Páginas

sábado, 1 de julho de 2017

JUNHO SECO COM TEMPERATURAS AMENAS E A AGRICULTURA


Fernando Braz Tangerino Hernandez 1

 

O mês de junho se foi e com ele a percepção de que tivemos um mês mais frio que o normal, ou o que esperávamos. Natural isso, em uma região quente como o é o Noroeste Paulista, de grande aptidão para uma agricultura irrigada de alto nível, mas detentora das maiores taxas de evapotranspiração do Estado de São Paulo e com irregularidades das chuvas, apresenta tradicionalmente 8 meses de déficit hídrico e seria temerário fazer agricultura sem se alicerçar nos sistemas de irrigação.

Mas vamos à temperaturas! O mês de junho no Noroeste Paulista teve 20,7ºC de temperatura média e 14,8ºC de média da temperaturas mínimas e a menor temperatura foi registrada em Populina no dia 11 com 3,6ºC. Em 2016 a temperatura média da região foi um pouco menor, 19,9ºC e a média da mínima ficou em 0,5ºC abaixo, com 14,3ºC e a menor temperatura, de 3,2ºC, também foi registrada em Populina. Portanto, tudo muito parecido!

Mas quem trabalha ou depende da agropecuária se preocupa com a relação entre as chuvas e a evapotranspiração e assim determinar quando irrigar e com qual quantidade de água para conseguir a maior produção, com menor custo, é fundamental, e assim, neste junho de 2017 a média diária da evapotranspiração de referência foi de 2,5 mm, exatamente igual a média histórica do Noroeste Paulista, mas um pouco acima dos 2,3 mm/dia registrados em junho de 2016, muito influenciada pelos 39 dias sem chuva maiores que 10 mm na região, e de fato, a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista, operada pela UNESP, aponta para apenas 5,6 mm de média de chuva neste mês. No mesmo período de 2016 foram registrados 58 mm, muito próximos dos 60 mm historicamente esperados.

E assim, tem-se na região a situação em que as chuvas de abril e maio favoreceram quem se arriscou e plantou feijão na primeira quinzena de abril e a colheita neste momento aos 72-75 dias está acontecendo com produtividades consideradas satisfatórias, enquanto plantios tardios, exigem que os sistemas de irrigação operem a plena carga.

O importante é destacar que os investimentos em sistemas de irrigação são necessários quando há o registro e análise histórica de déficit hídricos, mas o balanço hídrico só é possível ser realizado quando há dados de chuva e evapotranspiração disponíveis e assim, a UNESP Ilha Solteira cumpre um papel muito importante perante a sociedade, que é o de fazer o monitoramento climático do Noroeste Paulista e permitir que profissionais de diferentes formações se apropriem gratuitamente dos dados registrados e divulgados para fazer uma região ainda melhor.

E por falar nisso, o Engenheiro Agrícola Alberto Avilez acaba de concluir um estudo que mostra que do ponto de vista econômico a melhor época de plantio de feijão na região é exatamente a primeira quinzena de abril!

Bingo! Se seguir a tradição e chover, mantenham os equipamentos de irrigação desligados, mas se for um ano atípico, é só ligá-los e garantir a segurança hídrica que levará à altas produtividades!

 
1 Fernando Braz Tangerino Hernandez, Engenheiro Agrônomo, Professor Titular da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira (www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php) e divulga dicas sobre agricultura irrigada e agroclimatologia semanalmente no Pod Irrigar em http://podcast.unesp.br/podirrigar

Homem é detido por furtar cemitérios na região de Votuporanga

Para a polícia, ele confessou ter furtado artigos nos cemitérios de Urânia (SP), Estrela D’Oeste (SP) e Paulo de Faria (SP).



Materiais apreendidos pela polícia com o suspeito (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária)
Um homem de 35 anos foi detido na manhã desta sexta-feira (30) pela Polícia Rodoviária de Votuporanga (SP) suspeito de furtar cemitérios na região. No veículo em que ele estava, foram encontradas diversas peças de cobre feitas para cemitérios.
O homem foi levado para a Delegacia de Investigações Gerais de Votuporanga, onde prestou depoimento. De acordo com a polícia, ele confessou ter furtado artigos nos cemitérios de Urânia (SP), Estrela D’Oeste (SP) e Paulo de Faria (SP), e estava indo para Catanduva no momento da abordagem.
De acordo com a polícia, como o último furto do rapaz foi nesta quinta-feira (29), ele não foi pego em flagrante, então ele não foi preso, mas vai responder em liberdade.

93 anos de existência



Dona Assumpta Polimeno Carvalho comemora neste domingo, 2 de julho, seu 93º aniversário. Dona Sunta - como é chamada por todos - é mãe de cinco filhos: deputado estadual Oswaldo Carvalho (falecido), Roberto Carvalho (Jales-SP), Maria Isabel Carvalho Goto (São José do Rio Preto-SP), Fátima Maria Carvalho Cordeiro e Ana Luiz Carvalho Furlan (Mirassol d`Oeste-MT), é avó de 12 netos (5 mulheres e 7 homens), bisavó de 13 bisnetos (7 mulheres e 6 homens) e triavó de um menino. Dona Sunta sempre foi uma mulher ativa na comunidade jalesense e por isso foi convidada para colaborar na fundação da Sociedade São Vicente de Paulo Lar dos Velhinhos de Jales, instituição a qual adotou como seu segundo lar. À Dona Sunta, os parabéns da família e de seus incontáveis amigos (as). Deus esteja sempre com você.

Jantar show com Fernando e Sorocaba é sucesso absoluto

 
"Foi uma noite memorável", relatou a comissão organizadora do jantar show com a dupla Fernando e Sorocaba em prol ao Hospital de Câncer de Barretos na última quarta-feira, 28 no salão de festa Villa Rocca.

Humildade e simplicidade definem a dupla, que cativou e encantou as centenas de pessoas que estavam presentes. "Tanto a organização do evento como a apresentação dos artistas receberam milhares de elogios", relatou a comissão.

Sucesso por eles passam, a dupla Fernando e Sorocaba - na foto com Ricardo Bocchi, representante do jornal Folha Noroeste -  levantou o astral e levou os fãs que estavam presentes ao delírio. Eles descerem do palco e ficaram pertinho das pessoas entre as mesas em contato direto com o público.

Foram quase duas horas de show, em que eles cantaram músicas antigas e novas do seu repertório. Além de interpretar também outras canções de cantores consagrados do sertanejo raiz e até funk.

No palco, o presidente do Hospital de Câncer, o sr. Henrique Prata, fez questão de entregar um "mimo" aos cantores, que logo que convidados fizeram questão de fazer esse show beneficente. Também na oportunidade apresentou as duas mulheres à frente das unidades de Jales e Fernandópolis, Camila Venturini e Tânia Lourenço respectivamente.

"São milhares de pessoas que precisam de tratamento de câncer no país e que não tem condições de pagar por ele, graças a esses eventos que conseguimos manter as portas do hospital abertas, portanto queremos agradecer a todas as pessoas que estiveram presentes, todos os nossos patrocinadores e aos prestadores de serviços que fizeram e fazem desse evento um sucesso.", finalizou a assistente administrativa Ariely Siqueira.

Ilustre aniversariante


Neste domingo, 2 de julho, recebendo os parabéns da esposa Teresa e familiares, o ilustre advogado da comarca de Jales, Drº Fernando Neto Castelo. Amigos e colegas vão lhe desejar muitas felicidades.

O Cofrinho da Santa Casa de Jales é um dos projetos do setor de Captação de Recursos implantado desde fevereiro com a finalidade de suprir as dificuldades da instituição. Até junho foram arrecadados cerca de R$ 2.010 mil no comércio da cidade.



Em todos os semestres, o curso superior de Tecnologia em Gestão Empresarial desenvolve diversos projetos interdisciplinares direcionados a empresas da cidade e região. Um deles é o de Planejamento de Marketing, desenvolvido pelo 4º semestre, no qual os alunos, sob orientação das professoras Luciana Aparecida Rocha e Marinalva da Silva T. Boldrin, com o apoio da coordenação do curso, realizam uma Feira de Negócios, que tem por objetivo a exposição dos projetos desenvolvidos, os quais buscam uma solução e/ou uma inovação em produtos ou serviços para implementação do negócio de empresas reais.

Neste semestre, a feira aconteceu no dia 20 de junho e, mais uma vez, foi considerada um grande sucesso, pois contou com a apresentação de cinco grandes projetos:

Cia Kids na empresa Salto & Cia - ampliação de uma loja de roupas, para a qual foram realizados estudos para identificar a viabilidade de uma linha infantil. A proposta mostrou-se totalmente viável, assim, nos próximos meses, a empresa poderá ter um novo grupo de clientes.

Mamãe Fitness na empresa Dhulk Team - foi apresentada uma proposta para que a academia ofereça serviços para mamães que querem a prática de esportes, mas não têm onde deixar seus filhos. As crianças poderão participar dos exercícios (dependendo do peso e da idade), caso não seja possível, propõe-se um espaço de lazer com monitoramento.

Bier Lems Premium na empresa Cervejaria Bier Lems - a proposta é a expansão da linha de produtos da cervejaria Lems, que já produz quatro tipos de cervejas artesanais na cidade. Para isso, seria necessário um pequeno investimento, já que as máquinas e equipamentos são suficientes.

Teen Side na empresa Melissa - foram apresentadas duas sugestões de ampliação de seus produtos, um voltado à limpeza e manutenção das sandálias, para manter o cheirinho original, e, o outro, um relógio personalizado.

Mandioquinha NJ no mercado Nova Jales - foi apresentada uma proposta de inclusão de um novo salgadinho para o mercado, fabricado para ser o mais saudável possível, mandioca em chips assada, com baixa caloria.

Para a realização desses estudos, diversas disciplinas foram envolvidas, contribuindo com os conteúdos necessários para a estruturação do projeto, entre elas Planejamento de Marketing, Comunicação Empresarial Geral, Gestão Financeira, Logística, Direito e Inglês.

Esses projetos poderão contribuir para a melhoria da competitividade das cinco empresas, que podem colocá-los em prática. 

Cofrinhos da Santa Casa já renderam mais de R$ 2 mil

 
O Cofrinho da Santa Casa de Jales é um dos projetos do setor de Captação de Recursos implantado desde fevereiro com a finalidade de suprir as dificuldades da instituição. Até junho foram arrecadados cerca de R$ 2.010 mil no comércio da cidade.

Para a gestora do setor, Luciana Vicente, esse montante é significativo visto que são colocados todos os valores de moeda. "Vamos pensar que para termos R$ 2 mil precisaríamos de 20.000 moedas de R$0,10, que foi uma das que mais tivemos doações, ou seja, considerando que se trata de valores menores, as doações representam um número expressivo da comunidade, o que nos deixa extremamente felizes com os resultados", relatou.

Os cofrinhos estão distribuídos em cerca de 200 locais diferentes na cidade de Jales e são recolhidos periodicamente. No município de Vitória Brasil também há cofrinhos, em virtude da participação de uma colaboradora da Santa Casa, Viviane Ortega, que recolhe mensalmente nos pontos comerciais.

O provedor, Junior Ferreira, destacou o quanto é importante a contribuição da população. "São mais de cinco mil atendimentos por mês, cada centavo contribui e auxilia em nossas despesas. Agradecemos aos já doadores e pedimos para que as pessoas se sensibilizem com a nossa causa, doe o que puder, a sua contribuição nos fortalece como instituição".

Direitos Humanos é o direito a ter direitos

Flávio Rodrigo Masson Carvalho Professor do UNIBAVE
– Orleans - SC equilibriumtc@hotmail.com

Os Direitos Humanos são direitos fundamentais do ser humano. Sem eles, o ser humano não consegue participar plenamente da vida em sociedade. São um conjunto de leis, vantagens e prerrogativas de devem ser reconhecidos como essência pura pelo ser humano para que este possa ter uma vida digna, ou seja, não ser inferior ou superior aos outros seres humanos porque é de diferente raça, de diferente sexo ou etnia, de diferente religião, etc. Os Direitos Humanos são importantes para que viver em sociedade não se torne um caos. São importantes para a manutenção da paz. São um conjunto de regras pelas quais o Estado e todos os cidadãos a ele pertencentes devem respeitar e obedecer.

Pode parecer que não está sendo cumprido, mas a principal função dos Direitos humanos é a de proteger os indivíduos das injustiças, arbitrariedades, do autoritarismo e dos abusos de poder. Os Direitos Humanos são sinônimo de liberdade, pelo menos deveria ser.

A dignidade humana, a igualdade, a fraternidade e a liberdade, pelo menos a do pensamento, a da democracia, são valores e princípios básicos da sociedade judaico-cristã moderna. Uma sociedade mutante, que se transforma e transforma o mundo.

A Declaração universal dos Direitos Humanos pode ser considerada como a maior prova existente de consenso entre os seres humanos, pelo menos é o que defendia o nobre filosofo e jurista italiano Norberto Bobbio. Para Bobbio, a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi uma inspiração e orientação para o crescimento da sociedade internacional, com o principal objetivo de torna-la num Estado, e fazer também com que os seres humanos fossem iguais e livres. E pela primeira vez, princípios fundamentais sistemáticos da conduta humana foram livremente aceitos pela maioria dos habitantes do planeta.

Os Direitos humanos são os direitos e liberdades básicos de todas as pessoas. A ideia que normalmente nos é passada sobre Direitos Humanos, é o livre direito de pensar e expressar nossos pensamentos, e a igualdade perante a lei. Mas comprovadamente na prática constatamos que somente somo livres no que tange aos pensamentos, ou seja, podemos pensar livremente, mas expressar nossos pensamentos através de atos, atitudes, já não é assim tão possível. Não possuímos a liberdade plena no que tange a atitudes, ações e manifestações.

A ideia de Direitos Humanos, advindas do conceito filosófico de direitos naturais que são atribuídos por Deus, nos iguala perante Ele, ou seja, todos somos iguais para Deus. Ele nos ama em condições de igualdade, e indistintamente e, todos somos irmãos, filhos de um único Criador.

Em todas as épocas da história, e em todas as culturas houve sinais de dignidade e fraternidade, que são esboços de Direitos humanos. Mesmo que todos os tratados e acordos da história antiga priorizassem os deveres, cumprimentos de leis, podemos verificar um mínimo de respeito e tentativas de se evitar o caos na sociedade, um dos princípios dos Direitos Humanos.

Todos os seres humanos nascem com direitos inalienáveis. Estes direitos buscam proporcionar uma vida digna, e cabe ao Estado proteger tais direitos. A liberdade, igualdade, tolerância, dignidade e respeito – independente de raça, cor, etnia, credo religioso, inclinação política partidária ou classe social – permite com ao ser humano buscar tais direitos fundamentais.

Os Direitos Humanos são indivisíveis: e são neles englobados questões sociais, políticas e econômicas. Tais como:

·Todas as pessoas devem ter o direito de formar a sua própria opinião e de exprimi-la individualmente ou em assembleias pacificas.

·Todas as pessoas devem ter o direito de participar no governo.

·Estar livre de prisão arbitraria, detenção e tortura – quer a pessoa seja um opositor ao partido no poder, pertença a uma minoria étnica ou seja um criminoso comum.

·Livre expressão religiosa e uso de sua língua para manter suas tradições.

·Todo ser humano deve ter a oportunidade de trabalhar, ganhar a vida e sustentar a sua família.

·As crianças merecem proteção especial.

Para que estes princípios básicos de Direitos Humanos sejam cumpridos, os seres humanos pertencentes a uma sociedade têm que estar vigilantes, cobrando e participando ativamente da sociedade.
 


Banda Tempero Carioca lança disco “Se o Samba me Chamar” neste sábado

Julho começa com uma boa atração para quem gosta de música. O grupo Tempero Carioca, representante do samba de raiz do Rio de Janeiro, apresenta o CD ‘Se o Samba Me Chamar’ neste sábado (1/7), no Traço de União, em Pinheiros. O evento, que tem início às 23h30, conta com apoio de divulgação da TV Cultura.

foto - Formada por Agrião (pandeiro e voz), Evandro Lima (violão de 7 cordas), Marcelo Pizzott (tantan), Marquinho Basílio (surdo), Marquinho China (pandeiro e voz), Nelci Pelé (pandeiro e caixa) e Serginho Procópio (cavaco e voz), a banda Tempero Carioca dissemina há mais de 10 anos a cultura do samba do estado do Rio de Janeiro.

Tendo como referência grandes nomes do gênero, como Noel Rosa, Cartola e Candeia, o grupo resgata sambas de roda, de partido alto e dolentes, com um toque pessoal. Seus componentes, por sua vez, trabalham em paralelo com artistas consagrados, como Diogo Nogueira, Toninho Geraes e Casuarina.

Agora, o Tempero Carioca registra sua trajetória em ‘Se o Samba Me Chamar’, um disco composto em sua maior parte por canções autorais, levando a essência do samba do bairro da Lapa para todo o Brasil. O disco também traz composições dos parceiros Arlindo Cruz, Sombrinha, Toninho Geraes e Toninho Nascimento. Com doze faixas, o álbum foi feito à pandeiro, repique, tamborim, cordas e raiz.

O lançamento do projeto acontece neste sábado (1/7),a partir das 23h30, no Traço da União, com a participação especial de Toninho Geraes. A casa de shows fica localizada na Rua Cláudio Soares, nº 73, próxima ao Largo da Batata, em Pinheiros. Confira mais informações no site oficial do local.

“Do Oiapoque ao Chuí”. Festa Junina do Anglo apresenta diferentes estilos e uma só alegria






 
Nos dias 22 e 23 de junho, o Anglo de Jales realizou a tradicional Festa Junina, o "ArraiAnglo", esse ano com o tema "Do Oiapoque ao Chuí. Diferentes Estilos. Uma só Alegria", reunindo no Ginásio Poliesportivo da escola mais de mil pessoas.

Assim como em todos os anos, a festa que é considerada um dos maiores eventos do gênero, na cidade de Jales, foi um verdadeiro sucesso.

No dia 22 de junho, quinta-feira, os alunos do 3º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio se apresentaram, com danças, quadrilha tradicional e a quadrilha estilizada, realizada pelos alunos do terceiro ano.

Já no dia 23, sexta-feira, foi a vez dos pequenos do Anglo de Jales transformarem o lugar em um verdadeiro Arraiá. Alunos do maternal ao 2º ano do ensino fundamental I também se apresentaram com danças típicas de Festas Juninas.

Muita pipoca, algodão doce, pasteis, churros, cachorro quente, refrigerantes além dos brinquedos como pula pula, e cadeia do amor, fizeram a alegria de quem esteve prestigiando o "ArraiAnglo".

Morre professor Rato

 
Faleceu no início da noite de terça-feira, 27 de junho, Antonio Sanches Cardoso (foto), popularmente conhecido como professor Rato, 62 anos. Ele estava internado na Santa Casa de Misericórdia de Jales já havia mais de um mês e sua morte se deu devido a uma infecção generalizada.

Professor Rato iniciou na política em 1.988 quando se elegeu vereador pelo Partido dos Partidos (PT) com 453 votos (1.989/1.992). Ameaçado de expulsão no partido, ele migrou para o Partido da Frente Liberal (PFL) disputando a reeleição para a Câmara Municipal. Já com o famoso "Ratomóvel" prestando serviços à comunidade carente, professor Rato se elegeu vereador pela segunda vez com 1.378 votos (1.993/1.996). O mais votado.

Com a popularidade em alta, professor Rato se candidatou a prefeito em 1.996 pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN) e obteve uma esmagadora vitória sobre o seu oponente, conquistando nas urnas 14.968 votos, ou seja, 62,84% dos votos válidos. Assumiu em 1º de janeiro de 1.997, encontrando uma Prefeitura endividada e a cidade um caos. Mesmo assim, o professor não se intimidou. Sua primeira providência foi recapear a avenida Francisco Jalles, artéria principal da cidade que se encontrava em estado de calamidade pública de tanto buraco.

Nos seus quatro anos de mandato, professor Rato enfrentou turbilhões, como uma desavença política com o partido de seu vice-prefeito Humberto Parini, o PT. Entre as suas obras constam a segunda pista da avenida Paulo Marcondes com acesso à rodovia Euplhy Jalles, à época com muito acidente fatal. A melhoria do trevo do jardim Arapuã - outro local de trânsito perigoso e com mortes - saída para Santa Albertina, com a construção de uma rotatória.

A abertura da rua 15 dando acesso à avenida João Amadeu pelo viaduto Edson Bitencourt, desafogando o trânsito pela rua 13. Várias outras pequenas obras sem visibilidade, mas de suma importância para a cidade foram executadas durante gestão do prefeito Rato, como por exemplo recapes contínuos nas ruas da cidade.

Uma obra que seria importante para a cidade de Jales, iniciada na gestão do professor Rato com liberação de recursos na ordem de R$ 400 mil, foi a do Centro de Lazer do Trabalhador (foto) para atividades de lazer. Alguns itens do projeto como quiosque, minicampos, quadra de areia, parque infantil e outros já haviam sido construídos e estavam sendo utilizados.

Depois, o local foi utilizado para a construção do Conjunto Habitacional Pedro Nogueira, e o Centro de Lazer do Trabalhador deixou de existir. Foi riscado do mapa urbano da cidade. Ficou apenas o portal de entrada.

Em 2000, com a popularidade um tanto arranhada e enfrentando muitas críticas pela escolha do vice, professor Rato tentou a reeleição e mostrou que ainda tinha crédito junto ao eleitorado. Sua derrota foi por apenas 4% dos votos válidos, ou seja 1.010 votos. Ele obteve 7.258 votos, ou 28,75%. Seu oponente José Carlos Guisso (PSDB) obteve 32,75% ou 8.268 votos.

Em 2.004, professor Rato tentou pela segunda vez reconquistar a cadeira do Executivo mas não foi bem sucedido. Com 4.750 votos ou 17,44% dos votos válidos, Rato ficou em terceiro lugar naquele pleito. O professor Rato foi presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales entre 1.993 e 1994.

O sepultamento do corpo do professor Rato deu-se na quarta-feira (28/06) às 17 horas no Cemitério Nossa Senhora da Paz.

12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel da Região de Jales será na praça

Nesta quarta-feira, 28 de junho, a Comissão Organizadora da 12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel da Região de Jales, que será nos dias 1 e 2 de setembro, esteve reunida na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, e definiu que o evento será na praça João Mariano de Freitas.

Segundo os organizadores (foto), a escolha ocorreu pelo fato da praça ser bem localizada, de fácil acesso a visitação pública, conferindo ao evento mais visibilidade e atratividade.

Eles também informaram que outro detalhe importante é que na praça existe maior facilidade de evacuação dos visitantes em caso de possível evento adverso, segundo orientação do Corpo de Bombeiros de Jales.

A comissão também definiu o regulamento de participação dos viticultores, já que a Feira aceita a participação de produtores de uvas de toda a região, desde que comprovem estar na atividade através de cópia da Inscrição Estadual de produtor (DECA).

A venda de uvas durante o evento também está definida, assim além das caixas em exposição, a fruta será comercializada por produtores durante todo o evento. Portanto, os visitantes que passarem pela feira, poderão encontrar com facilidade a uva e seus produtos manufaturados como vinho e suco de uva, além do mel.

Eles ainda poderão conferir os produtos dos artesãos de Jales, que também estarão expondo seus produtos.

Mais de 190 catequistas da Diocese de Jales participaram de Curso Diocesano de Catequese


 
No domingo, 25 de junho, a equipe de Animação Bíblico Catequética da Diocese de Jales promoveu seu curso anual de Catequese, na Escola Vocacional, coma presença de mais de 190 catequistas de todos os setores da diocese.

Com início ás 8h da manhã, o curso abordou os temas, Catequese: Emoção e Afetividade, e Crisma: Teologia e Rito, com assessoria dos padres Luciano Ramos da Natividade e Valter Lucato Campano Júnior.

O momento de formação foi destinado para os catequistas das etapas: infantil, Eucaristia, Crisma e Adulto. Durante este encontro os catequistas despertaram o desejo de se aprofundarem de forma concreta em sua missão de evangelizar.

O Bispo Diocesano, Dom Reginaldo se fez presente, acompanhou, e contribuiu com a formação dos catequistas presentes, orientando também sobre a importância da preparação do sacramento da Crisma, sacramento este que faz parte de sua missão episcopal.

Jalesense debate Direitos Humanos e Relações de Gênero em Santa Catarina

 
O jalesense Flávio Rodrigo Masson Carvalho, que é Professor e Pesquisador do UNIBAVE de Orleans (SC), no dia 26 de junho, esteve ministrando palestra sobre Direitos Humanos e Relações de Gênero no Workshop organizado pelo UNIBAVE.

Esteve presente mais de 300 alunos, professores e coordenadores de cursos do UNIBAVE.

O Dr. Flávio Carvalho abordou temas como: Direitos Humanos no Brasil e no mundo, Homofobia, violência contra a população LGBT, Intolerância Religiosa, linchamentos, aborto e drogas.

A palestra foi iniciada pela conceituação de Direitos Humanos, um breve histórico da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

Foi abordado também a problemática causada pelos tratados internacionais de Direitos Humanos, ou seja, A Soberania dos países signatários.

Com o conceito de Direitos Humanos, o palestrante falou sobre Dignidade Humana, trouxe o conceito de dignidade, e a falta de Respeito entre os seres humanos.

A fala do Dr. Flávio Carvalho foi sobre Direitos Humanos, mas ele abordou de maneira incisiva os Deveres Humanos.


Pois para cada direito corresponde um dever!
O Professor trouxe as últimas pesquisas sobre os temas, abordou as tristes estatísticas sobre a problemática, e o horroroso papel do Brasil como um país extremamente violento, e o que mais comete violência contra a população LGBT no mundo.

A fala do Dr. Flávio Carvalho sobre Direitos Humanos e Relações de Gênero, foi toda sobre o viés do Direito, da Psicologia, da Psicanálise e da Sociologia, sempre traçando um paralelo com os atuais casos de violência abordado pela mídia ultimamente.

Ao final da palestra, foi aberto a participação da audiência, que foi feita de maneira intensiva através de muitas questões levantadas, respondidas e discutidas pelo palestrante.

O evento foi de tamanho êxito, que já foi agendado a data para o próximo.

Vereador Tiquinho questiona sobre alambrado danificado da praça esportiva próxima ao recinto da Facip

 
O vereador Nivaldo Batista de Oliveira – Tiquinho (PSD), na sessão ordinária, de segunda-feira, 26 de junho, solicitou do prefeito Flá Prandi (DEM) a informação de quem é a responsabilidade pela reforma do alambrado, na Praça de Esportes "Vereador José Gatti", que foi quebrado por bois durante uma festa de peão. A praça esportiva fica próximo ao recinto de exposições

A festa foi realizada nos fundos do imóvel. O alambrado danificado foi recolocado sem a substituição dos palanques quebrados e está instável, oferecendo risco de acidentes com adultos e crianças: "Quem ocupa aquele local é um projeto de escolinha de futebol e há muitas crianças ali. Então, antes que aconteça um acidente, que o alambrado e os palanques de cimento caiam em cima de uma criança lá, eu gostaria que o prefeito tomasse providência o mais rápido possível", comentou o vereador.

Tiquinho questionou se, em caso de não ser a Prefeitura a encarregada pela obra, se o responsável já foi notificado e até quando a reforma nos alambrados será feita.

O requerimento do vereador foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao prefeito Flá Prandi que tem até 15 dias úteis para enviar resposta ao Legislativo.

Aos nove anos, Enzo conquista mais de 100 medalhas na carreira

 
Aos nove anos de idade e quatro de karatê, Enzo Bassi ultrapassou a marca de 100 medalhas. Uma marca importante de uma criança que ama fazer esporte tem hoje uma carreira recheada de vitórias.

O feito aconteceu no sábado, 24 de junho, em Nova Andradina, cidade do Estado de Mato Grosso do Sul, onde foi realizada a II Etapa do Campeonato Estadual de Karatê de MS. Enzo participou das modalidades de kata (luta imaginária) e shiai/kumitê (combate), conquistando medalha de ouro em ambas, com estes resultados chegou a impressionante marca de 101 medalhas.

"Estou muito feliz com os resultados alcançados, tenho me dedicado bastante em tudo o que faço e o karatê é um esporte que amo muito, faço tudo com muito amor, e a conquista de centésima medalha é algo mais que especial", falou Enzo.

O karateca mirim reside na cidade de Santa Fé do Sul e começou a praticar esta arte marcial aos 5 anos de idade, mesmo tão criança possui um com números impressionantes, são: 70 medalhas de ouro, 16 medalhas de prata e 15 de bronze é atualmente tricampeão estadual sulmatogrossense na modalidade kata e campeão estadual na modalidade shiai/kumitê, campeão da 1ª. Fase do campeonato brasileiro em 2016 na modalidade kata, campeão da 1ª. Fase do campeonato brasileiro de 2017 na modalidade shiai/kumitê, além do 5º. Lugar no Campeonato Brasileiro de Karatê de 2016, na modalidade kata, realizado pela CBK (Confedereção Brasileira de Karatê).

"Eu disputo o campeonato estadual de Mato Grosso do Sul devido à logística, é mais perto ir a Campo Grande do que São Paulo, neste período aprendi amar e respeitar este Estado que tão bem me acolheu, quero agradecer a todos da AZK em especial meu Sensei Joaquim e Shiran Zanon, a todos meus amigos de academia e de grupo, meus familiares e meu amigo Sandro, meus amigos de competição, pois não tenho adversários e sim amigos de competição, a todos da FKMS, a todos os parceiros do Blog do Enzo, enfim, todos que sempre torceram por mim, estou muito feliz, muito obrigado", finalizou Enzo.

No ano de 2017, o karateca mirim tem ainda mais 12 competições com presença já confirmada, entre elas claro a mais importante que acontecerá entre 11 a 15 de outubro na cidade de Salvador (BA), com a final do Campeonato Brasileiro.

Quem quiser acompanhar um pouco mais a carreira deste atleta mirim, pode segui-lo em suas redes sociais, acesse: www.enzogabriel.com.br ou www.facebook.com.br/blogdoenzo.

Prefeitura de Urânia entrega Moto ao ganhador da promoção “IPTU Premiado”

O vice-prefeito João Pega Lebre e o prefeito Arjol entregam a chave da Moto 0KM ao ganhador Carlos Gilberto Gimenez (centro), e os membros comissão responsável pelo sorteio, Carlos Augusto e Mirian Estela Molina de Freitas



A promoção "IPTU Premiado", idealizada pela Prefeitura Municipal de Urânia, com o objetivo de aumentar as receitas do município, sorteou na noite do dia 12 de junho, véspera de aniversário da cidade, na praça da igreja matriz, o cupom do contribuinte Carlos Gilberto Gimenez, professor aposentado, morador da Rua Catanduva, n.233, no Centro de Urânia.


Ele pagou rigorosamente em dia o tributo, em cota única, e no sorteio foi contemplado com uma motocicleta zero quilômetro.

A entrega da moto, realizada pelo prefeito Marcio Arjol, pelo vice-prefeito João Pega Lebre, e pelos integrantes da comissão responsável pelo sorteio, Mirian Estela Molina de Freitas e Carlos Augusto Mendes Augusto, aconteceu na última segunda-feira, dia 26, no Paço Municipal.

O ganhador, que sempre pagou em dia os seus carnês, ficou bastante satisfeito. "Achei uma ótima iniciativa a promoção "IPTU Premiado" e que possa servir de exemplo para outros municípios".

Segundo ele, é a primeira vez que ganha um prêmio como este e já definiu o que fará com a recompensa. "Pretendo vender e doar o dinheiro para a minha sobrinha comprar um carro".

Lembrando que outro sorteio de uma moto zero quilômetro será realizado no mês de dezembro para os contribuintes que optaram em pagar o imposto de forma parcelada.

De acordo com o prefeito, Marcio Arjol, a promoção alcançou resultados bastante positivos aumentando o recolhimento dos impostos em cota única.

Unijales participa de Feira de Profissões da E.E. Euphly Jalles

Daniel Zilio

No dia 23 de junho, aproximadamente mil pessoas passaram pela Escola Estadual Euphly Jalles, quando foi promovida a Feira de Profissões.

A Unijales compareceu e durante toda a manhã da sexta-feira, expôs para alunos do ensino médio e para a comunidade, materiais, equipamentos e ações de cada Curso Superior e de Tecnologia que a Instituição oferece.

O objetivo em participar desta Feira é mostrar um pouco do que a Unijales possui e inserir a instituição na realidade de jovens que deverão prestar vestibular e ingressar em algum curso superior no segundo semestre de 2017 e no início de 2018. A Feira de Profissões também esclareceu dúvidas sobre profissão, mercado de trabalho e áreas de atuação.
 

Para isso, uma equipe formada de coordenadores, professores, funcionários e alunos ficou à disposição para dar todas as informações, distribuir brindes e realizar atividades como dança de zumba, através do aluno Wagner, de Educação Física.


Palavras de Allan Kardec

 
Allan Kardec - Podemos ter algumas revelações sobre as nossas existências anteriores?

Os Espíritos - Nem sempre. Muitos sabem, entretanto, o que foram e o que fizeram; se lhes fosse permitido dize-lo abertamente, fariam singulares revelações sobre o passado.

Allan Kardec - Algumas pessoas creem ter a vaga lembrança de um passado desconhecido, vislumbrado como a imagem fugitiva de um sonho que em você se procura deter. Essa ideia não seria uma ilusão?

Os Espíritos - Algumas vezes é real; mas quase sempre é também uma ilusão, contra a qual se deve precaver, pois pode ser o efeito de uma imaginação superexcitada.

Allan Kardec - Nas existências corpóreas de natureza mais elevada que a nossa, a lembrança das existências anteriores é mais precisa?

Os Espíritos - Sim, ą medida que o corpo é menos material, recorda-se melhor. A lembrança do passado é mais clara para aqueles que habitam os mundos de uma ordem superior


O Livro dos Espíritos: Perguntas 395 a 397



 

(Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade do Grupo Espírita "Chico Xavier", de Jales.)

Desarmonia institucional

Gaudêncio Torquato, jornalista, professor titular da USP é consultor político e de comunicação. Twitter: @gaudtorquato

 
Por que a corrupção tanto se expandiu no Brasil, nos últimos tempos, se os órgãos de controle do Estado ganharam sólidas estruturas e melhoraram seu desempenho? A questão merece reflexão. Por mais que a hipótese possa parecer absurda, uma das fontes do poder oculto é a própria Constituição de 88.

Ao abrir o leque de direitos sociais e individuais, a Constituição Cidadã construiu vigas com a argamassa da autonomia, das liberdades e das competên­cias funcionais. Sistemas e aparelhos se robusteceram para exercer com independência suas tarefas. Estado liberal e Estado social tiveram de convergir na direção do Estado Democrático de Direito. Sob sua égide, o Poder Judiciário assumiu posição de relevo. Hoje, exerce papel preponderante na construção de nossa via democrática.

Como já tivemos oportunidade de mostrar, em razão dos buracos abertos na Constituição – não preenchidos por legislação infraconstitucional – o Poder Judiciário passou a realizar tarefas que caberiam ao Poder Legislativo. Urge reconhecer: o corpo parlamentar deixou espaços vazios, ao não dar respostas a questões transcendentais. Como não ocupou os imensos vácuos abertos na CF, outro Poder teria de fazê-lo. É o que ocorreu e vem ocorrendo. Portanto, o teor crítico à judicialização da política deve levar em consideração a ausência de legislação infraconstitucional.

Mas outras instituições do Estado, voltadas para a defesa do regime democrático, da ordem jurídica e de defesa da sociedade também ganharam impulso. O Ministério Público incorporou de maneira plena a missão de ser o guardião mor da sociedade. Sua atuação ganhou o respeito dos cidadãos.

Nos últimos tempos, porém, sua atuação passou a ser ques­tionada. Razões: o excesso de exposição pública, o açodamento e pressa em suas ações, certo toque de brilho e vaidade que parece motivar a farta expressão de procuradores na mídia e mesmo uma dose de arrogância. Ou seja, discrição e comedimento são deixados de lado.

Já a Polícia Federal ganhou força como órgão encarregado de exercer a segurança pública para pre­servar a ordem e a incolumidade das pessoas e do patrimônio. Passou a agir em parceria com o Judiciário, mas abriu arestas com o MP, com quem parece disputar funções, particularmente no campo da investigação.

Outros aparelhos também fazem apurações e controles, como a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Corre­gedoria-Geral da União, além dos instrumentos do Parlamento, como a Comissão Mista de Controle sobre Atividades de Inteligência e Comissões Parlamentares de Inquérito. Em suma, o Estado possui má­quina mais que suficiente para monitorar pessoas físicas e jurídicas. A pletora de órgãos de controle abre imensos espaços, propiciando a interpenetração de funções e competências.

E assim, o bem-estar coletivo fica sob a égide do personalismo que caracteriza a atuação dos aparelhos do Estado. A crise que solapa a base da política afunda os participantes da esfera congressual e dá impulso a membros de outros Poderes.

A desarmonia se expande na esteira das disputas. A tríade descrita por Roger-Gérard Schwartzenberg mostra-se ativa: esse triângulo liga o poder político, alta administração e os grupos de negócios. Diz ele: "esses três universos cruzam-se cada vez mais, recortam-se, penetram-se". Desenvolve-se uma simbiose. E a corrupção acaba se aproveitando desse estado de coisas.

Em paralelo, assiste-se ao declínio dos mecanismos clássicos da política: partidos sem doutrina, parlamento sem força, oposições sem projetos, aderentes/eleitores sem motivação para vida partidária. A luz no fim do túnel deixa ver o despertar da democracia participativa, alimentada por novos polos de poder: grupos e movimentos organizados, entidades que passam a fazer pressão sobre os Poderes tradicionais. Sob essa radiografia, distinguem-se sinais, mesmo opacos, de esperança.