Páginas

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

CPFL entrega certificação ouro à Santa Casa de Marília através do Programa de Revitalização

 

Como hospital sede, instituição foi avaliada pelo CQH (Compromisso com a Qualidade Hospitalar)
A CPFL Energia entregou a certificação ouro à diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Marília, em cerimônia realizada na sede da companhia, em Campinas, no dia 1º de fevereiro. O reconhecimento faz parte do PRHF (Programa de Revitalização dos Hospitais Filantrópicos).
O certificado foi entregue pelo presidente da CPFL Energia, André Dorf, ao provedor da Santa Casa de Marília, Milton Tédde, que estava acompanhado do superintendente, Sérgio Stopato Arruda, do diretor de gestão e desenvolvimento institucional, Márcio Mielo e da gerente de qualidade, Flávia Lima.
Como hospital sede, a Santa Casa de Marília foi avaliada pelo CQH (Compromisso com a Qualidade Hospitalar). O programa é dividido em quatro etapas, sendo que na terceira e última visita de avaliação, a Santa Casa de Marília conquistou 431,53 dos 500 pontos possíveis.
O programa é financiado pela CPFL Energia e executado pelo Cealag (Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão). Inclusive, a certificação ouro conquistada pela Santa Casa de Marília é assinada também pelo coordenador da iniciativa, Paulo Carrara de Castro.
Tédde ressaltou a importância da certificação como reconhecimento ao esforço dos funcionários e o envolvimento dos médicos e parceiros da instituição. "Isso mostra que estamos no caminho certo. Dedicamos esta certificação a todos os funcionários, que se empenham bastante em prol do hospital e melhoram a cada dia a qualidade do nosso atendimento".
O superintendente salientou que foi significativo o crescimento qualitativo da Santa Casa da primeira para a última avaliação. "Esta certificação evidencia a evolução do hospital. Ficamos honrados em ter este reconhecimento. Desde o início do programa, dezenas de hospitais foram contemplados. Sete instituições foram certificadas como sede", lembrou.
O diretor de gestão e desenvolvimento institucional, Márcio Mielo, enfatizou que todos os setores do hospital são beneficiados com a gestão de qualidade. "São privilegiadas a segurança e valorização do cuidado, a valorização da equipe e a melhoria dos processos institucionais. O programa nos auxilia na redução de despesas, melhoria do processo do cuidado, na satisfação da organização. A sociedade se beneficia".
O Programa de Revitalização tem como parceiros, além da Cealag e do Programa CQH, a Fehosp (Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes de São Paulo) e FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). A etapa Marília começou em novembro de 2014, com a participação de dezenas de hospitais da região.
A Santa Casa de Marília já participava desde o ano anterior do CQH. O hospital foi sede regional e única instituição a ser avaliada pela certificadora. Também recebeu, nestes dois anos do programa, apoio dos consultores Jackson Fernando de Rezende Vilela (médico) e Luiz Otávio Viana (enfermeiro), sob coordenação do médico Paulo Carrara de Castro.
Com foco na melhoria da qualidade e na busca do ouro, a diretoria do hospital, o colegiado de líderes (encarregados e gerentes) e o colegiado médico, com apoio dos colaboradores de todas as áreas, intensificaram as melhorias e agora comemoram os resultados.
A iniciativa da CPFL Energia surgiu em 2005, a partir da decisão da empresa de modernizar sua metodologia no apoio aos hospitais. Ao invés de promover doações, a concessionária passou a contribuir por meio da contratação de uma consultoria de gestão, junto a uma das maiores organizações do Brasil na área de pesquisas e estudos da Saúde.
O programa aplica à gestão hospitalar os fundamentos e critérios de excelência da gestão, sistematizado e difundido pela FNQ. 
Fonte: Assessoria de Imprensa - www.santacasamarilia.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário