Páginas

sábado, 15 de julho de 2017

FOLHAGERAL

da redação

Os analistas

lá do botequim da vila são de opinião que, nas eleições do próximo ano (outubro de 2018), os partidos PT, PMDB e PSDB vão ter que rebolar muito para se manter no mesmo nível de representação que hoje ostentam, com ou sem a presença de Michel Temer na chefia do governo até lá. Os eleitores estão cansados de tanta corrupção, mentira e safadeza.

De fato,
hoje é difícil prever o que vai acontecer nas eleições vindouras, exatamente porque os eleitores podem reagir com surpresas. Vejam o que aconteceu recentemente nos Estados Unidos e na França. Donald Trump e Emmanuel Macron, respectivamente, levaram a melhor sobre candidatos tradicionais de partidos fortes. O que será que vai dar aqui?

Na última
terça-feira (dia 11), as arquitetas responsáveis pelo projeto de revitalização da Praça Dr. Euphly Jalles fizeram uma explanação, aos membros do Conselho Municipal de Turismo, de como será a "nova cara" da área de lazer que já foi um dia o cartão postal da cidade.

Presente ao
encontro com as arquitetas, o secretário municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Mobilidade Urbana, Nilton Suetugo, expôs que a revitalização da Praça Dr. Euphly Jalles consumirá recursos na ordem de R$ 1,5 milhão. Pela qualidade do projeto, o resultado valerá o investimento. A praça continuará servindo para sediar eventos.

O vereador
Kazuto Matsumura (PSB) está propondo uma alternativa mais segura para os procedimentos de embarque e desembarque, na Praça Dr. Euphly Jalles, de estudantes que frequentam faculdades de outras cidades da região.

Para o vereador
Kazuto, os atuais embarques e desembarques de estudantes na Praça, nos finais de tarde, têm provocado transtornos no trânsito com possíveis riscos de acidente. "Muitos ônibus estacionam ali; não é local apropriado, podem causar acidentes", explicou Kazuto.

Ali também
ficam estacionados dezenas de motos e outros veículos de estudantes, sem haver qualquer regulamentação visual e sem segurança. Por isso o vereador deseja que a Prefeitura ofereça um local mais adequado para estacionamento, embarque e desembarque. Está certo. A moçada que estuda merece atenção, conforto e segurança.

Na terça-feira
(dia 11), na busca de recursos para Jales, estiveram na Assembleia Legislativa em São Paulo os vereadores Bismark (PSDB) e João Zanetoni (PSB). Bismark solicitou R$ 250 mil por via parlamentar, sendo R$ 150 mil para reforma do Ginásio Municipal de Esportes Dr. Waldemar Lopes Ferraz e R$ 100 mil para a reforma de sanitários, vestiários e bancadas de árbitros e jogadores reservas no Ginásio Municipal de Esportes Vera Lúcia Maldonado Martins, no Jardim Paraíso.

E, em conjunto,
os dois vereadores entregaram um pedido, solicitando R$ 350 mil para melhorias no espaço de lazer e adaptação de novas salas na Escola Municipal "Prof.ª Iracema Pinheiro Candeo – Lola", no Conjunto Habitacional José Antônio Caparroz Bogaz (JACB).

Uma coisa boa
não pode ser negada em relação aos vereadores da atual legislatura. Eles estão mais envolvidos com os problemas da cidade e procuram participar das soluções. Eles questionam, levantam necessidades de providências, vão em busca de recursos. Isso valoriza o trabalho legislativo, dá esperança à população.

Muito elogiado
o trabalho desenvolvido por Prefeitura e comunidade na reforma da Praça do Jardim Arapuã, em Jales. Aliás, há outras praças na cidade que merecem passar por uma reforma desse modo, sendo incluídas nesse plano de revitalização. Tem praça que consumirá coisa mínima para ficar chamativa e atraente.

O envolvimento
entre poder público e comunidade foi sempre salientada nesta coluna. Por um motivo simples e óbvio. Muitos serviços de interesse geral não são viáveis de serem realizados somente pelo poder público ou somente pela comunidade. O poder público não caminha sem a comunidade, e vice-versa. A cooperação tem força para vencer muitos obstáculos.

A expectativa
da primeira-dama jalesense, Glauciane Franco, é de que este ano a iluminação de Natal esteja à altura de Jales. Um projeto a respeito será apresentado aos membros do Conselho Municipal de Turismo. Uma preocupação é que não haja uma adesão maciça dos lojistas. Mas vai haver um trabalho de convencimento para que eles decorem suas lojas para atrair os consumidores. Bom que este trabalho comece cedo e espante a crise.

Êta semana
carregada. O ex-presidente Lula foi condenado a 9,5 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O presidente Temer conseguiu – na Comissão de Constituição e Justiça, da Câmara Federal – rejeição à denúncia de ser julgado por corrupção passiva. A ONG Conta Abertas denunciou que Temer liberou R$ 134 milhões na compra de deputados. Na Antártida (Polo Sul), um gigantesco iceberg gigante de 6 mil Km2 de separou da plataforma de gelo com destino incerto. Tempo de ir em frente, persistindo no bem.

Na sessão
ordinária de segunda-feira (17/07), os vereadors vão votar projeto de decreto legislativo concedendo merecidamente ao professor Rui Rodrigues de Souza  a Medalha XV de Abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário