Páginas

sábado, 8 de abril de 2017

PM prende criminosos que tentaram furtar agência bancária na região

Na madrugada desta quarta-feira, 5 de abril, criminosos tentaram furtar uma agência do Banco do Bradesco, no município de Santa Albertina, pertencente à 4ª Companhia do 16º BPM/I, utilizando artefatos explosivos. No entanto, a empreitada criminosa não obteve êxito, pois foi verificado que os criminosos não conseguiram levar o dinheiro dos caixas.

No local, restaram alguns explosivos que não detonaram, sendo necessário o acionamento do Grupo Antibomba do GATE que se deslocou de São Paulo até o local do crime para as ações de remoção e detonação dos artefatos.

Imediatamente, após a notícia do crime as equipes Policiais Militares iniciaram ações para identificação e prisão do envolvidos no crime visando uma resposta rápida à comunidade Santa-Albertinense.

Passadas algumas horas do ocorrido, dois suspeitos de participarem do crime foram capturados, sendo que um deles confessou a participação e foi preso, o outro após ser apresentado à autoridade de Polícia Judiciária foi liberado.

Um dos veículos usados no crime, que havia sido roubado em Jales, foi localizado às margens do Rio Grande, sendo apreendido.

Já na madrugada desta quinta-feira, 6 de abril, após incansáveis buscas, a PM localizou mais dois criminosos envolvidos, homiziados em uma mata entre Santa Albertina e Santa Clara D’Oeste, onde, após abordagem, ambos confessaram a participação no crime, sendo presos. Consta ainda que ambos possuem passagens pela Polícia pelos crimes de Tráfico de Drogas e Roubo, e traziam consigo seis lanches e um refrigerante que possivelmente seria levado para outros envolvidos.

Restou que, em 24 horas, segundo o tenente coronel PM Antonio Umildevar Dutra Junior, comandante do16º BPM/I, a Polícia Militar esclareceu o crime "e retirou do seio da sociedade três criminosos fugitivos que participaram da ação criminosa, dando, dessa forma, a resposta esperada pela sociedade"
 
Polícia Militar prende mais quatro 
 
Segundo nota divulgada pelo tenente coronel PM Antonio Umildevar Dutra Junior, comandante do16º BPM/I, nesta sexta-feira (07/04) informa que após cerca de 24 horas do ocorrido, a Polícia Militar já havia preso três envolvidos no crime, retirando do seio da sociedade três fugitivos que participaram da ação criminosa.

Entretanto, na manhã desta quinta-feira, 07 de abril, quatro criminosos, entre eles um portando arma de fogo, renderam um homem que dirigia um veículo Ford/Verona, obrigando-o mediante ameaça, a leva-los até a estação ferroviária de Santa Fé do Sul, onde o liberaram.

Diante da informação de mais este crime, e já com a suspeita de que tais indivíduos poderiam ser os envolvidos no ocorrido em Santa Albertina no dia anterior, a PM desencadeou uma operação com o objetivo de localizar e abordar tais indivíduos que estariam na composição férrea sentido São José do Rio Preto.

Com apoio do helicóptero Águia de São José do Rio Preto e efetivo reforçado foi possível realizar a abordagem aos quatro suspeitos quando o trem parou no porto seco de Simonsen, sendo que os indivíduos tentaram fugir ao perceber a presença policial, porém sem êxito, sendo todos presos.

Os quatro suspeitos confessaram a participação no roubo do GM/Cruze no município de Jales (veículo que foi utilizado no crime em Santa Albertina)  - na foto sendo retirado do rio Grande onde foi jogado pelos criminosos - , bem como assumiram a tentativa de Furto à Agência Bancária e ainda assumiram o Roubo do veículo Ford/Verona no município de Santa Clara D’Oeste.

Diante dos fatos, os criminosos foram presos e apresentados na Central de Polícia Judiciária de Jales, pelo fato de que a Ocorrência iniciou os registros naquele distrito, onde o Delegado determinou a Prisão Temporária dos quatro que permanecerão à disposição da Justiça.

Por fim, em menos de 48 horas transcorridas após o crime, sete envolvidos foram presos pela Polícia Militar, demonstrando assim a resposta esperada pela comunidade Santa-Albertinense, bem como a toda a região.

2 comentários: