Páginas

sábado, 23 de abril de 2016

Vacinação contra H1N1 começa dia 30 de abril

A secretaria municipal de Saúde Patrícia Albarelo e a enfermeira da vigilância epidemiológica Renata Rachieli concedem entrevista a Assis Duarte, da Rádio Moriah


Nesta quarta-feira, 20 de abril, foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde o início no sábado, 30 de abril, da Campanha de Vacinação contra a gripe H1N1. A vacina estará disponível em sete unidades de saúde de Jales, até o dia 20 de maio.

A secretária municipal da Saúde, Patricia Albarelo e a enfermeira da vigilância epidemiológica, Renata Rachieli informaram que a imunização é voltada para grupos prioritários: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, funcionários e a população do sistema prisional, indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativas e pessoas com doenças crônicas (diabetes, hipertensão e outros).

O "Dia D" da campanha é no próprio dia 30, quando as unidades básicas de saúde estarão abertas das 8h às 16h exclusivamente para a vacinação. O índice de cobertura da campanha determinado é de 85% do público-alvo estimado, totalizando uma meta de 12.175 pessoas.

Os postos de vacinação são os ESFs do Jardim Paraíso, Cohab Roque Viola, Jardim Arapuã, Jardim Municipal, Jardim Novo Mundo, Cohab JACB e no Núcleo Central de Saúde.

A vacina demora pelo menos duas semanas para fazer efeito, sendo eficaz contra os três tipos do vírus da gripe mais circulantes no País - Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B

H1N1 – A Influenza ou gripe é uma infecção viral que afeta o sistema respiratório, precisamente o nariz, garganta e brônquios. Ela pode ser transmitida de forma direta através das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar.

De forma indireta, a doença pode ser adquirida por meio das mãos, que ao entrarem em contato com locais recentemente contaminados, serem levadas aos olhos, nariz ou boca.

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º e 39º, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarréia.

A vacina contra a Influenza não deve ser administrada em pessoas com história de reação anafilática prévia ou alergia grave, relacionada ao ovo de galinha e seus derivados, assim como a qualquer componente da vacina ou pessoas que apresentaram reações anafiláticas graves após receberem doses anteriores.

Casos – Até o dia 20 de abril, a região de Jales teve 65 casos notificados da doença; destes, 20 foram confirmados positivos para influenza A (H1N1), 5 positivos para influenza B e 39 negativos, sendo notificados 4 óbitos. (por Ana Cláudia Marilhano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário