen da Silva Santos

Alunos da rede municipal e estadual de ensino são premiados em concurso de cartazes







Aconteceu na tarde de terça-feira, 19 de agosto, na sala de reuniões do gabinete do Poder Executivo Municipal, a entrega da premiação do 2º Concurso de Cartazes organizado pela Polícia Civil de Jales que teve como tema "Jales sem Drogas e Violência", envolvendo alunos das redes municipal e estadual de ensino.
Neste ano, além dos primeiros colocados receberem uma bicicleta, os alunos que ficaram em segundo lugar levaram para a casa um aparelho de DVD. Foram premiados em primeiro lugar, os alunos: Victor Hugo Veras, da E. M Profª Jacira de Carvalho da Silva e Maisa de Oliveira Romero, da E. E. Profª Onélia Fagioni Moreira. Em segundo lugar ficaram Julia Francisquete dos Santos, da E M Profª Maria Olympia Braga Sobrinho e Henrique Ângelo Vieira Fonseca, da E.E Profº Euphly Jalles.
Durante a cerimônia, estiveram representando a Polícia Civil, o delegado idealizador do projeto Altair Ramos Leon e o delegado seccional, Orestes Casório Neto. "Agradecemos a parceria da Prefeitura Municipal e o apoio da prefeita Nice que está empenhada na prevenção as drogas e no combate à violência, principalmente entre crianças e adolescentes. A polícia também está sensibilizada com essa questão e já estamos trabalhando outras ações de grande relevância para acabarmos com esse mal que aflige nossa cidade. Parabéns aos alunos, pais, professores e comunidade que se dedicaram e abraçaram a causa", ressaltaram os delegados.
Para a prefeita Nice, é de extrema importância que o poder público incentive e apoie as ações de prevenção e combate às drogas e à violência. "Quero parabenizar todos os alunos que participaram desse concurso e também à Polícia Civil, idealizadora desse projeto que objetiva conscientizar as crianças e os adolescentes em relação aos malefícios causados pelas drogas e consequentemente a violência causada pelo uso de entorpecentes", finalizou a prefeita.
A cerimônia também contou com a presença do padre Uilian Aparecido Oliveira e representantes da Pastoral da Sobriedade, da dirigente regional de ensino, Marlene Medaglia Jacomassi e funcionários da diretoria, do secretário municipal de Educação, Roberto Timpurim e servidores da pasta, pais, diretores, professores, coordenadores e comunidade em geral.
Exposição Museu das Drogas - O concurso de cartazes fez parte das programações da exposição Museu das Drogas, realizado pela Polícia Civil em parceria com a Prefeitura de Jales no mês passado, na praça João Mariano de Freitas.

Justiça precisa de Conselho?, por José Renato Nalini


Instalou-se com ato formal e solene o CCI – Conselho Consultivo Interinstitucional do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Resulta da consciência da atual gestão do maior colegiado judiciário não só do Brasil mas do planeta, de que Democracia Participativa significa abrir espaço para que a cidadania conheça, discuta e opine sobre políticas públicas. As gestões bienais são insuficientes para arejar um organismo tradicionalmente hermético, insulado numa concepção exclusivamente jurídica do mundo, infenso a transformações, resistente à modernidade e aparentemente satisfeito com o seu papel de institucionalizador dos conflitos, mais do que disposto a assumir a missão de solucionador de problemas.
Além dos parceiros tradicionais do Poder Judiciário, abriu-se espaço a um protagonismo singular. Representantes do empresariado, das instituições financeiras, dos institutos de pesquisa, do setor de serviços, da mídia e de outros segmentos de que se compõe a sociedade foram chamados a uma reflexão em torno ao sistema Justiça.
Um sistema que se tornou complexo, diante de evidente agigantamento e cada vez mais dispendioso. Orçamento bilionário é insuficiente a fazer face ao custeio, quase todo destinado ao pagamento de pessoal.
Não se dispõe de padrões para evidenciar o que significa um Judiciário eficiente. Eficiência é sinônimo de celeridade? Somente agora se engatinha rumo à adoção de metas e de critérios de avaliação. Incipiente a adoção de políticas de incentivo à produtividade, de estímulo ao servidor para que se conscientize de que sua tarefa é essencial e relevante. Justiça é um serviço público, realizado por pessoas e tendo pessoas por destinatárias.
A extrema judicialização de todos os assuntos fez do Brasil o território livre da hermenêutica. As decisões judiciais, fruto das mais díspares interpretações, tendem para todas as direções e tornam os destinatários perplexos, por não compreenderem como um único e mesmo texto de lei pode merecer leituras antagônicas.
São temas recorrentes e o elemento interno, magistrados e servidores, nem sempre conseguem discuti-los com isenção. O acúmulo de processos inibe o desenvolvimento de políticas judiciárias aptas à conversão desse complexo num organismo produtor de soluções. Sustentado pelo povo, o Judiciário também não apresenta uma tradição de contínua reciclagem, para assumir racionalidade e otimizar gastos.
Daí a iniciativa de convocação da sociedade civil, à qual o Judiciário está preordenado a bem servir. A construção do novo não prescinde da ressignificação do passado e a partir de uma História de tradições respeitáveis, a Justiça pode reconstruir-se para melhor atender às expectativas da comunidade. A amplitude da discussão, com focos distintos, sem a rotineira homogeneidade do pensamento jurídico, poderá reverter a ínsita resistência, o temor pelo novo e ressimbolizar tudo o que se encontra em descompasso com as demandas do porvir.
Tudo tem por fundamento a consolidação da Democracia na República Federativa do Brasil. Uma Democracia que o constituinte quis participativa, não meramente representativa. A Portaria 8.964/2014, ao criar o CCI, pretendeu inaugurar um verdadeiro laboratório de práticas democráticas. Sua função é detectar, debater, problematizar, criticar, sugerir e fornecer elementos para o aperfeiçoamento do Poder Judiciário Bandeirante.
É o embrião de uma nova concepção de Justiça, ancorada no pressuposto da colegialidade. A enormidade do equipamento não condiz com a pretensa onisciência dos transitórios Administradores do Judiciário. Assumir a verdade incontestável de que problemas complexos demandam soluções estruturais e esforços conjuntos é um passo decisivo que exigiu audácia e coragem.
Aposta-se no caráter pedagógico da Democracia, que se reveste da peculiar característica de se aperfeiçoar na mesma proporção em que se vê utilizada. Acredita-se num novo pacto relacional, no qual o plus pedagógico acarreta um plus de responsabilidade. As decisões geradas de estudos em conjunto vinculam todos os que o integram. Muitas cabeças pensam melhor do que apenas uma.
Inicia-se com o mais urgente: como preservar os serviços já oferecidos à população e como atender aos inúmeros e crescentes reclamos por sua amplificação, diante de reiteradas contingências orçamentárias? Como prover o Judiciário paulista, com sua inacreditável dimensão, de recursos financeiros suficientes à manutenção daquilo que já existe e que não tem condições imediatas de ser reduzido?
A criatividade, a imaginação, o bom senso de quem teve de sobreviver num capitalismo selvagem, reaparelhou-se, enxugou-se, adotou métodos mais inteligentes, será vital no redesenho do modelo. Em seguida, cumpre disseminar a cultura da conciliação, para que ao Judiciário convencional só cheguem as questões que de fato merecem a apreciação de um profissional especializado e de sofisticada formação, como é a do juiz de direito brasileiro.
Muitas outras veredas poderão ser percorridas por esse colegiado heterogêneo, cujo núcleo comum é o interesse por aprimorar um sistema de Justiça diuturnamente acionado para responder a todos os anseios e que, era natural, se mostrou incapaz de satisfazer a contento a esse volume excessivo de demandas.
A composição do CCI contemplou o que era possível em termos de operacionalidade. Não significa que a sociedade esteja dispensada de continuar a contribuir com suas propostas e críticas, pois o Judiciário é de todos e ninguém está excluído da missão de torna-lo a cada dia melhor. É o que se espera da gente paulista, que nunca se recusou a enfrentar desafios e a tornar o amanhã mais promissor, auspicioso e digno de seus descendentes.
*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Câmara dos Deputados lança enquete sobre proposta que rebaixa clube de futebol devedor

