Páginas

terça-feira, 12 de julho de 2016

São Paulo tem novo mapa turístico

O municipio de Jales e vários outros da região, como por exemplo Mesópolis e Santa Albertina, não aparecem no novo Mapa Turístico do Estado de São Paulo divulgado nesta terça-feira, 12 de julho, pelo Ministério do Turismo.


foto:- Aparecida está no Mapa em São Paulo. Crédito: Divulgação Embratur
 
 
Por Mariana Oliveira
Documento divulgado pelo Ministério do Turismo revela novo número de municípios turísticos do estado. Ferramenta de mapeamento dos municípios permite direcionamento mais eficaz das políticas do setor.


O mapa do turismo de São Paulo mudou. O estado reduziu de 645 para 222 o número de municípios participantes de suas 28 regiões turísticas. O levantamento foi divulgado pelo Ministério do Turismo, em Brasília. Em todo o país, foram identificados 2.175 municípios em 291 regiões turísticas.

Para o ministro interino do Turismo, Alberto Alves, este redimensionamento contribui para melhorar a capacidade do Ministério do Turismo de atuar de forma coordenada com os estados, regiões turísticas e municípios, para desenvolver e consolidar novos produtos e destinos turísticos.

"Com um mapa mais enxuto e que retrata de forma mais fiel a oferta turística brasileira, poderemos focar nossos esforços e otimizar nossos resultados, afirmou.

Para a atualização do mapa, foram realizadas oficinas e reuniões em todas as 27 UFs e a validação do mapa foi feita pelos estados e Distrito Federal em seus respectivos Fóruns ou Conselhos Estaduais do Turismo.

Sobre o Mapa - O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento de orientação para a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Sua construção é feita em conjunto com os órgãos oficiais de Turismo dos estados brasileiros.

Categrorização do novo mapa do turismo– Os 222 municípios de São Paulo presentes no Mapa do Turismo se dividem em 5 categorias, de acordo com a Categorização dos municípios das Regiões Turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro. O instrumento, elaborado pelo MTur, identifica o desempenho da economia do turismo para tornar mais fácil a identificação e apoio a cada um.

Dentro da metodologia, as cidades contempladas nas categorias A, B e C contam com 95% dos empregos formais em meios de hospedagem 87% dos estabelecimentos formais de meios de hospedagem, 93% do fluxo doméstico e têm fluxo internacional. O conjunto de municípios dos grupos D e E, reúnem características de apoio às cidades geradoras de fluxo turístico. Muitas vezes são aquelas que fornecem mão-de-obra ou insumos necessários para atendimento aos turistas.

Confira como ficou o mapa do turismo de São Paulo, por categoria:

CATEGORIA 2013 2016 DIFERENÇA

A                    10     10      0

B                    34     31     -3

C                  112     65     -47

D                  336    101    -235

E                  153      15     -138

TOTAL         645     222     -423


Abaixo a lista das regiões turísticas e municípios que compõem o mapa do estado

ABCTUR: Mauá, Ribeirão Pires, Santo André e São Bernardo do Campo

Águas Sertanejas / Vale do Rio Grande : Barretos, Colômbia, Guaíra, Guaraci, Olímpia e Severínia

Águas Vivas: Novo Horizonte e Sales

Águas, Cultura e Negócios: Ibirá, Monte Aprazível, São José do Rio Preto e Uchoa

Alta Mogiana: Altinópolis, Brodowski, Dumont, Monte Alto, Ribeirão Preto, Santa Cruz da Esperança, Santo Antônio da Alegria, São Simão e Sertãozinho

Alto Tietê Cantareira: Guarulhos, Mairiporã, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano

Alto Vale do Ribeira: Apiaí, Iporanga, Itaóca e Ribeira

Bem Viver: Águas de Lindóia, Americana, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Campinas, Capivari, Hortolândia, Itatiba, Itupeva, Jaguariúna, Joanópolis, Jundiaí, Limeira, Monte Alegre do Sul. Morungaba, Nazaré Paulista, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Santa Bárbara d’Oeste, Serra Negra e Socorro

Café com Leite: Águas da Prata, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Espírito Santo do Pinhal, Mococa, São José do Rio Pardo, Tambaú e Vargem Grande do Sul

Café e Flores: Araras, Holambra e Moji Mirim

Caminhos da Mata Atlântica: Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pedro de Toledo, Registro e Sete Barras

Capital: São Paulo

Centro Paulista: Araraquara, Borborema, Descalvado, Ibaté, Ibitinga, Santa Rita do Passa Quatro e Taquaritinga

Coração Paulista: Agudos, Bariri, Barra Bonita, Bauru, Iacanga, Itapuí, Jaú, Lençóis Paulista, Lins, Mineiros do Tietê, Pederneiras, Reginópolis, Sabino e Uru

Costa da Mata Atlântica: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente

Entre Rios: Rubinéia e Santa Fé do Sul

Grande Oeste de São Paulo: Barueri, Embu das Artes, Itapevi, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Taboão da Serra

Grandes Lagos: Cardoso, Indiaporã, Mira Estrela, Ouroeste, Paulo de Faria, Riolândia e Votuporanga

Itupararanga Sorocabana: Araçariguama, Itu, Laranjal Paulista, Piedade, Salto, São Roque, Sarapuí, Sorocaba e Tatuí

Lagos do Rio Grande: Batatais, Buritizal, Cristais Paulista, Franca, Igarapava, Ituverava, Miguelópolis, Nuporanga, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Ribeirão Corrente e Rifaina

Litoral Norte de São Paulo: Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba

Pólo Cuesta: Anhembi, Areiópolis, Avaré, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga, Paranapanema, Pardinho, Pratânia e São Manuel

Serra do Itaqueri: Águas de São Pedro, Analândia, Brotas, Itirapina, Piracicaba, Santa Cruz da Conceição, São Pedro e Torrinha

Sol do Oeste / Águas do Oeste / Pontal Paulista: Dracena, Lucélia, Martinópolis, Narandiba, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Rosana e Teodoro Sampaio

Tiete Vivo / Natureza e Tradições: Araçatuba, Birigui, Buritama, Castilho, Ilha Solteira, Pereira Barreto, Santo Antônio do Aracanguá

Vale do Paraíba e Serras: Aparecida, Areias, Bananal, Caçapava, Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Guararema, Guaratinguetá, Jambeiro, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Pindamonhangaba, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, São José dos Campos, São Luís do Paraitinga e Taubaté

Vale do Paranapanema / Vertente das Águas Limpas / Alto Cafezal: Assis, Echaporã, Florínia, Ibirarema, Maracaí, Marília, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas Paulista e Santa Cruz do Rio Pardo

Verde Sudoeste Paulista: Campina do Monte Alegre, Capão Bonito, Itaí, Itararé, Piraju e São Miguel Arcanjo

Boa prática – O Tribunal de Contas da União e o Senado Federal reconhecem o Mapa do Turismo Brasileiro como um instrumento de gestão para orientar a gestão no desenvolvimento de políticas públicas regionalizadas e descentralizadas. A atualização constante do documento se torna, portanto, fundamental para que esse instrumento seja eficaz e respeite os princípios de eficiência da Administração Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário