Páginas

sábado, 7 de janeiro de 2017

Arrependimentos de 2016

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
Professor do UNIBAVE – Orleans - SC
 
 
Eu me arrependo de muitas coisas,
Arrependo de ter voltado,
Mesmo sem ter ido.
Arrependo de reclamar tanto,
Mesmo sem motivo algum.
Arrependo de agredir,
Mesmo quando fui agredido primeiro.
Arrependo de ter gritado,
Quando era para ter me calado.
Arrependo de não ter visto,
Mesmo sem ter olhado.
Arrependo das viagens que não fiz,
Mesmo aquelas para lugares inexistentes.
Arrependo por não ter sonhado mais,
Por medo dos pesadelos.
Arrependo de não ter sorrido mais,
Mesmo nos momentos que chorei.
Arrependo de não ter chorado mais,
Por medo de expor meus sentimentos.
Arrependo de não ter voado,
Mesmo não sendo alado.
Arrependo de não ter te olhado,
Por medo de me envolver.
Arrependo de não ter te beijado,
Por medo de me apaixonar.
Arrependo de não ter te amado,
Por medo de não ser correspondido.
Arrependo de não ter orado mais,
Mesmo não tendo religião.
Arrependo de não ter pedido perdão,
Por medo de não ser perdoado.
Arrependo de ter tido inveja,
Mesmo sem querer.
Arrependo de não ter dito não,
Mesmo querendo ter dito sim.
Arrependo de ter dito sim,
Quando precisava ter negado.
Arrependo de não ter dado mais,
Mesmo não tendo nada.
Arrependo de não ter abraçado,
Mesmo aquele que me agrediu.
Arrependo de não ter sido melhor filho,
Mesmo não sabendo o que é ser pai.
Arrependo de não ter ensinado mais,
Mesmo sabendo tão pouco.
Eu me arrependo de muitas coisas,
Inclusive de me arrepender tanto.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário