Páginas

sábado, 27 de agosto de 2016

SERT inicia implantação de Frente de Trabalho em Urânia



 
Com as presenças do secretário José Luiz Ribeiro, o chefe de Gabinete Luciano Martins Lourenço, o coordenador de Políticas de Emprego e Renda Pedro Nepomuceno Filho, e o diretor-regional Bruno Bosso, a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) iniciou nesta quinta-feira, 25 de agosto, a implantação do Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (Pead), mais conhecido como Frente de Trabalho no município de Urânia.

Esteve presente prestigiando o evento, o prefeito Francisco Airton Saracuza, além de várias lideranças políticas e comunitárias

O evento para implantação de turmas da Frente de Trabalho em Urânia no Centro Comunitário Luiz Fazzio, à avenida Presidente Kennedy em Urânia

Na segunda-feira, 22 de agosto, foi iniciada uma Frente dentro do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), com 40 vagas.

Estão liberados recursos da ordem dos R$ 6 milhões entre 2016 e 2017, sendo R$ 2,4 milhões para este ano.

Podem participar maiores de 17 anos e residentes há pelo menos dois anos no Estado. O bolsista desenvolve suas atividades por até nove meses, com jornada de seis horas diárias, quatro dias por semana, sendo o quinto dia destinado a um curso de qualificação profissional ou alfabetização. Os inscritos passam por avaliação socioeconômica para ingresso.

O beneficiado recebe, mensalmente, bolsa-auxílio de R$ 300, cartão-alimentação, seguro de acidentes pessoais e auxílio-deslocamento, quando necessário. Em caso de óbito em função de acidente durante o período de duração do contrato, a família tem direito a seguro de vida. São reservadas 3% das vagas para pessoas com deficiência e 2% para atendimento de egressos do sistema penitenciário. A participação na Frente não constitui vínculo empregatício, já que tem caráter assistencial e de formação profissional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário