Páginas

sábado, 24 de dezembro de 2016

Aluna de melhor desempenho no teste Cambridge estuda no CEL em Jales

Uma das cidades estudantis mais antigas do mundo com belas obras arquitetônicas e muita história para contar. Isso e muito mais é o que espera Gabriela Pires de Araujo, estudante da 2ª série do Ensino Médio da E.E. Oscar Antônio da Costa, em São Francisco, região de Jales ,e ainda aluna do Centro de Estudo de Línguas (CEL) da E.E. Dom Artur Horsthuis e "dona" da melhor pontuação no exame de proficiência Cambridge English Benchmarking Test aplicado em outubro.


Além da aluna Gabriela (foto), mais dois alunos deste CEL , Vitor Hugo Nogueira Neves, da EE. Dom Artur Horsthuis, e Juliana Antunes Cavalcanti, da EE. Akió Satoru, classificaram-se no nível B1 do teste, participaram de uma roda de conversa em inglês via videoconferência, realizado pela equipe de Cambridge, na qual Gabriela obteve o melhor desempenho. Em 2017, Gabriela irá à Inglaterra visitar a renomada Universidade, a mesma onde Charles Darwin, Stephen Hawking e Isaac Newton estudaram.

Todos os custos com passagem, alimentação, translado, hospedagem e seguro de vida serão pagos pela instituição inglesa. A premiação foi dada ao aluno matriculado no Centro de Estudo de Línguas (CEL) de melhor desempenho dentro da turma com maior adesão ao teste. A parceria com a Secretaria da Educação de São Paulo foi a primeira na América Latina.

Para medir o nível de proficiência em língua inglesa os alunos tiveram as habilidades de escrita e leitura analisadas pelo teste online elaborado pela Cambridge English Language Assessment, departamento da Universidade de Cambridge, o mesmo que cuida das avaliações de proficiência e formação de professores. Educadores da rede estadual paulista também participaram da avalição.

Os resultados ajudarão a Secretaria e diretores dos CELs a conhecer melhor o nível dos seus alunos. Os dados individuais são confidenciais e foram computados pela equipe de Cambridge English, podendo ser utilizados como base para planejar ações e intervenções nas unidades, fomentando futuros projetos de fortalecimento do inglês na esfera pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário