Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Após ações de combate ao mosquito, diminui o número de casos de dengue em Jales


A equipe responsável pelo combate ao mosquito Aedes aegypti 
 
Várias ações de combate ao mosquito alcançaram o objetivo proposto de fazer diminuir o índice de infestação do Aedes aegypti no município que caiu para 0,2. De acordo com o Ministério da Saúde é considerado satisfatório o índice inferior a 1.

 O levantamento, medido trimestralmente, foi feito pela Sucen/Superintendência Controle Endemias de Jales no mês de abril deste ano, através da Avaliação de Densidade Larvária (ADL) em todo o município. A mesma avaliação realizada em janeiro mostrava o índice em 12,6.

 Por determinação federal, as ações de combate ao Aedes aegypti seguem intensas desde o início do ano. Além das visitas de casa em casa, orientando os proprietários sobre os riscos de acumular água, o município também aumentou o número de agentes, capacitou funcionários da atenção básica de saúde, fez mutirões de limpeza e combate, comprou materiais para preparar os agentes e realizou atividade de bloqueio e nebulização.

“Apesar da redução no número de focos, o risco de epidemia de dengue continua. O que preocupa, e que a população deve ficar alerta, é que os focos continuam sendo encontrados dentro das casas. Isso quer dizer que precisamos contar com a participação de todos para exterminarmos o mosquito”, explicou a profissional de Informação, Educação e Comunicação, Vanessa Tonholi.

 “Os agentes de endemias continuam fazendo o trabalho de rotina em toda a cidade e reforçam as ações principalmente nos bairros com maior número de focos. Esse é um trabalho contínuo, que não pode ser interrompido. Temos conseguido reduzir bem o número de casos de dengue, e queremos manter esses bons resultados", completou Vanessa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário