Páginas

terça-feira, 16 de maio de 2017

Dia do Vinho 2017: diversidade de atrações marcam calendário do evento


Polenta de 800 quilos, city tour em carros antigos, simpósio científico, atividades esportivas, feiras de rua e cursos de degustação são algumas das mais de 200 ações realizadas de 19 de maio a 4 de junho, no Rio Grande do Sul, São Paulo, Bahia e Pernambuco

 
O Dia do Vinho tem por característica operar o milagre da multiplicação de atrações. Só neste ano, são mais de 200 à disposição do público, no período de 19 de maio a 4 de junho. Como o evento é realizado de forma descentralizada e simultânea em dezenas de municípios de três regiões do país (Sul, Sudeste e Nordeste), conta com a vantagem de uma diversidade de lugares e empreendimentos para se aproveitar entre vinícolas, hotéis, pousadas, bares e restaurantes.

 "A combinação de elementos como vitivinicultura, passeios, hotelaria e gastronomia é o nosso enoturismo, que procuramos ofertar com todo brilho na programação do Dia do Vinho. A cada ano, temos novos territórios atentos ao potencial deste segmento econômico. E mais preparados para atrair e receber os turistas da uva e seus derivados em todo o Brasil", sublinha o presidente do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) Região Uva e Vinho, João Leidens.
 
No calendário do evento de 2017, estão contemplados desde tombos de polenta de 800 quilos, logo no primeiro fim de semana, em Monte Belo do Sul (RS), até o encerramento com orquestra de sopros, apresentações de teatro e circo e city tour a bordo de carros antigos, em Veranópolis (RS), no dia 4 de junho. Antes disso, passando por curso de harmonização no Roteiro de São Roque (SP), degustação de espumantes às margens do Rio São Francisco, no sertão nordestino, na divisa entre Bahia e Pernambuco, ou apreciando vinhos do Vale Central Gaúcho com o estímulo sensorial no distrito Recanto Maestro.
Pela primeira vez, o evento será brindado com uma cavalgada por vinhedos – iniciativa que só poderia vir da Campanha Gaúcha. E, além de um simpósio científico internacional que abordará o tema Vinho e Saúde e das atividades esportivas, para fazer plena justiça ao protagonista que dá nome ao evento, há aquelas atrações consagradas pela vontade popular: "As feiras de vinho em praças e ruas são exemplos de sucesso na programação do Dia do Vinho. É o produto dos nossos vinhedos e vinicultores ao alcance do grande público da maneira mais festiva e acessível possível. Dois municípios que já confirmaram suas feiras para este ano tiveram excelente resultado em 2016: Farroupilha reuniu mais de 1,5 mil pessoas em dois fins de semana e Caxias do Sul vendeu 20 mil litros de vinho em três dias, para 25 mil pessoas", revela o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Dirceu Scottá.           
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário