Páginas

sábado, 27 de maio de 2017

Inclusão no Projeto de Município de Interesse Turístico é a luta de Jales

Com a presença de representantes de vários segmentos da comunidade, foi realizada na segunda-feira, 22 de maio, na sala de reuniões do Poder Executivo um encontro para a criação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) com o objetivo de pleitear a inclusão do município de Jales no Projeto de Interesse Turístico junto ao Governo do Estado.

Na escolha do nome do presidente foi proposto o de Weber Kitayama, da Fatec, acatado por unanimidade pelos presentes que, por sua vez, nomeou Wellington Lima Assunção como secretário executivo do órgão.

As etapas estão sendo cumpridas com realização de reuniões para elaboração do Plano Diretor de Turismo, que será encaminhado para Câmara Municipal para apreciação e aprovação dos vereadores.

Segundo o secretário municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Mobilidade Urbana, Nilton Suetugo, que conduziu os trabalhos parsa a formalização do Conselho, a cidade possui vários espaços públicos para revitalização, como o Bosque Municipal, um remanescente da Mata Atlântica, que deve ser motivo de exploração turística. Ele explicou que o foco principal é reativar o segmento criado anos atrás com a aprovação de Lei Municipal, que revoga a lei anterior e atende as novas orientações da Secretaria de Estado de Turismo e, transformar a cidade como interesse turístico, para explorar os nossos potenciais que vão do Turismo de negócios que abrange todos segmentos da comunidade empresarial, comercial, industrial, atraindo inúmeras pessoas que fomentam a economia local como também, incrementando o Turismo Rural, que envolve a produção de uva, vinhos e de orgânicos, entre outros eventos que estão dentro do plano turístico.

O prefeito Flávio Prandi que esteve na reunião acompanhado do vice-prefeito José Devanir Rodrigues (Garça), enfatizou que manteve contato com os parlamentares na Assembleia Legislativa, principalmente os representantes da região, e acredita que ainda este ano, o município de Jales pode se tornar de Interesse Turístico que também receberá a polpuda verba anual para investimento no turismo local para atrair visitantes.

Interesse Turístico - A lei complementar nº 1.261, de 29 de abril de 2015 criou uma nova classificação de município turístico. O estado de São Paulo possui 70 Estâncias Turísticas. A lei criou 140 vagas para Municípios de Interesse Turístico que também poderão receber recursos do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos administrado pelo DADE – Departamento de Apoio as Estancias.

No dia 9 de maio, a Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei tornando Rubineia como Município de Interesse Turístico recebendo anualmente recursos na ordem de R$ 650 mil para investimentos no setor.

Todos os Municípios do Estado de São Paulo (exceto os que já possuem o título de Estância) podem pleitear o título de Município de Interesse Turístico por meio de um parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário