Páginas

sábado, 5 de agosto de 2017

Justiça de Urânia concede liberdade provisória a Saracuza e ex-assessores

Nesta sexta-feira, 4 de agosto, o ex-prefeito Francisco Airton Saracuza (foto) e ex-assessores foram soltos pela Justiça de Urânia e vão responder o processo em liberdade.

Saracuza foi preso em 30 de março juntamente com ex-assessores em virtude da "Operação Repatriação" deflagrada pela Polícia Federal de Jales que investiga a suspeita de desvios de recursos provenientes da repatriação do governo federal, que foram distribuídos a todos os municípios brasileiros no último dia útil do ano passado.

Os réus estavam presos no Centro de Ressocialização em Araçatuba já havia quatro meses.

A juíza da Comarca de Urânia concedeu a liberdade provisória aos presos na noite desta quinta-feira (03/08) por volta das 21h45m, logo após o término das audiências que duraram três dias e foram ouvidos os réus e as testemunhas de defesa e acusação.

O proceso corre em segredo de justiça e não há prazo para a decisão final.

Segundo foi divulgado pela TV TEM ,o advogado do ex-prefeito Airton Saracuza disse que solicitou novas diligências à Justiça para tentar provar a inocência do ex-prefeito.

Por volta das 16 horas desta sexta-feira (04/08), ao chegar à sua residência em Urânia, o ex-prefeito Airton Saracuza foi recepcionado por correligionários e amigos

Nenhum comentário:

Postar um comentário