Páginas

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Sindicatos protocolam documento contra área azul no Ministério Público de Três Lagoas

Falta de informação e diminuição da população no comércio tem preocupado os representantes sindicais
 
Nesta quinta-feira, 25 de agosto, os representantes do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas, Sindicato do Comércio Varejista e Movimento Vem pra Rua Três Lagoas, protocolaram no Ministério Público Estadual um documento para adequação da implantação da área azul no município.
A preocupação e descontentamento é com a diminuição, em aproximadamente, 80%  das vagas para motocicletas, falta de divulgação dos pontos de vendas dos créditos, funcionamento do aplicativo que pode ser instalado nos aparelhos celulares. “Nós queremos que eles adequem alguns pontos que estão prejudicando a população que vai ao comércio e os trabalhadores, o fluxo de pessoas nas lojas já caiu e muito por causa desses problemas”, ressaltou, Sueide Silva Torres, presidente do Sindivarejo.
Já foram realizadas cerca de três reuniões, com a prefeitura municipal, secretaria de trânsito e até conversas com representantes da empresa responsável pela implantação do sistema de estacionamento rotativo, porém até o momento nada foi resolvido. “Participamos de várias discussões, até agora nada e quem está pagando o preço são os comerciantes e os empregados. Já recebi ligações de empresários dizendo que caiu muito o fluxo de vendas e, por isso, vai precisar demitir funcionários”, finalizou o presidente do Sindicato dos Empregados, Eurides Silveira.
Após o protocolo do documento os representantes foram recebidos pelo promotor de justiça, José Roberto Tavares, que afirmou que o caso será analisado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário