Páginas

quinta-feira, 25 de maio de 2017

5 mil escolas estaduais de SP participam de etapa local de discussões do projeto Gestão Democrática

Em dezembro, 500 mil responderam questionário online sobre tema; secretário da Educação acompanhou nesta quinta-feira encontro em escola na capital
         O calendário do projeto "Gestão Democrática" segue em maio a etapa local, centrada em discussões nas 5 mil escolas da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Nesta quinta-feira (25), o secretário José Renato Nalini acompanhou um dos encontros programados na E.E. Alfredo Paulino, na zona oeste da capital. Na primeira fase, em 2016, cerca de 500 mil estudantes, professores e pais/responsáveis responderam a um questionário online sobre a atuação das três principais instâncias democráticas: Grêmios, Conselho de Escola e Associação de Pais e Mestres (APM).
        Neste momento, as unidades têm a oportunidade de avaliar a própria realidade e propor soluções. A ideia é que com ajuda dos Facilitadores – professores da rede capacitados com técnicas de design thinking - a comunidade seja capaz de identificar o que precisa mudar ou avançar. Os dados extraídos do questionário serão utilizados pelas escolas para conduzir os debates.
Gestão democrática melhora aprendizagem
        De acordo com a enquete, mais da metade (61%) dos participantes creditam à gestão democrática a melhora da aprendizagem dos alunos, enquanto 60% apontam a garantia da inclusão e o respeito às diferenças entre as pessoas. Na avaliação sobre o Conselho de Escola, 53% disseram que existente, funciona e representa a comunidade. Outros 58% afirmaram que os grêmios e os representantes de classe são convidados e participam das reuniões.
        O espaço ocupado pelos grêmios também estava entre os itens da pesquisa. Segundo os ouvintes, 49% indicaram que os colegiados foram criados por iniciativa dos alunos. Na opinião de 43% dos participantes, as associações de pais e mestres têm um plano de trabalho claro e é discutido com a comunidade. Mais: 38% esclareceram que há troca de informações entre a APM, Grêmio e Conselho.
Legislação escolar será atualizada
         As discussões locais servirão de base para as próximas fases: regionais e estaduais, previstas para os próximos meses. Após o período de debate e de consulta pública, as contribuições vão compor um novo projeto de lei a ser apresentado na Assembleia Legislativa. Além disso, se aprovado o projeto, a Secretaria oferecerá cursos de formação continuada de professores, supervisores de ensino e equipes atentos às novas diretrizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário