Páginas

sábado, 14 de janeiro de 2017

Descartada homicídio como causa da morte do Jairão Cobrador

Foi descartada extra oficialmente pelo Delegado Operacional Sebastião Biazi, na manhã de hoje (ontem), em entrevista ao Jornal do Povo da Rádio Assunção, a hipótese de homicídio como causa da morte de Jairo de Freitas Lima de 54 anos, conhecido como Jairão Cobrador, desaparecido desde domingo e localizado no final da manhã de quinta-feira.

Devido ao histórico de trabalho realizado por Jairão como cobrador particular, que na maioria das vezes usava métodos não convencionais e até por meio de ameaças, houve uma grande especulação a respeito do motivo de seu desaparecimento, como por exemplo, de que ele tenha sido vítima de homicídio.

O corpo já em estado avançado de decomposição foi encontrado, aproximadamente 100 metros da residência. Já na quarta-feira vizinhos começaram a sentir um cheiro forte, vindo do pasto que fica em frente ao bairro.

A corrente de ouro usada por Jairo no momento de seu desaparecimento, ainda estava em seu pescoço, quando de imediato foi descartada a hipótese de latrocínio. Já no fim da noite de quinta feira o médico legista responsável pelo caso, telefonou ao delegado e descartou a hipótese de homicídio, foi constatado que no corpo não existe nenhum sinal de violência.

Com isso o material foi encaminhado para verificação toxicológica, segundo Biazi, nos autos do processo de desaparecimento, foram registrados pela família, que na segunda-feira ao chegarem à residência, vários aparelhos estavam ligados e havia resquícios de cocaína.

Para Biazi, o laudo emitido em São José do Rio Preto, terá como causa da morte indefinida, somente os exames toxicológicos poderão confirmar a possibilidade de overdose ou parada cardíaca. (fonte site da Assunção AM )

Nenhum comentário:

Postar um comentário