Páginas

sábado, 11 de março de 2017

Karatecas da região conquistam medalhas em fase classificatória do Paulista em Presidente Prudente

No sábado, 4 de março, karatecas de Jales, Urânia, Estrela D’Oeste, Fernandópolis e Santa Fé do Sul disputaram e conquistaram medalhas na primeira etapa classificatória do Campeonato Paulista da Federação Paulista de Karatê (FKP) 2017 , realizado no ginásio de esportes "Watal Ishibashi", na cidade de Presidente Prudente/SP, sendo 7 medalhas de ouro, 7 medalhas de prata e 8 medalhas de bronze.

Como o karatê foi reconhecido em 2016 como um esporte olímpico, o certame paulista é o primeiro passo para atletas deste esporte que desejam fazer parte da seleção brasileira, que
 
 
 
 
 
participará dos Jogos Olímpicos de 2020 em Tókio.

"Existem outras federações de karatê em nosso estado, mas somente através da FPK, da qual fazemos parte, karatecas paulistas podem almejar a participação em uma olimpíada", explica Sensei Edson, informando ainda que a FPK a partir deste ano desenvolverá um trabalho específico para preparação de atletas do karatê paulista que pretendem ingressar na Seleção Brasileira para uma possível participação nos jogos olímpicos.

Com as medalhas conquistadas em Presidente Prudente, os atletas conquistaram vagas para disputar as finais do Campeonato Paulista, que serão realizadas no mês de maio na capital paulista..

Os medalhistas de ouro foram Bruno Nagata Rios (katá – sub-10, faixa verde à preta), Bruno Takeda Morita (kumitê – cadetes, faixa roxa à preta) e Evandro Toshio Morita (katá, máster, faixa roxa à preta), de Jales; Anderson Carlos Palasio (kumitê – sênior, faixa amarela à verde), Giovani Sartori Serra (kumitê – júnior, faixa roxa à preta) e Sérgio Ricardo Dutra Gasques (kumitê – máster, faixa amarela à verde), de Urânia; e Nelson Macário de Faria Lima (katá – máster, faixa amarela à verde), de Fernandópolis.

As medalhas de prata foram conquistadas por Bianca Maemori Mori (katá, cadetes, faixa amarela à verde) e Júlio Cesar Goes Garcia (katá, júnior, faixa amarela à verde), de Jales; Fernando Reimam da Silva (katá, cadetes, faixa amarela à verde), Karleane Santos Pereira (2-katá e kumitê, sub-14, faixa amarela à verde) e Miguel Vieira Paes (katá, sub-10, faixa amarela à laranja), de Estrela D’Oeste; e Sandro Roberto Sebim (katá, máster, faixa roxa à preta), de Santa Fé do Sul.

As medalhas de bronze foram conquistadas por Ana Laura Lopes Souza (katá, sub-12, faixa amarela à verde), Caio Matsukawa Rugai (kumitê, sub-10, faixa amarela à laranja), Eder Yoshizaki Takeda (katá, sênior, faixa roxa à preta), Edson Carlos Sanches Maemori (kumitê, sub-10, faixa amarela à laranja) e Thiago Takeshi Hashimoto (kumitê, júnior, faixa roxa à preta), de Jales; Fernando Reimam da Silva (kumitê, cadetes, faixa amarela à verde), de Estrela D’Oeste; e pelo Sensei Edson (2-katá e kumitê, sênior, faixa roxa à preta).

Destaque desta vez para os atletas Anderson Carlos Palasio de Urânia que venceu todas suas lutas por uma diferença maior do que 8 pontos e Bruno Takeda Morita que conquistou a medalha de ouro lutando com 13 anos na categoria cadetes (14/15 anos). "O Anderson é um exemplo de dedicação, esforçando-se para conciliar os treinos extras com o trabalho e no caso do Bruno, como ele completa 14 anos neste ano, antes das finais, ele já deve participar como cadete", explica o professor.

O professor fez questão de agradecer o apoio recebido de órgãos públicos na cessão de ônibus para transporte dos atletas até Presidente Prudente, como também o apoio que vem recebendo dos pais dos atletas. "Não basta apenas a dedicação do professor como técnico, é essencial também a força de vontade do atleta, o apoio da família, das prefeituras e de alguns patrocinadores para a formação de atletas com condições de participar de competições oficiais", finaliza Sensei Edson, observando que o karatê também está de braços abertos àqueles que desejam apenas praticar um esporte para condicionamento físico, mental e espiritual, sem a participação em competições.

Um comentário: