Páginas

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Olímpia supera meta nacional e atinge 91,07% na Campanha de Vacinação Contra a Gripe

Dados divulgados pelo setor de Vigilância Epidemiológica da Estância Turística de Olímpia demonstram que o município superou a meta nacional estipulada ao vacinar 91,07% dos grupos de risco, ou seja, uma imunização de 11.451 pessoas.  Este número aumenta para 14.562 quando acrescidos os 3.111 pacientes vacinados com comorbidades (grupo prioritário, mas calculado à parte).
Segundo o portal DATASUS, do Ministério da Saúde, Olímpia é uma das poucas cidades a alcançar a meta comparada a outros municípios da região, acima de 50 mil habitantes. De acordo com o levantamento, a Estância está à frente de municípios como Barretos (74,92%), São José do Rio Preto (84,64%%), Mirassol (65,79%), Catanduva (73,43%) e Votuporanga (82,61%).
De acordo com o levantamento do setor de Vigilância Epidemiológica, o município imunizou 1.044 (111,06%) trabalhadores da saúde; 97 (122,78%) pós-parto; 7.280 (97,48%) idosos; e 894 (109,02%) professores da rede pública e particular.
Assim como na maioria do país, os grupos prioritários com menos adesão em Olímpia correspondem aos das crianças e das gestantes. Os dados apontam que 1.881 (66%) crianças foram imunizadas; e em relação às gestantes, são registradas 306 doses aplicadas, ou seja, 63,88%.
Em virtude dessa baixa adesão, o Ministério da Saúde determinou a prorrogação da Campanha de Vacinação contra a Gripe até o dia 22 de junho, próxima sexta-feira, em especial para crianças e gestantes, que registram uma média nacional de 77,6% de imunização.
Segundo o secretário de Saúde, Marcos Roberto Pagliuco, o alcance da meta no município é fruto de um empenho de toda a equipe e do trabalho mais humanizado.
"Sabemos que buscar a adesão dos moradores é difícil. Muitos optam por não ir, mesmo sabendo que é de suma importância estar imunizados. Em Olímpia, apenas crianças e gestantes estão com índices abaixo de 90%, mas isto é uma realidade nacional. Com a prorrogação vamos continuar incentivando estes grupos a procurarem uma UBS e receber a dose", destaca o secretário.
 
vacinacao.JPG

Nenhum comentário:

Postar um comentário