Páginas

sábado, 29 de outubro de 2016

Período de Piracema 2016/2017 começa na 3ª feira, dia 1°/11

 
O comandante do 4º Batalhão de Polícia Ambiental, tenente coronel Douglas Vieira Machado, divulgou nesta quarta-feira, 26 de outubro, que entre 1° de novembro (terça-feira) e 28 de fevereiro de 2017, a Policia Ambiental estará realizando a "Operação Piracema" através da intensificação do policiamento ostensivo ambiental nas áreas de pesca, sendo que nas fiscalizações "os policiais ambientais estarão verificando se os pescadores estão adotando o preceituado na Instrução Normativa Ibama – Nº 25, de 01 de setembro de 2009, que estabelece as normas para a pesca no período de reprodução natural dos peixes na bacia hidrográfica do Paraná", lembrou ele.

O comandante Douglas Machado explicou que nada mudou em relação à Piracema do período anterior (2015/2016), ou seja, é proibida a captura de espécies da fauna ictiológica da nossa região, como corimba, piau, traíra, barbado, dentre outros, sendo permitida a pesca, na quantidade máxima de 10 Kg mais um exemplar por pescador amador, de espécies que não são provenientes da Bacia do Paraná, como corvina, tilápia, tucunaré, zoiudo, carpa.

Diz também o comandante Douglas que é permitida a utilização de iscas de peixes vivos, desde que oriundos de criações e acompanhados de nota fiscal ou nota do produtor, e que, é vedada a pesca subaquática bem como o uso de materiais perfurantes, tais como: arpão, arbalete, fisga e lança.

Segundo o tenente coronel Douglas, os comerciantes de pescado e pescadores profissionais devem até o segundo dia útil do mês de novembro apresentar a declaração de estoque dos peixes in natura, congelados ou resfriados, provenientes de águas continentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário