Páginas

sábado, 18 de junho de 2016

Número de microempreendedores individuais cresce 23% em Jales

Considerada a porta de entrada para o empreendedorismo, os Microempreendedores Individuais (MEIs) registraram um crescimento de 23% em Jales no período de um ano. Em maio do ano passado, eram 1.325 MEIs. O número subiu para 1.631 em um ano. Para ajudar quem pretende abrir o próprio negócio ou mesmo buscar orientações para aprimorar a empresa, a cidade conta com um Posto de Atendimento ao Empreendedor (PAE).

O espaço funciona como uma extensão do escritório do Sebrae-SP para apoiar o fortalecimento das micro e pequenas empresas e foi inaugurado recentemente na Avenida Francisco Jalles, 3.097, no Centro. O PAE está preparado para atender os empreendedores e prestar os esclarecimentos sobre a abertura de um negócio.

De acordo com o gerente do Sebrae-SP, Rafael Matos do Carmo, o MEI ajuda quem quer formalizar o seu negócio sem grandes custos. Hoje, mais de 500 atividades se enquadram como MEI. Para se formalizar, é preciso ter atividade permitida, faturar no máximo R$ 60 mil por ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado, que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Entre os benefícios, o empreendedor tem direito a carga tributária reduzida e faz o pagamento de carnê mensal, com valores fixos durante o ano. Para 2016, esses valores variam, dependendo da atividade, de R$ 45 a R$ 50. Com as contribuições, o MEI tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. (por Gisele Tamamar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário