Páginas

sábado, 13 de agosto de 2016

Carteira de Identidade pode incluir tipo sanguíneo

 
A partir de agora, quem requerer a Carteira de Identidade no Estado de São Paulo, junto aos Postos de Identificação da Polícia Civil, poderá pedir a inclusão do tipo sanguíneo no documento.

O interessado em ter o RG com a informação sobre o seu tipo sanguíneo deverá apresentar original e cópia do laudo do laboratório com data de até dez anos, informando o tipo sanguíneo e o fator RH. Também será aceita a carteira oficial de doador de sangue.

Uma vez incluída a informação sobre o seu tipo sanguíneo no sistema, não será mais exigida a apresentação de outro laudo em uma futura renovação de RG, mesmo passados mais de dez anos da data de expedição do último documento.

Na ficha civil do Instituto de Identificação e no RG, o tipo sanguíneo será identificado pelos caracteres A+, A-, B+, B-, AB+, AB-, O+ ou O-.

A informação sobre o tipo sanguíneo e do fator RH, além de aprimorar o serviço de identificação do Estado de São Paulo, é uma informação importante para a segurança das pessoas, pois quando alguém, por algum motivo, precisar receber sangue com urgência, a informação na Carteira de Identidade pode facilitar o socorro.

Além do tipo sanguíneo e do fator RH, já é possível, a pedido do requerente, a inclusão também do CPF, PIS ou PASEP.

Em 2015, foram expedidas pela Polícia Civil, por intermédio do Posto de Identificação de Jales 669 Carteiras de Identidade ( 1ª via ) e 2.564 Carteiras de Identidade ( 2ª via ). No primeiro semestre de 2016, foram expedidas 305 ( 1ª via ) e 1.467 ( 2ª via ).

O Posto de Identificação de Jales funciona no prédio da Delegacia Seccional de Polícia, na Rua Cinco, nº 2075, Centro, das 09:00 às 17:00 horas, ininterruptamente. Maiores informações poderão ser obtidas pessoalmente ou pelo telefone 3632-1921
foto-crédido /políciacivil/jalessp/divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário