Páginas

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

ESTATÍSTICAS CRIMINAIS: Interior tem queda de roubos e furtos de veículos em 2016

A região também diminuiu os indicadores em dezembro, além de alcançar recorde no número de prisões efetuadas no ano
O Interior do Estado de São Paulo terminou o ano de 2016 com queda de roubos e furtos de veículos. A região ainda teve aumento na produtividade policial, com recorde de prisões alcançado no ano.
O total de roubos de veículos foi de 17.133 para 16.449, numa redução de 3,99% – equivalente a 684 registros. O total é o menor desde 2010, quando foram verificadas 15.589 ocorrências do tipo.

Em dezembro, houve diminuição de 6,09% no total de casos desse tipo (de 1.594 para 1.497), ou seja, foram 97 ocorrências a menos. A soma é a menor desde 2011 para o mês, quando houve 1.332 roubos de veículos.
Já o total de furtos de veículos recuou 2,45% no ano, passando de 44.074 para 42.992. A soma é a menor desde 2010, quando houve 39.763 casos do indicador de criminalidade contabilizados.

Em dezembro, houve redução de 0,77% no total de furtos de veículos (de 3.651 para 3.623), ou seja, 28 casos a menos.
Outros indicadores
Em dezembro do ano passado, as extorsões mediante sequestro ficaram zeradas no Interior, ante dois registros do tipo no mesmo mês de 2015. Entretanto, no ano, o indicador cresceu 18,18%, passando de 11 para 13.
Os homicídios dolosos aumentaram 2,78%, crescendo de 1.869 para 1.921. O número de vítimas do indicador de criminalidade teve alta de 3,05%, passando de 1.935 para 1.994.
O Interior fechou o ano de 2016 com taxas de homicídio doloso de 8,43 casos e 8,75 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes.
Os estupros cresceram 7,60% no ano, passando de 5.475 registros em 2015 para 5.891 em 2016, ou seja, 416 casos a mais no ano passado.   
Crimes contra o patrimônio
Os latrocínios tiveram aumento de 8,28% no ano passado. Em 2016 foram contabilizados 157 registros do indicador de criminalidade, ante 145 no ano anterior, ou seja, um crescimento de 12 ocorrências.
As vítimas de latrocínio cresceram 8,67% no ano passando. O total de pessoas mortas em assaltos foi de 150 para 163.
 Os roubos em geral subiram 8,27% em 2016, passando de 80.031 para 86.647 registros – 6.616 a mais.
Os furtos em geral tiveram alta de 4,33% no ano, subindo de 252.110 para 263.035 casos, ou seja, 10.925 a mais.
Os roubos a banco aumentaram 13,56% em 2016. O ano teve 67 ocorrências do indicador, ante 59 em 2015.
Os roubos de carga cresceram 22,11% no ano, com 1.894 boletins do tipo registrados.
Produtividade policial
O trabalho das polícias do Interior resultou em um aumento de 2,88% no total de prisões em 2016. O número chegou a 114.356, um recorde.

Em dezembro, as prisões cresceram 1,51%, passando de 8.609 para 8.739, com 130 a mais. O cenário mensal também é recorde.

O número de armas apreendidas aumentou 5,33% em dezembro do ano passado. O indicador de produtividade cresceu de 751 para 791 apreensões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário