Páginas

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Polícia Militar Ambiental realiza Operação “Pan Amazônica VI”


 
Major PM Fabiano Ferreira do Nascimento, Comandante Interino  do 4° Batalhão de Policia Ambiental está informando que neste domingo 03 de julho, foi desencadeada a Operação Pan Amazônica VI, com o objetivo de fiscalizar produtos florestais de origem nativa, transportados pelo modal rodoviário e, consequentemente, contribuir para a prevenção e repressão da exploração ilegal de tais produtos.
A Operação foi encerrada nesta terça-feira, 5 de julho, às 22 horas, e contou com o efetivo de 140 Policiais Militares Ambientais utilizando 48 viaturas, distribuídos em patrulhas nos principais eixos rodoviários da região norte e noroeste do Estado, para vistoria dos veículos de transporte, havendo a cooperação do Instituto Florestal de São Paulo (para a análise microscópicas do produto), do Policiamento Rodoviário (para a disponibilidade das Bases Operacionais e apoio para as abordagens dos veículos), Departamento de Estradas e Rodagem – DER e Concessionária Triângulo do Sol Auto Estradas.
O produto fiscalizado passava por controle quantitativo (volume) e qualitativo (espécie), de acordo com as informações constantes no Documento de Origem Florestal (DOF), de porte obrigatório e também submetido a exame de veracidade, mediante consultas aos bancos de dados oficiais.
Como resultado, foram fiscalizados 36 caminhões de transporte de madeiras, cerca de 32,14 metros cúbicos de madeira em situação irregular foram apreendidos, 39 (DOF) Documentos de Origem Florestal  fiscalizados, um destes apreendido sendo lavrados 02 autos de infração ambiental por transporte irregular de produtos e subprodutos florestais, totalizando R$9.417,00 em multas.
Em que pese o número de autuações e apreensões não ter resultado elevado, isso denota o trabalho preventivo desenvolvido por meios das reiteradas fiscalizações executadas pela Polícia Ambiental no modal rodoviário na região abrangida pela Unidade, contribuindo desta maneira para o efetivo combate dos atos de degradação ambiental.
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário