Páginas

sábado, 18 de março de 2017

Hospital de Câncer de Jales precisa de doações de alimentos

“Já vi muitos milagres acontecendo aqui. É como uma mágica, mas que a gente sabe como é feita e quem faz”, diz a professora aposentada Cidinha Garcia, há 11 anos voluntária aqui na unidade do Hospital de Câncer de Barretos em Jales.
A vida dedicada ao voluntariado a credencia a falar sobre a importância do hospital para a sociedade e de como as doações – financeiras, alimentos, tempo e amor – impactam a vida de quem doa e dos que recebem.
A unidade do hospital atende 92 municípios da região noroeste do Estado de São Paulo e precisa de ajuda. A instituição realiza por dia, cerca de 1100 atendimentos, 100% via SUS. Em 2016 foram realizados 301.806 procedimentos, dentre eles atendimentos ambulatoriais, cirurgias, atendimentos de enfermagem, atendimentos em equipe multidisciplinar (odontologia, fonoaudiologia, psicologia, nutricionista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e serviço social) tratamentos quimioterápicos, radioterápicos, exames (laboratoriais, de imagem e outros), intervenções, biópsias e atendimentos no CIA (centro de intercorrência ambulatorial), e ainda serviços de radiologia, laboratório de análises clínicas e cuidados paliativos.
Parte desse atendimento, envolve as refeições que são servidas diariamente, são cerca de 6 refeições por dia aos pacientes e seus acompanhantes, incluindo café da manhã, tarde e noite, almoço, jantar e ceia. Alguns alimentos são utilizados diariamente em grande quantidade, como o café, achocolatado, açúcar, arroz, feijão, frutas e legumes.
“Estamos com o estoque muito baixo. Do ano passado para este ano, as doações caíram consideravelmente e nós estamos precisando muito da ajuda de todos. A nossa necessidade é constante.”, afirma a nutricionista responsável, Amanda Cordeiro.
Para a paciente Keli Regina de Lima, que faz tratamento aqui na unidade, as refeições que são servidas são de extrema importância. “Sou da cidade de Alvares Florence e viajo todos os dias. Às vezes o tempo de tratamento é longo e eu não posso sair para almoçar. Atenciosamente o hospital serve uma sopa para mim e para meu acompanhante, isso faz toda a diferença.”, contou a paciente, Keli Regina de Lima.
Para as pessoas que desejam contribuir, a doação dos alimentos pode ser entregue no setor de nutrição da entidade.
Mais informações pelo telefone (17) 3624-3910 com a nutricionista, Amanda Cordeiro ou com o Lucas do Estoque.
foto - (crédito foto/ascomhcbjales/divulgação)
A paciente Keli Regina de Lima, que faz tratamento na Unidade, recebendo a sopa

Nenhum comentário:

Postar um comentário