Páginas

sábado, 8 de julho de 2017

Diocese de Jales em saída ao encontro do outro

 
A Diocese de Jales durante o mês de julho se prepara para duas missões importantes para a Igreja, a Missão Univida em Dourados, promovido pela Pastoral Universitária, entre os dias 8 e 15 de julho, e a Semana Missionária Diocesana que se realizará nas cidades de Rubineia, Marinópolis e Fernandópolis, entre os dias 19 e 23 de julho.

Para os Católicos missão é partir, sair, ir ao encontro do outro, independentemente de sua crença, raça, ou situação seja financeira, mental ou outra. "Fiel ao modelo do Mestre, é vital que hoje a Igreja saia para anunciar o Evento a todos, em todos os lugares e, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnâncias e sem medo. A alegria é para todo povo. Ninguém pode ficar excluído", insiste o Papa em sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium.

"As Missões UNIVIDA são uma das dimensões do trabalho desenvolvido pela Pastoral Universitária da Diocese de Jales e tem como objetivo principal ser presença da Igreja no ambiente universitário e contribuir na formação humanística desses futuros profissionais para que façam a diferença na construção de um mundo mais justo e fraterno", afirmou o Padre Assessor da Pastoral Universitária, Pe. Eduardo Lima (foto).

Nas Semanas Missionárias que são realizadas na Diocese de Jales, acompanhadas pela Pastoral Missionária, tem o objetivo de ser igreja em saída, que de forma humanizada leva para as pessoas o carinho e o amor, dando a atenção necessárias para as famílias que necessitam de uma palavra amiga.

Neste ano a Semana Missionária estará em união com a Missão Jovem Diocesana, que antes se realizava em datas separadas. Com a presença dos jovens, durante o sábado terá uma programação especial, celebrando a Jornada Diocesana da Juventude para despertar o ser missionário de cada jovem, em sintonia com o Ano Diocesano Vocacional e o Ano Nacional Mariano.

"Ser missionário é se colocar no lugar do outro, mesmo que com nossa situação atual brasileira não nos dá suporte de uma vida digna, ainda infelizmente existe pessoas com mais necessidades e atenção que nós mesmos. Sabemos que não podemos mudar tudo na vida do outro, mas o pouco que fazemos faz a diferença, com um simples sorriso, e nossa oferta de amor. Para ser missionário basta ter Cristo e confiar, pois, como sempre ouvimos, Deus não escolhe os capacitados, e sim capacita os escolhidos". Afirmou a Estudante de Pós-Graduação em Cardiorrespiratória, Taisa Cristina da Costa (foto), jovem missionária que participará das Missões Univida e Semana Missionária deste ano. (por Edivaldo Mella Janasco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário