Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2016

ESTADO INICIA OS ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA CRIAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

 
Cidade de São José do Rio Preto. A primeira audiência pública será em julho
(foto/reprodução)
O governo Alckmin deu início nesta terça-feira, 21, ao processo de análise para a criação de uma nova estrutura administrativa para a região de São José do Rio Preto. Em reunião com deputados da região, o secretário chefe da Casa Civil, Samuel Moreira, autorizou a Empresa Paulista de Desenvolvimento Metropolitano (Emplasa) a elaborar os estudos de viabilidade para a regionalização.
A partir de agora, serão avaliados critérios técnicos como densidade demográfica, conurbação, especialização e integração socioeconômica, entre outras estabelecidas pela Lei Complementar 760/94, que estabelece os requisitos para configuração de uma região metropolitana, aglomeração urbana ou microrregião. Confirmadas as condições, um projeto de lei segue para a assembleia legislativa para avaliação dos deputados.
No mês de julho, técnicos da Emplasa farão a primeira audiência pública na região para explicar a proposta e colher as opiniões e sugestões da sociedade civil da região.
Além do secretário chefe da Casa Civil, participaram da reunião o prefeito de Votuporanga, Júnior Marão, o diretor da Emplasa, Fernando Chucre, e os deputados estaduais Vaz de Lima (PSDB), Carlão Pignatari (PSDB), Orlando Bolçone (PSB), João Paulo Rillo (PT), Beth Sahão(PT), Itamar Borges (PMDB).
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário