Páginas

quinta-feira, 16 de março de 2017

Megamutirão estadual de saúde a partir deste sábado

Entre os dias 18 e 25 de março, 150 hospitais e AMEs estaduais irão antecipar consultas e exames, além de realizarem atividades abertas à população

O governo do Estado de São Paulo promoverá a partir do próximo dia 18 de março, sábado, um megamutirão de saúde que tem como objetivo atender aproximadamente 130 mil pessoas na capital paulista, Grande São Paulo, interior e litoral.  Na região de São José do Rio Preto as atividades irão ocorrer no Hospital Estadual João Paulo II e nos AMEs de Catanduva, Fernandópolis,  Jales, Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto e Votuporanga.
"Será o maior mutirão de saúde da história de São Paulo porque vamos incluir a capital, a região metropolitana, o litoral e o interior nos equipamentos de saúde do Estado, sendo nossos hospitais, centros de referência e AMES", afirmou nesta quinta-feira (16) o governador Geraldo Alckmin, durante anúncio da atividade, no AME Heliópolis, em São Paulo.
         No estado todo, cerca de 150 hospitais estaduais, centros de saúde e AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) terão agendas extras para antecipar consultas, exames e cirurgias para seus pacientes. Esses atendimentos, nas mais diversas especialidades, foram previamente programados com as pessoas já inscritas em caa dunidade.
A iniciativa também prevê ações preventivas. Todos os AMEs do Estado estarão abertos aos sábados para a população realizar testes de glicemia e aferição de pressão arterial, além de palestras e orientações sobre saúde e qualidade de vida. Se nestes exames for detectado algum problema, os pacientes serão orientados para tratamento e acompanhamento. Em outras unidades do estado também serão realizados testes de colesterol e mamografias. 
O megamutirão de saúde, organizado pela Secretaria de Estado da Saúde, visa ao mesmo tempo reduzir a espera por atendimento nos diferentes serviços da rede estadual, conforme a demanda e o perfil assistencial de cada unidade, e também incentivar as pessoas a cuidarem da saúde.
         "Trata-se de uma ação para agilizar a realização de consultas e procedimentos, além de uma importante iniciativa de promoção e prevenção da saúde para a população paulista", afirma David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.
         Os atendimentos do mutirão, que incluirão dois sábados, ocorrerão das 8h às 17h nas unidades. A lista completa dos serviços ofertados em cada unidade pode ser conferida no link www.portal.saude.sp.gov.br.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário