Páginas

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Reflexões:- A viagem da vida

Adelvair David
 
 
Só tendes o dia de Hoje
(Jesus).
 
Quando nasce, o homem recebe um bilhete especial para se sentar no melhor lugar da viagem da sua vida, a fim de não perder nenhum detalhe e, neste sentido, cada dia é supremamente importante.
 
Deve lembrar-se de que o que ficar para trás nunca mais voltará, que jamais passará outra vez da mesma forma no mesmo caminho.
A reencarnação traz o espírito de volta à viagem da vida para outras experiências de crescimento, acertar débitos deixados e se preparar para a felicidade futura. Mesmo se colocando em relação com as mesmas pessoas com quem já viveu, e isto é muito frequente, será uma nova viagem.
Na mensagem sobre a paciência em O Evangelho Segundo o Espiritismo, "um espirito amigo" afirma: " a vida é composta de mil nadas, que são picadas de alfinete que acabam por nos ferir". Devido ao seu orgulho o homem fixa-se nos desconfortos pequenos ou grandes da sua vida e perde as belezas das paisagens. Parentes difíceis, problemas financeiros, problemas da saúde, problemas morais o fazem distrair-se por longos anos enquanto que, ao seu lado, não vê os seus amores que lhe dedicam os sentimentos mais afetuosos. Fica preso àqueles que o detestam com quem tem rusgas e agastamentos por culpa de um ou de outro lado e esquece-se que deve aproveitar o tempo para aprender, amar o próximo e fazer todo o bem que lhe seja possível para o seu crescimento.
A lei de causa e efeito, lei de justiça e de amor chama o homem à reflexão, por isso, não existe viagem sem dificuldades para ninguém. De alguma forma, cada um experimenta confortos e desconfortos que são a sua construção, de acordo com os sentimentos que possua para enfrenta-los. Conforme a maturidade espiritual que já tenha conquistado nesta e em outras existências viverá exaltando as belezas da vida ou a maldizendo.
Muitos dos grandes homens da humanidade tiveram problemas, mas com amor e confiança prosseguiram fixando-se no futuro. Relatam os espíritos venerandos, que a maior satisfação que o espírito experimenta ao chegar à pátria espiritual, é a de jamais ter desistido da caminhada, de não ter lamentado e de se sentir aliviado dos fardos que lhe pesavam anteriormente sobre os ombros, estando agora mais sábio e forte e pronto para nova caminhada promissora na direção da angelitude.
VIVER É VIAJAR ACORDADO PARA A PRÓPRIA VIDA.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário