Páginas

sábado, 28 de janeiro de 2017

Reflexões: Emoção e Vida

Adelvair David



A natureza humana traduz a vida segundo o seu vocabulário emocional.
As emoções em desalinho dimensionam tudo acima do real, potencializa os desconfortos fazendo a criatura humana chegar ao absurdo de sofrer pelo que não existe, valorizar demasiadamente fatos e situações de pequeno valor, e não tomar providências em relação ao que existe e necessita do seu concurso, seja nas questões materiais, morais ou espirituais.
As emoções sempre foram um grande desafio para o homem, manifestá-las com grandeza e equilíbrio constitui conquista inalienável de todo aquele que quer cumprir a missão diante de si mesmo, a de se tornar melhor.
Na indicação filosófica antiga, "conhece-te a ti mesmo" está o segredo de todo o entendimento do homem a respeito da vida, porque é também o entendimento de si mesmo. Sondando a sua natureza, a forma como reage aos enfrentamentos, perceberá a qualidade das suas emoções, podendo raciocinar a respeito delas, do que está sentindo. Poderá domar suas más inclinações freando as emoções que as impulsionam, fará melhores escolhas porque não agirá ao saber das primeiras impressões, desta forma, suas relações afetivas, seus negócios, sua espiritualidade será coroada de maior êxito. Isto não quer dizer que tudo dará sempre certo e que não terá contrariedades, porém, não tombará diante delas e aproveitará os momentos exitosos para se fortalecer e trabalhar pelo seu engrandecimento moral e material.
Asseverou Jesus ensinando: "a boca fala do que está cheio o coração". Devemos prestar atenção no que nos acontece por dentro, trabalhando para modificar nosso conteúdo íntimo, especialmente os pensamentos e sentimentos, renovados aceitaremos melhor o que não dependa de nós, plenamente presentes onde nossa decisão é importante.
AS EMOÇÕES FAZEM PARTE DA VIDA, NECESSÁRIO EDUCÁ-LAS, EDUCANDO-SE.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário