Páginas

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

MEC divulga resultado da 1ª edição do Sisu 2017


Estão disponíveis mais de 238 mil vagas em 131 instituições públicas de ensino superior do País
 
Arquivo/Agência Brasil Mais de 1,2 milhão de estudantes aderiram ao Sisu, do primeiro semestre de 2017, até o dia 24 de janeiro
Mais de 1,2 milhão de estudantes aderiram ao Sisu, do primeiro semestre de 2017, até o dia 24 de janeiro
 
O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira (30) o resultado  do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Para ter acesso, o estudante precisa digitar o número de inscrição e senha no Enem 2016.
O período de inscrições terminou no último domingo (29). O prazo, antes previsto para a sexta-feira (27), foi prorrogado por conta de instabilidades no sistema do MEC.  
Ao todo, 2.498.261 estudantes se inscreveram no Sisu do primeiro semestre de 2017. Como grande parte deles optou por dois cursos universitários, as inscrições registradas chegaram a 4.880.047, quase o dobro. A lista dos cursos procurados, bem como as opções por estado vão ser divulgados pelo ministério nesta terça-feira (31).
Nesta edição do programa, estão disponíveis mais de 238 mil vagas em 131 instituições públicas de ensino superior. O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro.
Sisu 
A seleção é baseada na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016. 
Candidatos não selecionados na chamada regular podem participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro, e serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes. Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. 
Após a abertura das inscrições, são divulgadas uma vez por dia as notas de corte de cada um dos cursos, tanto pelo sistema universal quanto pelo sistema de cotas. 
O candidato também pode consultar, em seu boletim, a classificação parcial na opção de curso escolhido. Ao final do período de inscrição, é divulgada a lista de selecionados. No boletim de acompanhamento, o candidato pode consultar sua classificação e o resultado final. Ao longo do período de inscrição, o candidato pode mudar as opções de curso. 
O Ministério da Educação ressalta que tanto a classificação parcial quanto a nota de corte são calculadas a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Portanto, são apenas uma referência, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.
 
Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC

Nenhum comentário:

Postar um comentário