Páginas

sábado, 17 de junho de 2017

Reflexões: Tendes ouvido

Adelvair David
 
 
Asseverou Jesus: "vós tendes ouvido o que se disse", onde fica perceptível que a falácia humana é antiga.
As intermináveis intrigas marcaram as sociedades do passado como ainda marca as de hoje. Reis subiram ao trono e também foram conduzidos à morte ou ao exílio por força desse poder maior do que o que eles possuíam.
Ouve-se muita coisa a respeito de quase tudo e de quase todos, algumas pessoas se especializam em fazer observações menos felizes, porém, esta prática só encontra êxito quando o alvo está fragilizado, pois do contrário são palavras perdidas ao vento que se espalham feito folhas secas que logo se decompõem ao contato com a terra.
A dificuldade está em realmente se possuir nobres valores para não se importar com o falatório dos perturbadores. Eles sempre encontram na alma de quem focam, feridas que a baixa autoestima abriu, onde então concentram o seu veneno, seja por inveja, vingança ou maldade mesmo. É bom que se compreenda que só se dá do que se tem, portanto, não é difícil saber o que vai na alma dos intrigueiros.
O falatório é uma arma da covardia. Aqueles que assim procedem quase nunca conseguem ficar frente a frente, olhar nos olhos daqueles de quem falam, pois sabem não possuir argumentos melhores e que suas razões são desprovidas de correto juízo para justificarem seus procedimentos infelizes. Agem na sombra da noite moral, muita vez nem esperam o último suspiro da falência dolorosa do outro, contando sempre com simpatizantes incautos para tal cometimento. Bom lembrar que mesmo que exista algo ruim no comportamento alheio, nem por isso, fica autorizado a quem quer que seja o direito de expor-lhes as fraquezas, tendo cada um que cuidar das suas próprias.
Compreendemos que só existe um remédio para tal situação, como dizia o querido Chico Xavier: "silêncio, trabalho e prece". O tempo irá decantar as sujidades lançadas e a calmaria voltará a seu devido tempo, conforme os esforços de cada um em se tornar cada vez melhor, corrigindo os seus defeitos.
SE TEMOS QUE DAR OUVIDOS, QUE SEJA À CONSCIÊNCIA, POIS POR ELA DEUS FALA CONOSCO.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário