Páginas

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Sindicato da Saúde conquista benefício de 55 mil para filiados

Em processo de Adicional de Periculosidade quatro filiados tiveram seus direitos reconhecidos por empresa
 
Buscando sempre os direitos de seus filiados, o Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Três Lagoas - SETA, representado pelo seu presidente, João Carvalho, entregou na última sexta-feira, 31, o valor de R$ 55 mil para quatro de seus filiados após processo de Adicional de Periculosidade movido contra a empresa Hecardi.
O processo foi movido em benefício aos técnicos de enfermagem que trabalharam no procedimento cirúrgico, com intensificador de imagens, em aparelhos de raio-x e não receberam equipamentos de proteção, nem foram remuneradas com adicional de periculosidade. De acordo com o advogado do SETA, Rodolfo Guerra, o processo foi bem desgastante. “Essa foi a primeira tese no Mato Grosso do Sul, precisamos buscar jurisprudência em outro estado, além de contratar dois peritos, um para fazer os laudos e outro os cálculos para serem inseridos no processo”, finalizou.
Para o presidente do SETA, João Carvalho, o momento é de avaliar os benefícios que foram ganhos com toda a ação movida. “A empresa durante o processo já reconheceu o direito do trabalhador em 2015 e começaram a pagar, isso mostra que se não fosse o sindicato os trabalhadores não teriam esse benefício conquistado. Estamos lutando pelos nossos filiados e contribuindo economicamente com Três Lagoas, pois eles irão utilizar esse dinheiro em nosso comércio”, concluiu.
A filiada, Soraia Milena Rego, foi uma das beneficiadas com o processo de Adicional de Periculosidade, ela trabalhou na empresa durante cinco anos e comemorou sua conquista. “Sorte a nossa que temos um sindicato que está sempre atento aos nossos direitos e nos direcionaram a ir atrás disso”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário