Páginas

terça-feira, 13 de setembro de 2016

ACV promoverá encontros dos associados com representantes do IPEM-SP

 Durante reunião na manhã desta segunda-feira (12/9), o presidente da ACV – Associação Comercial de Votuporanga, o empresário e advogado Celso Penha Vasconcelos e o diretor Luiz Augusto de Oliveira, apresentaram para a delegada regional do IPEM-SP – Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo, Roseli Lamim Honda, as principais queixas e reivindicações dos comerciantes associados com relação o trabalho do órgão na cidade. Na oportunidade, os diretores da ACV solicitaram que haja, antes da autuação, uma orientação aos empresários, em atendimento ao princípio legal da dupla visita, ou seja, primeiro se orienta e somente depois, em caso de não regularização, se aplica a penalidade.
 
Durante a reunião, ficou definido que serão promovidos encontros entre empresários e o órgão fiscalizador (IPEM-SP), para cada setor do comércio local, sendo o primeiro no próximo dia 7 de outubro, às 9 horas, no auditório da ACV. Todos os comerciantes associados podem participar, com entrada gratuita, onde solucionarão as dúvidas e também receberão orientações de como o Instituto atua na região.
 
"Muitas vezes nossos comerciantes são autuados por irregularidades até então desconhecidas. Com esses encontros, será possível esclarecer todas as dúvidas e dar mais segurança para os nossos associados", comentou o presidente Celso Penha Vasconcelos.
  
A delegada regional do IPEM em Rio Preto, Roseli Lamim Honda, também deixou à disposição dos associados da ACV cartilhas de orientação ao comerciante. "Queremos conscientizar os empresários da nossa região. O nosso objetivo não é apenas multar, mas garantir o direito dos nossos consumidores e a concorrência leal entre os comerciantes. Esta parceria com a ACV será muito importante para alcançarmos esse objetivo", destacou Roseli Lamim Honda, delegada regional do IPEM-SP.
 
O IPEM busca proteger o cidadão em suas relações de consumo, por meio da verificação e fiscalização de instrumentos de medição (e medidas materializadas), produtos pré-medidos, produtos têxteis, produtos com certificação compulsória e veículos transportadores de produtos perigosos e de GLP fracionado, entre outros.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário