Páginas

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Operação Catatau: Justiça decreta prisão preventiva de ex-prefeito e manda prender outros dois investigados



A Justiça Estadual de Estrela d’Oeste/SP decretou a prisão preventiva do ex-prefeito José Luiz Reis Inácio de Azevedo (PSDB) de Dolcinópolis/SP, que estava preso temporariamente por cinco dias desde a terça-feira, 21 de fevereiro. Na mesma decisão foram decretadas as prisões preventivas da ex-tesoureira e do ex-diretor de administração da prefeitura. Policiais federais e militares de Jales/SP e de Dolcinópolis cumpriram os mandados no início da noite desta sexta-feira, 24 de fevereiro.
 
A Polícia Federal entregou ao Ministério Público Estadual relatório com parte das informações coletadas nos documentos apreendidos e nos depoimentos prestados pelos conduzidos na deflagração da Operação. O Ministério Público de Estrela d’Oeste/SP denunciou os investigados e representou pela conversão das prisões temporárias em preventivas e pela prisão de outros dois envolvidos nas investigações.

Um dos “laranjas” do esquema investigado, lavador de carros conhecido como “ZÉ COLMEIA”, teve sua liberdade concedida pela justiça e responderá o processo em liberdade. O ex-prefeito e o lavador de carros ficaram em silêncio e não prestaram nenhum esclarecimento na ocasião de suas prisões, mas a justiça entendeu que ZÉ COLMEIA não oferecia nenhum risco ao andamento das investigações.

Agora, a prisão do ex-prefeito, que era temporária por cinco dias, tornou-se preventiva, por tempo indeterminado, assim como da ex-tesoureira e do ex-diretor de administração da Prefeitura Municipal de Dolcinópolis. Os homens ficarão recolhidos na Cadeia Pública de Guarani d’Oeste/SP enquanto a mulher será conduzida até a Cadeia Pública de Nhandeara/SP onde permanecerão à disposição da Justiça Estadual de Estrela d’Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário