Páginas

sábado, 28 de janeiro de 2017

PM recupera bike furtada após consultar número de série no tablet da viatura

A bicicleta, furtada em setembro de 2014, foi devolvida ao dono nesta sexta-feira (27)
Polícia Militar

A bicicleta foi devolvida ao dono nesta sexta-feira (27)

Dois anos e quatro meses depois de ter sua bicicleta furtada, um operador de máquinas de 63 anos recebeu de volta, nesta sexta-feira (27), o bem que foi encontrado e recuperado por uma equipe da Polícia Militar na quinta-feira da semana passada (19), no município de Paraguaçu Paulista, interior de São Paulo.
A localização da bicicleta foi possível graças a uma medida adotada no começo deste mês, pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), que permitiu a inserção dos dados de bicicletas roubadas e furtadas nos tablets das viaturas da PM.
Desde então, equipes do patrulhamento passaram a consultar nos tablets os números de série das bikes fiscalizadas nas abordagens.
Foi no final de agosto do ano passado que uma resolução do secretário da Segurança, Mágino Alves Barbosa Filho, determinou que o número de série do quadro das bicicletas seja inserido nos boletins de ocorrência de roubo e furto.
A partir da medida, a Polícia Civil fez um levantamento dos BOs registrados nos últimos cinco anos que contêm esses números e os lançou no novo sistema de busca, formando assim um banco de dados. O software dos tablets da PM foi atualizado e recebeu, por sua vez, as novas informações.
"Para nós, o tablet para a realização de consultas na hora é essencial. Ele é uma ferramenta que possibilita que, durante a abordagem, sejam conferidos o RG, dados de um carro e se um celular ou bicicleta são lícitos, sem precisar recorrer sequer ao Copom. Tudo está na mão do policial", ressaltou o capitão Fernando Santana Xavier, que atua no 32º Batalhão da PM do Interior (BPM/I), responsável pela recuperação da bicicleta na quinta-feira.
Na última terça-feira (24), a SSP lançou, em seu portal, uma página para que o próprio cidadão possa consultar o número de série de bicicletas. Com isso, ele poderá verificar a procedência das bikes que tem ou que pretende comprar.
A recuperação da bike
Na noite do dia 19, a PM recuperou a bicicleta furtada há mais de dois anos na cidade de Paraguaçu Paulista, interior de São Paulo.
Uma equipe da 2ª Companhia do 32º BPM/I fazia patrulhamento visando o combate ao tráfico de drogas quando parou um estudante, de 14 anos, em uma bicicleta modelo Caloi 100, de cor prata e 21 marchas. A abordagem foi na esquina das ruas Liberdade e Portugal, Parque das Nações.
Com o tablet da viatura em mãos, imediatamente o soldado André Magosso Sedassari e o cabo Adriano da Silva Estevam consultaram o número gravado no quadro da bicicleta. Após pesquisa, os PMs descobriram que havia um registro de furto da bike, ocorrido em setembro de 2014 na mesma cidade.
Segundo o capitão Xavier, essa foi a primeira ocorrência da área do 32º Batalhão de recuperação de bicicleta após consulta do número de série via tablet da PM. O 32º BPM/I é sediado em Assis, mas abrange 13 municípios.
"A inserção do campo do IMEI do celular e do número do quadro de bicicletas no tablet foi de suma importância. Atuamos em municípios planos, nos quais a média de bicicletas é de duas por habitante", comentou o oficial. A polícia também disponibiliza consulta de celulares roubados e furtados através do número do IMEI (International Mobile Equipment Identity). 
O capitão ainda ressaltou a importância de o cidadão ter os dados desses objetos anotados e armazenados em casa para informá-los à polícia, caso aconteça algum roubo ou furto.
"Quando for registrar o BO, esses dados ficarão disponíveis, diuturnamente, aos quase 90 mil policiais militares do Estado, que, numa abordagem de rotina, poderão achar uma bicicleta furtada, por exemplo. Estamos fazendo até uma campanha para mostrar esses resultados à população", disse.
Após a abordagem, com apoio de policiais da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem), a equipe recolheu a bicicleta e levou o menor até o Plantão da Delegacia de Paraguaçu Paulista, onde a ocorrência foi registrada e o adolescente liberado à mãe.
O furto
O furto da bike aconteceu em setembro de 2014, quando o dono, o operador de máquinas, emprestou a bicicleta à sua filha. A garota a deixou em frente a uma loja da Rua Irmã Gomes, no centro do município, e, quando retornou para buscá-la, não a encontrou mais.
Na ocasião, o operador de máquinas registrou um boletim de ocorrência e informou o número do quadro da bike, o que possibilitou a sua recuperação dois anos e quatro meses depois.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário