Páginas

sábado, 25 de março de 2017

Hospital de Câncer de Jales realiza palestra para profissionais da rede pública de saúde


 
Na quarta-feira, 15 de março, o Hospital de Câncer de Barretos Unidade Jales juntamente com o CREMESP e a APM, por meio do setor de Educação Continuada e Qualidade promoveu uma palestra para profissionais da rede pública de saúde de Jales.

O evento aconteceu na Associação Paulista de Medicina (APM), o antigo clube dos médicos. O palestrante convidado foi o neurologista da Unicamp Luiz Antônio da Costa Sardinha que abordou tema "Comunicação de Más Notícias".

A palestra recebeu centenas de profissionais da saúde da cidade, bem como médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e ainda profissionais da equipe multidisciplinar, como psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. "O tema escolhido foi muito interessante, pois passamos por diversas situações em que temos que dar ao paciente uma notícia ruim, e nem todos estão preparados para isso. Achei muito bacana a iniciativa da instituição", contou a professora e enfermeira, Tatiane Bortolozo.

A enfermeira da Educação Continuada Priscila Miranda, ressaltou a importância do encontro no processo de constante atualização e aprendizagem dos profissionais.

"O objetivo da palestra foi difundir o conhecimento sobre os protocolos de comunicação de más notícias, a explanação do Dr Sardinha foi enriquecedora e contemplou todas as áreas de atuação da saúde, por isso o convite a todos os profissionais da nossa região. E isso só foi possível graças à parceria com Paulo Mariani do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) e com Alice Mariani da Associação Paulista de Medicina (APM).", finalizou a enfermeira da educação continuada, Priscila Miranda.
 
 

Além de aberta a toda equipe da área de saúde, a palestra foi certificada ao que participaram. Ao final também foi promovido uma mesa redonda aberta a exposições de opiniões e discussões com a participação do Paulo Mariani, da enfermeira Regiane Sampaio da Organização de Procura de Órgãos (OPO) e do diretor clínico André Luiz Silveira, da Unidade do Hospital de Câncer de Jales.

Nenhum comentário:

Postar um comentário