Páginas

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Começou o set de ‘Canta Pra Subir’, comédia da Migdal e da Paris, que une uma família judia a outra umbandista


Começou a ser rodada no Rio de Janeiro a comédia "Canta Pra Subir", dirigida por Caroline Fioratti ("Meus 15 Anos"), que conta a história do casamento dos jovens Lucas (Bruno Suzano) e Bebel (Samya Pascotto), que vivem uma espécie de Romeu e Julieta inter-religioso.  A primeira imagem divulgada do filme traz a bênção dos familiares no dia do casamento dos dois. O longa, escrito por Carolina Castro, Marcelo Andrade e também por Caroline Fioratti, é uma produção da Migdal Filmes, com coprodução da Fox Film do Brasil e distribuição da Paris Filmes/Downtown Filmes.
- Este filme fala de um conflito que nasce do amor. O amor de um pai e de uma mãe que acham que sabem o que é melhor para seus filhos. E que querem impor suas tradições religiosas. Nada melhor que uma comédia para rirmos de nossas diferenças. Nosso país é muito sincrético, e a palavra da vez é tolerância. Como nosso elenco e equipe são formados por pessoas de diferentes religiões, de católicas a evangélicas, de espíritas a judeus, tratar do tema com humor tem sido tão divertido quanto respeitoso, diz a produtora Iafa Britz.
O jovem casal só quer um casamento simples, o que não é o caso de suas respectivas famílias, já que os pais de Lucas são mãe e pai de santo de um terreiro de Umbanda, e os pais de Bebel, de uma tradicional família judaica.   Começa então uma divertida disputa acerca da cerimônia, protagonizadas pela Mãe de Santo Regina (Cacau Protásio), mãe de Lucas, e Samuel (Ary França), pai de Bebel, que lutam para que  suas respectivas tradições prevaleçam.
Malu Valle, Lorena Comparato, Vinícius Wester, Bel Kutner e Maurício de Barros também integram o elenco. E uma especial participação de Berta Loran e Clementino Kelé.
- A Paris Filmes acredita no gênero de Comédia e retoma com a Migdal Filmes uma parceria de longa data. “Canta Pra Subir” é o mais novo projeto conjunto, que esbanja originalidade e, sem dúvida, vem para fortalecer e engrandecer a comédia nacional, além de conquistar o público geral, a partir de uma proposta inovadora, bem feita e de qualidade, afirma Marcio Fraccaroli, CEO da Paris Filmes.   

Elenco
Bebel – Samya Pascotto
Lucas – Bruno Suzano
Samuel – Ary França
Regina – Cacau Protásio
Myriam – Malu Valle
Jorge – Mauricio de Barros
Cleide – Lorena Comparato
Ilan – Vinicius Wester
Jota – Ramon Francisco
Youssef – Cassio Pandolph
Adriana – Thuany Parente
Nina – Ella Vasconcelos
Sara – Bel Kutner
Berta – Berta Loran
Salomão – Gilberto Marmorosh
Irandir – Clementino Kelé
Jesus – Du Teixeira
Nair – Carla Daniel
 
Ficha técnica
Produção: Iafa Britz e Carolina Castro
Direção: Caroline Fioratti
Roteiro: Carolina Castro, Caroline Fioratti e Marcelo Andrade
Direção de Fotografia: Julia Equi
Direção Arte: Ula Schliemann
Figurino: Kika Lopes
Produção Executiva: Marcelo Guerra
Trilha Original: Plinio Profeta
Uma Produção: MIGDAL FILMES
Em coprodução: FOX FILM DO BRASIL
Distribuição: PARIS FILMES/DOWNTOWN FILMES
Financiamento: FSA/ANCINE
Investimento: BB DTVM
 
Sobre a diretora
Caroline Fioratti é roteirista e diretora, formada em cinema pela FAAP. Seu mais recente trabalho é a direção e roteiro do longa-metragem “Meus 15 Anos”, com produção da Paris Filmes. Além de curtas premiados, criou, roteirizou e dirigiu a série infanto-juvenil “A Grande Viagem”, atualmente no ar na TV Brasil. Com Carlos Cortez, dirigiu a série médica “Unidade Básica”, para o Universal Channel. Corroterizou longas-metragens como “A Comédia Divina”, de Toni Venturi e “4X100”, de Tomás Portela. No momento, dirige um novo filme, “Canta Pra Subir”, da Migdal Filmes, onde dirigi e escreve. Seu próximo trabalho será na direção da segunda temporada de “Unidade Básica”, na Gullane.
 
Sobre a Migdal Filmes
A Migdal Filmes tem uma carteira diversificada de projetos audiovisual, sempre visando acompanhar as mudanças e tendências do mercado. Em seu line up, a empresa carioca coleciona títulos que vão de grandes recordes de bilheteria a pequenos e premiados documentários.
Dentre seus mais conhecidos projetos estão grandes títulos como "Minha Mãe É Uma Peça", que alcançou a maior bilheteria de 2013; "Minha Mãe É Uma Peça 2", uma das maiores rendas nacionais da história com mais de 9 milhões de espectadores; "Casa Grande, de Fellipe Barbosa, indicado a mais de dez festivais internacionais e ganhador de vários prêmios; e o também premiado documentário musical "Cássia Eller", de Paulo Henrique Fontenelle.
A Migdal também produziu "Linda de Morrer", comédia estrelada por Glória Pires, "Irmã Dulce", de Vicente Amorim, cinebiografia da beata que, em vida, foi indicada ao Nobel da Paz; "Nosso Lar", em parceria com a Cinética Filmes, que levou mais de quatro milhões de espectadores aos cinemas de todo o Brasil e, com a Zencrane, o thriller dramático "Mundo Cão", de Marcos Jorge com Lázaro Ramos, Babu Santana e Adriana Esteves.
Como destaques da produção de TV, produziu as três temporadas da série antológica "As Canalhas", cujo formato foi comprado pelo serviço de streaming norte-americano Hulu para versão americana. Também produziu cinco temporadas do humorístico "220 Volts", sucesso de público, além de mais de 100 horas de conteúdo para ficção e reality show na TV Paga. Para a VH1 e MTV, produziu duas temporadas do documentário musical "Música.Doc".
Em dezembro de 2018, lança o romance "Intimidade entre Estranhos", de José Alvarenga Jr. Em 2019, o filme "Carlinhos e Carlão", estrelado pelo ator Luis Lobianco e dirigido por Pedro Amorim e a comédia “Canta pra Subir”, dirigida por Caroline Fioratti, com Cacau Protásio, Ary França e grande elenco.
 
Sobre a Fox Film do Brasil
Presente no mercado nacional desde 1920, a Fox Film do Brasil é uma das empresas com maior contribuição à indústria do entretenimento no país, atuando com destaque e garantindo a seus filmes amplo e diferenciado apoio de divulgação. Dentre os grandes sucessos distribuídos pela Fox, encontram-se: “A Forma da Água”, "O Regresso", "Birdman", "Deadpool", "A Culpa é das Estrelas", a franquia "X-Men", "Planeta dos Macacos", "As Aventuras de Pi", "Cisne Negro", as franquias "Como Treinar Seu Dragão", " Rio" e "A Era do Gelo". A Fox também tem uma área voltada para investimento e aquisição de títulos em língua estrangeira.   No Brasil, coproduziu e lançou inúmeros longas-metragens nacionais entre os quais os mais recentes: “Não Se Aceitam Devoluções”, “Lino”, "Em Nome da Lei", "Linda de Morrer" e outros sucessos como “Somos Tão Jovens", "Nosso Lar", "Copa de Elite", “Assalto ao Banco Central”, "Ensaio Sobre a Cegueira", "Se Eu Fosse Você 1 e 2", entre outros.

Sobre a Paris Filmes
A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição e produção de filmes, primando pela alta qualidade cinematográfica. Além de ter distribuído grandes sucessos mundiais, como o premiado “O Lado Bom da Vida”, que rendeu o Globo de Ouro® e o Oscar® de Melhor Atriz a Jennifer Lawrence em 2013 e “Meia-Noite em Paris”, que fez no Brasil a maior bilheteria de um filme de Woody Allen, a distribuidora tem também em sua carteira os maiores sucessos do cinema nacional, como as franquias “De Pernas Pro Ar” e “Até Que a Sorte nos Separe”. Em 2017, a empresa esteve à frente de lançamentos como “La La Land – Cantando Estações”, “A Cabana”, “D.P.A: Detetives do Prédio Azul - O Filme”, “Extraordinário”, entre outros. Em 2018, a distribuidora apresenta um lineup diverso, que inclui títulos como “Nada a Perder”, “Baseado em Fatos Reais”, de Roman Polanski, “O Homem das Cavernas”, de Nick Park, “Robin Hood – A Origem”, entre outros.

                      
Sobre a Downtown Filmes 
Fundada em 2006, a Downtown Filmes é a única distribuidora dedicada exclusivamente ao cinema brasileiro. Desde 2011, ocupa a posição da distribuidora número 1 no ranking de filmes nacionais. De 2013 até hoje, vendeu mais de 50% de todos os ingressos de filmes brasileiros lançados. Até dezembro de 2017, a Downtown Filmes lançou 120 longas nacionais, que acumularam mais de 100 milhões de ingressos.
Entre os maiores sucessos da distribuidora estão “Minha Mãe É Uma Peça” e “Minha Mãe É Uma Peça 2”, estrelados por Paulo Gustavo; “De Pernas Pro Ar”, “De Pernas Pro Ar 2”, e “Loucas Pra Casar”, com Ingrid Guimarães; “Até Que A Sorte Nos Separe”, ”O Candidato Honesto” com Leandro Hassum; “Os Parças” com Whindersson Nunes, Tom Cavalcante e Tirulipa, “Fala Sério, Mãe!” com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, “Chico Xavier” e “Elis”.
Para 2018, o lineup da Downtown conta com 20 títulos, entre eles “Os Farofeiros”, lançado em março, “O Doutrinador”, adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome, “O Candidato Honesto 2”, “Tudo Por um Pop Star” e “O Palestrante Motivacional” estrelado por Fabio Porchat.

Nenhum comentário:

Postar um comentário