A Câmara dos Deputados lançou nesta quarta-feira uma enquete para saber a opinião dos brasileiros sobre a proposta que cria regras para os clubes de futebol renegociarem a dívida com o fisco, estimada em R$ 3,7 bilhões.
O texto unifica todas as dívidas - com o INSS, o Imposto de Renda, o FGTS e a Timemania - e abre prazo de 25 anos para o pagamento. Em troca, os clubes devem adotar mecanismos de transparência na gestão e se comprometer a manter as contas em dia, incluindo salários de empregados e jogadores.
Por causa dessas exigências, o Projeto de Lei 5201/13, originalmente denominado de Programa de Fortalecimento dos Esportes Olímpicos (Proforte), passou a ser chamado de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. O ponto mais polêmico da proposta - tema da enquete no portal da Câmara - prevê o rebaixamento do clube de futebol que não cumprir o acordo para o refinanciamento de suas dívidas.
Prazo
– O valor de R$ 3,7 bilhões das dívidas dos clubes é estimado com base nas ações judiciais e nas dívidas cobradas na esfera administrativa, mas o valor ainda pode ser maior. Pelo projeto, os clubes terão 25 anos para quitar a dívida com o governo, incluindo os valores questionados na Justiça. As parcelas deverão ser de, no mínimo, R$ 1 mil. Poderão ser renegociadas as dívidas com a Receita Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, o Banco Central e o FGTS.
Em troca de ter a dívida renegociada, o clube se compromete a adotar mecanismos de transparência nas contas, pagar em dia os salários, e poderá ser rebaixado no campeonato caso não apresente certidões negativas de débitos. As entidades também terão de comprovar a situação fiscal até um mês antes do início de cada competição, sob pena de serem impedidas de participar do campeonato. O texto propõe que os clubes paguem a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), que é de 5%, enquanto o governo quer aplicar a Taxa Selic, que é de 11%.
O projeto foi aprovado em comissão especial em maio e está pronto para análise do Plenário. Os líderes partidários já apresentaram requerimentos pedindo que o projeto tramite em regime de urgência. Se o pedido for aprovado, o projeto pode ser votado no mesmo dia pelo Plenário. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, já disse que a renegociação das dívidas dos clubes é um tema polêmico, que será tratado pelos deputados depois das eleições de outubro.

Gilberto Alexandre participa de de curso de capacitação promovido pelo TCESP e UVESP


Em primeiro plano, o funcionário Fábio Galan e o vereador
Tiago Abra, e ao fundo (d) o presidente Gilberto Alexandre
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), em parceria com a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp), iniciou nesta quinta-feira, 21 de agosto,, das 9 h às 13h, o curso ‘Capacitação: O Poder das Câmaras Municipais e sobre ‘Planejamento e Transparência’, voltado a capacitar Vereadores e servidores das Casas Legislativas do Estado de São Paulo que terá atividades divididas em dois cursos. O curso que se iniciou, denominado ‘Planejamento e Transparência’, terá 18 horas de duração distribuídas em três encontros, nos dias 21 de agosto, 4 e 18 setembro. O curso é transmitido simultaneamente para 91 polos em todo o estado.
O presidente da Câmara Municipal Jales Gilberto Alexandre de Moraes e o vereador Tiago Abra participam do curso que é realizado na Sala de Conferências da Rede do Saber e assistiram nesta quinta-feira, 21 de agosto, da primeira aula do curso de capacitação.
O curso tem como finalidade alcançar a compreensão sobre a importância do planejamento e seus conceitos, a relevância das práticas transparentes e de responsabilidade fiscal, o aprofundamento do debate sobre as proposituras, elaboração e integração dos instrumentos de planejamento e execução orçamentária. No programa, serão abordados temas relevantes como o planejamento da gestão, sistema orçamentário nacional, controle interno, e transparência.
A capacitação está sendo oferecida gratuitamente em Jales e conta com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, da tecReg, da Rede do Saber, da Escola de Formação de Professores "Paulo Renato Costa Souza" e do CIEE – Centro de Integração Empresa Escola. As aulas tem como público alvo vereadores e servidores das Câmaras Municipais e o Pólo de Jales abrange 22 municípios, além da sede.
As aulas são realizadas através de videoconferência interativa e a coordenação das mesmas é de responsabilidade da EPCP – Escola Paulista de Contas Públicas. A monitoria das aulas é feita pelos servidores da Câmara de Jales, Fábio Rogério Galan e Jaqueline Zambon.
. Na manhã desta quinta-feira, 21, foram discutidos os temas "O Estado Federal e o Município" ministrados pelo professor-tutor Bruno Nagata e "Sistemas de Controle" e "Controle Interno", ministrados pelo professor-tutor Alexandre Mateus.

Cristãos leigos e leigas,por D. Demétrio Valentini


Este quarto domingo de agosto é dedicado aos leigos. A data chega bem, para situar uma iniciativa importante que está em andamento, relativa à identidade eclesial e à missão dos leigos.
Trata-se do documento que está sendo construído pela CNBB, no qual se procura aprofundar e atualizar a compreensão da vida e da missão dos leigos, na Igreja e na Sociedade. Ainda estamos em tempo de colaborar com nossas ponderações e sugestões, para que o documento receba a aprovação oficial da CNBB na próxima assembleia, em abril do ano que vem.
Este trabalho está sendo conduzido pela Comissão especial, nomeada pela CNBB, que conta sobretudo com a participação de leigos, que recolhem as colaborações através das diversas instâncias da organização dos leigos, entre as quais se destaca o Conselho Nacional do Laicato do Brasil, com os respectivos Conselhos Regionais, a Assembleia Nacional dos Organismos do Povo de Deus, e outros.
Por estas referências, já percebemos um fato muito promissor: os leigos estão encontrando caminhos para se articularem, e para atuarem, seja no contexto da Igreja como da Sociedade.
Em termos de processo histórico, tomando como ponto de partida o Concílio Vaticano II, percebemos uma cadência interessante. São 50 anos do Concílio, são 25 anos da Exortação Christifidelis Laici, e são 15 anos do documento da CNBB sobre a Missão e os Ministérios dos cristãos Leigos e Leigas.
Tudo parece pedir uma retomada das reflexões, para situar de novo esta questão, atualizando-a face às muitas mudanças ocorridas depois do Concílio.
Uma boa aquisição, fruto desta caminhada de reflexão e de inserção dos leigos na vida e na missão da Igreja, foi a mudança semântica, consignada a partir da Christifidelis Laici, que consistiu na inversão de funções literárias das palavras. O que era substantivo passou a adjetivo, e inversamente, o que era adjetivo foi guindado a substantivo. Não se fala mais os "leigos cristãos", mas em "cristãos leigos e leigas".
Isto sinaliza uma visão teológica bem mais abrangente, decorrente da visão conciliar de "Igreja Povo de Deus", em que todos, em primeiro lugar, somos cristãos, a título igual, com a mesma dignidade e a mesma pertença à Igreja.
A partir desta visão teológica de Igreja Povo de Deus foi se firmando a mudança de enfoque. O que nos identifica a todos, é o fato primordial de todos sermos membros do Povo de Deus.
Esta nova ênfase, suscitada nos embates teológicos do próprio Concílio, permanece como a afirmação de maior potencial teológico do Concílio Vaticano II. A partir dela se produziu o que o Cardeal Döfner qualificou como a "revolução copernicana" na compreensão da Igreja. Como Copérnico descobriu que era a terra que girava ao redor do sol, e não o contrário, assim na Igreja, é a hierarquia que está a serviço do Povo de Deus, e não o Povo de Deus que está ao serviço da hierarquia.
Isto tudo tem suas consequências, que demandam tempo para serem assimiladas, e mais tempo ainda para serem implementadas.
Por isto tudo é conveniente voltarmos a refletir sobre a identidade e a missão própria dos cristãos leigos e leigas, sobre quem mais incidiu esta "revolução teológica" causada pela eclesiologia conciliar.
Mas para isto, a melhor maneira é conferir de perto como está sendo preparado este novo texto, para o qual ainda podemos colaborar.
O fundamento já está lançado: em primeiro lugar, somos todos cristãos. A partir daí, cada um veja como qualifica esta realidade substantiva.

Carlinhos, da ACIJ se reúne com Nice para detalhar decoração natalina


Nessa segunda-feira, 18 de agosto, a convite da prefeita Nice Mistilides, o presidente da Carlos Roberto Altimari, da ACIJ, participou de uma reunião para discutir a decoração que levará o espírito natalino às ruas da cidade. Coordenados pela assessoria de Cultura e ACIJ - Associação Comercial e Industrial de Jales, o trabalho deve envolver o reaproveitamento de materiais junto a Associação de Artesãos, em um projeto econômico, sustentável e com foco na criatividade.
Carlinhos Altimari elogiou a iniciativa da prefeita Nice e da presidente da Associação dos Artesãos, Lucilene Fiochi, de desenvolver um projeto de decoração natalina para Jales, pois sob o seu ponto de vista é uma forma de retribuir à população e aos empresários a dedicação e valorização da nossa cidade. Ainda reforçou que é importante lembrar que Jales é centro de região e que a decoração natalina, bem como os atrativos culturais e brinquedos para as crianças nas ruas e praças, além de embelezar atrairá muitos consumidores das cidades vizinhas, aquecendo assim o comércio local.
Os detalhes foram discutidos pela prefeita Nice Mistilides, Carlinhos Altimari, assessora de Cultura, Ivani Franco, e da secretária executiva da ACIJ, Maria Perpétuo Osório. Além das principais ruas e avenidas comerciais a perspectiva é iluminar alguns pontos estratégicos.
Carlinhos destacou também, que o projeto ainda está em estudo para avaliação da Associação dos Artesãos e da Prefeitura, mas acredita que a Prefeitura não medirá esforços para fazer das festividades de final de ano uma data inesquecível.
Em apoio ao projeto, a ACIJ juntamente com a Prefeitura busca viabilizar algumas parcerias com empresários para a execução do mesmo.
De acordo com a prefeita Nice, a expectativa é de que os trabalhos deste ano possam ser tão bons quanto o de 2013, no "Natal de Paz e Luz" visto e elogiado por toda comunidade de Jales e região. "Antes mesmo de ser prefeita, a população me pedia uma decoração que colocasse Jales como centro de região, mostrando a força do nosso comércio e, para isso, todas as nossas secretarias e todas as mãos criativas não medirão esforços para encantar nosso povo", frisou. Na ocasião, Carlinhos aproveitou para informar à prefeita Nice, que a parte da ACIJ nas festividades de final de ano já está em andamento "nesta segunda-feira, dia 25 de agosto, estaremos lançando a promoção Natal Mágico da ACIJ. "Certamente teremos muitas empresas participantes e cada uma delas poderá fazer sua própria promoção dentro da nossa. Serão milhares de prêmios instantâneos dentro das seladinhas, nos mesmos moldes do ano anterior, que vale lembrar agradou a todos, foi um grande sucesso. A ACIJ distribuirá R$ 6 mil em prêmios instantâneos e no final da promoção dia 3 de janeiro de 2015 sorteará um carro zero, modelo Take Up" informou Carlinhos.
Ainda ressaltou que pedirá aos comerciantes que enfeitem suas fachadas e vitrines, como a própria ACIJ irá fazer, "para juntos entrarmos num clima positivo de Natal. Cada um fazendo sua parte vamos ter uma cidade decorada, iluminada, linda e principalmente com força total nas vendas".
Segundo Ivani, para dar forma aos adereços que enfeitarão a cidade, a participação da comunidade é fundamental. "Precisamos de voluntários que se disponham a colaborar na confecção da decoração, tanto com materiais recicláveis quanto com ideias. Sabemos que muitas pessoas têm bom gosto e gostariam de ajudar, todos serão muito bem-vindos", enfatiza.

Perspectivas modestas, por Reginaldo Villazón



A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão começou esta semana, na terça-feira, dia 19. Vai se estender por 45 dias (até 02 de outubro, quinta-feira), três dias antes da votação em primeiro turno (05 de outubro, domingo). O tempo diário da propaganda é escasso, considerando o grande número de candidatos a se apresentarem. São dois blocos de 50 minutos no rádio (às 07:00 e às 12:00 horas) e dois blocos de 50 minutos na televisão (às 13:00 e às 20:30 horas), em seis dias da semana (segunda-feira a sábado).
Esta eleição coloca em disputa 1.627 cargos executivos e legislativos: 01 presidente da República, 27 governadores, 27 senadores, 513 deputados federais e 1.059 deputados estaduais. Isto, sem contar vices e suplentes. Para presidente da República, há três candidatos fortes apoiados por coligações partidárias (Dilma Rousseff, Aécio Neves e Marina Silva) e oito candidatos apoiados só por seus partidos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o número total de candidatos passa de 24.000 e o número total de eleitores passa de 140 milhões.
A democracia não depende apenas de eleições, como querem os políticos e acredita boa parte da população. Porém, é certo que não há democracia sem eleições. Antigamente, os comícios eram fundamentais para atrair a atenção dos eleitores com discursos inflamados e convocá-los a votar. Hoje, embora a telefonia celular e a internet ganhem espaço, o uso eleitoral do rádio e da televisão tem a maior importância. Assim, os candidatos vão resumir suas falas na propaganda eleitoral gratuita e tentar aparecer bem nos noticiários e debates.
Na presidência da República, Dilma Rousseff (PT) foi alvo de críticas nas passeatas e sofreu vaias nos estádios de futebol. Por isto, fez-se candidata com o slogan: "Mais mudanças, mais futuro". O candidato Aécio Neves (PSDB) cunhou o slogan: "Mudança confiável". A candidata Marina Silva (PSB) lapidou o slogan: "Coragem para mudar". Isto quer dizer que os políticos sabem que o povo deseja mudanças para garantir as conquistas sociais obtidas a duras penas, melhorar a qualidade dos serviços públicos e desenvolver o país.
Em quem acreditar? Quais verdades existem por trás das palavras dos candidatos? Em quem votar? Facilmente, será possível ver e ouvir como todos eles repetem as propostas de mudança, embora se dizendo políticos contrários. Será possível avaliar que todos eles escondem, como se ignorassem, a corrupção e o mau uso do dinheiro público nos meios políticos. Ainda que tais políticos almejem realizar bons trabalhos executivos e legislativos, a história não favorece os que sobem ao poder sem rebeldia, sem desafiar o sistema vigente.
Entre muitos, Nelson Mandela é um bom exemplo de líder político que desejava mudar as leis e os costumes do seu país. Nunca escondeu suas convicções e intenções. Quando foi eleito presidente da África do Sul, ele teve êxito na concretização das mudanças. Ser rebelde, politicamente, não é pegar em armas. É não acreditar abertamente no sistema político vigente, é exigir mudanças nas normas e nos comportamentos para atingir os fins sociais pretendidos. Aos candidatos desta eleição falta a rebeldia própria dos políticos reformadores.

Reforma política e corrupção, por Célio Pezza


As reformas políticas necessárias ao Brasil vêm sendo discutidas há mais de 15 anos sem que a classe política chegue a um final. Isso porque não interessa ao político brasileiro uma reforma que possa dar um fim ao regime contraditório atual. Vejamos alguns itens dessa reforma:
Quantidade de partidos: Existem, atualmente, no Brasil 32 partidos registrados no TSE. Essa quantidade só serve para confundir o eleitor e fazer conchavos entre os partidos. No Japão, por exemplo, temos 03 partidos, na Suécia temos 07, no Canadá temos 05, na Itália tempos 08, na Alemanha temos 06 que fazem parte da Assembleia Parlamentar e mais 06 minoritários, nos EUA temos 02 maiores (Democratas e Republicanos) e mais 04 que concorrem para a Presidência, e assim por diante. Aqui, temos 32! Se perguntarmos a um candidato qualquer, duvido que ele saiba o nome de todos e quem é seu Presidente Nacional. O problema começa aí, na quantidade de partidos.
Continuando, temos o problema dos financiamentos das campanhas, que atualmente podem ser por recursos públicos e privados através de doações. Ora, uma doação de uma empresa significa corrupção, pois, no futuro, o dinheiro investido terá que retornar com muitas vantagens. O correto seria não mais ser permitido o uso de dinheiro de terceiros para as campanhas.
Fim do voto proporcional e implantação do voto distrital, onde o eleitor conhece o candidato. Os políticos que não querem o voto distrital são exatamente aqueles que não querem prestar contas à população.
Fim do foro privilegiado para políticos, pois, hoje, quando um político rouba do povo, entra numa fila enorme de julgamentos nos Tribunais Superiores (foro privilegiado) e acaba nem sendo julgado. Hoje, a média de julgamentos não chega a 5%. O resultado é que o político ladrão acaba saindo impune. Eles se acham como os reis de antigamente, onde nada acontecia contra eles.

Onde está minha fé?, por Flávio Carvalho


Quantas vezes tive vontade de ter com Deus pessoalmente. Como se isto fosse fácil ou possível. Eu simplesmente queria bater na porta do céu, sem ser anunciado e ser atendido pelo Todo Poderoso pessoalmente. Tenho tantas perguntas, mas me contentaria em fazer Lhe apenas uma única, Onde está minha fé ?
Diante do Pai, ali prostrado, diante de mim mesmo, pois Ele é minha imagem e semelhança, e como disse o seu filho predileto: "Vós sois deuses", estaria ali diante Dele, com esta única indagação.
Minha falta de fé é que teria me levado a presença do Pai Celestial. Não sairia sem uma resposta. O que foi feito da única coisa que poderia me trazer felicidade neste mundo caótico que vivemos, onde impera a dor e o sofrimento. Onde irmão mata irmão pelo pedaço de chão. Onde filho de alguém deixa alguém sem filho. Onde aquele que sorri faz outros chorarem. Onde aqueles que se deleitam em banquetes fazem outros passarem fome. Onde foi parar minha fé?
Fé em Cristo, fé em religião, fé em dias melhores. Onde foi parar minha fé? Fé no meu irmão, fé no amor, fé no fim da minha dor. Onde foi parar minha fé? Onde foi parar minha fé?
Somente outra pergunta vêm a minha mente: será que tive fé alguma vez na minha vida? Pois se procuro algo que perdi é porque já a tive antes! Ou será que nunca tive?
Se fomos feito a imagem e semelhança do Pai, muita fé há de nos habitar. Deve estar escondida em algum lugar, esperando para se manifestar. Mas quando? Não dá para ser agora? Está muito difícil passar pelas vidas sem ela! Onde está minha fé? Onde está minha fé? Me ajude a encontrar, nem que para isto eu tenha que muita dor suportar. Me ajude a encontrar algo que nunca do meu ser se desprendeu. Me ajude, Senhor a encontrar minha fé!
Onde está minha fé? Será que ela se encontra em uma igreja, em algum templo religioso? Pois já me disseram "que fora da igreja não há salvação". Será que ela está na natureza que Tu criaste com tamanha perfeição? Acho que não, pois o homem destrói tão facilmente tudo de belo que nos deste. Me diga Senhor. Onde está minha fé? Não suporto mais ver a tristeza estampada na alma de meu irmão. Não suporto mais ver os lideres sofrendo na solidão. Não suporto Senhor, ver a Mãe chorar seu filho morto. Não suporto mais o luto. Não suporto mais a luta. Não quero mais viver para sempre!!! Não mais viver sem fé. Não suporto, sou fraco, sou tolo. Mas Tu me criaste para ser feliz. Por que não consigo? Sei a resposta! Falta me a fé. Senhor, onde está minha fé? Me diga por favor, ou pelo menos me de uma pista. Se estiver longe, buscarei, se estiver perto, a agarrarei com unhas e dentes, e jamais a soltarei. E se ela estiver dentro de mim, eu lhe imploro, faça-a aparecer. Faça transbordar em meu ser. Faça meu espírito muita fé Ter, e jamais a perder.
Onde está minha fé? Procuro aquela mesma fé que teve o Irmão de Nazaré. Aquela fé que me disseram que eu moveria montanhas. Aquela fé que faria ressuscitar o homem morto. O homem morto que habita o meu ser. Onde está minha fé? Onde está minha fé?
Talvez ela esteja no seio da mãe que amamenta. Me diga Senhor! É lá que ela se encontra? Se for, me faça nascer novamente e daquele leite novamente mamar, deixando minha alma pura de criança se refastelar.
Onde está minha fé? Onde está minha fé? Me responda Senhor....
Não obterei resposta alguma, pois a resposta estaria ali na minha frente, sorrindo da minha inocência, ou talvez tolice. A resposta estaria no encontro com o Pai. Pois se eu de alguma maneira na frente do Criador estiver, isso só foi possível mediante muita fé. Minha fé.
E este encontro já está marcado!!! Onde está minha fé?
*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com