Páginas

terça-feira, 23 de maio de 2017

Em Urânia, Cras promove palestra na Semana de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes


O CRAS – Centro de Referência da Assistência Social, em parceria com a Prefeitura Municipal, promoveu na noite do dia 18 de maio, no Centro Comunitário Luiz Fazzio, mais uma palestra às famílias beneficiárias dos programas sociais do município, tais como Bolsa Família e Renda Cidadã.

Dessa vez, o tema foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, abordado de forma esclarecedora pela Assistente Social, Luciane Maria Dinardi (foto). Segundo a palestrante, o assunto é de extrema importância e sugere uma luta incessante em favor das crianças e adolescentes.

A data foi escolhida como dia de mobilização contra a violência sexual porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

A proposta do “18 DE MAIO” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

No Brasil, o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. Os dados mostram que, de março de 2003 a março de 2011, o Disque recebeu 52 mil denúncias de violência sexual contra este público, sendo que 80% das vítimas são do sexo feminino.

O Disque 100 funciona diariamente das 08h00 às 22h00, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100; e do exterior pelo número telefônico pago 55 61 3212-8400 ou pelo endereço eletrônico: disquedenuncia@sedh.gov.br.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário