Páginas

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Hemodinâmica da Santa Casa celebra um ano de resultados consistentes em abordagem transcateter

Abordagem transcateter da estenose aórtica grave vem sendo realizada com sucesso
O Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Invasiva da Santa Casa de Misericórdia de Marília celebra um ano de resultados consistentes na abordagem transcateter da estenose aórtica grave, que consiste no implante de uma bioprótese pela via femoral sem necessidade de cirurgia aberta. 
"Iniciamos nosso programa em abril de 2016 e até o momento realizamos o tratamento com pleno sucesso de cinco pacientes, com média de idade de 80 anos e considerados de alto risco para a cirurgia convencional", destacou o responsável técnico pela Hemodinâmica da Santa Casa, Pedro Beraldo de Andrade.
Contando com uma equipe multidisciplinar integrada, composta por intervencionistas, cirurgiões cardíacos, ecocardiografistas, anestesistas e intensivistas, atuando em conjunto na busca pelos melhores resultados, o grupo mostra-se confiante com os desfechos promissores da nova técnica. "Acreditamos que essa modalidade de tratamento se torne preferencial em um futuro próximo, estendendo-se também aos pacientes portadores de estenose aórtica de menor risco", disse o médico que coordena o serviço.
A equipe também se entusiasma com sua atuação em outras formas de cardiopatias congênitas e estruturais, tais como fechamento percutâneo de comunicação interatrial, canal arterial patente e comunicação interventricular, somando 35 procedimentos até o momento, além da valvoplastia por balão para tratamento minimamente invasivo da estenose mitral, com 37 intervenções.
O reconhecimento ao trabalho desenvolvido no setor manifesta-se através das constantes participações em eventos científicos. No início deste ano, Pedro Beraldo de Andrade ministrou palestra em São Paulo no Curso de Revisão para Cardiologistas Intervencionistas, evento que congrega os principais representantes nacionais da especialidade e no Global Summit on Innovations in Interventions e que contou com a presença dos renomados líderes mundiais da cardiologia intervencionista como Antônio Colombo (de Milão, na Itália) e Martin Leon (de Nova Iorque, nos Estados Unidos). Na oportunidade, foram abordadas perspectivas atuais e tendências futuras na área.    
Fonte: Assessoria de Imprensa - www.santacasamarilia.com.br  

Nenhum comentário:

Postar um comentário