Páginas

sábado, 29 de outubro de 2016

Basquete jalesense derrota anfitrião e conquista bronze na Liga Regional

Em pé: Thiago Silva, Thomás Freitas, João Caparroz, Tiago Dan, Victor Silva, Osvaldo Santos, Rafael Peixoto, Fábio Galan e Júlio Aldrigue.Agachados: Osvaldo Paz Landin, Fernando Manfrin, Vilter Moraes, Allan Oliveira e Renato Silva.


Em jogo realizado no domingo, 23 de outubro, nas dependências do complexo poliesportivo do Clube Monte Líbano, em São José do Rio Preto, a equipe jalesense entrou em quadra e, em jogo bastante disputado, assegurou a vitória sobre uma das equipes anfitriãs, o Monte Líbano B, e garantiu a 3ª colocação na classificação final da Série Prata da VI Copa Monte Líbano/Liga Regional de Basquetebol.

O jogo teve todos os nuances de uma partida dramática para a equipe de Jales, que começou muito mal o primeiro quarto do confronto. A defesa funcionava precariamente e o ataque não conseguia converter cestas. Apesar de ter várias chances de pontuar, a bola jalesense insistia em não cair na cesta adversária, em lances inacreditáveis, o que acabou por resultar na anotação de apenas 03 pontos durante todo o primeiro quarto de jogo, contra 13 do adversário.

No decorrer do segundo quarto, a equipe jalesense começou a se reorganizar em quadra e, mesmo ainda perdendo muito ataques que pareciam fáceis, conseguiu pontuar, mas acabou por jogar somente em condições de igualdade com o adversário, anotando 14 pontos ofensivos, mas permitindo que o Monte Líbano também anotasse 14 pontos, finalizando o primeiro tempo da partida com o placar apontando 27 x 17 em favor do adversário.

Cabe aqui um parênteses: para quem assistiu pela TV o confronto final da terça-feira (25), pela Copa Universo de Basquete, que contou, entre os dias 21 a 25, com as equipes do Universo/Vitória(BA – anfitrião da competição), do Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte (MG), do Caxias do Sul Basquete (RS) e do Uniceub/BRB Brasília (DF), na disputa pelo título daquela competição, uma preparação para o início da NBB9 (Novo Basquete Brasil, 9ª edição), entre as equipes profissionais de ponta do basquete nacional, entre Brasília x Vitória, teve a impressão de estar vendo um "remake" do jogo de Jales: o primeiro tempo daquela competição terminou com o placar anotando 28 a 17 em favor da equipe de Brasília. Ao final, a equipe de Brasília sagrou-se campeã, com um jogo que, após uma prorrogação, acabou com três pontos de diferença em favor da equipe brasiliense, que esteve praticamente o jogo todo à frente no placar. Já no jogo da equipe jalesense, o desfecho foi diferente.

O terceiro quarto começou com a equipe de Jales bem mais aguerrida, com uma marcação pressão sobre o adversário, o que acabou por dificultar um pouco mais o jogo do anfitrião. Mas ainda não era o suficiente: Jales marcou 16 pontos no ataque, mas permitiu ainda que o adversário pontuasse outros 14, fechando terceiro quarto da partida com uma diferença de 09 pontos para o Monte Líbano: 42 x 33.

O último e decisivo quarto se iniciou e, com ele, começou um jogo bem mais contundente por parte do time de Jales. Melhor postado em quadra, com uma marcação pressão individual quadra toda, a equipe de Jales iniciou uma desestabilização da equipe adversária, que não conseguia mais fluir seu jogo. Ante a isto, Jales também teve um ataque mais eficiente, infiltrava mais objetivamente na tábua defensiva do adversário e conseguia, enfim, pontuar mais, fazendo com que a diferença do placar da partida fosse gradativamente baixando, até que, com pouco mais de 2 minutos ainda por jogar, a equipe de Jales conseguiu assumir a liderança do placar e não possibilitou mais chances de reação do adversário. No quarto, a equipe de Jales conseguiu anotar 22 pontos, contra apenas 10 do adversário, o que resultou e um placar final para o confronto em Jales 55 x 52 Monte Líbano.

Pela equipe jalesense jogaram e pontuaram: Fernando Manfrin, Thomas Freitas (11), Allan Oliveira (18), Thiago Silva (06), Osvaldo Paz Landin, Osvaldo Santos (04), João Caparroz, Tiago Dan (08), Rafael Peixoto (04), Victor Santos, Fábio Galan e Vilter Moraes (04).

O jogo final da Série Prata ocorreu entre Catanduva x Potirendaba, tendo a equipe de Catanduva sagrado-se campeã, derrotando o adversário pelo placar de 65 x 61.

O confronto da Série Ouro está sendo disputado em séries melhor de três partidas, e conta com os confrontos entre Fernandópolis x Cedral (1x1) e Monte Líbano A, já classificado para a final após derrotar Monte Aprazível por 2x0.

Pela disputa da Segunda Divisão, a equipe de Ibirá sagrou-se campeã, após derrotar a equipe de Monte Aprazível B pelo placar de 71 x 49, enquanto Votuporanga garantiu a terceira colocação, ao derrotar a equipe da Famerp/Rio Preto pelo placar de 55 x 26.

Nenhum comentário:

Postar um comentário