Páginas

sábado, 15 de julho de 2017

Curso de História é reconhecido pelo MEC com conceito quatro

Daniel Zilio


foto - Os alunos Edi Carlos Rodrigues e Vitória Vieira Lima, ladeando o coordenador do curso de História,  Silvio Luiz Lofego, parabenizaram a Unijales e o coordenador de História pelo excelente conceito

O curso de História da Unijales, coordenado pelo professor doutor, Silvio Luiz Lofego, foi avaliado pela Comissão do MEC (Ministério de Educação e Cultura) e teve sua Renovação de Reconhecimento. Em uma escala de 0 a 5, o curso obteve nota 4, excelente conceito.

Nos dias 26 e 27 de junho, a comissão avaliadora, constituída pelos professores Ângelo Adriano Faria de Assis e Álvaro Pereira do Nascimento, analisou a qualidade do ensino, envolvendo a dimensão pedagógica, corpo docente, com mestres e doutores e a infraestrutura, com espaços e recursos adequados para as aulas.

Todos esses requisitos colaboraram para a nota 4 e a Renovação do Reconhecimento do curso de História, além de classificá-lo como de excelente qualidade, atendendo plenamente às exigências do Ministério da Educação para o seu funcionamento.

"Essa nota representa a confirmação pelo MEC da qualidade sempre buscada pelo curso de História da Unijales. Desde que assumi a coordenação, em 2002, sempre busquei trazer para Jales projetos inovadores e que pudessem contribuir para a excelência do ensino. O conceito 4 veio coroar um trabalho árduo, mas extremamente gratificante e premiar a garra de uma equipe fantástica", disse o coordenador do curso Silvio Luiz Lofego.

O Reconhecimento é a condição necessária, juntamente com o registro, para a validade nacional dos respectivos diplomas.

O ex-aluno do curso de História e também professor da Instituição, Jemerson Quirino, falou sobre a renovação do reconhecimento. "A boa nota expressa o quanto o curso de História pode mudar a vida de seus alunos. O mais importante em uma caminhada é o primeiro passo, e foi justamente no curso de História que dei meu primeiro passo na vida acadêmica. Agradeço imensamente a oportunidade de cursar História. A educação tem um poder incrível de transformar. Hoje entendo o motivo pelo qual me identifiquei com essa área, pois acredito, tal como em Marx, Gramsci, Salviani, que a essência humana é trabalhar, aprender e ensinar. Isso é a minha vida desde que consigo resgatar minhas mais longínquas lembranças na memória. Contudo, só pude perceber minha própria essência ao cursar História na Unijales".

Nenhum comentário:

Postar um comentário