Páginas

sábado, 8 de outubro de 2016

Flá sabe que enfrentará dificuldades em sua gestão

o prefeito eleito Flá Prandi e Garça durante entrevista à Rádio Assunção




Candidato único na disputa pela Prefeitura de Jales, Flávio Prandi Franco (Flá Prandi), do DEM, foi eleito prefeito com 19,287 votos, o equivalente a 67,49% válidos. Candidato pela coligação "União por Jales" com o apoio do PMDB/PRB/PSD/PPS/PSB/PTB/PSDB/PRP/PEN/ PV/PDT/PH, ele precisava de apenas um voto para ser eleito, que poderia ser o dele mesmo. Não participou da coligação o PP e PT.

Em entrevistas concedidas às emissoras de rádio durante a semana, Flá Prandi já prevê dificuldades ao afirmar que irá assumir a Prefeitura com uma dívida, ou restos a pagar, no valor de R$ 11 milhões que vão ser deixados pela atual administração.

Diante o quadro nebuloso que poderá encontrar pela frente, Flá Prandi disse que será muito difícil de se fazer uma gestão com apenas a arrecadação municipal e que, para tanto, irá em busca de recursos junto aos deputados com boa votação em Jales e que sempre apoiaram as reivindicações do município.

Flá esteve acompanhado nas entrevistas pelo vice-prefeito eleito José Devanir Rodrigues (Garça). Eles agradeceram os votos que receberam dos eleitores jalesenses, afirmando que sabem da responsabilidade que estarão assumindo perante não só dos eleitores que neles confiaram mas de toda a população a partir de 1° de janeiro.

Indagado sobre a futura assessoria, Flá Prandi enfatizou que ainda não conversaram sobre nomes e que isto é para mais à frente, mas a escolha de nomes será feita independemente de partidos, pois no seu entender, uma assessoria terá que ter sempre os melhores para que a administração possa funcionar a contento e que vá de encontro com os anseios da população.

Flá Prandi, natural de Jales, tem 48 anos e é formado em Zootecnia. Por duas vezes buscou ser eleito prefeito de Jales. A primeira em 2004 perdendo para o petista Humberto Parini, e em 2012 quando foi derrotado pela petebista Nice Mistilides por uma diferença de 540 votos. Em 2.000 concorreu a uma cadeira à Câmara Municipal pelo PFL sendo o segundo candidato a vereador mais sufragado nas urnas com 1.012 votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário