Páginas

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Santa Casa de Fernandópolis realiza ações contra o câncer de mama

 

No mês de outubro, a Santa Casa de Fernandópolis participou da campanha "Outubro Rosa", realizada com a finalidade de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama tanto nas mulheres, quanto em homens.  Durante a semana, foram organizadas várias ações junto aos colaboradores, pacientes e acompanhantes.

A cor rosa simboliza mundialmente a luta contra o câncer de mama e no mês de outubro, fica em evidência, como uma forma de apoio à causa. Na Santa Casa de Fernandópolis, pacientes e colaboradores receberam orientações sobre o autoexame das mamas. 

Na agenda houve ainda espaço para os cuidados com a saúde e beleza feminina, por meio de procedimentos de higienização de pele, spa das mãos e maquiagem. Com o tema "A prevenção contra o câncer de mama é melhor forma de lutar", os pacientes e acompanhantes foram convidados a conhecer a fundo a questão, por meio da palestra apresentada pela enfermeira Ana Paula Soler. 

Encerrada com uma apresentação de dança dos colaboradores da própria Santa Casa, a campanha desenvolvida no Hospital contou com o apoio do curso de Enfermagem da FEF (Faculdade Educacional de Fernandópolis) e Racco Cosméticos.

A enfermeira Valéria Vaz, coordenadora do Núcleo de Educação Permanente e Humanização da Santa Casa, destacou sobre a abrangência da programação. "Neste ano, além de abordar nossos colaboradores, também nos preocupamos em envolver toda a comunidade, que diariamente utiliza nossos serviços. Um diferencial foi o alerta sobre o câncer de mama também nos homens, já que houve um aumento considerável de casos, alertando-os que o autocuidado e a atenção para o diagnóstico precoce é tão importante para eles, quanto para as mulheres".

AME E LUCY MONTORO
O Serviço de Reabilitação Lucy Montoro e o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), unidades gerenciadas pela Santa Casa de Fernandópolis, também desenvolveram ações sobre o "Outubro Rosa". No Lucy Montoro, os clientes e acompanhantes receberam orientações sobre os exames e auxiliados nas dúvidas quanto agendamento e encaminhamento por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). Já no AME, as televisões das salas de espera e da recepção foram utilizadas para a transmissão de vídeos explicativos e o público recebeu panfletos com orientações sobre o autoexame.

O CÂNCER DE MAMA NO BRASIL
O câncer de mama é o tipo mais comum de câncer entre as mulheres, causado pela multiplicação de células anormais da mama que formam o tumor. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), neste ano há a previsão de que 57.960 novos casos de câncer de mama sejam registrados no Brasil. Esta modalidade de câncer também atinge os homens, mas no caso deles há algumas particularidades: devido à demora no diagnóstico, 72% dos casos são identificados já nos estágios avançados da doença. Segundo o Inca, 181 homens morreram com a doença no Brasil em 2013. A prevenção por meio do autoexame é fundamental para diagnosticar precocemente qualquer alteração nas mamas. Recomenda-se que mulheres acima de 50 anos incluam a mamografia nos exames de rotina.


Nenhum comentário:

Postar um comentário