Páginas

sábado, 12 de agosto de 2017

Praça João Mariano de Freitas será palco de muitas atrações nos dois dias da 12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel

A Comissão da 12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel 2017 esteve reunida no dia 7 de agosto, para acertar os últimos preparativos para a realização do evento que será nos dias 1 e 2 de setembro, na Praça João Mariano de Freitas, em Jales.

Durante a feira, os visitantes poderão comprar uvas e mel com preços acessíveis e de excelente qualidade e também encontrarão artigos de artesanato, suco de uva artesanal.

Na programação da Feira, constam apresentações culturais do Taikô de Jales – obteve o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro) da Catira, do Projeto Guri, além de cantores regionais. Haverá também uma Praça de Alimentação que será coordenada pelo Rotary Clube Grandes Lagos de Jales.

Segundo a engenheira agrônoma Silvia Andreu Avelhaneda Pigari, da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Pecuária e Meio Ambiente, uma vez que "a viticultura é um dos motores econômico-financeiro que sustentam a geração de empregos e renda para toda a nossa região, a Prefeitura Municipal de Jales, através do prefeito Flávio Prandi Franco ( Flá), deu todo o suporte necessário para a realização da Feira".

O evento também não aconteceria sem o apoio dos parceiros que compõem a Comissão Organizadora formada principalmente por viticultores das cidades de Jales,e Urânia, Embrapa Uva e Vinho de Jales, Etec Dr. José Luiz Viana Coutinho, Instituto Bio Sistêmico-IBS, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral - Cati Regional, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Jales, Fatec Jales - Prof. José Camargo, Cooperativa dos Produtores Rurais, Rotary Clube Grandes Lagos e Sindicato Rural.

A engenheira destacou ainda a grande parceria entre as Secretarias Municipais de Agricultura e Câmaras Municipais das cidades de Jales e Urânia, pois a participação efetiva dos viticultores de ambas as cidades se complementam.

"Jales participa em maior número com viticultores que produzem a Uva Niágara e a cidade de Urânia e cidades vizinhas têm sua participação voltada mais para as uvas finas como a Itália, Rubi, Benitaka, Brasil e Centenial", explicou Silvia Andreu.

Para finalizar, a engenheira agrônoma não deixou de citar também a importância da participação dos produtores de mel da nossa região. "A presença dos apicultores na Feira é essencial, pois a cadeia produtiva do mel está passando atualmente por problemas muito sérios como a diminuição das abelhas no meio ambiente devido ao uso indiscriminado de agroquímicos nas lavouras. Um alimento tão completo e essencial para a nossa saúde, como poderemos ficar sem o mel?", indaga a profissional.

Ela encerrou convidando a todos e suas famílias nestes dois dias de feira a conhecerem os trabalhos dos produtores e prestigiarem o evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário